25 setembro 2014

Resenha: A Sensitiva


Autora: Hannah Howell
Editora: Lua de Papel
Número de páginas: 224
Ano: 2011
Avaliação☆☆

Sinopse:Segredos e intrigas como o estopim de paixões perigosas. Por toda a Londres do século XVIII, é possível ouvir sussurros e boatos sobre os dons inexplicáveis da família Wherlocke. Mas o Lorde Ashton, um homem com firmes convicções, é uma das vozes mais céticas de seu tempo, e tudo caminhava para continuar assim... até encontrar uma bela mulher desacordada, largada no quarto de um bordel. A mulher misteriosa é Penélope Wherlocke, e seu dom especial a levou para um mundo perigoso de alta sociedade, quando foi sequestrada e vendida a uma cafetina criminosa. Ao vê-la, Ashton ficou enfeitiçado. Algo lhe diz que deveria esquecê-la, mas é atraído cada vez mais para a vida dela, transformando-se em seu protetor. Porém, Penélope é uma mulher com ideias próprias, algo que sempre a afastou dos homens de sua época, mas enfim encontra alguém seguro e capaz de lidar com suas habilidades sobrenaturais.

Eu havia achado o livro anterior mediano, mas esse conseguiu ser pior que o outro. O livro anterior, A vidente não possui ligação com essa história, mas eles falam da família Wherlocke e a ramificação, os Vaughn.

Nesse livro nos deparamos com a Senhorita Penélope. Uma jovem que vive sofrendo na mão dos meio irmãos, tem que cuidar dos filhos bastardos dos seus parentes (sem seus meio irmãos saberem), mas acabou sendo capturada por alguns homens e vendida para um bordel. Sim, é muita coisa para uma garota só, e ainda por cima ela vê gente morta (haha toda vez que falo ou escrevo isso me lembro do garotinho do Sexto Sentido).

É muita ação no começo do livro, mas depois as coisas começam a ficar um pouco chatas. Bom, nesse bordel ela está amarrada a uma cama e arrumada para ser entregue a um homem que nunca viu na vida (porém ela deveria ser entregue a outro que comprou a virgindade dela, mas a dona do bordel é gananciosa e deixa ela ter a primeira noite com Ashton), mas para sua sorte um dos rapazes que ela cuida (um dos bastardos da família) a seguiu e acaba salvando-a de Ashton, mas claro que ele estava tirando uma casquinha primeiro (mesmo ela tendo avisado que estava naquele local contra a sua vontade) porque ela era um presente que seus amigos haviam pago antes do mesmo trocar os votos de seu casamento.

Bom, é um livro cheio de reviravoltas e pequenas tramas, mas o que muito me irritou foi o lance do livro ser de época e com certeza naquela "época" o pessoal era muito lento, porque eles esperam quase o pior acontecer para tomar uma atitude em situações tensas que exigem medidas drásticas. 
No mais muitos mistérios são resolvidos e Ashton fica sem saber o que fazer da vida, pois sua mãe e irmãs precisam do dinheiro que ele vai receber ao se casar com sua prometida, mas ele simplesmente não consegue parar de pensar nos seus sentimentos pela jovem Penélope. E como a jovem vive sendo alvo de alguém que a quer morta ele vai tentar salva-lá a todo custo.

Claro que tem aquelas cenas um pouco mais quentes e para quem não gosta sugiro que fique atento, mas para mim foram partes bem tranquilas, só acho que o o jeito como a autora descreve essas cenas faz com que eu fique entendiada infelizmente.
O livro tem uma diagramação boa, não me recordo de ter encontrado algum erro e recomendo que leiam sem muitas pretensões, apesar de algumas pessoas terem amado o livro, é bom não ir com muita sede ao pote para não se decepcionar. Vale lembrar que apesar de não ter gostado da leitura, você poderá gostar. 

7 comentários

  1. kkkkk...eu ri qnd vc disse q fica entediada nas partes mais hots...uashuahsuas
    É triste qnd isso acontece neah...qnd a autora n consegue despertar nenhum sentimento em nós, só o tédio..hahaa
    Pela a sua resenha deu p perceber q essa série n mereeece tanto assim ser lida..n me interessei..

    ResponderExcluir
  2. Oi Alice.
    Minha vontade de ler essa série só diminuiu quando terminei de ler sua resenha, a proposta não me atrai e com tantas ressalvas a leitura não rola.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  3. Oi Alice, tudo bem?

    Já li algumas resenhas desse livro e, apesar de adorar um romance de época, não me senti atraída. Não sou muito fã de cenas muuuito hots, mas se elas são de deixar o leitor entediado... ninguém merece

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho os três e li os dois primeiros rs,
    eu concordo que é muita lentidão para algumas coisas nesse livro,
    mas certas atitutes batem com a época em que se passa a historia,
    eu gosto de historicos então certas coisas não me incomodam em nada, mas este livro não é um dos melhores do genero..isso é um fato rs, tanto que to me enrolando para ler o ultimo.
    beijos.

    ResponderExcluir
  5. Essa série não me inspira muita vontade de ler, confesso. Acho que, se eu lesse, me decepcionaria.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro

    ResponderExcluir
  6. Oi Alice, já me disseram também que esse livro não é muito bom, que não é a continuação do outro e eu não gostei nadinha disso, mas a capa é simplesmente linda, que pena que a historia deixa um pouco a desejar né.

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  7. Quanta informação, viu? Além de virar prostituta, vê mortos kkkkkkk
    Não sei se leria esse livro kkkk

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!