15 dezembro 2013

Resenha: Não Pare!



Autora: FML Pepper
Editora: Bookbaby
Número de páginas: 286
Ano: 2012
Avaliação:  ☆☆☆


Sinopse: Uma vida normal e tranquila seria tudo que uma adolescente odiaria ter, certo? Não para Nina! Por que tinha que viver como uma nômade (ou fugitiva!), mudando de cidade ou país a cada piscar de olhos? Por que não podia saber nada sobre o paradeiro de seu pai? Por que sua mãe era tão neurótica e supersticiosa? Milhares de perguntas. Nenhuma resposta. O que significavam aqueles estranhos calafrios, acidentes e mortes que insistiam em acontecer ao seu redor? Teriam eles alguma ligação com o seu defeito de nascença? Ou seriam causados pelo selvagem bad boy de hipnotizantes olhos azuis-turquesa que costumava aparecer nos momentos mais assustadores? Nina jamais poderia imaginar que aquele garoto sombrio de corpo escultural e fisionomia atormentada lhe abriria os olhos para um universo paralelo. Só ele tinha as respostas para os seus mais íntimos questionamentos, mas cobraria um preço muito alto para fornecê-las: A vida dela!

Nesse livro conhecemos Nina, uma garota que vive trocando de cidade com a mãe sempre que acontece algum acidente estranho com a garota e não sabe ao certo quem é seu pai. E quando eu digo acidente estranho é: sempre algo ruim acontece com ela, como se alguma coisa no universo conspirasse para que ela fosse morta, e na visão dela sua mãe é muito exagerada ao querer se mudar quase sempre, mas se esse exagero todo não for algo tão simples?

Nina nasceu com os olhos aonde sua iris é na vertical, e tem que usar lentes de contato para que seus olhos aparentem ter uma forma humana, mas afinal teria algum motivo para que fosse assim? E para que saibam, foi sua mãe Stela quem criou as lentes que ela usa, e por esse motivo sua mãe acabou trabalhando com isso pelo mundo todo..porém eu acho o trabalho dela meio duvidoso, como se tivesse algo a mais em tudo aquilo!

Nina acaba se mudando mais uma vez. Dessa vez um novo colégio, novos alunos, ter que aprender tudo de novo em relação ao lugar e mais: Nina ainda tem que lidar com o fato que sempre que tem um acidente estranho sua mãe parece pressentir e quase sempre liga para ela perguntando se está tudo bem.

Novos acidentes continuam acontecendo e Nina acaba conhecendo Kevin, um jovem bonito e educado que a ajuda, em contra partido temos Richard um outro jovem que pelo visto não gosta nenhum pouco dela, mas com certeza chama atenção pelo seus olhos azuis (algo que Nina vive enfatizando ao decorrer da leitura).

É um livro cheio de mistério e em alguns momentos me senti enrolada porque ninguém queria falar nada nem para Nina e muito menos para mim, afinal existem protocolos a serem seguidos, então vocês terão de descobrir algumas coisas sozinhos ao decorrer da leitura (ou como gosto de dizer: com o andar da carruagem), pois muita coisa não é revelada assim logo de cara (o que é bom), porém em alguns momentos me senti cansada porque a Nina nunca sabia de nada e tinha umas indagações meio sem noção do que estava acontecendo.

Ok, vou tentar levar em conta a seguinte situação: Nina é uma adolescente que está com o problema que todos tem em livros de fantasia...seus pais (no caso a mãe), não contou a ela o que ela deve temer e nem como deve agir devidamente, por isso fica achando uma coisa quando no caso é outra de forma que chega a ser quase uma preocupação astronômica perto do que ela achava que deveria ser.

Sabe, achei a Nina um pouco fácil demais (vocês vão entender) e um pouco ingenua demais, e isso me irritou muito porque ela ao que parecia não conseguia enxergar as coisas que estavam bem a sua frente. Ela poderia crescer um pouco no decorrer do livro, mas parece que só fica presa ao mesmo mundinho e acaba sendo o tipo de mocinha que precisa ser salva todo tempo que eu não faço questão que fique viva, mas infelizmente ela é importante. Sim sou dessas que mata personagens na mente enquanto lê um livro! No entanto tenho a esperança que a Nina cresça um pouco no segundo livro.
Gostei da escrita da autora, achei tranquila e sem problemas de acompanhar, pois a leitura flui muito bem.

Realmente é um livro com reviravoltas e posso dizer que a história em si, foi construída de forma interessante, confesso que não imaginava que fosse assim. De certa forma posso afirmar que fiquei encantada com  criatividade do que me foi colocado, então estou realmente ansiosa pelo próximo livro que inclusive já tenho no meu kindle.

O final foi aquela coisa: opa chegamos aqui e bam! Acabou, e agora? Ai eu fiquei parada com o kindle na mão pensando...depois de tudo isso essa mulher me para bem aqui? Ah minha senhora, isso com certeza é de fato o momento que se eu tivesse problemas de coração teria infartado de curiosidade!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!