23 agosto 2016

Resenha: Pecados no Inverno


Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 288
Ano: 2016
Avaliação☆☆☆☆

Sinopse: Agora é a vez de Evangeline Jenner, a Wallflower mais tímida que também será a mais rica quando receber sua herança. Mas primeiro ela tem que escapar das garras de seus ambiciosos parentes, Evie recorre a Sebastian, visconde de St Vincent, um conhecido mulherengo, com uma proposta incrível: que se case com ela!A fama de Sebastian é tão perigosa que trinta segundos a sós com ele arruínam o bom nome de qualquer donzela. Mesmo assim, esta cativante jovenzinha se apresenta em sua casa, sem acompanhante, para lhe oferecer sua mão.
Mas a proposta impõe uma condição: depois da noite da lua-de-mel, o casal não voltará a ter relações íntimas. Evie não deseja torna-se apenas mais uma que Sebastian descarta sem piedade, o que significa que Sebastian simplesmente tem que trabalhar mais duro na sua sedução... ou, talvez entregar seu coração pela primeira vez em nome do verdadeiro amor.


Evangeline Jenner é a garota da vez do quarteto de amigas que tem a missão de conseguir um marido para cada uma, apesar das situações terem resultado em grandes amores para as personagens anteriores, as coisas vão correr um pouco diferentes na vida da jovem, pois Evangeline acaba propondo um casamento por conveniência para Sebastian, visconde de St. Vincent.

Sebastian é um homem mulherengo, perigoso e mesmo que não tenha feito nada com uma jovem, basta alguns minutos a sós com ela para que a reputação da mesma seja manchada, ou seja, ele tem uma péssima fama. Mas, como Sebastian precisa do dote que o casamento trará, ele acaba aceitando a proposta de Evangeline. Esse casamento será perfeito para ambos e por saber que ele está tão desesperado quanto ela, Evie sabe que ele não irá voltar atrás com sua palavra. 

Evangeline é a mais tímida e sua gagueira fica mais acentuada cada vez que fica nervosa ou está acuada, mas por trás de tudo isso está uma mulher forte que fará de tudo para fugir dos parentes maternos que querem casá-la com seu primo, Eustace.
Sem contar que Evie é proibida de ver o pai, um ex-pugilista que atualmente é dono de uma casa de jogos e tem uma fortuna considerável, mas infelizmente está morrendo. Por isso, seus parentes desejam que ela case com o primo, para que eles possam administrar todas as riquezas do pai dela assim que o mesmo falecer. 

O Visconde acaba cada vez mais intrigado por Evangeline e apesar dos dois terem um acordo onde ela irá deitar-se com ele apenas uma única vez (para consumir o matrimônio), o homem parece cada vez mais encantado pela jovem, mas não será nada fácil para ele admitir que está começando a ter sentimentos por Evangeline.

O livro é interessante e possuí uma história cheia de reviravoltas do começo ao fim. Vemos uma personagem forte que vai crescendo a cada capítulo e mesmo depois de tudo que passou nas mãos dos tios, ela ainda é uma pessoa maravilhosa. 

O leitor conhece superficialmente Sebastian no livro anterior e apesar da fala mansa, e de todas as coisas ele acaba fazendo, eu fiquei intrigada sobre como a autora iria apresentar o personagem nesse livro. Como eu poderia amá-lo mesmo depois de tudo que havia feito? Não foi um trabalho fácil, mas também vemos que apesar de tudo que aconteceu na história anterior, ele não teria coragem de "forçar" nada.

No mais, esse livro foi ótimo! Teve amor, tiroteio, muito mais ação e cenas de violência que os demais e várias reviravoltas. Sem contar que ao final da leitura temos um pequeno vislumbre do próximo livro - e último -, que vem trazendo uma personagem curiosa e nada convencional para uma dama da sociedade que está atrás de um marido.
A diagramação está muito bonita, não achei qualquer erro no decorrer da leitura e a capa segue o mesmo estilo dos demais livros. 


18 agosto 2016

Tag: Doctor Who?


Hoje resolvi responder uma tag de um dos seriados mais importantes na minha vida (sou uma verdadeira viciada).
Estava mexendo na internet quando dou de cara com uma tag no grupo Blogueiros Geeks. A tag originalmente foi feita pela Taís Amaral (clique aqui para ver a postagem).
  • Qual o seu Doctor favorito?

Apesar de gostar da atuação maravilhosa do David Tennant eu sou completamente apaixonada pelo doutor que o Matt Smith (décimo primeiro doutor) faz.

  • Qual a acompanhante favorita?

Sem sombra de dúvida a Clara Oswald. Assim que ela apareceu no seriado eu fiquei louca para vê-la como acompanhante do doutor. 

  • Episódio (s) memorável (eis):
The Shakespeare Code - gostei muito por causa da menção a J. K. Rowling.
Asylum of the Daleks - que foi o primeiro episódio que eu vi a Clara e fiquei um pouco chorosa.
The Rings of Akhaten - o episódio que tem um dos discursos mais lindos. 

  • Um episódio que te fez chorar:

Toda vez que eu vejo esse episódio, mais precisamente nessa cena eu choro tanto. É um dos discursos mais lindos que eu já vi nesse seriado. 

  • Os 3 melhores monstros que já apareceram na série:
The Beast - pois é, o cara enfrentou a besta rapaz, tipo o Satã.
Weeping Angels - Odeio esses anjos de pedra.
Vashta Nerada - Não tem como não ficar com medo de vermes que devoram o ser humano nas sombras, socorro.

  • Um momento em que achou que o Doctor não ia escapar MESMO
Basicamente em todos os episódios acho que ele não vai escapar (sério), pois é cada coisa louca que acontece que me admiro dele ainda estar vivo.

  • Qual o episódio de especial de Natal que mais gostou?
Confesso que não consigo escolher.

  • Caso tivesse que escolher, você seria um: Dalek ou Cyberman?
Sem sombra de dúvida eu seria um dalek. 

  • Qual te dá mais medo: Weeping Angels ou Silence? (Cite outro se quiser)

Weeping Angels!!

  • Para que lugar iria com a Tardis? (Qualquer lugar é valido)

Qualquer lugar que o Doutor quisesse me levar. 

  • Uma frase favorita:
Você não pode simplesmente desistir. Você não pode simplesmente deixar as coisas acontecerem. Você tem que tomar uma posição! Você tem que dizer não! Você tem que ter a coragem de fazer o que é certo, mesmo quando todo mundo vai embora.
  • Qual seria seu outfit de Doctor?

Com exceção é claro do skate porque eu sou péssima.

  • Já assistiu à algum spin off de Doctor? Se sim, o que achou?
Ainda não, mas tenho alguns no notebook. 


15 agosto 2016

Resultado: Top Comentarista de Julho


Gostaria de agradecer todas as pessoas que participaram do top nesse mês de julho e graças ao empate entre as participantes - que comentaram em todas as resenhas -, teremos de fazer um sorteio para escolher uma vencedora.

  1. Jaqueline Cuevas C.
  2. Maria Fernanda P.
  3. Janaina Silva
  4. Ana Paula S.
E a ganhadora foi Maria Fernanda, meus parabéns. 
Foi enviado um e-mail para o endereço que você deixou na postagem do top contendo as instruções e caso não seja respondido no prazo de 48 horas, será feito um novo sorteio. 

12 agosto 2016

Resenha: Marcela Tavares sem Filtro


Autora: Marcela Tavares
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 144
Ano: 2016
Avaliação☆☆

Sinopse: A atriz Marcela Tavares não pediu para ser uma das vozes mais ouvidas da internet. Ela não entrou na fila dos youtubers, não foi lançada por algum famoso e nem fez promessa para conseguir o sucesso a todo custo. Ela apenas ligou a câmera, falou com liberdade e muito bom humor o que vinha à cabeça, e, em menos de seis meses, sua página no Facebook já era uma das mais acessadas da internet brasileira.O quadro “;Marcela Sem Filtro”;, conhecido por pessoas de todas as idades e classes sociais, tornou-se um grito de longo alcance, representando a voz de muitos brasileiros e até mesmo espectadores de outras nacionalidades. E agora, com mais humor do que nunca, no livro que está em suas mãos.
Numa época em que dizer o que se pensa torna-se quase um crime inafiançável, a pequena genial, armada apenas com um celular e grandes olhos verdes, faz a cada semana uma verdadeira revolução nas redes sociais.


Em Marcela Tavares sem Filtro, nós vamos conhecer a história de mais uma das vozes da internet dos dias atuais e para ser sincera o livro foi bem o que eu achava que seria!
Marcela começa a história nos contando como sua vida era antes da fama e como não imaginava que fosse fazer tanto sucesso ao expor suas opiniões. 

Vemos relatos de como ela descobriu que um vídeo dela viralizou, mensagens de algumas pessoas que não gostam do seu trabalho - e as repostas dela para essas pessoas -, dentre outras coisas que sinceramente não foram nem de perto empolgantes.

O livro tem uma escrita "mais atual" e vem trazendo diversas expressões para quem costuma navegar pelas mídias sociais, o que não é ruim, mas também não me ajudou muito em pensar com seriedade sobre a leitura. Apenas me senti lendo um relato qualquer na internet e sem qualquer impacto.

No decorrer da leitura vemos diversas fotos da Marcela que fazem parte da diagramação do livro e que sinceramente não fazem diferença alguma para a obra. Na verdade tanto as fotos, como o tamanho das letras, só me mostram que fizeram isso para deixar o livro com "mais conteúdo e com mais páginas".

Não foi uma leitura agradável e passou bem longe de ser engraçada, achei bem forçado e com certeza não leria absolutamente mais nada relacionando a autora.
Apesar de tantas coisas negativas sobre a leitura, eu li o livro em poucas horas e caso queiram tirar suas próprias conclusões leiam o livro. 

Afinal, se um barbudo tatuado, se uma ex-gordinha e se um rapaz que usava óculos escuros no quarto estavam ficando ricos, por que uma loira de olhos claros, que só não virou modelo por falta de 30 centímetros, não poderia tentar?