setembro 14, 2018

Resenha: Guia do herói para vencer dragões mortais


Autora: Cressida Cowell
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 256
Ano: 2011
Avaliação☆☆☆☆☆
Sinopse: Em Guia do herói para vencer dragões mortais, sexto livro da série de Cressida Cowell — cujas aventuras inspiraram a adaptação cinematográfica dos estúdios DreamWorks —, Stoico, o Imenso, Chefe da Tribo dos Hooligans Cabeludos, e Bertha, a Peituda, Chefe da Tribo das Ladras do Pântano, fazem uma aposta: cada um tem até o final do dia para provar qual das duas tribos é a melhor na arte de roubar. Como sempre, o dragãozinho Banguela apronta das suas e acaba incinerando o precioso livro roubado por Stoico, obrigando Soluço e seus amigos inseparáveis, Perna-de-peixe e Camicazi, a encararem uma perigosa missão.Montados em um Dragão Furtivo, que Camicazi roubou de sua mãe, Bertha, que por sua vez, o roubou de Insensato, o Chefe mais assustador de todo o mundo bárbaro, nossos improváveis heróis partem para a Biblioteca Pública dos Cabeças-ocas, protegida pelo terrível Bibliotecário Cabelo Assustado. Considerados uma influência civilizadora extremamente perigosa, os livros foram banidos de todo o território viking, permanecendo devidamente isolados nos labirintos da Biblioteca, localizada na Ilha Esqueça-me. Porém, durante sua missão para roubar o único livro considerado útil por Stoico, o volume Como treinar o seu dragão, escrito pelo Professor Tosco Traste, Soluço começa a contestar o decreto e fica cada vez mais certo da importância dos livros e de como eles podem, literalmente, salvar vidas.
Nesse livro Soluço (filho do chefe da tribo dos Hooligans Cabeludos) completará 12 anos, e será seu terceiro aniversário - ele faz aniversário em 29 de fevereiro. Mas, como um dia na vida do jovem viking nunca é normal ... ele terá de lidar com o fato de que seu pequeno dragão Banguela acabou de destruir um livro. 
Livro esse que o pai de Soluço usaria para tentar vencer uma aposta entre tribos - eles irão decidir quem é o melhor na arte de roubar. 
Será que o pai de Soluço vai vencer a aposta sem o volume do livro Como treinar o seu dragão?

O livro que Banguela acabou destruindo, foi roubado de uma biblioteca assustadora com vários perigos mortais, e agora cabe a Soluço e seus amigos irem na biblioteca roubar a segunda edição para tentar colocar no lugar antes que alguém descubra. 
Seria uma tarefa "muito simples" se eles não precisassem roubar um dragão invisível que a mãe da amiga de Soluço roubou, e se o dono do dragão junto com sua tribo assassina e fedorenta não viesse atrás deles.
Juntando tudo isso ao fato de que o protetor da biblioteca é um assassino que tenta a todo custo fatiar os meninos enquanto eles tentam roubar o livro ... talvez, apenas talvez essa aventura fosse fácil. Mas, estamos falando de Soluço, nada é fácil quando ele está envolvido. 

Como sempre a autora faz a obra ser incrível. Eu li esse livro muito mais rápido que os anteriores, não achei erros durante a leitura e adorei a história. 
A aventura desse volume acontece em apenas um único dia e como sempre, podemos observar várias ilustrações no decorrer da leitura. 

5 comentários

  1. Olá Alice!
    A leitura deste parece ter sido mais rápida, bom que parece fluir bem.
    Qro mto ler os livros, tô curiosa!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Essa aventura parece ser bem fluida e acompanhar esse dia na vida de Soluço e seus amigos deve ser muito bom. A série parece ir melhorando mais e mais e pelo que tenho acompanhado nas resenhas vale a pena ler e ter, as ilustrações devem tornar os livros ainda mais bonitos <3

    ResponderExcluir
  3. Parece que a cada livro lançado, é possível ver que não somente a amizade vai se fortalecendo, como a inclusão de novos personagens também é algo que precisa acontecer.
    Foi realmente foi uma leitura mais leve e creio eu, mais descontraída!!!
    Espero ler a série em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Adoro essa capa e esse livro é maravilhoso.
    Banguela como sempre aprontando das dele.
    Eu adoro a escrita da autora, quando começamos a ler nos prendo tanto que acabo me impressionando por que quando menos imaginamos já estamos no fim.
    Soluço e Banguela são uns amores, é impossivel não se apaixonar por essa dupla encrenqueira.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Alice
    A leitura desse livro é rápida, mas parece ser muito envolvente.
    Estou muito curiosa para descobrir essas aventuras de Soluço e seus amigos.
    Beijos

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!