outubro 15, 2019

Resenha: A Conquista - Amores Improváveis


Autora: Elle Kennedy
Editora: Paralela
Número de Páginas: 336
Ano: 2017
Avaliação:  ☆☆☆☆
Sinopse: De todos os jogadores do time de Hóquei da universidade de Briar, John Tucker se destaca por ser o mais sensato, gentil e amável. Diferente de seus amigos mulherengos, ele sonha mesmo é com uma vida tranquila- esposa, filhos e, quem sabe um dia, abrir um negócio próprio. Mas nem mesmo o cara mais calmo do mundo estaria preparado para o turbilhão de emoções que ele está prestes a enfrentar. Sabrina James é a pessoa mais ambiciosa, dedicada e batalhadora do campus. Seu jeito sério e objetivo é interpretado por muitos como frieza, mas ela não está nem aí para sua fama de antipática. Tudo o que ela quer é passar em Harvard, tirar ótimas notas e conquistar a tão sonhada carreira como advogada. Só assim ela conseguirá escapar de seu passado difícil e de sua família terrível. Um acontecimento inesperado vai desses jovens de cabeça para baixo. Tucker e Sabrina vão precisar se unir e rever seus planos para o futuro. Juntos, eles aprenderão que a vida é cheia de surpresas, e que o amor é a maior conquista de todas.

Finalmente cheguei no último volume da série e tenho muitas coisas para contar! Nesse livro conheceremos um pouco sobre Tucker e Sabrina. Diferente dos outros jogadores de hóquei, Tucker é amável, muito mais sensato que seus amigos e todos eles o consideram como uma "mãe". Ele cozinha, mantém todos eles unidos e faz de tudo para ser o mais centrado de todo o time. Tucker não quer ser um jogador profissional, ele deseja investir em um negócio e viver sua vida em sua cidade natal, morar com a mãe e nada pode impedir esse plano. 

Sabrina é uma garota ambiciosa, dedicada, trabalha o tempo todo e tem um orgulho enorme. Ela nunca namorou, pois homens são meras distrações e ela precisa focar em seu futuro como uma possível aluna de Harvard; esse sempre foi seu grande sonho e nada mudará isso ... até que John Tucker entra em seu caminho.
Os dois acabam tendo uma noite quente na caminhonete de Tucker e Sabrina sai praticamente correndo do local logo após tudo terminar, ela odeia compromisso e não quer qualquer vínculo com Tucker além de um sexo casual.

Tucker é um homem muito calmo e demonstra isso o livro inteiro, ele simplesmente dá o devido espaço para Sabrina e por causa de seu orgulho, ela passa o livro inteiro sendo teimosa demais - algo que é extremamente irritante.
O livro é muito diferente dos anteriores e como eu havia percebido, Tucker é um amor, não tem como não se apaixonar por ele, mas Sabrina torna a leitura muito maçante em alguns momentos. Não pensei em desistir do livro por causa dela, mas me irritei demais com a personagem. 

Sabrina James não tem uma vida fácil, a mãe a abandonou quando ela ainda era uma criança e seu padastro detestável até hoje mora com ela e sua avó. O mesmo é um grande idiota e protagoniza cenas horríveis sempre que aparece. O leitor fica extremamente irritado, sem contar que a avó da Sabrina é muito permissiva em diversos momentos e deixa tudo ainda mais insuportável!
Eu entendo que a Sabrina teve uma vida difícil e isso é um dos motivos para que ela evite relacionamentos, mas eu não consigo ver química nenhuma entre ela e Tucker.

O livro aborda temas muito mais sérios que os anteriores [em alguns aspectos] e diferente dos demais: esse casal não é tão divertido! Alguns dos personagens secundários - que foram os principais nos livros anteriores - trazem um pouco de divertimento a essa leitura, fora as amigas de Sabrina. Mas, o casal em si não é tão divertido assim. 

No mais acompanhamos os planos dos dois mudando e a responsabilidade batendo na porta. O que eles farão para resolver toda essa bagunça? E será que Sabrina deixará de ser orgulhosa em algum momento e parar de complicar tudo?
Sendo bem sincera, a história dos dois aconteceu apenas porque Tucker estava completamente apaixonado por Sabrina, pois até mesmo quando ela se apaixona a mesma consegue complicar as coisas.
Esse foi o livro que menos gostei da série e fiquei levemente decepcionada com a história. Não parece que foi escrito pela mesma autora!

Estou ansiosa para começar a leitura do spin-off dessa série!
Por ter lido a edição digital do livro, não posso opinar sobre a parte física, mas não encontrei erros no ebook ou problemas na diagramação.

Tempo é um conceito que não existe na minha vida, e John Tucker é distração demais.

outubro 13, 2019

Glória & Ruína [ Li Até a Página 100]


Como prometido, estou tentando ressuscitar essa categoria no blog. Hoje trago o segundo livro da duologia Graça & Fúria.

Primeira Frase da Páginas 100:
Serina queria levar as mortas ao vulcão, mas tinham que encontrar os homens primeiro. Se ficassem à solta na ilha, podiam causar danos demais.
Do que e trata o livro?

Essa é a continuação da distopia Graça e Fúria. Nesse mundo mulheres não tem nenhum direito, mas pelo visto encontraram a força necessária para lutar e tentar ganhar espaço em uma sociedade que as vê apenas como objetos.

O que está achando até agora?


Apesar de estar um pouco corrido, estou gostando da continuação. Espero que o final seja satisfatório levando em conta que tem muita coisa para acontecer e não temos muitas páginas para desenvolver tantas coisas.

O que está achando do personagem principal?

Gosto das irmãs apesar de ter achando que Nomi seria bem mais interessante que Serina. Atualmente acompanho ansiosa a evolução de Serina e desejo que Nomi melhore e apague toda a decepção que foi no livro anterior!!

Melhor quote até agora:

Não consegui escolher um quote até agora.

Vai continuar lendo?

Com toda a certeza, estou muito ansiosa com o final da duologia. 

Última frase da página:

Tremia, embora a noite estivesse quente e úmida sob a névoa vulcânica. 

outubro 06, 2019

Curiosidades sobre Stephen King




Antes de começar essa postagem, gostaria dizer que no instagram do blog está rolando sorteios de halloween; aproveitem para participar lá no @coelhoobrancoo
Aproveitem também para acompanhar a Editora Suma nas redes sociais e ficar por dentro dos laçamentos dos livros do autor.

https://www.instagram.com/editorasuma/

Então, vamos ao que interessa; abaixo você irá conferir a vida do mestre do terror! Vamos lá 🎃🎃

outubro 04, 2019

Resenha: Uma Mulher Na Escuridão


Autor: Charlie Donlea
Editora: Faro Editorial
Número de Páginas: 304
Ano: 2019
Avaliação:  ☆☆☆☆
Sinopse: Ao limpar o escritório de seu pai, falecido há uma semana, a investigadora forense Rory encontra pistas e documentos ocultados da justiça que a fazem mergulhar num caso sem solução ocorrido 40 anos atrás. No verão de 1979, cinco mulheres de Chicago desapareceram. O predador, apelidado de Ladrão, não deixou nenhum corpo ou pista — até que a polícia recebeu um pacote enviado por uma mulher misteriosa chamada Angela Mitchell, cujas habilidades não-ortodoxas de investigação levaram à sua identidade. Mas antes que a polícia pudesse interrogá-la, Angela desapareceu. Agora, Rory descobre que o Ladrão está prestes ser posto em liberdade condicional pelo assassinato de Angela: o único crime pelo qual foi possível prendê-lo. Sendo um ex-cliente de seu pai, Rory reluta em representar o assassino, que continua afirmando não ser o assassino de Angela. Agora o acusado deseja que Rory faça o que seu pai prometeu: provar que Angela ainda está viva. Enquanto Rory começa a reconstruir os últimos dias de Angela, outro assassino emerge das sombras, replicando o mesmo modus operandi daqueles assassinatos. A cada descoberta, Rory se enreda mais no enigma de Angela Mitchell, e na mente atormentada do Ladrão.Traçar conexões entre passado e presente é a única maneira de colocar um ponto final naquele pesadelo, mas até Rory pode não estar preparada para a verdade...


Rory - uma investigadora forense - acaba encontrando pistas em documentos ocultados da justiça no escritório de seu falecido pai. Esses documentos envolvem um caso não solucionado que ocorreu há mais de 40 anos. Em Chicago de 1979 cinco mulheres desapareceram sem deixar qualquer rastro, o predador foi apelidado de Ladrão e ele não deixou pistas ou um corpo para trás. 
Um belo dia a polícia recebeu um pacote enviado por uma mulher que continha pistas sobre o caso, mas antes deles interrogarem a mulher, a mesma acaba desaparecendo.

O livro intercala entre 1979 onde acompanhamos a investigação de Angela, que mantém tudo escondido do marido com medo de que ele a ache louca; e temos a investigação de Rory que acontece em 2019. Enquanto o passado e o presente vão intercalando, vemos muitas descobertas e vamos seguindo as pistas para tentar desvendar o mistério. Afinal, por que o pai de Rory cuidou desse caso pessoalmente por tantos anos? Por que Angela desapareceu? Será que ela descobriu algo que não deveria?
Rory tem a missão de reconstruir os passos de Angela e provar que a mesma está viva, mas será que isso é realmente possível? 

A história é cheia de reviravoltas, o leitor tem que estar atento a cada detalhe e não se deixar levar por qualquer coisa, caso contrário cairá na armadilha do autor e não descobrirá o mistério por detrás de tudo. Mantenha-se atento e quem sabe você pode descobrir o mistério antes dele ser solucionado!
Se você ficar bem atento é possível descobrir o mistério antes do final, mas isso não estraga a experiência da leitura.

Para quem amou Deixada para Trás, essa com certeza vai ser uma excelente leitura. É instigante, envolvente e muito bem escrita.
Como sempre a editora está de parabéns pelo trabalho/empenho! A Faro tem caprichado em cada exemplar que produz e só tenho coisas boas para falar sobre esse tópico. 
Não encontrei erros enquanto lia, adorei a diagramação e por ter capítulos curtos temos aquela sensação de leitura ágil. Se você gosta desse gênero, tenho certeza que irá gostar dessa leitura!

O público começara a entender a situação. Os artigos de jornais começaram a aflorar. As autoridades emitiram alertas, e o medo vinha aumentando mais do que o calor do verão. Com a conscientização do público, ele passou a espreitar com mais cuidado, planejar com mais detalhes e encobrir os rastros com mais perfeição. Encontrara o local perfeito para ocultar os corpos.