13 setembro 2016

Resenha: Entrevista com o Vampiro - A História de Claudia


Autora: Anne Rice
Editora: Rocco
Número de páginas: 224
Ano: 2015
Avaliação:  ☆☆☆☆☆
Sinopse: Esta não é simplesmente uma adaptação para os quadrinhos de Entrevista com o Vampiro, best-seller de Anne Rice que virou filme em 1994. Meticulosamente ilustrado por Ashley Marie Witter, a versão em graphic novel do livro de estreia da rainha dos vampiros reconta a história sob um ponto de vista inédito: o da vampira criança Cláudia, a imortal de 6 anos de idade, órfã e assassina, vítima e monstro, representada por Kirsten Dunst na versão cinematográfica. As ilustrações em tons de sépia retratam fielmente os personagens andróginos de Rice e ainda reforçam o clima sensual e sombrio da obra original, renovando e enriquecendo a narrativa.


Nessa Graphic Novel conhecemos a história de Cláudia, uma garota que foi transformada em vampira quando ainda era uma criança de seis anos de idade. Então durante a leitura podemos ver a história sob um ponto de vista inédito de Cláudia, coisa que não acontece no livro. 

A pequena vampira foi transformada ainda muito jovem com o único intuito de manter Louis ao lado de Lestat, um vampiro arrogante e possessivo que transformou Louis em uma criatura da noite para ter uma companhia. Nisso, Louis se vê obrigado a permanecer ao lado de Lestat para poder cuidar de Cláudia e isso fez com que ele devotasse todo seu amor para a garota.


Louis e Lestat são os dois pais de Cláudia e passam-se vários anos após a transformação da pequena, a garota aprende tudo que pode com Lestat quando o assunto é matar, enquanto que Louis devota cada momento para amá-la e educá-la da melhor maneira possível, mas as coisas infelizmente não ficam felizes por muito tempo.

Com o passar do tempo Cláudia começa a virar uma mulher adulta presa no corpo de criança e questiona tudo que acontece ao seu redor, porque eles fazem o que fazem e começa a querer aprender mais sobre o mundo dos vampiros. Porém Lestat não lhe ensina tanto sobre as artes obscuras dos vampiros e continua tratando-a como uma criança mesmo depois que vários anos se passaram para a pequena imortal.


A história é bela e ao mesmo tempo triste, pois quem já viu o filme ou leu os livros sabe o que acontece, mas acabei vendo um acontecimento novo que não havia aparecido no filme que fez meu queixo cair, com certeza eu não esperava por isso - como não li os livros ainda não posso afirmar se o mesmo acontece também na leitura.

A leitura é regada com sangue, morte, amor e questionamentos sobre a vida.
O trabalho foi feito por Ashley Marie Witter e confirmado pela autora da série, Anne Rice. Vale ressaltar que as ilustrações estão de uma qualidade excelente e a editora caprichou bastante no trabalho gráfico do livro.

Esse livro com certeza é uma ótima aquisição para quem é colecionador de itens sobre vampiros e fã da autora Anne Rice.
Não encontrei nenhum erro sequer durante a leitura e vale lembrar que é um exemplar de capa dura, ou seja, mais um motivo para adquirir. 

7 comentários

  1. Oii Alice, como vai lindinha?
    Garota eu fiquei completamente encantada com essa obra e adoraria ter a oportunidade de realizar a leitura, além do mais a edição parece estar incrível e esses desenhos mexeram comigo, pode até ser meio macabro HAUAHUAAHU mas super anotada a dica e parabéns pela resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Já li Entrevista com o Vampiro e sou louca pra ter esse livro. A arte é maravilhosa <3

    Beijos,
    Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ola
    Essa Rice parece tudo de bom hein?
    Preciso qualquer dia pegar algo dela pra ler.
    Adorei
    Bis

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bem? Apesar de o livro ser um clássico eu ainda não o li e não conheço nada da história, deve ser pq não curto vampiros, mas a graphic novel me deixou curiosa, devo confessar!

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li o livro, só assisti o filme mesmo, mas tenho curiosidade de ler o para saber mais. Essa Graphic Novel está um encanto! Parabéns pela resenha.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    Ainda não tinha lido ou ouvido falar sobre o livro. Vi apenas o filme na netflix. Poxa, ela foi transformada quando pequena? é bem diferente mesmo porque na história original os vampiros não transformavam criança. E, nesse sentido é a criança que salva ele. Muito bacana.

    Beijos

    facesemlivros.com

    ResponderExcluir
  7. Alice que resenha perfeita, eu lembro do filme, mas fiquei muito curiosa para ler esse livro, e ler mais detalhes sobre a história de Claudia. Vou anotar na wishlist. Bjkas

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!