28 abril 2016

Resenha: Zumbeatles [Abandono Literário]


Autor: Alan Goldsher
Editora: Galera Record
Número de páginas: 352
Ano: 2016
Avaliação
Sinopse: A verdadeira invasão britânica chegou. Eles estão mais mortos-vivos do que nunca. Nessa divertida releitura da trajetória da mais famosa banda inglesa, acompanhamos os principais acontecimentos na vida desses mitos do século XX... porém com um pequeno detalhe: os músicos são zumbis. Não os lentos e imbecilizados zumbis aos quais estamos acostumados. Mas zumbis espertos, rápidos e cheios de sex appeal. Além de alguns truques de controle mental. Entre sangue, suor, guitarras e iê-iê-iê — e a perseguição do implacável caçador de zumbis Mick Jagger —, eles são atacados por uma ninja do oitavo nível, Yoko Ono, condecorados pela rainha e consolidam uma invasão mundial.

Zumbeatles conta a história dos Beatles de uma forma completamente diferente, pois, os músicos nessa história são zumbis e com essa premissa damos início a nossa jornada em um mundo de zumbis rápidos, talentosos e bem diferente do que estamos acostumados.

O livro é narrado em forma de entrevistas e conta com diversas explicações sobre o mundo zumbi, desde a transformação até o surgimento dos mesmos.
A história é uma grande mistura de zumbis com poderes, espertos e diferentes, fora que o livro é contado como a história de alguém que está tentando descobrir tudo que for possível sobre a banda e vem trazendo várias entrevistas. 

Quando vi o livro confesso que não me animei muito por tratar-se dessa banda em questão, porque não sou nenhum pouco fã, mas resolvi arriscar a leitura devido a minha enorme paixão por zumbis, essas criaturas fascinantes e um pouco nojentas. 
Ei que para a minha surpresa eu não consegui nem ler cem páginas do livro. Apesar da história envolver zumbis e ser uma releitura bem diferente, até mesmo insana - o meu tipo de livro preferido -, eu não consegui me envolver nenhum pouco com a história.

O livro é maçante, cansativo, nada engraçado e bastante confuso. A história não só não conseguiu me prender, como fiquei me questionando por que estava tentando ler um livro que de fato não estava me agradando nenhum pouco??!!

Achei que o autor quis colocar tanta informação que tudo ficou completamente sem sentido para mim e um dos pontos mais confusos (e nojento), foi a transformação das pessoas em zumbis. O autor quis fugir do clássico das transformações e colocou algo bastante diferente (com pequenas regras que envolviam fazer algo por alguns minutos, dentre outras coisas caso contrário o zumbi poderia ter alguns problemas) e isso acabou tirando toda a magia e simplicidade da "boa e velha mordida ou aranhão".

A combinação entre zumbis e músicos infelizmente não funcionou para mim. Pelo pouco que eu li não achei qualquer erro de ortografia e a diagramação está  boa.
Apesar da minha opinião nada positiva, eu espero que quem esteja interessado nesse livro tire suas próprias conclusões, mas infelizmente para mim esse foi meu terceiro abandono literário do ano. 

16 comentários

  1. Oi, Alice!

    Olha, comigo aconteceu exatamente o oposto: amo Beatles e não gosto de zumbis! Ahahahaha! Então talvez tivesse vontade de ler pela banda. Mas, se você que gosta de zumbis não curtiu, acho que eu também não iria gostar tanto.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  2. Oi tudo bem? Sei como deve estar se sentindo, abandonar um livro não é nada fácil! Minha última leitura foi muuuuuito empurrada e fez com que a nota não fosse tão boa, mas o livro é top.

    Voltando a sua resenha! Não curto esse tipo de livro e sinceramente não tenho vontade de ler, mas a história até que é legal, quem sabe um dia.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  3. Bacana você citar que cada um deve tirar suas conclusões, é verdade. Gosto de zumbis, então talvez goste do livro. Mas, de primeira, não me ganhou. Beijos!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  4. Acho que você fez uma escolha de livro bem errada. Apesar e ter zumbis, o foco claramente não é esse. Esse é um livro para fãs da banda, cheio de referências a músicas e aos integrantes em si. Não sendo fã, não tem muito o que curtir mesmo. Não li o livro, mas pelo que vi sobre ele, essa foi a minha impressão. ;)

    ResponderExcluir
  5. Hey, Alice!

    Amo The Beatles, mas não curto histórias de zumbis. Pelo menos não nos livros.
    Contando com meu próprio gosto e sua resenha, que mostra que você se decepcionou com a história, certamente não lerei! rsrs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Alice, já li várias resenhas sobre esse livro. Infelizmente a premissa não chama a minha atenção por não gostar do gênero, nem dos Beatles (é que não faz meu estilo mesmo) e muito menos de zumbis (odeio qualquer coisa que se assemelhe a zumbis). É uma leitura que passo..
    Beijos, Fer ♥

    ResponderExcluir
  7. Oii Alice, tudo bem?
    Estou completamente louca para ler essa obra, sou fanática por Beatles e acharia o máximo transformar o Paul em zumbi hahahhaha <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. O que me motivou a querer esse livro foi justamente por ser sobre os Beatles. Eu acho ótimo quando pegam uma banda iconica e colocam ela num universo completamente inesperado.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá Aline, eu gosto da sinceridade da sua resenha, eu tbm sou o tipo de pessoa que adora zumbis, e Beatles também é um atrativo a mais para instigar a curiosidade, mas uma pena que o autor não soube unir esses dois elementos, talvez um pouco de humor teria sido um ingrediente a mais, e claro não ser tão prolixo. Bjkas

    ResponderExcluir
  10. Oie
    nossa, que pena que não funcionou para ti, parecia ser uma leitura super interessante e envolvente, até eu que estava um pouco curiosa dei uma desanimada, muito boa a resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. É a segunda resenha que leio do livro e a fórmula não funcionou de novo. Eu não conheço muito dos Beatles, apesar de lembrar de algumas músicas deles (não ouço nada já tem 8 anos - surdez mesmo), mas ainda acho que juntar um banda consagrada com zumbis não funcionaria. Ainda mais tentando mudar a essência dos zumbis... Acho que só os muito fãs gostariam mesmo do livro. Gostei da sua sinceridade. ;)

    ResponderExcluir
  12. Poxa, eu vi outras resenhas em que a pessoa também não gostou da mesclagem que compõe o livro. Se eu já não tinha desejo em ler antes, agora essa vontade quase desapareceu.

    ResponderExcluir
  13. Achei a idiea do livro bem interessante e engraçada, em certos pontos. Pelo que vi o problema foi que o autor não soube como colocar uma coisas no livro. Contudo é um livro que eu leria para tirar minhas próprias conclusões

    ResponderExcluir
  14. Sua resenha mostra bem porque gosto de ti e porque leio teu blog sempre que posso, você é sincera, e fim. Sobre o livro, não lerei, gosto de zumbis porém leio basicamente no intuito do terror do sangue e das tretas kkkk a premissa parece boa mas depois da tua resenha se eu for ler nao será tão cedo.

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Gostei muito da sua resenha, foi bem verdadeira.
    Não tenho o menor interesse nesse livro, não gosto de zumbis nem dos Beatles, então acho que a combinação para mim não daria nenhum pouco certa.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Ao contrário de você eu amo os Beatles e por curtir muito a banda eu tinha pensando em ler esse livro pois achei que ele era divertido. Mesmo odiando zumbis estava disposta a ler!
    Mas depois de ler sua resenha vou passar é bem longe desse livro...
    Bj

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!