Resenha: O Dueto Sombrio - Monstros da Violência


Autora: Victoria Schwab
Editora: Seguinte
Número de Páginas: 448
Ano: 2018
Avaliação:  ☆☆☆☆ (4,5)
Sinopse: Na sequência final de A Melodia Feroz, Kate Harker precisa voltar para Veracidade e se unir ao sunai August Flynn para enfrentar um ser que se alimenta do caos.
Kate Harker não tem medo do escuro. Ela é uma caçadora de monstros — e muito boa nisso. August Flynn é um monstro que tinha medo de nunca se tornar humano, mas agora sabe que não pode escapar do seu destino. Como um sunai, ele tem uma missão — e vai cumprir seu papel, não importam as consequências.
Quase seis meses depois de Kate e August se conhecerem, a guerra entre monstros e humanos continua — e os monstros estão ganhando. Em Veracidade, August transformou-se no líder que nunca quis ser; em Prosperidade, Kate se tornou uma assassina de monstros implacável. Quando uma nova criatura surge — uma que força suas vítimas a cometer atos violentos —, Kate precisa voltar para sua antiga casa, e lá encontra um cenário pior do que esperava. Agora, ela vai ter de encarar um monstro que acreditava estar morto, um garoto que costumava conhecer muito bem, e o demônio que vive dentro de si mesma.
Nesse segundo livro da duologia Monstros da Violência, continuamos a história alguns meses depois da partida de Kate de Veracidade. Ela anda caçando monstros em outra cidade e tenta deixar seu passado para trás. Kate tenta com todas as forças não ser uma Harker, mas infelizmente não dá para fugir de si.
August também está tentando deixar seu passado para trás. Antes ele queria ser humano, tentava de todas as formas imitar os seres humanos, mas agora ele entregou-se a escuridão. Ele está lutando ao lado de seu pai e dos membros da FTF para eliminar o máximo de monstros possíveis - assim como pecadores. 
Eles vivem em um mundo onde atos de violência acabam criando monstros e August é um desses monstros e ele é responsável por ceifar a vida de pessoas que cometem tais atos. 

Um novo monstro acaba surgindo e após a luta entre ele e Kate, a garota decide que está na hora de voltar para Veracidade. O novo monstro está indo para lá e ela precisa detê-lo antes que ele destrua todos os seres humanos que restam. 
August está tendo problemas, ele não consegue parar de caçar. Ele não aguenta mais ver pessoas morrendo e está tentando de todas as formas lutar com toda a sua força para manter os monstros longe, mas tudo começa a piorar quando os seres humanos começam a virar-se uns contra os outros sem nenhum motivo. 

Kate terá de aprender a lidar com a fúria/destruição que está em sua mente, ela não pode sucumbir, caso contrário muitas pessoas irão morrer. Ela também terá de lidar com seu pecado, o erro que ela cometeu fez com que um monstro ganhasse vida. E esse monstro está solto por ai, matando outras pessoas.
Enquanto faz tudo isso, ela ainda ajudará August a lidar com o novo monstro que começa a atacar. 

Temos novos personagens sendo introduzidos nesse livro com personalidades interessantes e distintas. 
Também acompanhamos a tristeza dos personagens, as consequências de suas escolhas e todo o terror que eles precisam combater diariamente. Em alguns momentos vemos os personagens fraquejarem, mas mesmo assim eles precisam levantar e lutar, caso contrário vidas serão perdidas no processo. 
Gostei do modo como temos criticas sutis - algumas não são tão sutis - e inteligentes a sociedade, apesar de ser uma fantasia, as criticas aplicam-se muito bem para a atualidade. 
A fantasia criada pela autora nesse universo é assustadoramente interessante. Todo o terror, os monstros e a violência, é tudo muito envolvente e faz com que o leitor fique grudado na leitura esperando um final feliz, ou no minimo um final onde os personagens fiquem vivos e possam lutar mais um dia. 

Adorei o final, apesar de ter ficado um pouco triste. O final não dá um fim a todos os problemas, mas dá um final digno a grande maioria deles. Talvez fosse interessante ter um conto extra dessa duologia.
No mais, não tenho muito a acrescentar sem dar spoiler. A diagramação segue igual a do livro anterior, inclusive é uma das minhas coisas preferidas nesses livros. 
Não encontrei erros durante a leitura e a capa segue o mesmo estilo da capa anterior. 

Estou disposto a me entregar às trevas se isso mantiver os humanos sob a luz.

10 comentários:

  1. Li muita coisa positiva sobre estes dois livros nos últimos tempos e isso só fez aumentar minha vontade de lê-los!
    Escolhas sempre trazem consequências e parece que este livro é mais sobre isso.
    O desenvolvimento dos personagens também foi bem visível e engrandecedor ao enredo.
    Espero ler em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Alice!
    Não li o primeiro, nem esse, mas vejo sempre bons comentários e pelo visto, você gostou também, menos do final.
    E ainda teve o fato da repetição.
    Quando o enredo é inteligente e a escrita fluida, facilita muito a leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Gosto de livros onde a fantasia é bem desenvolvida!! A autora com sua criatividade consegue fazer a junção perfeita entre a fantasia, romance e suspense. Personagens bem elaborados fazem com que a história flua bem!! A capa do livro realmente está linda e atrativa!!

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da ideia dessa duologia! Achei muito criativo e sinistro esse lance dos monstros poderem roubar a alma das pessoas com notas musicais! Ainda não li nem o primeiro mas esta na lista. rs
    Pra esse segundo livro, parece que foi um fim digno. Estou muito curiosa sobre essa historia!
    Curti a resenha! ;D

    ResponderExcluir
  5. Adorei o primeiro volume, além de gostar de tudo que leio da Victoria. Espero em breve conferir esse desfecho. Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Alice
    Ainda não li essa duoloia, mas vejo muitos comentários a respeito.
    Mesmo com um fim não agradável penso que vale muito a pena ler. Faz um tempinho que namoro os 2 livros.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Alice, é triste ver que você ficou sentida por não ter encontrado algo mais bem explorado, mas acredito que ainda seja grata pela experiência com uma trama tão incrível. Ainda não li o primeiro livro, mas está na lista de leituras para este ano, pois mesmo ele sendo uma fantasia com personagens jovens, é bom ver que é também um reflexo de como vivemos, com cada ato voltado ao mal gerando algo em consequência. Eu amei a resenha.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  8. Eu adorei ler a sua resenha e, em especial, saber que, para quem quer se aventurar em uma Fantasia densa e inquietante, com personagens caóticos que carregam muita fúria e muitos traços humanos, A Melodia Feroz e O Dueto Sombrio são a pedida perfeita. Tenho desejado conhecer essa duologia desde o lançamento e com a sua resenha, aguçou a minha ansiedade e curiosidade. Amei, amei, amei!
    Beijos, Alice!

    ResponderExcluir
  9. Adorei a sua resenha, desde o lançamento do primeiro livro que eu estou querendo ler essa duologia.
    Adorei a capa é linda.
    Gosto quando aparecem novos personagens e fiquei curiosa sobre esse final que mencionou, e torço para ter um conto extra para mostrar o final de todos os problemas.

    ResponderExcluir
  10. Não li o primeiro livro, mas acho que deu pra entender a história, Kate é uma caçadora de monstros, achei muito interessante, tanto a Kate quanto o August, que me parece que nesse segundo livro ele já não tem aquela idéia fixa de se tornar um humano.Já gostei muito e quero ler!!

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!