12 fevereiro 2016

Resenha: Plutão


Autora: R.J. Palacio
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 90
Ano:  2015
Avaliação☆☆☆☆
Sinopse: Em Plutão, R. J. Palacio traz a história de Christopher, o melhor amigo de infância de August Pullman, um garoto de feições incomuns que encantou leitores do mundo inteiro no romance Extraordinário.
Exclusivo em e-book, o livro alterna entre o presente e flashbacks de quando os dois meninos eram vizinhos. Plutão acompanha Chris ao longo de um dia especialmente complicado. Os pais estão se divorciando e ele está com dificuldades na escola, mas mesmo afastado do velho amigo, é relembrando alguns desafios e aprendizados que teve ao lado de Auggie que Chris encontra algum conforto. Uma linda história sobre o valor da amizade na vida das crianças, uma vivência intensa e marcante.




Plutão é um conto que faz parte do livro Extraordinário. Nesse conto vemos o melhor amigo de infância do Auggie vivendo sua vida de forma alternada entre o passado e o presente.

Chris tem uma amizade com Auggie desde que nasceram, o que facilitou isso foi o fato de suas mães serem amigas, mas a questão é que para Chris, Auggie não tem o rosto tão estranho a ponto de incomodá-lo, como acontece com as demais crianças. Mas, a distância entre os dois após a mudança da família de Chris faz com que eles comecem a se afastar aos poucos. 

O conto vai alternando entre passado e presente, contando diversas situações que aconteceram na vida de Chris quando ele estava ou não com Auggie, e como a amizade deles foi importante em sua vida.
É um conto curto, porém com uma carga emocional muito grande!

Vemos diversos temas a serem abordados, como: amizade, compreensão, amor e preconceito, dentre outros. É uma história meiga que consegue tocar o leitor de forma profunda. 
Recomendo que caso queira ler o contro, leia primeiro o livro, para que você possa ficar ciente de tudo que aconteceu com Auggie para que possa mergulhar no conto de forma mais profunda. Mas, caso queria ler o conto primeiro não atrapalhará em nada o entendimento da leitura, porém não sei se será a mesma "emoção", por assim dizer.

Adoro a forma como a autora consegue abordar tudo e apesar de ser algo curto, foi uma leitura maravilhosa. Recomendo.
Quando amigos precisam de nós, fazemos o que podemos para ajudar, certo? Não podemos ser amigos só quando é conveniente para a gente. Boas amizades valem um esforcinho a mais!

7 comentários

  1. Ainda não li Extraordinário mas quero muito ler, e logo em seguida vou querer ler todos esses outros de histórias paralelas a principal. Todos parecem ser livros incríveis.

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li Extraodinario, e nenhum outro livro avulso dele, mas sempre tive muita curiosidade. Ultimamente só ando vejo resenhas de Extraordinario e os livros avulsos, to louca para ler. Beijos.

    potato_purple.blogspot.com
    youtube.com/potatopurpleblog

    ResponderExcluir
  3. Ja li e tenho na estante o livro Extraordinario, que é simplesmente fofo, excelente, lindo, emocionante, divertido e etc!
    Mal posso esperar para ler Plutão que sei que vai ser demais *--*
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li Extraordinário, mas tenho muita vontade de ler. Gostei de saber a existência deste conto, pelo que li a história parece ser muito emocionante mesmo e gosto de obras assim, então gostei muito da dica.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Li O Extraordinário e amei, é um dos meus livros favoritos! Acho que vou curtir bastante o conto,a autora parece conseguir falar de assuntos meio que ''pesados'' de uma forma linda e talentosa. Abraços ^^

    ResponderExcluir
  6. Li Extraordinário há algum tempo e fiquei marcada profundamente por essa história e pelos personagens. Acho incrível a forma como a autora tratou de diversos temas, um mais importante que o outro, de forma leve e reflexiva. Fico contente de saber que mesmo em um conto mais curto como é o caso de Plutão ela conseguiu manter essa característica, que deixa tudo tão mais comovente e emocionante!

    ResponderExcluir
  7. Não li nenhum livro dessa autora acredita? Mas já deu para notar de como ela consegue retratar assunto difíceis para a sociedade de maneira simploria e delicada. Ja esta na lista!

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!