24 novembro 2015

Resenha: Para Continuar


Autor: Felipe Colbert
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 224
Ano: 2015
Avaliação☆☆
Sinopse: Envolver-se com a jovem Ayako é a oportunidade perfeita para Leonardo César esquecer a sua vida tediosa e perigosamente limitada, tudo por culpa do seu coração defeituoso.Enquanto isso, com a ajuda de seu avô, Ayako tem a difícil missão de manter inacessível um porão de dimensões que vão além da loja de luminárias que ela gerencia, repleto de milhares de lanternas orientais, cujo mistério envolve os habitantes do bairro da Liberdade.
A partir dos crescentes encontros entre Leonardo e Ayako, uma nova lanterna surgirá para os dois. Eles terão que protegê-la com afinco, ou tudo que construíram juntos poderá desaparecer a qualquer momento.
O que ninguém conseguiria prever é que Ho, um jovem chinês também apaixonado por Ayako, colocaria em risco o futuro desse objeto. E com ele, o sentimento mais importante que dois seres humanos já experimentaram.

Leonardo César acaba encontrando uma garota de traços orientais no metrô de São Paulo e ao ficar muito atraído pela jovem o mesmo decide abordá-la, mas infelizmente eles não tiveram muito tempo para conversar porque a jovem desceria na próxima estação.

Ayako é uma garota que mora com o avô desde a morte dos pais e tem a missão de cuidar do porão da loja de luminárias, para ser mais exata do que "mora" no porão e com isso sua vida não é tão fácil assim, pois deve manter segredo de Ho e qualquer outra pessoa que tentar se aproximar do local.

Leonardo acaba ficando quase "obcecado" pela jovem e por isso faz de tudo para pegar o metrô no mesmo horário e diversas outras coisas para que ele consiga novamente encontrar com a garota, até que ele finalmente a encontra. Decidido em descobrir mais sobre a garota ele desce na mesma estação e começa a seguir seus passos pelas ruas. 

Com isso Leonardo acaba descobrindo que a mesma trabalha em uma loja de luminárias (negócio de família) e ao entrar no local para conversar com Ayako ele acaba sendo confrontado por Ho, um rapaz que ajuda Ayako e seu avô com os afazeres da loja, dentre outras coisas.

Ho é apaixonado por Ayako desde sempre, por assim dizer e não fica nada feliz com a presença de Leonardo. Com isso ele faz de tudo para afastar os dois, inclusive chama seu primo (Kong) para tentar dar um jeito no assunto. Mas, Kong não é muito amigável.

Leonardo tem uma doença no coração e isso faz com que ele acaba tendo várias limitações, algumas impostas pela doença e outras por seus pais que tem medo de que ele venha a falecer.
"Essa é a grande ironia da minha vida...
Meu coração faz um péssimo trabalho, e sou eu que pago o pato."
O livro foi uma surpresa para mim, porque eu imaginava que iria gostar muito, mas infelizmente não foi esse o caso.
Leonardo me pareceu um perseguidor e Ho ficou parecendo uma maníaco obcecado pela Ayako e juro que eu tentei, mas não consegui ver uma história de amor nesse livro!

Então tentei focar no mistério do porão, algo mágico que envolve a família de Ayako como guardiã e que a qualquer custo tem que proteger o que está no local. Não foi algo muito interessante e para ser sincera foi um pouco chato!

Basicamente? O livro não teve muito impacto em mim, a história foi chata e o elemento mágico não cumpriu seu papel do jeito que eu gostaria. Senti a história muito forçada e tive vontade de parar a leitura quando Leonardo brigou com o melhor amigo (foi uma briga completamente sem sentido).
No mais a diagramação do livro está muito bonita, gostei da capa e não me lembro de achar qualquer erro na leitura.

26 comentários

  1. Eu confesso que também estava esperando um pouco mais, mas até que curti a leitura. Acho que se a mistica ao redor das lanternas tivesse tido mais foco ao invés do plot com o primo, a história teria sido melhor.

    Beeijo
    Resenhando Sonhos

    ResponderExcluir
  2. Oii, eu também esperava mais do livro. Mas, mesmo assim tenho muitaaaa vontade de ler a obra <3 eu achei a edição maravilhosa.
    Beijos
    segredosliterarios-oficial.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi amiga,

    Eu começei a ler o livro e parei né, como te falei no skoob, não deu vontade de continuar.. Ruim quando o livro não colabora, eu achei a premissa maneira, gostei da narrativa do autor, mas o desenvolvimentoo.. Vou tentar ler novamente depois..

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Eu comprei esse livro na bienal do RJ e achei a capa linda e o autor bem simpático! Mas, agora com sua resenha tô com bastante receio ( não sei se vou realizar a leitura.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  5. Oi, Alice. Quando o livro foi lançado, eu quis ler, porém não criei expectativa nenhuma quando li a sinopse, já que não sou muito fã de romances. O que me intrigou foi a questão das luzes citadas que, lendo sua resenha, pareceu não ser nada demais. O que é uma pena muito grande.
    Sobre Leonardo, tive a mesma percepção que você. Se eu fosse Ayako, iria morrer de medo. Não é nada normal um cara saltar no mesmo local que você e começar a te seguir por aí. Pera lá, né? Acredito que o autor poderia ter imaginado um outro acontecimento para fazer os dois se conhecerem. Outro ponto negativo foi Ho, não sou fã de personagens violentos, muito menos quando o motivo é mulher. Ele ficou esse tempo todo ao lado de Ayako e nem para demonstrar que gostava dela... Seguir para briga com um homem que ele não conhece não seria a solução. Consigo entender quando você diz que achou a história forçada, pois com o mínimo que eu sei do livro consigo enxergar isso também.
    Se eu tiver a oportunidade de ler o livro, vou ler mesmo com tantos pontos negativos. Espero não querer abandonar a leitura, caso aconteça.

    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Também criei expectativas e no fim não curti o livro. Esperava muuuuito mais em relação ao mistério das luminárias :(
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas | SORTEIO 250 SEGUIDORES! NOS SIGA E PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
  7. Oi, Alice. O que mais me impressiona neste livro é que o autor, Felipe Colbert, é brasileiro. Vi, um ano atrás, o livro Belleville do mesmo autor e me encantei, sem saber de sua autoria nacional. Logo, me encantei. Para continuar possui uma história bem agradável, me soou clichê no inicio, mas depois foi me conquistando pouco a pouco. Deve ser duro esta vida de cardiomiopatia dilatada idiopática. PS. O layout especial para Star Wars está lindo, só tem coisa fofa aqui!
    Consumidor de Sonhos | consumidordesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Nunca ouvi falar desse livro. Mas a história não me causou nenhum impacto.
    Mas sua resenha está muito bem feita.
    Beijo
    www.livricios.com

    ResponderExcluir
  9. Para Continuar é um livro que me deixou muito curiosa e as resenhas positivas me fizeram criar expectativa, mas a sua me deixou preocupada.
    Achei o enredo interessante, curto muito a cultura oriental e ver ela sendo abordada foi o que mais chamou a minha atenção, mas de certa forma já me preocupava um pouco com a obsessão de Ho por Ayako e ao que parece, Leo não fica muito atrás... Não sei ao certo como esse elemento pode afetar a história para mim.
    Lerei para tirar minhas próprias conclusões, mas tentarei não criar expectativas altas demais.
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Eu quero muito ler este livro, me empolguei com os comentários positivos do livro. Gostei do triângulo amoroso (se posso classificá-lo assim) e do mistério das lanternas. Bem sua resenha foi a primeira que me apresentou pontos negativos, e isto é muito válido, gostei muito da sinceridade foi ótimo para mim, assim quando for ler vou com menos expectativas. Quando ler te conto o que achei.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Concordo com você que o romance não é lá essas coisas. E essa leitura de Leo como perseguidor pode ser feita sim. E Ho é personagem que precisava ser acompanho pelo um profissional.
    Mas o que me encantou foram as lanternas no porrão. Eu sempre fui encantada com as lanternas orientais.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá, é tão ruim quando um livro vai contra nossas expectativas, né? Eu já vi resenhas com opiniões bem diferentes sobre esse livro, de forma que ainda não sei se o leria ou não.

    ResponderExcluir
  13. Oie tudo bem?
    Já li várias resenhas deste livro e quase todas disseram a mesma coisa, exceto por uma, então não me animei em ler. Já que muitos se decepcionaram na leitura.

    ResponderExcluir
  14. Preciso dizer que você não está sozinha D: já vi muita gente com opiniões negativas sobre esse livro... Quando eu vi a capa, achei que seria algo bem legal, mas pelo visto é algo meio doentio ))):

    ResponderExcluir
  15. A sinopse até parece legal, mas pela sua resenha, não leria. E além do mais eu sempre fico com pena de quem gosta da pessoa desde sempre e perde pro protagonista...
    Bjs, Isa
    http://pausaparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Já no meu caso a surpresa foi bem positiva hehehe. Eu gostei bastante do livro, apesar de ter tido minhas ressalvas com os personagens também! Gostei da resenha!
    Beijo

    ResponderExcluir
  17. Ainda que eu ache a premissa chamativa, eu compreendo seu desânimo com o enredo. Chato quando o autor não desenvolve bem o que criou, não é? Vi resenhas postivas sobre o livro também, mas as histórias têm esse caráter diferencial, cada um reage de uma forma. Ainda assim eu espero ter oportunidade de conhcer por mim mesma a história.

    ResponderExcluir
  18. Para Continuar é um bom livro, eu gostei dele, mas não me conquistou o tanto que eu esperava. A narrativa era um pouco cansativa, não acho que os personagens foram realmente desenvolvidos no livro. Esperava muito do Felipe Colbert nesse livro e ele meio que me decepcionou.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi. Concordo com tudo o que você escreveu, já conheço a escrita do autor e a considero mecânica demais, exageradamente, parece aqueles enlatados de super mercado, tira a magia da história que tinha tudo para ser bom, mas fica restrito a um reles produto industrializado. Resenha mais que perfeita!

    ResponderExcluir
  20. Alice!
    Fico impressionada como cada livro atinge cada leitor.
    Ao contrário de você, gostei muito do romance do livro e do mistério do porão. Acho que é porque amo tudo ligado a cultura asiática e as lanternas, para mim, são algo mágico.
    Agora devo dizer que o primeiro livro do autor que li, teve muito mais impacto para mim do que esse...
    “A beleza é a única coisa preciosa na vida. É difícil encontrá-la - mas quem consegue descobre tudo.”(Charles Chaplin)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Essa foi a primeira resenha mais negativa que eu li deste livro e fico grato, porque de todas foi a mais sincera e a que mais me fez formar uma opinião se eu iria ler ou não o livro. Cheguei a conclusão que não leria.
    Parabéns pela resenha.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oii, tudo bem?
    Poxa, que pena que o livro não te agradou tanto. Desde que eu vi sobre o lançamento, eu só achei a capa legal, mas não tive vontade de ler ele sabe, e acredito que fiz a escolha certa. Só pela sua resenha também não consegui captar uma história de amor nesse livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Olá,
    Também acho a capa bem bonita. É uma pena o romance deles não ter te convencido, acho isso uma das piores coisas se tratando de um livro que claramente tem romance.

    ResponderExcluir
  24. Oii!

    Eu estava com muita vontade de ler esse livro, mas depois que li algumas resenhas dizendo que o livro não é tão bom assim e tal, fiquei um pouco desanimada e não sei se irei ler.
    Uma pena você também não ter gostado do livro :/
    Parabéns pela resenha!

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  25. Esse livro não me atraiu quando vi e agora, lendo sua resenha, vejo que não estava errada em não querer ler... hehehe
    Acho muito chato quando pegamos um livro pra ler e o mesmo não consegue nos prender em momento nenhum, mas infelizmente acontece.
    Gostei muito da sua resenha, respeito quem tem a coragem de falar que algo não foi bom e apontar objetivamente o motivo. Parabéns.

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Vi seu ponto de vista, mas confesso que ainda estou com vontade de ler. A premissa me chamou a atenção e já coloquei ele na minha meta de leitura para esse ano. Espero que o livro me surpreenda :D

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!