07 novembro 2015

Resenha: Melhor que Chocolate


Autora: Laura Florand
Editora: Única
Número de páginas: 288
Ano: 2015
Avaliação: ☆☆☆☆
Sinopse: Amor. Chocolate. Paris. Que atire a primeira pedra quem não gostaria de ter essas três coisas misturadas em meio a uma aventura inesquecível. Pois é mais fácil do que parece, basta abrir este delicioso (sem exageros) romance de Laura Florand. Cade Corey é uma jovem executiva que cuida do negócio bilionário de chocolate da família, uma empresa popular nos Estados Unidos. Ela sonha em construir uma linha premium de seus produtos, e, como boa conhecedora do seu negócio, sabe que encontrará o chocolate perfeito em Paris. Na verdade, o chocolate perfeito está, mais especificamente, nas mãos igualmente perfeitas de Sylvain Marquis, o melhor chocolatier da cidade. O problema é que Sylvain se recusa a associar sua arte a uma grande empresa que só pensa em destruir sua técnica para reproduzi-la em grande escala. Isso para ele é um insulto, e não uma proposta! Contudo, embora o francês jure que está em paz para tocar a vida, aquela americana teimosa não lhe sai da cabeça. E Cade sente o mesmo: adoraria simplesmente fechar negócio com outro especialista parisiense, entretanto, não consegue esquecer os olhos cortantes de Sylvain e sua personalidade arrogante, porém tão viciante quanto seus doces. Paris está prestes a ficar pequena para o que existe entre eles. Pegue uma boa xícara de café e saboreie tudo aquilo que é melhor que chocolate. Você não vai se arrepender!

Cade Corey é uma jovem rica, dona de uma empresa muito popular nos Estados Unidos por vender barras de chocolate a um preço bem acessível. Porém, a jovem sonha em produzir uma linha premium de chocolate, mas para isso, precisa do melhor chocolatier que puder encontrar e ela sabe muito bem onde procurar.

Ao chegar em Paris a jovem tem a missão de conseguir que Sylvain Marquis assine um contrato com ela e assim a mesma possa expandir o negócio da família, mas as coisas não saem como planejado! 
Sylvain acha a proposta de Cade completamente absurda, pois grandes empresas só pensam em produção em grande escala e esquecem da técnica, do amor e outras coisas que envolvem produzir um bom chocolate.

Mesmo quando Sylvain recusa a proposta da americana, a mesma aparece em todos os lugares que ele vai (parecendo até mesmo que está perseguindo-o) e ele não consegue tirar Cade da cabeça. O mesmo acontece com ela e depois de várias reviravoltas a história começa a ficar interessante.

Gosto muito de histórias que o casal vai se apaixonando as poucos, apesar de tensão sexual entre eles, os dois acabam brigando por qualquer coisa e o amor vai construindo-se com o passar do tempo. Não consigo engolir muito os casais que apaixonam-se no mesmo dia e já querem casar e tudo mais. Porém, tenho que ressaltar que achei algumas brigas desnecessárias, pois a Cade poderia muito bem ter conversado melhor com Sylvain e mostrado a ele como gostaria de produzir a linha premium, ao invés de jogar a ideia para cima dele e torcer para que ele aceitasse. 

Gostei e não gostei do romance deles, pois o Sylvain dá algumas respostas atravessadas para a Cade e mesmo assim ela continua com ele. Sem contar que a família dele é muito falsa, então eu fiquei pensando por que alguém como ela iria ficar com alguém como ele?!?!
Apesar do jeito arrogante de Sylvain ele ainda é muito inseguro devido a sua adolescência onde nenhuma mulher olhava para ele e coisas do tipo, e acho que é por isso que ele vive dando respostas atravessadas, e tratando a Cade daquele jeito.

No mais foi uma boa história, mas acho que os personagens poderiam ser mais trabalhados porque fiquei com a impressão que ele só estavam afim dela devido ao que ela estava fazendo para conseguir abala-lo. Já em outros momentos eu achei que eles estavam mesmo apaixonados independente de tudo. Ou seja, muito confuso esse relacionamento.

O final foi uma confusão só, muita gente chegando em cena e tudo acontecendo rápido demais. Confesso que me desanimou um pouco esse final. 
A escritora escreveu a história de forma envolvente apesar de todos os pontos negativos citados por mim e eu li absurdamente rápido. Mesmo com tudo me senti muito curiosa com a leitura.
Não achei qualquer erro no livro e a diagramação está muito bonita.
Enquanto um sabor puro como o pecado invadiu sua boca, e seu copo todo se derreteu em resposta, pressionou a testa sobre a janela, sentindo-se indefesa.

15 comentários

  1. Chocolate! <3
    Não gosto muito de romance, mas a ideia da autora é bem criativa. Parece ser um livro leve, que a gente lê rápido.
    Bjos!
    http://coisinhasaleatorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Como não gostar desse livro? O clima de Paris nos livros é leve e maravilhoso! E quando se trata de chocolate então... Acho que irei ler e ter que comer vários chocolates hahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Apesar do final ser um tanto desanimador eu fiquei super interessada nesse livro
    Adorei
    Beijos

    http://myself-here1.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi falar muito bem dos livros da autora, e a premissa desse é bem interessante, tinha tudo para dar um belo romance: Paris, chocolate e um enredo que poderia arrancar algumas risadas ou sorrisos, mas não parece ter sido assim.
    A narrativa da autora parece ser um ponto positivo em outras resenhas que li, e apesar de não gostar de amores instantâneos, não gosto muito de casais que sabem apenas brigar, ainda mais quando diversas vezes é desnecessário. Esgota a minha paciência e me faz perguntar as vezes onde está o amor nesse tipo de romance, mas tudo depende de como cada autor desenvolve seu casal regado em teimosia.
    Infelizmente, acho que não ia gostar muito de Sylvian e Cade como casal, ao menos não sempre, se o desenvolvimento da relação for confusa como retratou. Isso e o final não animam muito o leitor para a leitura, mas ainda sobra uma certa curiosidade sobre o livro, apenas não será uma prioridade na minha lista de leitura.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o livro e gostei da premissa. Assim como você não gosto daqueles que casais que sem veem uma vez na vida e já se casam, gosto de casais que vão se apaixonando aos poucos. Mesmo você ressaltando que o livro possui um final muito rápido, daria uma chance para o livro, acho que o romance de Cade e Sylvain. E claro que não posso deixar de comentar o fato de a história ter como tema principal o chocolate... hahha
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Alice!
    Não tem coisa melhor do que juntar Paris, chocolate e um romance... deve ser delicioso!
    Já conhecia o livro através de outros blogs e já tenho anotado na minha lista de desejado.
    Quero saborear cada página desse livro.
    “Não devemos permitir que alguém saia da nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz.” (Madre Teresa de Calcutá)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores

    ResponderExcluir
  7. Oi Alice, eu li esse livro um tempo atrás e me apaixonei pela história, tem tudo que eu amo: romance, chocolate e Paris! eu gostei muito e fica a dica do segundo livro para você ler, que também é muito bom!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá, Alice!
    Chocolate... hummm. tudo de bom, não é mesmo?
    Mas, parece que você não achou a leitura do livro assim tão deliciosa.
    Com um título bem sugestivo, confesso que também esperava mais acertos.

    Boa semana!
    http://fabi-expressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. já aconteceu comigo de ler um livro e mesmo não gostando tanto, me sentir tentada a ler uma continuação...
    mas a premissa desse não me agradou a ponto de eu começar a leitura... pena o final ter sido confuso =T

    ResponderExcluir
  10. Oiiii, não conhecia o livro, não sei se gostei ou gostei kkkkkkk fiquei super indecisa se vale a pena ler, gostei da tua resenha e do teu blog, é lindo.
    Beijoooos
    Segredosliterarios-oficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. A ideia é bem legal, pena que não gosto de romance ( preciso chocolates! hahaha).

    ResponderExcluir
  12. Ai você pelo visto é como eu, o personagem tem que ser perfeito e cavalheiro...rs. Já chega os os ogros da vida real..rsrss.
    Já li algumas resenhas sobre o livro e quase todas tocam no mesmo ponto que você sobre a personagem Sylvain.

    LETRAS COM CAFEÍNA

    ResponderExcluir
  13. Já ouvi falar muito bem desse livro! Paris e Chocolate no mesmo livro, mds, preciso! USHHASUHU Que pena que você não gostou do final, confesso que me deixou com um pouquinho de receio... :/

    Bj

    ResponderExcluir
  14. Oi, flor.
    Sempre que visito seu blog, fico encantada com ele. <3 Eu ainda não li esse livro, mas tenho curiosidade em conhecê-lo principalmente depois de saber que foi premiado por causa de seu estilo narrativo. Lendo sua resenha, no entanto, embora goste desse clichê "te odeio-amo", não me senti inclinada a conhecer a história no momento. Não sei, parece que faltou aquele apelo que faz qualquer leitor se sentir apaixonado pela ideia de ter e ler o livro. :/

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu não conheço o livro e apesar de o cenário da história ser muito chamativo, senti certo desconforto com a premissa. Não sei, me parece que eu não fui cativada pela ideia do enredo e as suas observações tanto sobre o romance do livro, quanto sobre o desfecho da história me deixaram um tanto quanto apreensiva. Não acredito que faria esta leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!