09 janeiro 2017

Resenha: Chapeuzinho Esfarrapado


Autora: Ethel Johnston Phelps
Editora: Seguinte
Número de Páginas: 248
Ano: 2016
Avaliação☆☆☆☆
Sinopse: Quem disse que as mulheres nos contos de fadas são sempre donzelas indefesas, esperando para ser salvas pelo príncipe encantado? Esta coletânea reúne narrativas folclóricas do mundo inteiro — do Peru à África do Sul, da Escócia ao Japão — em que as mulheres são as heroínas das histórias e vencem os desafios com esforço, coragem e muita inteligência. Este livro é para todo mundo que não se identifica com as princesas típicas dos contos de fadas. É para garotas e garotos, para que todos possam aprender que as maiores virtudes de um herói não são exclusivas a um só gênero. Enriquecida com textos de apoio e ilustrações modernas, esta edição é uma fonte inestimável de heroínas multiculturais — e indispensável para qualquer estante.

Em Chapeuzinho Esfarrapado damos de cara com uma coletânea de contos de fadas cheios de mulheres fortes e independentes, ao invés de personagens indefesas que precisam de um príncipe para salvar o dia. O livro reúne diversas narrativas com histórias do folclore do mundo inteiro e assim vamos conhecendo diversas heroínas.

Todas as histórias deixam em evidência a inteligência, a coragem e o esforço que todas essas mulheres possuem, ao invés de focar em sua beleza e vulnerabilidade, ou seja, você não verá aqui aquele esteriótipo de "donzela em apuros"!
Com isso vamos mergulhando em diversas histórias cheias de princesas, camponesas, mães e etc, vamos vendo que você não precisa esperar que os outros te salvem porque você pode muito bem fazer o que quiser, ao invés de ser impedida de fazer alguma coisa por ser uma garota. 

O livro é cheio de ensinamentos para todos, ou seja, não precisa ser uma garota para conectar-se com as histórias.
A leitura contêm 25 contos que trazem diversas culturas e elementos distintos, fazendo com que as histórias fiquem ricas e bem diversificadas. Inclusive podemos ver alguns ilustrações no livro, o que deixou tudo ainda mais interessante.

Foi uma leitura agradável, rápida e cheia de magia. Vamos vendo a independência das personagens principais e que se você quer viver sua vida do jeito que lhe agrada não tem mal nenhum nisso. Seja essa vida ao lado de um príncipe encantado ou não, o que importa é que você seja feliz e faça o que quiser, que a sua coragem não seja diminuída por você ser uma garota.
A editora está de parabéns pelo trabalho gráfico feito no livro, não achei qualquer erro na leitura e com certeza vale muito a pena conferir essa trabalho.

2 comentários

  1. eu curti o livro de cara, amei a capa e claro que depois da sua exposição quero ler!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga,

    Gosto muito dos livros desta editora, gostaria de ler este livro sim, por retratar mulheres fortes, adoro isso!
    Fiquei curiosa com o trabalho gráfico da editora..

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!