22 março 2018

Resenha: A Parte que Falta


Autor: Shel Silverstein
Editora: Companhia de Letrinhas
Número de Páginas: 112
Ano: 2018
Avaliação:  ☆☆☆☆☆
Sinopse: O protagonista desta história é um ser circular que visivelmente não está completo: falta-lhe uma parte. E ele acredita que existe pelo mundo uma forma que vai completá-lo perfeitamente e que, quando estiver completo, vai se sentir feliz de vez. Então ele parte animado em uma jornada em busca de sua parte que falta. Mas, ao explorar o mundo, talvez perceba que a verdadeira felicidade não está no outro, mas dentro de nós mesmos.Neste livro, leitores de todas as idades vão se deparar com questionamentos sobre o que é o amor e quanto dependemos de um relacionamento ou parceira para nos sentirmos plenamente felizes.

Nesse livro infantil somos apresentados a diversas reflexões. O personagem principal é um ser circular que está incompleto e entra em uma grande busca para achar a parte que está faltando, mas será que essa busca terá um fim?
Durante sua jornada ele vai mostrando ao leitor as coisas que lhe agradam, ele acaba encontrando várias partes durante a jornada, mas nenhuma parece encaixar corretamente nele. Tem parte que quebra, parte que é pequena demais, grande demais e tem parte que não é parte de ninguém, ela já se sente completa.
Sua busca não é feita apenas de coisas boas, em seu caminho o ser circular encontra diversos desafios. 

Mas, ao encontrar uma parte que lhe cabe perfeitamente as coisas começam a mudar. Ele não consegue aproveitar as situações que antes lhe proporcionavam felicidade.
Não consegue cantar, maravilhar-se com uma borboleta pousando nele ou até mesmo parar para conversar.

Então em meio a muitas reflexões, podemos perceber como isso se encaixa na vida do ser humano. As vezes procuramos algo que está faltando em nossa vida, ao invés de pensarmos o quanto já somos completos. Sempre vai faltar alguma coisa em algum aspecto da sua vida, é preciso saber lidar com as faltas.
Nem sempre tapar todos os buracos vai ser suficiente, pois em algum determinado momento você sempre irá achar que algo está faltando.

Deixamos de aproveitar os pequenos prazeres da vida em busca de um ideal de perfeição praticamente inalcançável. Preferimos dar lugar para o "ser completo" segundo os padrões que são impostos, do que dar lugar para o ser feliz
O livros nos mostra e nos faz refletir que você já é completo, você já é suficiente, você precisa desapegar dessa ideia de que necessita de uma parte para ser inteiro.
Infelizmente lidar com essa incompletude não é nada fácil.

De um jeito simples, delicado e certeiro A Parte que Falta toca fundo no leitor de várias formas. Gostei muito da leitura e com certeza não imaginava que iria ficar tão apaixonada por esse livro. 
O livro está sendo relançado pela Companhia das Letrinhas e trata-se de um exemplar que possui capa dura.
Vale muita a pena dar uma olhada nesse livro, é uma excelente aquisição para a sua coleção literária.
Não sou a parte que te falta. Não sou parte de ninguém. Sou parte completa (...)

5 comentários

  1. Excelente, não é mesmo?

    Me lembro da primeira vez que o li. Comprei-o despretensiosamente e, para minha surpresa, fui tomado por inúmeras reflexões e um silêncio completo depois da leitura.

    É um daqueles livros fantásticos. Extremamente ricos em sua simplicidade.

    Abraços!

    Sobre devaneios e fascínio educacionais, acesse: http://confabulandocomtiohelder.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Alice!
    Acredito mesmo que o autor quis fazer uma analogia com a nossa vida humana.
    A felicidade está dentro de nós, não adianta irmos buscá-la em outros lugares ou pessoas.
    Deve ser um livro lindo e reflexivo.
    “Não acredite em tudo que ouvires! Há mentiras que sempre serão ditas, e verdades que jamais serão pronunciadas...” (Eliane Azevedo)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MARÇO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  3. Sempre me pego perguntando o que falta. Será mesmo que falta?
    Por que pensar que falta algo e este algo está em outro lugar ou outra pessoa? Não podemos nós, solitários, sermos felizes,mesmo faltando um pedacinho aqui e outro ali?
    Adorei o livro e recomendo a todos!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Pela resenha já deu pra perceber como esse livro leva a reflexão, a resenha está muito bem escrita e inspirada e já me vi pensando nessa questão de sempre estar faltando algo pra nos completar e como devemos lidar com isso. Curti o ..."é preciso saber lidar com as faltas" que você escreveu no texto e curti muito a resenha ;)

    ResponderExcluir
  5. O que eu mais gostei nesse livro foi abordar a questão do autoconhecimento e como é um livro curtinho acho que a leitura vai ser bem interessante

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!