21 junho 2013

Resenha: Cinquenta vergonhas de cinza



Autora: Fanny Merkin
Editora: Novo século
Número de páginas: 256
Ano: 2013
Avaliação:  ☆☆

Sinopse: Empurro a porta aberta e tropeço na barra das minhas calças de ginástica largas num movimento rápido e desajeitado. Enquanto tombo na direção do chão, meu corpo, por reflexo, aciona o modo ginasta. Largo a mochila e o notebook, estendo meus braços e viro uma estrela. Com o impulso conseguido com o tropeção, completo três estrelas antes de aterrissar em pé… em cima da mesa do Sr. Grey! Fico tão envergonhada com minha falta de jeito que fecho os olhos. Espera aí. Alguém está… aplaudindo? Abro meus olhos e encaro o Sr. Grey e MINHA NOSSASSINHORA DOS VAMPIROS BRILHANTES, COMO ELE É GOSTOSO!

O livro é um paródia do "famoso" Cinquenta tons de cinza. O que por sinal fica bem óbvio né (que burrice a minha), enfim. Nesse livro a jovem desengonçada e bizarra Ana acaba conhecendo o poderoso/psicótico/doido varrido/bizarro Earl Grey. 
O livro vem cheio de sacadas engraçadas (umas nem tanto) em relação a crepúsculo e cinquenta tons de cinza, no começo confesso que gostei muito, mas com um tempo o livro começou a me desgastar.
Eu entendo que o tipo de humor no "estilo besteirol americano" chega a ser bizarro algumas vezes e até acho legal (em determinadas situações), mas nesse livro me cansou demais da metade para o final.

O personagem que representa o Cristian de Cinquenta tons de cinza nesse livro é muito bizarro. Ele faz coisas inimagináveis para salvar a Ana e mostra ao extremo o seu poder monetário. E isso foi uma das coisas que me irritou muito, pois eu entendo que no livro que foi inspirado para fazer essa paródia o personagem é muito rico, mas nesse livro chega a ser o "absurdo do absurdo". 
Ele inclusive é  viciado em RPG sexual, o que me fez rir um pouco porque fiquei imaginando a Ana vestida de princesa Orck enquanto o Earl tenta fazer coisas com ela (me ignorem). Inclusive esse lance do Rpg sexual é uma das cinquenta vergonhas do personagem (que gosta e faz coisas absurdas) então, no finalzinho do livro você pode conferir a lista das cinquenta vergonhas.

O que eu mais achei sem noção nenhuma nesse livro foi o fato do Earl ter o parque dos dinossauros (sim ele mandou fazer um com dinossauros geneticamente modificados). 
Nesse livro acho que gostei de uma coisa: Não aparece a tal de "deusa interior" e sim a piriguete interior, que não aparece muito (o que me fez feliz pois odeio a deusa interior do livro original).
A Ana é bem estranha, dividi o apartamento com sua amiga alcoólatra e tem o melhor amigo que é fã de My Little Pony.

Se você quer ler um livro para passar o tempo, com assuntos e referências a coisas diversas essa é uma escolha, mas para mim não foi uma leitura muito boa,pois achei que poderia ser melhor (sim eu possuía muitas expectativas nesse livro).
Gostei da textura da capa, achei a capa em si bem legal e não achei nenhum erro no livro.

25 comentários

  1. HAHA, só pela capa e o título dá para ver que o livro é comédia pura.


    http://senhoritapriscila.blogspot.com
    Curti a fan page? (www)
    @priscilafrr,
    beijo.

    ResponderExcluir
  2. Oi Alice.
    Desde o principio não me interessei por esse livro, achei que deveria ser meio bobo, muito forçado sabe? E pelo que pude ver parece que acertei, por isso esse eu passo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Alguém estava me dizendo no Twitter que tinha dado algumas gargalhadas com esse livro. Mas sempre soube que era algo regular.
    Queria ler sim!!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Alice.

    Eu já detestei o original, acho que não teria paciência para uma paródia. Mas a ausência da Deusa Interior é mesmo um prêmio, porque que coisinha mais chata é a tal da deusa, viu?

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  5. Huuum...Estava esperando sua resenha desse livro, e acho que irei passar, pensei que era de um jeito e parece ser de outro, se vc se cansou eu provavelmente irei me cansar tbm ^^
    Um Beijo, Brubs
    Livros de Cabeceira
    @IWannaRuffles

    ResponderExcluir
  6. adorei a resenha, com certeza irei ler, sou super fã do my little pony (mentira)
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Amiga, parece ser legal, mais sei lá eu nem li 50 tons, quer dizer eu até peguei fui até a pág 52 e não peguei mais...
    Gosto de algumas paródias, mais não aquele besteirol..
    Eu não compraria este livro, mais se ganhasse me arriscaria a ler..

    Tem resenha no Daily
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/2013/06/resenha-desejo-meia-noite.html
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Eu li os primeiros capítulos desse livro na internet e até me parecia ser bem legal. Mas nunca li o original e confesso que não tenho nenhuma curiosidade em ler essa paródia.

    Kisses <3
    Meu jardim Secreto (ou clique no perfil)

    ResponderExcluir
  9. Oie!

    desde o início eu me interessei por este livro, mas sei que as vezes o humor torna-se um pouco chato, dependendo.
    Ufaa, eu tbm odeio a deusa interior da Ana, que bom que aí ela nao aparece. rsrsrs
    Ai, eu pretendo ler assim que der.

    Beijinhos*

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Recebi o livro da Editora mas ainda não li
    Estava exatamente com esse medo: que o humor fosse forçado demais.
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu já li o livro e tbm conclui que no começo foi divertido, mas no decorrer do livro tudo ficou meio irritante e sem graça. Sua resenha está bem clara e bem parecida com o que eu senti. Adorei ;)

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Poxa.. Eu tava toda empolgada pra ler esse livro.
    Mas depois dessa resenha fiquei com um pé atrás.

    =/

    ResponderExcluir
  13. Eu tinha vontade de ler o livro, mas a cada resenha "negativa" eu acho que não vale a pena. :/
    Eu já tive crise com esses livros de sátira, agora eu não ligo muito... XD
    Obs: A Deusa interior é mó daora a vidaloka. u__u' Mesmo que pareça uma piriguete..

    ResponderExcluir
  14. OI Alice!
    Eu já li 50 tons e até fiquei curiosa nesse...mas eu já li um livro assim, meio paródia, no caso opusculo e odiei, então tenho pé atrás com outros rsrs..Por isso eu permaneço na curiosidade rs..Picipalmente tendo em vista que vc não gostou também rs

    Bjs
    Ensaios de uma Leitura

    ResponderExcluir
  15. Oie Alice =)

    Bem, como eu não tenho a minima vontade de ler a série 50 tons, as parodias que foram lançadas sobre ela me interessam menos ainda ... Acho sem graça e desnecessário.

    Ótima resenha!

    Beijos e um ótima semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  16. Eu não sou muito fã de paródias, pra ser mais exata não gosto nadinha kkk e como eu não curti tanto o livro original, acho que não ia ser uma leitura muito proveitosa. Mas por sua resenha notei que o livro é bem engraçado, cheio de sátiras. Também não gostava daquela deusa interior, nossa chatice viu.


    Abraços, Raquel.
    Viajando com Livros.

    ResponderExcluir
  17. Eu sei que foi lançados vários livros fazendo piada do Cinquenta Tons de Cinza. Não sei se leria, ah!! E fala sério né?! Construir um Dinossauro?? rsrs...é cada história que esse povo inventa.
    Bjokas

    ResponderExcluir
  18. Tanto esta paródia quando o orignal 50 tons, não me interessam.

    David - Leitor Compulsivo

    ResponderExcluir
  19. Acredito que iria gostar do livro por ser uma paródia e só...mas, não sei se compraria. Não tenho muito interesse no Cinquenta tons, por isso, leria a paródia mais para zoar mesmo.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  20. Eu nao tenho muita vontade de ler esse livro. Ele parece legal pra quem leu 50 tons, então acho que eu não iria gostar também.

    ResponderExcluir
  21. Olá.
    O povo faz comédia de tudo rsrsr
    Adoraria citar seu blog em meu Portal, você me autoriza?
    Aguardo seu retorno

    ResponderExcluir
  22. Oi amiga,
    assim como nao li cinquenta tons, nao sei se lerei esse...
    parece ser legalzinho, mas 2 estrelas... nao, deve ser ruim msm...hehehe
    eu tbm gosto de comedia, mas tem uma medida, demais me enche o saco... rs

    bjs

    ResponderExcluir
  23. Logo que o livro foi lançado fiquei muito curiosa para ler este paródia. Caiu um pouco no esquecimento, mas ainda quero ler pra saber dessa estória, rs!

    Beijinhos, Lu ♥
    http://luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Gente, eu amo comédia, mas são poucas as que me chama a atenção pq já assisti há tantas que as produtoras parecem nem inovar.
    Rachei de rir c/ essa sinopse. Acabei de falar p/ minha mãe e irmã e elas riram também. Rrsrsrs... Imaginamos essa Ana sendo como a Tata Werneck (comediante).
    Eu já li e a amo a trilogia de Cinquenta Tons de Cinza pq a Ana parece muito comigo. Já tinha visto essa parodia na mídia literaria, mas não havia me chamado atenção.
    Mas agora, depois de sua resenha Alice-chan (que mesmo demonstrando que vc não gostou muito) eu necessito ler esse livro. Já até imaginando dando altas gargalhadas do nada e chorando de tanto rir.
    Otima resenha Alice-chan. Obrigado por mostrar as suas impressões e alertar ao pessoal que quer ler o livro pq acha muito bom, mas pode se arrepender.
    Eu tenho certeza que não vou me arrepender. Bjs *-*

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!