29 março 2018

Resenha: Deixada Para Trás


Autor: Charlie Donlea
Editora: Faro Editorial
Número de páginas: 368
Ano: 2017
Avaliação:  ☆☆☆☆☆
Sinopse: Nicole Cutty e Megan McDonald são alunas do ensino médio na pequena cidade de Emerson Bay, Carolina do Norte. Quando elas desaparecem de uma festa na praia em uma noite quente de verão, a polícia inicia uma busca maciça. Nenhuma pista é encontrada e a esperança é quase perdida, até Megan milagrosamente aparecer depois de escapar de um bunker no fundo da floresta.Um ano depois, o best-seller de sua provação transformou Megan de heróina local para celebridade nacional. É uma história triunfante e inspiradora, exceto por um detalhe inconveniente: Nicole ainda está desaparecida.
A irmã mais velha de Nicole, Livia, é uma perita forense e espera que em um breve dia o corpo de Nicole seja encontrado e entregue a alguém como ela para analisar as provas e finalmente determinar o destino que sua irmã teve. Em vez disso, a primeira pista para o desaparecimento de Nicole vem de outro corpo que aparece no necrotério, de um jovem ligado ao passado de Nicole. Livia vai até Megan para pedir ajuda, esperando descobrir mais sobre a noite em que as duas foram levadas. Outras meninas também desapareceram e Livia está cada vez mais certa de que os casos estão conectados.
Mas Megan sabe mais do que ela revelou em seu livro best-seller. Flashes de memória estão se juntando, apontando para algo mais escuro e mais monstruoso do que sua memória descreve. E quanto mais ela e Livia cavam, mais elas percebem que às vezes o verdadeiro terror está em encontrar exatamente o que você está procurando.

Megan e Nicole moram em Emerson Bay, após uma festa à beira do lago elas são sequestradas e a partir daquele momento toda a policia está em uma busca frenética atrás das garotas. 
Sem pista alguma das garotas, as pessoas começam a perder as esperanças, mas uma bela noite Megan consegue fugir do local em que estava sendo mantida em cativeiro.

Ao pedir ajuda para um carro na estrada a sua sorte começa a mudar, mas naquele momento ela descobre uma noticia assustadora ... onde está a outra garota que foi sequestrada?
Apenas Megan estava naquele local, não foi encontrado nenhum vestígio de Nicole. Na verdade, ela nem sabia que Nicole também estava desaparecida.

Um ano se passou e ninguém tem pista alguma sobre Nicole. Enquanto Megan está sendo exaltada pela mídia como uma sobrevivente, Nicole está sendo esquecida e continua desaparecida. 
Lívia a irmã mais velha de Nicole, decidiu seguir carreira em patologia forense. Ela deseja levar paz para as famílias, ela deseja ser excelente em seu trabalho, pois ela gostaria que alguém tivesse esse tipo de cuidado caso encontra-se o corpo de sua irmã.
Quem sabe um dia ela não seja a pessoa que irá analisar o corpo da irmã, ela ficaria em paz em saber como sua irmã morreu.

Lívia usa seu tempo para estudar e praticar defesa pessoal, ela precisa não apenas manter-se segura como também extravasar a raiva. Afinal, ela sente-se culpada por não ter atendido a ligação da irmã. Caso ela tivesse atendido, talvez Nicole tivesse tido uma chance e agora não estaria desaparecida. 
Um belo dia o corpo deteriorado de um jovem chega para analise, mas nada faz muito sentido naquele caso e em uma reviravolta interessante a patologista forense descobre que aquele rapaz anteriormente era o namorado de sua irmã.

Então embarcamos em uma jornada interessante, descobrindo pistas e tentando desvendar o mistério sobre o sequestro de Nicole. Lívia nem sequer imagina que as coisas que irá descobrir sobre a irmã serão fortes demais, mas ela precisa solucionar esse mistério.
Ela acaba pedindo ajuda de Megan que também se sente culpada, enquanto ela está nos holofotes, Nicole está sendo deixada de lado. Parece que quase ninguém se importa se Nicole está viva ou não, eles só querem esquecer essa tragédia e exaltar Megan por ter conseguido escapar.

O livro intercala entre passado e presente, fazendo com que o leitor vá montando as peças aos poucos e a cada momento você pode desconfiar de alguém, qualquer um pode ser o sequestrador. 
A história é muito bem escrita, o leitor fica completamente eufórico com esse mistério. Quando algumas reviravoltas começam a acontecer você não sabe mais o que fazer, mas uma coisa é certa: terminar o livro é prioridade para que você possa descansar seu pobre coração.

Infelizmente eu tenho um sério problema com livros assassinos e etc, pois em quase todos os livros eu descubro quem está por trás das coisas antes do "ideal". Então só me resta descobrir a motivação.
Isso sempre acontece em capítulos que não tem nada muito importante e quando eu percebo eu descobri quem é; deve ser um "dom".
Mas, falando sério eu estou lendo atualmente o primeiro livro de uma série e no sexto capítulo descobri quem matou a menina; assim fica difícil de me surpreender. 

O final é eletrizante e se não fosse a minha "habilidade" eu não imaginaria quem estaria por trás de tudo isso. Chega a ser surreal como foi bem bolado toda a trama e como o sequestrador é alguém quase inimaginável. 
Foi a minha primeira vez lendo algo do autor e com certeza pretendo ler outros livros assim que surgir oportunidade.

Se você gosta de um livro cheio de suspense, perturbador e quase insano, essa é uma boa pedida. 
Não encontrei qualquer erro durante a leitura, a diagramação está maravilhosa. Podemos observar que os flashs backs são colocados em páginas de cor cinza e fica ótimo de acompanhar visualmente a mudança entre passado e presente, pois as páginas que contam o presente são amareladas. 

Uma vida pode acabar, mas as vezes um caso dura para sempre.

7 comentários

  1. "Terminar o livro é prioridade para que você possa descansar seu pobre coração."
    EU MESMA LENDO ESSE LIVRO haha nem conseguia dormir sem acabar. Na verdade, com todos do gênero, menos com os chatos.
    Ah, isso de descobrir no início ou na metade é bem chato mesmo. Mas, eu relevo se tiver uma boa motivação e outras coisas atrativas.

    bjs
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  2. Sem sombra de dúvidas, uma das minhas melhores leituras já neste ano! Comecei o livro já com muita expectativas, mas nem de longe, imaginaria que seria tudo que foi.
    Tem suspense, tem reviravoltas, tem tudo! É o típico cenário perfeito, onde tudo vai se encaixando,mas eu vou admitir, nunca mataria a charada no final.rs Passei bem longe do desfeche e terminei o livro com a boca aberta e me perguntando : Como assim???
    Leitura mais do que recomendada!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. ALICE!
    Estou com A Garota do Lago aqui para ler e já quero esse também.
    Gosto demais de livros que alternam passado e presente.
    E aqui ainda tem toda a trama dos sequestro e a mente doentia do sequestrador, acoplados a uma escrita que prende o leitor que só quer deixar o livro quando resolver toda a trama, achei fantástico e quero ler.
    “Não cruze os braços diante de uma dificuldade, pois o maior homem do mundo morreu de braços abertos!” (Desconhecido)
    BOA PÁSCOA!
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  4. Eu não sou muito fã de quando a história intercala passado e presente mas esse fator parece fazer toda a diferença na construção do suspense, que tem cara de série de tv, muito interessante e fiquei bem curiosa depois de ler tua resenha que mesmo com o seu dom a história foi classificada com 5 estrelas, o que é super positivo ;)

    ResponderExcluir
  5. Oi!!
    Saque que eu também tenho essa habilidade de conectar as coisas com poucos pontos? No meu caso acho que é simplesmente porque eu leio e assisto muita coisa do gênero.
    Independente disso, eu gosto de descobrir os motivos por trás de tudo. Spoilers só me fazem ter mais motivação para ler o livro. (Risos)
    Achei legal a editora ter pensado em dividir os momentos entre passado e presente por cores. Ajuda muito!!
    Beijos!
    Nerd Fox

    ResponderExcluir
  6. Achei o livro previsivel. Eu contatava muitas cena e ações dos personagens com facilidade e isso acabava me decepcionando porque não era atitudes inesperadas

    ResponderExcluir
  7. Boa noite,

    Li e resenhei esse livro no blog, gostei demais e sou suspeito em falar.....kkkk...parabéns pela resenha...bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!