21 março 2015

Resenha: Half Bad


Autora: Sally Green
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 304
Ano: 2014
Avaliação☆☆☆☆☆

Sinopse: Nathan, filho de uma bruxa da Luz com o mais poderoso e cruel bruxo das Sombras. O adolescente vive com a avó e os meios-irmãos e é visto como uma aberração por seus pares. O Conselho dos Bruxos da Luz vê nele uma ameaça, que precisa ser domada ou exterminada. Prestes a completar dezessete anos – época em que todos os bruxos passam por uma cerimônia em que seu dom é finalmente revelado bem, como sua denominação como bruxo da Luz ou das Sombras –, agora Nathan terá que correr contra o tempo para achar o pai, que jamais teve oportunidade de conhecer, e salvar a própria pele.

A história do livro começa com um mundo dividido entre bruxos da luz e bruxos das sombras, e o jovem Nathan está perdido no meio de toda essa confusão. Filho de uma bruxa da luz e um bruxo das sombras, ele não é bem visto pela sociedade dos bruxos e pode ser perigoso, sendo assim o Conselho dos Bruxos da Luz esta decidindo se ele vive ou morre.
O jovem não sabe o paradeiro do pai desde que ele foi acusado de ter matado a mãe de Nathan, porém o Conselho da Luz não acredita nisso. Eles acham que o rapaz pode tentar ajudar o pai praticando magia das sombras.

O jovem mora com os meio-irmãos e sua avó que é uma bruxa da luz. Infelizmente nem todos os irmãos de Nathan o amam e aceitam o fato de que ele seja filho de um dos mais temidos bruxos das sombras.Porém existe algo muito pior do que ter brigas em família e ser rejeitado pela sociedade. Afinal ele pode morrer ao completar dezessete anos!

Todos os bruxs passam por uma iniciação que fará com que eles se tornem bruxos completos (e deixem de ser bruxs), depois disso eles acabam descobrindo qual o seu dom mágico, ou seja, com qual poder eles tem mais afinidade. Para que isso aconteça eles tem que passar por um ritual e receber três presentes de um bruxo adulto (um parente), porém será que o conselho irá permitir que Nathan passe pelo ritual ? Sua avó será autorizada a lhe dar os três presentes? Seu aniversário de dezessete anos se aproxima e cada vez mais a vida do rapaz está por um fio.
Caso um bruxo não passe pelo ritual após completar a idade certa, ele acaba vindo a falecer em poucos dias, porque não conseguiu ganhar o dom para praticar a magia que é passado de geração a geração.
“Desejado por nenhum. Caçado por todos”
O mundo dos bruxos não é tão detalhado no livro, mas não senti muita falta disso, parece que os acontecimentos vão preenchendo a história de tal forma que algumas coisas nem precisam ser ditas no livro. Porém espero mais detalhes na próxima leitura, porque temos um novo mundo mágico a nossa frente e é preciso que o leitor possa explorar mais esse universo.

O livro aborda muito o assunto luz e sombras e se isso pode interferir ou não em você ser uma "boa pessoa". Será que importa mesmo de quem você é filho? Além dessas discussões, vemos personagens novos surgindo e o Conselho da Luz fazendo o que for necessário para deixar Nathan a mercê de sua vontade.

Gostei muito da leitura, achei a escrita da autora envolvente e conseguiu me prender do começo ao fim. Não me recordo de ter achado qualquer erro de ortografia no livro.
A capa e a parte de trás do livro são de cores diferentes, mas tem a mesma arte, fazendo com que possamos ver bem esse lance de bruxos da luz e bruxos das sombras. Sem contar que a textura da capa é ótima.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!