05 maio 2015

Resenha: A Transformação de Raven - Noites em Florença


Autor: Sylvain Reynard
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 448
Ano: 2015
Avaliação☆☆☆☆

Sinopse: Florença, o berço do Renascimento. Um lugar culturalmente fervilhante, perfeito para quem quer esconder segredos ou está em busca de uma segunda chance. Como a doce Raven, que se muda para a cidade na tentativa de esquecer os traumas do passado e se dedicar à sua maior paixão: a restauração de pinturas renascentistas.Um dia, voltando para casa do trabalho na Galleria degli Uffizi, sua vida muda para sempre. Ao tentar evitar o espancamento de um sem-teto, Raven é atacada. Sua morte parece iminente, mas seus agressores são impedidos e brutalmente assassinados. Assustada e prestes a perder os sentidos, ela só consegue vislumbrar uma figura sombria que sussurra: Cassita vulneratus.
Ao despertar, Raven faz duas descobertas perturbadoras: uma semana se passou desde o ocorrido e ela se transformou por completo. Quando volta ao trabalho, mais uma surpresa: alguém conseguiu burlar o sofisticado sistema de segurança da galeria e roubar a inestimável coleção de ilustrações de Botticelli sobre A divina comédia.
Em busca da verdade, Raven cairá diretamente nos braços do Príncipe de Florença – tão belo quanto poderoso, tão sedutor quanto maligno –, que lhe apresentará um submundo de seres perigosos e vingativos, cujas leis ela precisa aprender depressa se quiser se manter viva e salvar os que a cercam.
A transformação de Raven marca o início da série Noites em Florença, cujos personagens foram apresentados em O príncipe das sombras.


Nossa história começa com Raven voltando cansada de uma festa, porém aquela noite estava apenas começando para a pobre garota. Ao se deparar com alguns homens suspeitos na rua ela fica assustada e tenta manter a calma para não se meter em problemas, mas acaba se intrometendo e tentando evitar o espancamento de um sem-teto fazendo com que os homens atraiam a sua atenção para ela.

Ao tentar fugir ela se depara com o pior do ser humano, pois os homens pretendem fazer coisas horríveis com ela e após alguns machucados ela caba sendo salva por pessoas desconhecidas e extremamente fortes (que assassinam brutalmente os agressores).
 - Cassita vulneratus – sussurou ele, agachando-se ao seu lado.
Após todo esse acontecimento Raven acorda em seu apartamento como se nada daquele incidente tivesse acontecido e acaba tomando um susto quando percebe que sua aparência mudou drasticamente. Ela não tem  nenhuma deficiência na perna e não precisa andar de bengala.
Como se não bastasse esse milagre, ela está completamente diferente (os cabelos parecem mais cuidados e sedosos, ela emagreceu e parece alguém muito atraente). 

Seria ótimo se a jovem lembrasse o que aconteceu para que ela tenha adquirido essa aparência, mas infelizmente sua mente está um completo borrão. Então resolve ir para a galeria onde trabalha e descobre que algumas pinturas foram roubadas e que ela ficou sumida por uma semana. Afinal, o que aconteceu nessa semana que ela não consegue lembrar?
Como ninguém a reconhece, ela precisa ficar provando para as pessoas quem é e como se não bastasse toda essa confusão a jovem ainda fica sendo uma das principais suspeitas da investigação policial.

Com a vida complicada ela se vê em um verdadeiro dilema, pois um homem acaba abordando a jovem dentro de seu próprio apartamento (após cortar a luz do local para que ela não o identificasse). Raven não faz nenhuma ideia de quem ele é, mas ele parece preocupado com ela e quer mantê-la em segurança,porém para isso acontecer ela precisa sair de Florença o mais rápido possível!!!

Eu gostei muito da leitura, mas o começo foi algo bem torturante para mim e eu não estava sendo envolvida pela história, mas tive paciência e fui recompensada!
Me interessei pelo livro principalmente por envolver uma das minhas criaturas sobrenaturais favoritas (o vampiro) e o fato de não ter aquela atração logo de cara foi ótimo. Afinal casais que se apaixonam logo de cara e já querem casar e ter filhos no primeiro encontro é bem tenso!

Conseguimos conhecer mais sobre a Raven e porque ela tem uma deficiência na perna, e em como isso afeta o relacionamento dela com sua mãe.
Apesar de ser uma personagem forte e protetora dos fracos/oprimidos, ela não tem nenhum auto estima por estar acima do peso e não ser o tipo de mulher que os homens desejam, mas isso entra em conflito quando o estranho que ela ainda não viu o rosto começa a demonstrar interesse nela.

Me incomodou o fato dela fazer drama por causa da aparência e outras coisas, mas foi algo que eu pude relevar durante a leitura.
Gostei do homem misterioso que a salvou naquele dia, e mesmo ele não sabendo como lidar com seus sentimentos é um personagem completamente carismático, teimoso e sexy. Uma combinação bem perigosa diga-se de passagem!

Eu sou o monstro, escondendo-se na escuridão.

É uma leitura bem recomendada para quem gosta de arte, romance e vampiros.
Vale lembrar que tem algumas cenas de sexo durante a leitura, mas nada muito forte a ponto de ofender os mais sensíveis. 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!