março 31, 2021


Sinopse: Se você mergulhou em uma Escócia underground e conheceu um grupo de garotos rebeldes em Trainspotting, no seu novo livro A calça dos mortos, Irvine Welsh traz o retorno de um dos personagens mais marcantes que nos foi apresentado no seu livro mais famoso e que virou um sucesso cinematográfico em uma adaptação de 1996. Mark Renton agora ganha muito dinheiro gerenciando DJs, mas as viagens constantes, saguões de aeroportos, quartos de hotel sem alma e relacionamentos superficiais o deixaram insatisfeito com sua vida. Um encontro casual com Frank Begbie, de quem ele se escondeu por anos após uma terrível traição e uma grande dívida, vai deixá-lo abalado. Mas o psicótico Begbie parece ter se reinventado como um artista famoso e - para a surpresa de Mark - não parece interessado em vingança. Sick Boy e Spud, que têm planos próprios, ficam intrigados ao saber que seus velhos amigos estão de volta à cidade, mas quando eles entram novamente em mundo sombrio, as coisas começam a dar terrivelmente errado. Pulando de crise em crise, os quatro homens circulam entre si, movidos por suas histórias pessoais e vícios, confusos, com raiva. Um desses quatro não sobreviverá até o final deste livro, mas qual deles? Acelerado, furioso, repleto de humor negro e estranhamente comovente, o mais novo romance de Irvine Welsh é a sequência direta de O artista da faca, que marca o retorno espetacular da gangue de Transpotting.


Sinopse: Edição em capa dura. Neste segundo volume da série, Anna Huntley tem quatorze anos e está lidando com a pressão da fama. Sua meia-irmã e amiga Marianne é a queridinha de Londres e sabe lidar com a imprensa como ninguém, os repórteres querem saber e absolutamente tudo e Anna começa a questionar o próprio valor. Quando surge a oportunidade de liderar a equipe de esportes da escola, ela aceita o desafio para provar sua importância. Mas parece que plano não vai sair como o esperado já que Anna ainda é a garota estabanada do primeiro livro. Com a ajuda dos amigos ela finalmente dá seu primeiro beijo — vamos descobrir se será com o garoto mais popular da escola ou com o garoto Nerd e sensível. O livro é em edição capa dura. A história explora questões relevantes na adolescência: romance, família, passar vergonha na internet e superar, encontrar sua identidade, superação de desafios e amizade. Vai agradar ao mesmo publico dos livros adolescentes de Thalita Rebouças e da série Diário de uma Garota Nada Popular.

março 28, 2021


 

Vários filmes ganharão lançamento simultâneo nos cinemas e na plataforma disney de streaming, e viúva negra foi um deles. O filme está com data para 9 de julho desse ano e terá acesso antecipado, para quem pagar o "acesso premier" ao filme.
O preço do acesso premier ainda não foi divulgado, mas é provável que será o mesmo preço de Raya. 


 


Esse segundo filme chegará nos cinemas e na HBO MAX simultaneamente no dia 6 de agosto de 2021. Arlequina (Margot Robbie), Rick Flagg (Joel Kinnaman), Amanda Waller (Viola Davis) e Capitão Bumerangue são os personagens que estavam presentes no filme de 2016 e voltarão nesse filme, porém a trama atual não tem relação com a anterior.


março 26, 2021



Sinopse: “E de repente, num dia qualquer, acordamos e percebemos que já podemos lidar com aquilo que julgávamos maior que nós mesmos. Não foram os abismos que diminuíram, mas nós que crescemos...”
Textos para acalmar tempestades é um livro sobre busca, encontro, perda e renascimento. Recorrendo a citações de grandes nomes da literatura mundial, Fabíola Simões propõe uma jornada de autoconhecimento e aprofundamento no mistério da própria vida, em textos e poemas leves e, ao mesmo tempo, profundos.
Partindo de máximas ou trechos de autores como Charles Dickens, Clarice Lispector, Joseph Campbell, Hermann Hesse, Isabel Allende... a autora constrói uma narrativa sensível e dinâmica, que tem conquistado milhares de leitores.


Use o Cupom FABIOLA20 [20% de desconto] Compre no Magalu (clique aqui) 


Sinopse: Bea Schumacher é uma blogueira de moda plus size que tem amigos maravilhosos, uma família dedicada, uma legião de seguidores… e um coração partido. Para se distrair, toda semana ela acompanha o viciante reality show É Pra Casar, em que uma pessoa busca o amor verdadeiro entre vinte belos pretendentes.Justo quando Bea desiste de vez de procurar pelo amor, ela recebe uma proposta intrigante: É Pra Casar quer que ela seja a próxima estrela do programa. Bea concorda, mas com uma condição: ela não vai se apaixonar de jeito nenhum. O que ela quer é dar mais visibilidade para sua carreira e para outras mulheres plus size, inspirando pessoas no país inteiro a se aceitarem.
Mas, quando as câmeras começam a rodar, ela percebe que as coisas serão mais complicadas do que ela esperava… Em uma narrativa montada a partir de tweets, roteiros e blogs de fofocas, Kate Stayman-London nos convida a mergulhar no mundo incrivelmente real de Bea.


 


“Acorda pra vida, Chloe Brown” já está chegando nas livrarias (físicas e digitais). O livro conta a história de uma garota que resolve salvar um gatinho em uma árvore e descobre que ao se abrir para novas descobertas, coisas incríveis podem acontecer.

Sinopse: Depois de quase ser atingida por um carro em alta velocidade, Chloe Brown se deu conta de que seu obituário seria um tanto entediante. Para reverter essa situação, ela decide montar uma lista de atividades necessárias para finalmente "acordar para a vida".Mudar assim não é nada fácil, mas, para sua sorte, Chloe encontra alguém que — mesmo a contragosto — pode ajudá-la nessa missão. Seu vizinho Red Morgan é um motoqueiro misterioso, que tem várias tatuagens e mais sex appeal que uma estrela de Hollywood.
No entanto, um acordo leva Chloe e Red a se aproximarem e perceberem que suas primeiras impressões um do outro estavam erradas. E que, mesmo com traumas do passado e receios quanto ao futuro, o amor nunca perde a chance de surpreender.

"Talia Hibbert é uma estrela! Sua escrita é inteligente, engraçada e sexy, mas, acima de tudo, ela vai fazer você se apaixonar por seus personagens maravilhosamente imperfeitos, que são tão reais que você vai querer abraçá-los."Meg Cabot.




março 24, 2021

 


No dia 1º de abril às 20h, o premiado escritor e ilustrador Renato Moriconi vai se encontrar com Daisy Carias (@acigarraeaformiga) para o bate-papo de lançamento do livro Uma planta muito faminta , que reúne humor, referências à literatura infantil clássica e as repetições narrativas que as crianças adoram.

Essa planta gulosa e carnívora vai devorar a cigarra e a formiga ao vivo! E vai ser muito divertido. Terá sorteio de livro, perguntas das crianças e muitas coisas 💜

O evento irá acontecer no instagram da @companhiadasletrinhas.

Sinopse: Num certo dia de sol, uma planta carnívora nasceu. Ela era pequena, delicada e estava com muita fome. Então, passou a engolir todo tipo de criatura: lagarta, borboleta, coelho, vaca paraquedista, mamute voador... Quanto mais a planta comia, maior ficava e nada nem ninguém parecia capaz de detê-la. Será mesmo? Neste livro ilustrado, o artista Renato Moriconi cria uma planta tão cheia de fome quanto a lagarta de Eric Carle, com uma narrativa visual que vai fisgar os pequenos leitores.

março 23, 2021


O novo livro de Jennifer Niven conta a história de Claudine, uma garota cuja a vida vira completamente de cabeça para baixo com o divórcio dos pais. O livro já está em pré-venda e o lançamento está previsto para dia 11 de abril. 
Sinopse: Passar o verão numa ilha remota não era o plano de Claudine Henry. Ela deveria estar viajando de carro com sua melhor amiga, aproveitando cada minuto antes de ir para a faculdade. Mas depois que seus pais anunciam o divórcio, o mundo dela vira de cabeça para baixo ― e Claude vai parar nesse destino improvável, acompanhando a mãe que tenta se reconstruir depois da separação.Ali, a garota não tem internet, sinal de celular ou amigos. Até que conhece Jeremiah. Com o espírito livre e um passado misterioso, a química entre os dois é imediata e irresistível. Enquanto vivem aventuras pelas praias, dunas e florestas, Claude e Miah tentam não se apaixonar ― afinal, esse relacionamento tem os dias contados. Mas talvez viver esse romance seja exatamente do que Claude precisa para começar a escrever sua própria história.


 


Esses dias a Editora Seguinte avisou em suas redes sociais o lançamento de De Repente Adolescente 💛. O lançamento está previsto para junho desse ano, mas o livro já se encontra em pré-venda e ao adquirir antecipadamente você ganhará uma cartela de adesivos + post its.


Sinopse: A chegada da adolescência vem sempre acompanhada de momentos que podem marcar nossas vidas para sempre. Afinal, é nessa época que começamos a pensar em quem somos e o que queremos para o futuro, além de nos darmos conta de que, às vezes, a vida simplesmente foge do controle.Nesta antologia, Camila Fremder, Clara Alves, Iris Figueiredo, Jim Anotsu, Julie Dorrico, Keka Reis, Luly Trigo, Olívia Pilar, Socorro Acioli e Vitor Martins narram com honestidade experiências típicas do início da adolescência ― a mudança de escola, a separação dos pais, o despertar de um sentimento inesperado, o amadurecimento às vezes precoce…
O resultado são contos diversos, que emocionam, fazem rir e promovem a reflexão ao mostrarem que, mesmo que a adolescência venha de repente, a gente sempre acaba se encontrando no meio do caminho.

março 20, 2021

 



Sinopse: Esse livro é F#d@ Mas não vai melhorar sua vida! Encontros que começam no Tinder e acabam em shows de anões sadomasoquistas, casamentos com mulheres que tinham o pai como amante... Em Deu Merda, Gabriel Tennyson reúne crônicas que formam o cânone do pobrismo: uma filosofia que vai te ensinar a rir do cotidiano dos subúrbios, das dores de cotovelo... e do cheque especial. Parte ficção, parte biografia, Deu Merda reúne textos para quem gosta de rir das desgraças... sem filtros. Este seleto tratado de sociologia não vai mudar sua vida, mas vai ajudar o autor a comprar pastel com caldo de cana, já que ele foi registrado no SERASA quando nasceu.




Sinopse: A DESCONHECIDA HISTÓRIA DAS CRIANÇAS DO PÓS-GUERRA Em 1946, Amerigo, aos 6 anos de idade, parte num trem com centenas de outras crianças para viver por algum tempo com uma família do norte. Foi a forma que o governo encontrou para livrar os pequenos da miséria que assolou o sul depois dos efeitos catastróficos da Segunda Guerra Mundial. Amerigo é pobre, mora em Nápoles com a mãe Antonietta. Ela, então, decide oferecer ao filho a oportunidade de uma vida melhor por um tempo: escola, comida, saúde. Viola Ardone apresenta a história de um garoto enviado para um ambiente desconhecido, sem esconder nenhum aspecto dessa nova experiência, respeitando a dolorosa “duplicidade” da vida de Amerigo: a perda da mãe e a derrota da fome; as raízes cortadas e a nova serenidade; a indigna insegurança e a proteção “artificial” imposta, mas, ao mesmo tempo, providencial. Amerigo nos transporta para uma Itália que acaba de sair da guerra. Narrando a separação e também a descoberta de um mundo novo, cheio de oportunidades, ele se vê diante de dois horizontes e deseja fazer suas escolhas. “O período pós-guerra é uma mina de histórias não contadas.”


Sinopse: Mas isso não nos impede de tentar entender a estupidez humana. Afinal, todos nós lidamos com ela diariamente.
Seja nas notícias, nas redes sociais ou nos grupos com os quais convivemos.
Entender os idiotas é um desafio, algo que nunca foi realizado de forma profunda. Estudiosos, psicólogos e especialistas em comportamento humano se juntaram para analisar como a estupidez se processa e quais seus mecanismos: entendê-la parece ser a melhor forma de combater sua disseminação.
O objetivo deste livro é preparar o leitor para esse juízo final de quem tem de aturar a estupidez continuamente. Afinal, como diria Nelson Rodrigues, “os idiotas vão dominar o mundo. Não pela capacidade, mas pela quantidade. Eles são muitos”.



Sinopse: Este é um livro com caráter profético, que chega no tempo em que todas as suas previsões se confirmaram. F. A. Hayek, um dos maiores economistas de todos os tempos, foi laureado com o prêmio Nobel em 1974, quando se tornou mundialmente conhecido por sua filosofia social e política. Em particular, por sua previsão do colapso do socialismo quando muitos ainda olhavam para o regime com otimismo. Aqui ele traça as raízes intelectuais para a Escola Austríaca, a tradição centenária fundada na Universidade de Viena e o renascimento do pensamento liberal clássico. Hayek continua a fornecer lições inestimáveis para o desenvolvimento do mundo. Por décadas, seus vaticínios foram ignorados e a academia escolheu pautar o Ocidente pela proposta de Keynes, onde havia a defesa da atuação forte do Estado na Economia. Milton Friedman, apesar de conciliar em seus estudos as atuações de ambos, Keynes e Hayek, identificava-se com o liberalismo de Hayek, avaliando que a intervenção do Estado reduzia a capacidade do mercado de criar riqueza. Desde as últimas três décadas, vimos a ascensão econômica de nações com economia mais liberal e a ruína das que mantiveram o Estado como tutor dos cidadãos. E, como consequência, o surgimento de ditaduras. Esta obra reúne textos sobre a escola austríaca, detalhando a gênese dessa tradição e firmando seu lugar na história intelectual.


Sinopse: Este livro explora várias das proposições de Joseph Schumpeter sobre empreendedorismo, ciclos econômicos, desenvolvimento e processo democrático. Embora pouco conhecidas fora dos círculos acadêmicos, as teorias de Joseph Schumpeter se mantêm como farol para empreendedores do mundo inteiro mesmo décadas após o seu falecimento. Elas influenciam os estudos dos economistas acerca do empreendedorismo, da inovação e do progresso econômico. Consagrado pelo termo destruição criativa, foi um dos pioneiros a prever que as inovações tecnológicas seriam o motor do desenvolvimento capitalista: algo claramente visível hoje, quando os rumos da economia mundial estão sendo ditados justamente pela concentração de investimentos, inovações, modernizações e revoluções constantes em tudo que envolve tecnologia. Mas ele previu isso cerca de um século antes. Conhecer os princípios dessa teoria nos oferece caminhos para entender os mecanismos do mundo, da visão empreendedora e sua busca constante por inovação, ocupação de espaços, competição, desenvolvimento tecnológico e o que deve surgir nas próximas décadas.


Sinopse: O livro O rato trapaceiro se originou do curta-metragem animado A fábula da corrupção. O projeto da animação foi contemplado em um edital de 2009 pela Controladoria-Geral da União (CGU) e pelo Escritório das Nações Unidas (UNODC), e assim pôde ser produzido para a internet em 2010. Inspirado nas fábulas de Esopo e outras mais de fundo moral que usam os animais para espelharem as ações humanas, a história, toda rimada, surgiu com num estalo para o autor, que precisou de poucos ajustes para chegar ao resultado final. A opção da estética da animação, junto ao formato da fábula e ao estilo rimado, contribuiu para que temas complexos pudessem ser apresentados de forma leve e cativante às crianças. A animação participou de muitos festivais e mostras e, inclusive, e ganhou mais de uma dezena de prêmios. João, o dono do armazém. não fazia mal a ninguém. Vivia com o Cão e o Gato, E a cooperação era um trato. Até que o Rato ali chegou, E um plano sujo bolou. Acabou com o dinheiro e a comida, E do patrão arruinou a vida. Mas o Jumento, arrependido, não deixou aquilo passar despercebido. Para o homem revelou a verdade, E trouxe, enfim, a felicidade.

março 18, 2021

 


Nesse livro iremos conhecer homens e mulheres que foram muito importantes na ciência, não só para o Brasil, mas como também para o mundo. O livro foi ilustrado pela Bianca Nazari e já se encontra em pré-venda (lançamento previsto para abril desse ano).

Sinopse: Miguel Nicolelis criou um controle remoto ativado pela mente. Helena Nader descobriu uma importante função do açúcar no nosso corpo. Carlos Chagas descreveu – adivinhe! – a doença de Chagas e Bertha Lutz catalogou novas espécies de rãs enquanto lutava pelos direitos das mulheres. A trajetória desses e de muitos outros cientistas brasileiros, suas descobertas incríveis e seus trabalhos pra lá de inovadores são contados aqui, com muito bom humor, pelas apresentadoras do canal Nunca Vi 1 Cientista, Ana Bonassa e Laura Marise, e por Renan de Araújo, do grupo Via Saber. Em textos descontraídos, acompanhados por ilustrações coloridas, o leitor conhecerá a história por trás de grandes descobertas, como tratamentos para doenças, soro contra venenos de cobras, medidas para preservar o meio ambiente. E ainda vai aprender, com um passo a passo detalhado, como se tornar um cientista!







 


O primeiro evento online da Festa Literária Pirata das Editoras Independentes (FLIPEI) começa nesta quinta, 18 de março e terá duração de dez dias. A festa contará com shows, bate-papos e cursos sobre educação freireana, além de promover descontos através das mais de 80 editoras participantes.

Todos os bate-papos, conversas, shows e feira do livro serão 100% on-line, do dia 18 ao 28 de março (site, facebook e youtube). Inclusive as transmissões serão gratuitas nas 3 plataformas. 
Toda manhã no instagram do evento terá a programação do dia, mas se quiser a programação completa pode acessar no site.




 


Autora: Nath Finanças 

Editora: Intrínseca

Número de Páginas: 128

Ano: 2021

Avaliação:  ☆☆☆


Sinopse: Quando o assunto é dinheiro, não dá para achar que um só discurso vai funcionar para todas as pessoas. Afinal, o ponto de partida de cada uma não é o mesmo: o caminho de quem já nasce em uma família com boa situação financeira é muito diferente do de quem trabalha desde adolescente para ajudar em casa.
Mas isso não quer dizer que quem passa aperto todo mês para pagar as contas não pode se organizar, aprender a poupar, investir e ter uma vida financeira saudável. Muito pelo contrário. Na verdade, bastam educação financeira e orientações para que o sonho — seja ele a casa própria, o carro, o intercâmbio, ou mesmo quitar uma dívida — esteja a um passo de virar realidade.
Foi pensando nisso que Nathália Rodrigues, que ficou conhecida no Brasil inteiro como Nath Finanças, se tornou uma voz de destaque sobre a forma como usamos o dinheiro. Com humor e um conteúdo acessível, a administradora e orientadora financeira virou um fenômeno na internet ao trazer dicas simples e valiosas que ajudam milhares de pessoas a saírem do vermelho e se organizarem financeiramente.
Em Orçamento sem falhas, Nath aborda as principais questões que assolam o nosso bolso — nossa relação com cartão de crédito, taxa de juros, lista de compras, planejamento, metas, a diferença entre desejo e necessidade, entre outras —, para ajudar de uma vez por todas quem se enrolou nas dívidas ou só vive para pagar boleto.
O livro ainda conta com um projeto gráfico moderno e colorido, repleto de ferramentas práticas para ajudar o leitor, como tabelas, listas e glossário. Para completar, a autora ganha o reforço do ilustrador Ric Sales, que traz para as páginas do livro charges divertidas sobre nossa relação com o dinheiro no dia a dia.

Nesse livro a autora vem trazendo dicas de como o leitor pode organizar suas finanças pessoais, tudo isso em uma linguagem acessível, didática e bastante empática. Em uma leitura rápida e bastante despretensiosa é possível aprender educação financeira básica sem qualquer dificuldade. 
A autora vem trazendo situações que batem de frente com a realidade de vários brasileiros, o livro leva mesmo em conta quem vive com renda básica e é possível aprender muitas coisas, como controle de gastos, como criar uma reserva de emergência, como sair do vermelho, limpar o nome, etc. 

O livro não está aqui para trazer fórmulas mágicas ou enganar o leitor dizendo que ele vai ficar milionário, o livro está aqui para auxiliar e ensinar que é possível ter uma vida financeira saudável. 
Se você quer aprender como manter sua saúde financeira, aprender como funciona melhor os bancos, ou até mesmo o cartão de crédito, esse livro é com certeza para você. 

Enquanto lia o livro eu me identifiquei muito com a Nath, já sigo ela no twitter e as informações que ela vem trazendo ajudam demais. Foi uma satisfação imensa ler esse livro, parecia que eu estava conversando com a Nath de verdade. 
Foi uma leitura muito boa, creio que por saber da grande maioria das coisas, eu não aproveitei tanto quanto gostaria, mas as pessoas que estão começando agora a aprender sobre educação financeira vão começar com o pé direito, pois o livro ensina de tudo um pouco. 
Trata-se de uma leitura rápida e pode ser feita em um único dia, mas sugiro que o leitor vá lendo aos poucos para absorver todas as informações.

março 17, 2021


O lançamento do box está previsto para maio desse ano e nele iremos viajar pelo universo mágico criado por Diana Wynne Jone 💜 O box já está disponível na amazon e pode ser adquirido através da pré-venda.

Sinopse: Conheça o universo mágico criado por Diana Wynne Jones, que inspirou a animação O castelo animado do Studio Ghibli. Agora com um novo e lindíssimo projeto gráfico, os três livros da série estão reunidos pela primeira vez em um box rígido acompanhado de marcadores e cards. Nomeado pela revista Times como uma das fantasias mais icônicas de todos os tempos, O castelo animado é um clássico infantojuvenil. Ex-aluna de personalidades como C.S. Lewis e J.R.R. Tolkien, Diana Wynne Jones imprimiu em seus livros a dose necessária de magia e fantasia para que qualquer um, independente da idade, se apaixonasse e se deixasse levar por seus bem construídos e clássicos universos. De um modo ou outro interligadas, as histórias do Box O castelo animado são, definitivamente, o que você precisa para escapar do mundo real e viajar para bem longe: em um tapete diferente, para uma cidade distante, refúgio de poções mágicas, personagens fantásticos e um segredo a cada esquina. Com um projeto gráfico especialmente por Isadora Zeferino (@imzeferino), ilustradora carioca dona de trabalhos super coloridos e com clientes como Faber Castell, Globosat e Melissa, o box é o presente ideal – para alguém que você ama ou, melhor ainda, você mesmo. O castelo animado (368 pág.)Em O castelo animado, primeiro volume série, conheça a história de Sophie Hatter: após, certo dia, ser amaldiçoada pela Bruxa das Terras Desoladas, a jovem se torna uma senhora de 90 anos. Receosa e insegura por conta de sua nova aparência, ela decide fugir de sua família e vai em busca de ajuda e um lugar para ficar. É então que se depara com o castelo do terrível Mago Howl, conhecido por devorar o coração das moças do povoado. No entanto, quanto mais os dias passam, mais Sophie entende que, na verdade, a realidade vai além do que se vê – e percebe que é possível, sim, encontrar humanidade e compaixão dentro de cada um. O castelo no ar (352 pág.)Em O castelo no ar, descubra a história de Abdullah, um jovem mercador de tapetes que se vê, de repente, no meio de uma enorme confusão após um estranho misterioso deixar em sua tenda um tapete dito mágico em troca de uma bagatela. Na manhã seguinte, sua vida e tudo o que ele conhece estão de cabeça para baixo... e ele precisará ter corajoso para enfrentar todos os obstáculos que surgirão nesta excêntrica jornada. A casa dos muitos caminhos (336 pág.)Em A casa dos muitos caminhos, mergulhe na história de Charmain Baker, uma jovem superprotegida pelos pais, apaixonada por livros e que recebe uma repentina tarefa: cuidar da casa de seu tio-avô William Norland, um mago idoso que, por conta de uma doença, precisa sair da cidade em busca de tratamento. Charmain acredita que a obrigação acabará, no fim, valendo a pena: afinal, esta é sua oportunidade perfeita de sair de casa e um dia trabalhar na Biblioteca Real, seu maior sonho. No entanto, ela não fazia ideia que a casa era repleta de magia! Com uma infinidade de portas, quartos e segredos, a estadia na casa de seu tio-avô se torna uma aventura e um mistério cada vez maiores a cada dia que passa.



A atriz Natalie Portman lançou seu primeiro livro infantil; nele ela reconta três histórias infantis clássicas. As ilustrações ficaram maravilhosas e com certeza espero ansiosa para apreciar o livro 💛

Sinopse: Percebendo que não existe apenas uma forma de viver, respeitar o nosso planeta e descobrir o que torna uma pessoa um verdadeiro vencedor, Natalie Portman traz para Fábulas um toque moderno em lições de vida atemporais. Contadas de maneira divertida e em uma linguagem acessível para crianças, junto com as ilustrações encantadoras de Janna Mattia, as fábulas "A lebre e a tartaruga", "Os três porquinhos" e "O rato do campo e o rato da cidade" são recontadas de forma perspicaz, ideais para serem lidas em voz alta e terem um lugar especial na estante de casa.NATALIE PORTMAN é vencedora do Oscar de melhor atriz, diretora, produtora, ativista e estrelou filmes como Closer: Perto demais, V de Vingança, O profissional, Cold Mountain, De amor e trevas, Jackie, Thor: Love and Thunder, diversos da franquia Star Wars, além de Cisne Negro. Ela nasceu em Jerusalém, Israel, se formou na Universidade de Harvard e atualmente vive com sua família em Los Angeles. Fábulas é o seu primeiro livro ilustrado.
JANNA MATTIA nasceu e cresceu em San Diego. Ela se formou em Ilustração de Entretenimento pela Laguna College of Art and Design e agora trabalha com conceito e arte de personagens em filmes, ilustrações licenciadas e encomendas. Esta é sua estreia como ilustradora de livros. Saiba mais sobre ela em jannamattia.com.





 


Hoje no waiting on  wednesday eu venho trazendo um thriller que não sai da minha cabeça. Navegando a internet esses dias me deparei com uma matéria sobre esse livro e fiquei muito curiosa com o título e  a capa, agora não paro de pensar nesse lançamento (4 de abril).


Sinopse: No novo thriller perturbador e explosivo da autora de O Homem de Giz, uma vigária precisa exorcizar o passado sombrio de um vilarejo assombrado pela morte
Há muito tempo uma história sinistra é contada na pequena Chapel Croft. Cinco séculos atrás, mártires protestantes foram traídos, e então queimados. Trinta anos atrás, duas adolescentes desapareceram sem deixar vestígios. E há algumas semanas, o responsável pela paróquia local se enforcou na nave da igreja.
A reverenda Jack Brooks, mãe solteira de uma jovem de quatorze anos, chega a esse vilarejo em busca de um recomeço. Em vez disso, encontra um lugar tomado por conspirações e segredos, e é recebida com um estranho pacote de boas-vindas: um kit de exorcismo e um bilhete: Não há nada escondido que não venha a ser descoberto.
Quanto mais Jack e sua filha, Flo, exploram a cidadezinha e conhecem seus estranhos moradores, mais as duas se aprofundam em feridas antigas, mistérios e suspeitas. E, quando Flo começa a ver meninas ardendo em chamas, fica evidente que há fantasmas por ali que se recusam a descansar em paz.
Neste thriller macabro e cheio de reviravoltas, no qual nem todo mundo é quem parece ser, C. J. Tudor mostra mais uma vez por que é uma das vozes mais originais da literatura contemporânea.


março 16, 2021

 


A Editora Arqueiro atendeu o pedido dos fãs e finalmente resolveu lançar o box da série os Bridgertons, inclusive o box irá contar com um livro extra (Crônicas da Sociedade de Lady Whistledown.)

O duque e eu
O irresistível duque de Hastings é um prato cheio para as mães que só pensam em arrumar um marido para suas filhas. Para livrar-se delas, ele finge cortejar Daphne Bridgerton, irmã de seu melhor amigo. À medida que a farsa dos dois se desenrola, Daphne precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado.

O visconde que me amava
O solteiro mais cobiçado da temporada é Anthony Bridgerton, um visconde rico que decidiu se casar. Ao escolher Edwina Sheffield como a candidata ideal, precisa convencer Kate, a irmã dela, de que a merece. Logo Kate e Anthony percebem que o desejo que nasceu entre eles pode ser muito mais do que uma simples atração.

Um perfeito cavalheiro
Certa noite, Sophie consegue entrar às escondidas no baile de Lady Bridgerton e conhece Benedict. Uma faísca se acende entre eles, mas os dois só se reencontram três anos depois. Ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão repensar as próprias crenças para poderem viver um amor de conto de fadas.

Os segredos de Colin Bridgerton
Há anos Penelope Featherington alimenta uma paixão secreta por Colin. Quando ele volta de uma longa viagem, vê que ela ficou linda, e começa a querer passar cada vez mais tempo a seu lado. Mas, ao saber que ela guarda um segredo, tem que decidir se Penelope é sua maior ameaça ou a promessa de um final feliz.

Para sir Phillip, com amor
Quando uma prima distante de Eloise Bridgerton morre, ela escreve para o viúvo para oferecer as condolências, e os dois começam uma instigante correspondência. Após alguns meses, ele propõe que se conheçam melhor e se casem. Em pouco tempo eles percebem que, ao vivo, não são como imaginaram, e precisam descobrir se foram mesmo feitos um para o outro.

O conde enfeitiçado
Assim que Michael Stirling viu Francesca Bridgerton, se apaixonou por ela. Só que, em 36 horas, Francesca se casaria. Mas quatro anos depois, ela está livre, e em um encontro inesperado começa a vê-lo com outros olhos. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará feliz.

Um beijo inesquecível
Num recital, Hyacinth Bridgerton conhece Gareth St. Clair, mas resiste à sedução do famoso conquistador. Quando ele aparece com um misterioso diário da avó italiana, ela resolve traduzir o texto e os dois começam a trocar confidências, até descobrirem que as respostas que buscam se encontram um no outro....

A caminho do altar
Quando Gregory Bridgerton vê à sua frente a mulher de sua vida, ela está encantada por outro homem. Para sorte de Gregory, Lucinda Abernathy se oferece para ajudá-lo a conquistá-la, mas quem se apaixona por ele é Lucy. Será que Gregory perceberá que ela, com seu humor inteligente e sorriso luminoso, é a mulher ideal?

E viveram felizes para sempre
A última página de um livro tem que ser o fim da história? Julia Quinn acha que não e, neste livro, oferece oito epílogos extras, todos sensuais, engraçados e reconfortantes, trazendo, ainda, um drama inesperado e um delicioso conto no qual conhecemos melhor a matriarca Violet Bridgerton.



março 14, 2021

 

Autora: Rory Power

Editora: Galera Record

Número de Páginas: 320

Ano: 2020

Avaliação:  ☆☆☆

Sinopse: Há dezoito meses, a Escola Raxter para Meninas entrou em quarentena. Há dezoito meses, uma misteriosa doença virou a vida de Hetty do avesso.

Começou devagar. Primeiro, as professoras foram morrendo, uma a uma. Então, começou a infectar as alunas, transformando o corpo delas em algo cada vez mais estranho. Isoladas do resto do mundo e deixadas à própria sorte, as meninas não se atrevem a ultrapassar o limite da escola. Hetty, Byatt e Reese esperam a cura prometida enquanto a doença se alastra.

Mas tudo muda quando Byatt desaparece. Hetty não medirá esforços para encontrá-la, mesmo que isso signifique quebrar a quarentena e desbravar os horrores que as esperam além da cerca que separa a escola da floresta. E quando Hetty se lança rumo ao desconhecido, descobre que há muito mais mistérios por trás dessa história que ela jamais poderia imaginar.
Meninas selvagens combina um cenário de terror com a angústia e a ternura da adolescência para explorar até onde um grupo de meninas é capaz de ir para sobreviver e se manter unido. Rory Power constrói uma narrativa que, por vezes irregular e flutuante, demonstra a originalidade e potência de sua escrita, tornando-se uma das novas apostas do gênero. Com Meninas selvagens, estreia – brilhantemente – no universo da ficção juvenil.

Uma doença misteriosa se alastrou na Escola Raxter, a mesma está localizada em uma ilha e as garotas que moram nesta ilha estão em quarentena há dezoito meses. As garotas basicamente estão abandonadas a própria sorte, o governo envia comida sempre que possível, mas muito pouco; tão pouco a ponto de vir algo bom (como uma fruta) e elas lutarem para ver quem fica com a comida.

As garotas do internato precisam seguir uma quarentena rígida se quiserem continuar recebendo ajuda do governo. A doença não tomou apenas o corpo das garotas, como também possuiu até os animais que vivem naquela ilha, virou um ambiente hostil e sinistro. 
A doença é chamada de Tox, ela age de forma estranha em cada garota. Algumas sofrem mutações muito severas, outras nem tanto, mas com o passar do tempo o corpo de cada garota vai mudando cada vez mais, até que chega um ponto em que para de mudar e ela simplesmente vai morrendo. Algumas garotas ficam com marcas horríveis, outras com erupções, guelras e até mesmo braços com escamas; Hetty por exemplo ficou cega de um olho e de vez em quando sente algo se mover dentro dele.

Hetty é a protagonista dessa história, ela faz parte de um trio (Hetty, Byatt e Reese); elas cuidam umas das outras, porém a amizade entre Hetty e Resse fica ameaçada quando Hetty ganha algo que Reese quer. Reese é complexa e em grande parte do tempo Hetty não consegue advinhar o que ela está pensando, por isso Hetty concentra boa parte de seus esforços em Byatt. 
Byatt é o meio termo entre as duas, fazendo com que o trio permaneça unido, mas e se algo acontecesse com ela? Reese e Hetty uniriam forças para permanecerem vivas?

A medida que o tempo vai passando a tox começa a afetar mais meninas que vivem na ilha, elas sentem quando irão mutar, como se houvesse uma corrente passando por seu corpo e pronto, essa corrente vira uma explosão e seu corpo só conhece a dor/sofrimento. Após a mutação que acontece de tempos em tempos, quem sobrevive acaba sendo presenteada pelas demais, as meninas compartilham suas dores e esperam ansiosas para que o governo descubra o que diabos está acontecendo com elas. 
Hetty agora faz parte da equipe que Reese queria fazer, por isso ela possuí alguns segredos que precisam ser guardados, segredos esses que colocariam a segurança da ilha a perder, segredos esses que mantém todas vivendo na miséria. Hetty não consegue lidar muito bem com aquela situação, ela não deveria ter sido escolhida no lugar de Reese, mas ela precisa ser forte pelas outras meninas e manter as aparências fará a paz prevalecer. 

Quando Byatt sofre uma mutação tão forte que precisa ser levada a enfermaria, Hetty sente que tem algo errado com aquela situação. A diretora não deixa que Byatt receba visitas e devido a todos os pequenos segredos que Hetty começa a descobrir, ela sente que existe algo muito sombrio por detrás daquela situação. É nesse momento que tudo começa a ficar mais estranho, confuso e violento. 
Agora ela e Reese terão de lutar contra quem comanda aquele lugar se quiserem ver Byatt viva outra vez, se é que ela ainda está viva. 

Eu demorei um pouco para pegar o ritmo da história, mas depois que peguei eu não conseguia mais parar de ler, porém infelizmente isso não quer dizer muita coisa, pois não gostei tanto da leitura como imaginei que gostaria! 
A protagonista não tem um senso de pertencimento a lugar nenhum, por isso sempre está tentando se encaixar, creio que esse seja um dos motivos porquê é mais cômodo ficar ao lado de Byatt, pois a mesma a protege e sempre está disponível para ela, ser amiga de Byatt é algo fácil, e com certeza vantajoso. Mas, lá no fundo ela deseja estar ao lado de outra pessoa e não quer admitir isso! 
Confesso que achei Hetty muito chata e sem graça, uma hora ela é fraca, em outra arranca forças de algum lugar misterioso para lutar, mas ainda assim ela é o típico personagem sem graça que não importa o que faça, nada vai mudar o que ela é. 

O livro tem como base praticamente personagens femininos, aparece um ou outro homem na história, mas como é basicamente composto por mulheres creio que por isso foi citado como feminista. 
Sei que existem heroínas e vilãs, vemos todos os lados da moeda nessa leitura, vemos força, resistência, batalhas sendo travadas, sentimentos e etc, mas as pautas são tão "sutis" que é quase como se fossem inexistentes; o leitor tem que fazer um esforço muito grande para dizer que o livro é feminista! O feminismo não foi discutido em nenhum momento e por esse motivo creio que o livro se encaixe apenas no terror devido as descrições gore e toda a violência/situação. 
Quem vê feminismo aqui está fazendo um esforço surreal. 

Os personagens foram bem distintos, bem escritos na medida do possível, mas Hetty foi tão sem graça que eu não consegui me apegar. Inclusive existe um romance entre meninas que não foi nenhum pouco interessante, apenas está lá, está acontecendo no meio do caos e é isso, nada de muito estimulante, pensei que adoraria ver o casal, mas foi frustrante demais! 
Eu consegui entender as ações dos personagens, senti seus medos e inseguranças, e no geral foi uma boa leitura até certo ponto. Começou muito bem e se perdeu no final, o mesmo foi feito de qualquer jeito! Em um momento estamos em uma busca frenética, e em outro descobrimos o que é a doença com uma explicação sem graça, um final aberto e feito as pressas; o final quebrou completamente a história e acabou com tudo que foi sendo construído aos poucos. 
Não sei se a autora pretende continuar a história, mas se a resposta for positiva ela terá de escrever algo melhor e com um final decente se quiser consertar esse fiasco. 

Eu gostei muito da capa e da sinopse, inclusive li poucas resenhas e mesmo tendo lido coisas negativas eu resolvi me arriscar, pois a história parecia muito promissora. No mais não posso afirmar nada acerca da edição física, pois li o ebook.  

março 12, 2021

 


Autor: David Ouimet

Editora: Companhia das Letrinhas 

Número de Páginas: 56

Ano: 2021

Avaliação:  ☆☆☆☆☆

Sinopse: Um livro ilustrado emocionante para leitores de todas as idades que faz uma linda homenagem aos livros e à esperança que as histórias nos trazem.

Uma garota tímida e introvertida se sente deslocada no mundo tão barulhento em que vivemos. Mas o poder da imaginação e o conforto dos livros podem trazer a esperança de que sua voz finalmente seja ouvida…
Nesta história emocionante para pequenos e grandes leitores, somos convidados a refletir sobre nosso lugar no mundo e o poder transformador que uma boa história pode ter na vida de alguém.
Queria que este livro já existisse na minha infância; talvez tivesse me sentido menos sozinho.” - Neil Gaiman
Este não é um livro infantil, mas antes uma experiência para todas as idades. Uma viagem visual, rica e emocionante em busca de uma resposta.” - Sonia Braga

Nesse livro ilustrado iremos conhecer a história de uma garotinha sem nome, ela é tímida e introvertida. A garota se sente oprimida pelo mundo ao seu redor, um mundo que parece não compreendê-la, um mundo que nem sequer lhe dá uma chance para se expressar. 
O único lugar em que a garota sente-se livre é na biblioteca, através da leitura ela consegue conhecer o mundo um pouco melhor e tenta entender as diferença entre as pessoas.

Durante a leitura iremos acompanhar um dia na vida da garota, percorremos junto com ela sua rotina de escola/aulas, seu tempo na biblioteca e etc.
Enquanto isso ocorre, vemos seus pensamentos divagando acerca de sua decisão de não falar e o que aconteceria quando ela soltasse suas palavras.

Apesar de ser um livro infantil e com uma história simples, é possível observar que a leitura é cheia de significados. Vemos um personagem que está passando por dificuldades emocionais e que está lutando o tempo todo e que em algum momento irá florescer. 
Não creio que uma criança irá entender todas as nuances desse livro, pois em tese trata-se de um livro infantil, mas isso não quer dizer que ela não irá apreciar as ilustrações maravilhosas e um pouco da história.

Eu fico em silêncio é uma leitura rápida, porém muito profunda e com lindas ilustrações. Não tem como não ficar apaixonado por essa história. Inclusive nem parece que esse é o primeiro livro do autor.
Um livro que aquece o coração da criança que eu fui um dia, realmente valeu muito a pena ler, e espero que o autor continue com o excelente trabalho.
Trata-se de um livro de capa dura, com um maravilhoso acabamento, a editora realmente caprichou nessa obra.


"Às vezes, quando fico em silêncio, eu leio. Quando leio, sei que existe um mundo inteiro debaixo dos meus ramos."

março 09, 2021


 

No K-drama It’s Okay to Not Be Okay somos apresentados a escritora Ko Moon-young, a mesma escreve livros infantis peculiares. A escritora, um enfermeiro e seu irmão com espectro autista serão os personagens principais da trama e juntos enfrentaram seus traumas. 

A Editora intrínseca irá lançar os 3 primeiros livros seguindo os detalhes das edições coreanas; as obras serão lançadas agora dia 26 de março e já podem ser adquiridas na pré-venda.
O outros dois títulos da coleção serão lançados em maio desse ano (A mão e o tamboril e Em busca da feição real).



O menino que se alimentava de pesadelos: Em O menino que se alimentava de pesadelos, um garotinho é assombrado por pesadelos terríveis. Para tentar dar fim a esse tormento, vai até as profundezas da floresta e faz um pacto com uma bruxa. Ela apagará todas as lembranças ruins de sua mente, contanto que ele prometa que se tornará um adulto feliz. O acordo parece simples, mas o preço a ser pago caso ele não cumpra a promessa pode ser alto demais.

Criança Zumbi: Em Criança zumbi, um menino de pele muito pálida e olhos bem grandes nasceu num pequeno vilarejo. Conforme crescia, sua mãe percebeu que ele não tinha sentimentos e que sentia uma fome insaciável. Todo dia, ela roubava animais das casas vizinhas para dar à criança. Quando uma pandemia espalha a morte pelo lugar, a mãe se vê obrigada a tomar medidas inimagináveis para salvar a vida do filho.

O cão alegre: Em O cão alegre, conhecemos um cãozinho que vivia amarrado a uma árvore na entrada de um vilarejo. Ele sempre abanava o rabo e era muito brincalhão, mas, ao cair da noite, só fazia chorar, porque na verdade queria se livrar da coleira e correr pelo campo florido sem amarras. Num dia ensolarado, numa conversa com seu coração, o cão se dá conta de que a chave para sua liberdade pode estar mais perto do que ele imaginava.

março 03, 2021

 


Hoje trouxe um lançamento bastante interessante que divide muitas opiniões, estou ansiosa pela leitura e espero muito ler.

Gótico mexicano já chegou com tudo. O livro em breve irá virar seriado da plataforma Hulu e conta com elementos góticos em um personagem que desafia completamente os estereótipos. O livro está sendo lançado pela editora Darkside e encontra-se na pré-venda. 


Sinopse: Noemí Taboada é uma jovem independente e chique que mora na fervilhante Cidade do México. Entre as manhãs de estudo na faculdade e as noites glamourosas de festas e bailes, ela gosta de passear em seu carro conversível, ouvir música e sonhar com um futuro onde as mulheres possam fazer suas próprias escolhas — e viver grandes aventuras.A rotina de Noemí muda drasticamente quando seu pai recebe uma carta de sua prima Catalina, recém-casada com um inglês. A carta é, na verdade, um pedido desesperado de socorro, pois Catalina acredita que corre perigo em High Place, a mansão isolada onde vive confinada com o marido e a família dele. Convocada a investigar o mistério na cidadezinha de El Triunfo, Noemí parte com seu batom vermelho, seus melhores looks e uma dose extra de coragem. Mas nem mesmo nossa intrépida heroína estava preparada para os horrores que a esperavam em uma mansão assombrada por um mal abominável.

 


Autora: Upile Chisala

Editora: Leya 

Número de Páginas: 128

Ano: 2020

Avaliação:  ☆☆☆

Sinopse: Após apresentar ao leitor brasileiro a poesia de Amanda Lovelace, autora dos best-sellers A princesa salva a si mesma neste livro e A bruxa não vai para a fogueira neste livro, a LeYa Brasil lança a jovem poeta africana Upile Chisala, nascida no Malawi. Seu livro Eu destilo melanina e mel é uma coleção de poemas curtos que tratam sobre o que é ser negra e mulher, sobre como nos tornamos quem somos e superamos a dor, a violência, o preconceito e os obstáculos, sobre como a alegria e a espiritualidade estão profundamente conectadas e sobre como as palavras têm o poder de transformar a nós mesmos e ao mundo ao nosso redor.

Em poemas corajosos que combinam ternura e contundência (Sou ao mesmo tempo mel e limão, diz um deles), Upile parte da própria experiência de viver como uma mulher negra no século 21 para, com muita sensibilidade, atingir leitores de qualquer gênero, idade e cor da pele. Sua escrita cativa e inspira, trafegando com destreza entre o lírico e o confessional em palavras que exalam liberdade e amor próprio. Num dos versos, ela afirma: Espero fazer com palavras o que dançarinos fazem com braços e pernas. E cumpre a promessa. Eu destilo melanina e mel é um livro para ser lido e relido.


Nesse livro encontraremos uma coleção de poemas curtos que abordam o que é ser uma mulher negra, sobre superar a dor e a violência, preconceitos e obstáculos. Os poemas apesar de curtos, tocam profundamente com suas palavras, a leitura fluí muito rápido e é impossível largar o livro de lado. 


Esse livro pode ser lido em um dia, mas sugiro que todos leiam com calma, é uma leitura que precisa ser apreciada. Com palavras inspiradoras, a autora vem trazendo poemas fortes e necessários, e apesar de estar um pouco saturada desse estilo de poesia, a leitura foi muito boa na medida do possível.  


Muitos dos poemas não falam exatamente comigo, por isso talvez a experiência da leitura não seja tão profunda, mas alguns poemas foram muito tocantes. Fiquei apenas incomodada com o uso de palavras repetidas, em alguns momentos achei tudo muito monótono. No mais creio que a poetisa tem potencial e espero que lance outros trabalhos. 

Li o livro em formato digital, por isso não posso comentar nada acerca da edição física; não encontrei erros enquanto lia. 


Espero fazer com palavras o que dançarinos fazem com braços e pernas.
Seguindo o Coelho Branco. Theme by STS.