13 julho 2014

Resenha: Todo Dia



Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Número de páginas: 280
Ano: 2013
Avaliação☆☆☆☆☆

Sinopse: Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.


O personagem principal é alguém que você não consegue imaginar e todo dia está em uma forma diferente, afinal ele acorda no corpo de uma pessoa diferente todo dia e não sabe o porque. Seu nome é A.
Não importa se é um corpo de menina ou menino, ele tem que se adaptar e tentar viver o dia daquela pessoa do jeito que ela viveria se estivesse no controle. Mas ele acaba quebrando suas próprias regras quando acorda no corpo de Justin e conhece Rhiannon (a namorada de Justin) e ela dá a ela um dia maravilhoso, afinal ela e o namorado (se é que posso chamá-lo assim porque esse menino é um nojo com ela) não se dão muito bem.


E a cada dia ela tenta encontra-la e quer ficar por perto, ou seja, acaba se apaixonando, mas como ele pode viver esse amor se ele troca de corpo todo dia?
Esse livro é simplesmente lindo!
Fiquei encantada com a história, e foi a primeira vez que li algo desse autor e confesso que necessito de um segundo livro, mas não sei se irá ter e se alguém souber por favor me avise porque o final dá a entender que terá algo a mais.

O A é um personagem que ama porque se envolve com caráter, com atitudes e consegue enxergar as pessoas de um modo que elas mesmas não tem capacidade de ver.
Esse livro é confuso e ao mesmo tempo apaixonante. E temos um pequeno problema quando um rapaz acaba dizendo para várias pessoas que foi possuído pelo demônio, mas quem estava nele era o A, e isso acaba tomando proporções gigantescas na cidade e dando um pouco de dor de cabeça para o A.

Muitas perguntas são feitas e pouca coisa é respondida, mas o final nos deixa curioso e ao mesmo tempo angustiado por querer saber se terá uma continuação e se nossas perguntas serão respondidas nela.

21 comentários

  1. Oi, Alice! Esse é um dos próximos da minha fila, acho que darei corações para ele <3 Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Heeey, já ouvi falar no livro mas é a primeira resenha que leio e parece MUITO BOM. Eu diria que "gosto de meninos", mas se apaixonar pelo caráter também pode ser a questão da amizade, então ... também analiso muito atitudes, caráter ...! Ah, obrigada por não me abandonar mesmo eu estando super ausente do blog, cada comentário teu me deixou feliz da vida :D , aos poucos vou voltando! E sempre encontrando um layout novo por aqui rs bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Alice. Esse livro é super elogiado, também com uma premissa bem original não tem como não se interessar pela leitura. Só não gostei de saber que muitas perguntas ficam sem respostas porque não curto muito isso de final meio aberto, a não ser que se trate de uma série.
    Beijos
    All My Life in Books

    ResponderExcluir
  4. Há tempos que tô querendo ler esse livro. Acho essa coisa de trocar de corpos bem interessante, não sei se me identificaria com A mas pelo que vc escreveu, creio que sim...
    bjs, Alice ^^
    http://torporniilista.blogspot.com.br/2014/07/uma-biblioteca-dentro-de-uma-maca-parte.html

    ResponderExcluir
  5. esse livro está na minha lista a um bom tempo e nada da vez dele chegar, e pelo visto vai demorar um pouquinho mais, quero muito ler já vi muitas resenhas ótimas sobre esse livro por isso o meu interesse em querer ler ele! :D
    Resenha maravilhosa!

    http://voceeoquele.blogspot.com.br/2014/07/campanha-rompamascorrentesliterarias.html

    ResponderExcluir
  6. Eu adorei o livro, principalmente a forma como Levithan prendeu minha atenção desde as primeiras páginas. Mas não gostei tanto do final, apesar de ser bem coerente. Esperava um "final feliz", não sei como.
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  7. Oi Alice, *-*'
    Esse é um dos meus livros favoritos. E parando pra analisar tudo o que eu já li do Levithan traz esse tema complexo e ao mesmo tempo tão simples. O amor sublime. Um amor que transcende os limites, os padrões e os gêneros. É uma bonita história de amor. Eu amei demais e virei fã do Levithan, com certeza! <3

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Tenho esse livro a tempos, mas não me animo a ler. Resenhas positivas sempre leio dele, mas não sei, consegui ler apenas 50 páginas

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie Alice
    eu me acabei de chorar lendo esse livro. Engraçado que nem tinha uma passagem em específico que fosse triste, mas eu me apegue ao A.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  10. Estou com o livro aqui, em breve vou ler. :D
    http://apenas-um-vicio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pela resenha Alice! Já li Todo Dia e amei! Foi uma das minhas melhores leituras deste ano. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  12. Olá.
    Boa resenha. Eu acho que fui a única que não consegui gostar desse livro UAHSUA Uma pena. Enfim, que bom que você super adorou :)

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing
    http://thisadorablething.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Acho esse livro um primor da filosofia. E essa máxima de Levithan de que "A não se apaixona por gênero e sim por pessoas" é a melhor do livro inteiro. Falo isso sempre para meus amigos. Amo essa frase!
    Eu amei de verdade esse livro. Mas será que mais ninguém achou que ele merecia uma continuação?
    Sei que a subjetividade as vezes é importante, mas nesse caso foi sufocante para mim. Queria mais deles!!!!!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem? Já tenho esse livro, mas ainda não tive a oportunidade de ler. Vou ver se leio ele depois do Herói Perdido. =) Adorei a resenha!!

    Beijinhos, Dany.
    http://livrosqueinspiram.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Já ouvi falar bastante no livro, tenho vontade de ler.

    ResponderExcluir
  16. Eu já li algumas resenhas deste livro, mas ainda não tive tempo de ler.

    Espero ler em breve.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Quero muito ler esse livro faz tempo! E agora com a resenha a vontade ficou ainda melhor! E adorei demais o desafio! Vou acompanhar os livros que você está lendo!

    Bjs e boa sorte

    ResponderExcluir
  18. Legal este livro, nunca tinha ouvido falar, parece ser bem interessante!!
    Adorei seu blog!!

    www.leituravipblog.com

    ResponderExcluir
  19. Oiee

    Estou mega ansiosa para ler esse livro já que sempre vejo resenhas positivas, vou ler esse livro na maratona 3.0 e espero gostar também igual todo mundo gosta !

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  20. Uma graça este livro né, passa uma sensação de adrenalina danada e acho que por isto mesmo é que vicia tanto, eu adorei e tenho vontade de reler um dia.

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. O autor soube como fazer pra nos envolver nessa narrativa inovadora e espetacular não é?!
    Eu me encantei com a criatividade e apesar de esperar mais daquele final, David Levithan conseguiu me conquistar.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!