07 junho 2016

Resenha: O Guia Definitivo do Mochileiro das Galáxias


Autor: Douglas Adams
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 672
Ano: 2016
Avaliação☆☆☆☆☆
Sinopse: Pela primeira vez, reunimos em um único volume os cinco livros da cultuada série O Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams. Com mais de 15 milhões de exemplares vendidos, a saga do britânico esquisitão Arthur Dent pela Galáxia conquistou leitores do mundo inteiro. O humor ácido e as tramas surreais de Douglas Adams se tornaram ícones de uma geração e seguem fascinando - e divertindo - leitores de todas as idades. Pegue sua toalha, embarque nessa aventura improvável e, é claro, não entre em pânico!
O Guia do Mochileiro das Galáxias
Segundos antes de a Terra ser destruída para dar lugar a uma via expressa interespacial, Arthur Dent é salvo por Ford Prefect, um E.T. que fazia pesquisa de campo para a nova edição de O Guia do Mochileiro das Galáxias. Pegando carona numa nave alienígena, os dois dão início a uma alucinante viagem pelo tempo e pelo espaço.
O Restaurante No Fim do Universo
Arthur Dent e seus quatro estranhos companheiros viajam pela Galáxia a bordo da nave Coração de Ouro, em uma busca desesperada por algum lugar para comer. Depois de fazer a refeição mais estranha de suas vidas, eles seguem pelo espaço e acabam descobrindo a questão sobre a Vida, o Universo e Tudo Mais.
A Vida, o Universo e Tudo Mais
Arthur Dent passou os últimos cinco anos abandonado na Terra pré-histórica, mas ainda acordava todos os dias com um grito de horror. No entanto, talvez fosse melhor continuar nessa tediosa rotina do que ser arrastado para a sua próxima missão: salvar o Universo dos temíveis e infelizes robôs xenófobos do planeta Krikkit.
Até Mais, e Obrigado Pelos Peixes!
Depois de viajar pelo Universo, ver o aniquilamento da Terra, participar de guerras interestelares e conhecer criaturas extraordinárias, Arthur Dent está de volta ao seu planeta. E tudo parece estranhamente normal - exceto pelo desaparecimento dos golfinhos. Disposto a desvendar esse mistério, ele parte em uma nova jornada.
Praticamente Inofensiva
Após muitos anos vivendo separados, cada um em um canto mais insondável do Universo, Arthur Dent, Ford Prefect e Tricia McMillan se reencontram. Mas o que deveria ser uma festejada reunião de velhos amigos se transforma numa terrível confusão que põe em risco - mais uma vez - a vida de todos.


Nesse volume único temos a trilogia de cinco da série o guia do mochileiro das galáxias e somos apresentados a Arthur Dent, um inglês que vive sua vida de forma simples e sem muita emoção quando descobre que sua casa está prestes a ser demolida. Mas, não é apenas isso, o planeta Terra inteiro será "demolido" para que uma via expressa interespacial seja construída no lugar.
É assim que damos início ao primeiro livro da série que tem como nome O Guia do Mochileiro das Galáxias. 

Arthur acaba sendo salvo por ser amigo Ford Perfect que não é bem o que Arthur acreditava ser, pois o mesmo trata-se de um mochileiro das galáxias que está passando um tempo no planeta Terra para escrever sobre ele no guia do mochileiro das galáxias (o nome do manual sobre planetas, raças e diversas coisas do universo).
Assim começamos a história de Arthur e embarcamos em aventuras inusitadas, insanas e bastante interessantes, com pitadas de sarcasmo e genialidade, temos uma bela trilogia de cinco livros!

Existe uma teoria que diz que, se um dia alguém descobrir exatamente para que serve o Universo e por que ele está aqui, ele desaparecerá instantaneamente e será substituído por algo ainda mais estranho e inexplicável.

No segundo livro (O Restaurante no fim do universo) embarcamos em uma aventura maluca que envolve um restaurante no final do universo, belas tiradas do robô pessimista e depressivo (Marvin), acompanhamos de perto os sentimentos de Arthur pela Trillian, e as enrascadas que Zaphod acaba colocando os demais personagens.

Em A vida, o Universo e tudo mais temos cada vez mais complicações na vida de Arthur. Ele acaba achando uma saída no contínuo espaço-temporal e juntamente com Ford que também estava perdido com ele, os dois acabam indo parar na Terra. Com o objetivo de salvar a Terra e evitar uma desgraça, eles dois terão de lutar contra uma raça de robôs xenófobos. Isso sem dúvida foi a maior sandice que você dever lido hoje não é? Porém não deixa de ser brilhante.

Desde que esta Galáxia surgiu, vastas civilizações cresceram e desapareceram, cresceram e desapareceram, cresceram e desapareceram tantas vezes que é muito tentador pensar que a vida na Galáxia deve ser (a) similar a um enjôo marítimo, espacial, temporal, histórico ou similar e (b) imbecil.

Em Até mais, e obrigado pelos peixes!, depois de ver o aniquilamento da Terra, viajar todo o universo e participar de batalhas insanas, eis que Arthur está e volta ao seu planeta natal que parece não ter mudado absolutamente nada. Mas, as coisas não são tão fáceis assim, pois o governo parece encobrir esse acontecimento (a destruição da Terra) dizendo que tudo não passava de uma alucinação em massa projetada pela CIA.

Arthur nota que ao voltar para essa "nova" Terra outra pessoa além dele parece saber do ocorrido e por acaso ele acaba apaixonando-se por ela. Inclusive a garota tem respostas para a grande maioria das perguntas de Arthur sobre os acontecimentos no planeta, mas nem todas são suficientes para sanar as dúvidas e tudo isso acaba deixando o personagem mais confuso com a situação.
Juntos, Arthur e Fenny são o casal mais improvável e completamente louco que se pode imaginar.

E no último volume da trilogia de cinco (Praticamente Inofensiva), Arthur está separado dos personagens dos livros anteriores, tentando viver sua vida e achar um planeta para chamar de lar, enquanto isso passa seus dias como fazedor de sanduíches de carne de Bestas Perfeitamente Normais.
Ford Perfect descobre que uma corporação comprou o Guia do Mochileiro e está vendendo o mesmo em todos os universos possíveis, mas nada poder ser bom visto que os donos da corporação são os Vogons.

A série aborda diversas coisas, mas algo que me chama muito a atenção na escrita do autor é a sua genialidade e o modo como consegue fazer diversas reflexões interessantes com seu humor ácido. Apesar de ficar um pouco perdida com algumas coisas, Precisa perder-se para achar lugares que não podem ser achados, do contrário, todos saberiam onde ficam! (Já dizia o Capitão Barbosa em Piratas do Caribe).

O livro tem personagens cativantes, inteligentes, loucos e bem humorados. As aventuras são bem diferentes de tudo que eu já havia lido, como elas me lembraram um pouco de Doctor Who fui pesquisar e descobrir que o autor já escreveu alguns roteiros para o seriado.
Não precisa ser fã de ficção cientifica para gostar da série, baste se desprender das convenções, deixar sua imaginação fluir, pegar uma toalha e embarcar nessa grande aventura com Arthur e seus amigos!

O único detalhe é que esse meu velho ego tentou manter-se no controle deixando ordens no parte do meu cérebro que ele bloqueou. Pois bem, eu não quero saber, e não quero ouvir essas ordens. Essa é minha escolha. Não vou servir de fantoche para ninguém, sobretudo não para mim mesmo! "

O livro está com um trabalho gráfico maravilhoso; capa dura, uma diagramação linda e a editora com certeza está de parabéns. Com certeza vale a pena investir em um exemplar. 

12 comentários

  1. Oi Alice,

    Não sou muito fã do Guia do mochilheiro das galaxias.
    Li para uma disciplina da Faculdade e achei muito sem noção, mas tenho vontade de tentar de novo.

    Beijos

    https://tear-de-informacoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Alice,já ouvi falar muito a respeito desse livro,já li algumas resenhas,mas confesso que ainda não me interessei pelo mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Alice.
    Eu li apenas um livro do autor, e assim como você, fui surpreendida por sua genialidade. Sua narrativa é singular e inteligente.
    A proposta do guia dos mochileiros, não me atrai, e sim o fato de ser Douglas o autor, então vou ler sim, só não sei quando.
    Gostei desse volume definitivo, ainda mais sendo em capa dura.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  4. Já conhecia essa série, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha dos livros, e posso te dizer que lendo sua resenha minhas expectativas em relação a essa série aumentaram. Adoro livros de aventura, com personagens cativantes, e com uma estória envolvente como essa, além de que o autor coloca várias reflexões, pretendo com certeza adquirir os primeiros livros, e acho que vou gostar bastante.

    ResponderExcluir
  5. eu achei a edição linda, mas nao sei se compraria por já possuir meus 5 exemplares xD
    preciso reler a série pq é mto divertida mas me falta tempo, tendo que fazer outras leituras...
    Marvin <3 fiquei com muita raiva do quarto livro jkkkkkkkkkkkkkkkk
    bjs, Alice...

    ResponderExcluir
  6. Já tinha ouvido falar desse livro mas nunca tinha parado para ler a sinopse e pela sua resenha eu percebi que é realmente interessante e parece ser um livro incrível!Cheio de aventuras e personagens divertidos,parece ser uma estória envolvente e viciante.Não leio muito livros neste estilo mas gostaria de tentar.Ótima resenha,bjss!

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bem? Meniiiiina que coragem pra ler 672 páginas assim numa chapoletada só. Eu nunca li, confesso, mas sou doida pra ler. Toda vez que visito o sebo daqui eu procuro pra trocar ou comprar, mas o primeiro volume tá sempre em falta ): Agora com esse volume único fiquei animada, dá pra ir lendo devagar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha eu li não só esse como outro logo em seguida de 574 pages. to que to esse mês!

      Excluir
  8. Oie
    eu nunca li nada do autor mas tenho amigos extremamente fãs que amam e sempre me indicam, bela resenha e espero poder indicar para eles

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá Aline, eu li o primeiro volume desse livro e não me agradou muito a leitura, por isso deixei ele de lado. Muitos amigos gostam e elogiam, mas o enredo não foi tão impactante para que eu levasse adiante a leitura dos demais. Mas essa edição ficou muito interessante aos fans. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Nunca li esse livro, mas confesso que depois de ler essa resenha deu vontade.

    ResponderExcluir
  11. Olá,
    Sabia da edição única mas não sabia que era enorme e com capa dura!
    Tenho a versão separada com as capas com ilustrações e gosto bastante da história, é uma série para todos lerem. Recomendo também.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!