16 maio 2016

Resenha: Canção da Rainha - A Rainha Vermelha


Autora: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Número de páginas: 51
Ano: 2015
Avaliação☆☆☆☆☆
Sinopse: Conto inédito que revelará detalhes das antigas intrigas do mundo de A Rainha Vermelha.Neste conto que se passa no universo da série A Rainha Vermelha, você terá acesso ao diário secreto da rainha Coriane, primeira esposa do rei Tiberias VI e mãe de Cal. Presente de seu querido irmão Julian, o caderno se tornou o único lugar onde a nobre prateada podia desabafar sem que seus pensamentos e emoções fossem usados contra ela.
Ainda jovem, Coriane Jacos foi obrigada a se mudar para o palácio real e lutava para lidar com os perigos e armadilhas do convívio com as outras Grandes Casas. A garota e o então príncipe herdeiro ficaram cada vez mais próximos, provocando a inveja e o ciúme de outras jovens da nobreza, sobretudo Elara Merandus que tinha o poder assustador de entrar na mente das pessoas. Apaixonado, o príncipe descartou a Prova Real e escolheu Coriane como sua esposa, mas a vida da jovem rainha estava muito longe do tradicional felizes para sempre.


Coriane Jacos é uma adolescente "comum", porém a mesma possui um grande coração e mora com uma prima mais velha que tenta de todas as formas ensina-la etiquetas e coisas que ela não acha importante, mas "são necessárias". 
Em seu aniversário de quinze anos seu irmão - Julian - a presenteia com um diário e graças a ele conhecemos como foi a vida da primeira esposa do rei Tiberias VI.

O conto mostra a vida de Coriane. Como ela conheceu o futuro rei e os dois se apaixonaram, como ela era diferente das pessoas da sua classe social e como o rei descartou a Prova Real que tem com objetivo escolher uma esposa digna para o novo rei, e o que isso trouxe de ruim para a vida de Coriane. Afinal, Elara Merandus uma invasora de mentes com o poder de assustar as pessoas em sua própria mente não aceitava o fato do príncipe ter escolhido Coriane para ser a sua rainha. 

Esse conto que pertence a série A Rainha Vermelha e aborda diversas questões, uma delas é a homossexualidade do rei, pai do príncipe - que é o marido de Coriane.
Apesar de ser um conto curto, a história é muito interessante e vai mostrando um pouco da vida de uma personagem que é citada vagamente na série.

Infelizmente o conto não é tão feliz como eu queria, mas de qualquer forma foi uma leitura excelente e inclusive foi a primeira vez que eu li algo da autora. Tenho que ler a série para entender melhor como funciona os poderes dos Vermelhos e os Prateados. Mas, de qualquer forma ler o conto sem ter lido a série não interfere em nada na leitura. 

O conto é uma breve história de uma rainha que estava sendo enlouquecida por alguém invejoso que não aceitava seu destino e apesar de tudo lutou com todas as forças necessárias para se manter de pé. Com certeza vale a pena dar uma conferida. 

Para muitos, Coriane ainda era a rainha cantora, a mulher que chegou ao trono graças aos seus poderes. Se ao menos fosse verdade. Se ao menos eu fosse aquilo que os outros pensam, Elara não teria a menor importância, e eu não passaria todas as noites em claro, com medo de dormir, com medo de sonhar.

3 comentários

  1. Babei nessa capa!!!
    E quando conclui minha leitura da sua resenha pensei só em uma coisa: ESTOU RECEBENDO SPOILER!
    Sim, essa informação da sexualidade do rei não é dita em A Rainha Vermelha, não lembro disso. Kkkkk acho que devem mencionar na continuação.
    Esse conto me chamou a atenção pq eu não fiquei curioso para saber sobre Coriane enquanto lia ARV, mas agora estou. Se apaixonar por um cara que é gay... Já me deixa interessado pelo cena incomum. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pow acho que ficou confuso, a coriane não se apaixona pelo rapaz que é gay. o pai dele é gay. por isso que eu cito o futuro rei (que é por quem coriane se apaixona, o principe) e o rei. que é o pai dele XD que no caso gosta poderia ser considerado bisexual eu acho, mas pelo visto ele se casou com a sogra da coriane pela prova real. então ele arrumou um rapaz pra ele qq

      Excluir
  2. Ah, parabéns por essa delícia de resenha. :*

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!