Resenha: Irmãos de Sangue - A Sina do Sete


Autora: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 288
Ano: 2018
Avaliação:  ☆☆☆
Sinopse: A misteriosa Pedra Pagã sempre foi um local proibido na floresta Hawkins. Por isso mesmo, é o lugar ideal para três garotos de 10 anos acamparem escondidos e firmarem um pacto de irmandade. O que Caleb, Fox e Gage não imaginavam é que ganhariam poderes sobrenaturais e libertariam uma força demoníaca.
Desde então, a cada sete anos, a partir do sétimo dia do sétimo mês, acontecimentos estranhos ocorrem em Hawkins Hollow. No período de uma semana, famílias são destruídas e amigos se voltam uns contra os outros em meio a um inferno na Terra.
Vinte e um anos depois do pacto, a repórter Quinn Black chega à cidade para pesquisar sobre o estranho fenômeno e, com sua aguçada sensibilidade, logo sente o mal que vive ali. À medida que o tempo passa,
Caleb e ela veem seus destinos se unirem por um desejo incontrolável enquanto percebem a agitação das trevas crescer com o potencial de destruir a cidade.
Em Irmãos de Sangue, Nora Roberts mostra uma nova faceta como escritora, dando início a uma trilogia arrebatadora em que o amor é a força necessária para vencer os sombrios obstáculos de um lugar dominado pelo mal.

Nesse primeiro volume da trilogia A Sina dos Sete, vamos conhecer a história de Caleb, Fox e Gage. Os três garotos fazem aniversário no mesmo dia e queriam comemorar os 10 anos de forma única, por isso decidem mentir para os pais e acabam indo para dentro da floresta acampar na misteriosa Pedra Pagã. 
Depois de um pacto de sangue a vida desses garotos nunca mais será a mesma, pois após o pacto, algo maligno foi libertado e poderes sobrenaturais foram adquiridos.

A cada sete anos no período de sete dias, as coisas na cidade de Hawkins Hollow ficam completamente insanas. Acontecem assassinatos, suicídios, estupros, animais ficam violentos e todo o tipo de atrocidade acontece no local, é o verdadeiro inferno na Terra.
Os três garotos tentam combater o mal que assola a cidade, mas vinte um anos já se passaram e nada parece derrotar aquele demônio.
Os garotos tornaram-se homens e fazem de tudo para manter os habitantes da cidade seguros, mas infelizmente nem sempre é possível. 

Quinn é uma jovem escritora que está interessada na história da cidade e vai até lá para descobrir o que acontece de fato com os habitantes de Hollow. Ela está empenhada em escrever seu livro e já fez isso diversas vezes, talvez Quinn seja uma peça importante nessa história toda, visto que nenhum dos três conseguiu descobrir nada de novo em todos esses anos acerca do mal que libertaram e por que ele ainda está ali?!

Caleb fica imediatamente interessado em Quinn e pelo modo como ela relata as coisas, talvez um olhar diferente em toda a história seja o que eles precisam para descobrir os segredos que toda essa situação esconde. Sem contar que existe algo sobrenatural que os une de uma forma que os dois não conseguem explicar!
Assim que Quinn começa a ver a aparição do demônio/garoto que é responsável por todo o mal, Caleb sabe que tem algo especial nela.

As coisas vão ficando cada vez mais intensas e Quinn acaba descobrindo que existe outra mulher que foi atraída para a cidade, talvez ela também faça parte de todo aquele mistério que eles precisam resolver.
O moradores da cidade mal conseguem lembrar do que acontece naquele período e a ajuda nunca chega, é como se todos fechassem os olhos para a cidade; talvez exista um veio invisível pairando sobre o local e isso acaba deixando todos a própria sorte. Por isso Caleb, Cage e Fox se empanham tanto em lutar contra essa força maligna. Eles poderiam ter dado as costas para tudo isso, mas não fizeram!

O livro é cheio de mistérios e tem uma mitologia muito boa por detrás. Alguns segredos são revelados, mas não o suficiente para descobrirmos o que exatamente está acontecendo e por quê.
Temos aparições, experiências com o passado e o futuro, e personagens que despertam muita curiosidade. 
Demorei um pouco para finalmente terminar o livro, mas depois que peguei o ritmo eu não conseguia largar a leitura. 

Gosto muito da autora e da sua escrita, mas acho que o relacionamento entre Caleb e Quinn foi extremamente rápido. Eu entendo as motivações por trás de tudo, toda a situação com o passado e etc, mas ainda assim achei tudo em um ritmo muito frenético. De qualquer forma espero que tudo seja melhor trabalhado/abordado na continuação.
Os personagens que envolvem todo o mistério tem personalidades distintas e interessantes, mas fiquei um pouco de saco cheio da Layla, espero que ela melhore no segundo livro. 

A autora jogou uma informação muito importante nesse primeiro livro, achei ousado e bastante criativo. Creio que dá para fazer uma trama muito empolgante na continuação e começarei a leitura do próximo livro ainda essa semana. 
Tenho uma queixa quanto ao final desse livro, pois a luta foi um tanto quanto sem graça! No mais foi uma boa leitura.
Gostei muito da diagramação, não encontrei erros enquanto lia e não tenho nada de negativo para citar sobre o trabalho físico do exemplar. 

Naquelas curtas semanas do mês mais curto do ano, ficara sabendo que não eram apenas ele e seus dois irmãos de sangue que estavam destinados a enfrentar aquela ameaça. Agora havia três mulheres também envolvidas na situação

8 comentários:

  1. Eu ainda fico impressionada com a maneira que Nora tem de passear por várias vertentes da literatura e ainda assim, ser maravilhosa em todos!
    Essa maneira dela construir um cenário com magia, fantasia e uma ponta de suspense é algo incrível e mesmo que ainda não tenha começado esta série, tudo que li até agora foi super positivo!
    Não vejo a hora de conferir!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Já vi umas coisas legais dele, é um livro interessante e parece melhorar nos próximos volumes. Achei legal essa ideia da magia na história, as coisas do mal, os três personagens e toda a jornada de anos tentando mudar as coisas pra cidade. A ligação com a garota e como isso vai se desenvolver, os mistérios...tem muita coisa legal. Mas confesso que acabei deixando esses livros de lado. Não chamaram tanta atenção ainda pra ler. Queria pegar algo mais simples da autota pra começar porque nunca li nada dela. Mas quem sabe uma hora não acabo pegando pra conhecer...no mínimo a história prende pela curiosidade de saber como vão resolver tudo isso.

    ResponderExcluir
  3. Olá!!! Eu já li alguns livros da Nora Roberts e gosto muito da escrita dela, esse parece ser incrível com essa mistura de suspense, ação, romance e sobrenatural, os personagens parecem ser bem fortes (já simpatizei com a Quinn) o que eu adoro, e gostei também de saber que a personagem deste livro é uma escritora, espero lê-lo em breve e me apaixonar mais uma vez pela escrita da Nora.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Alice!
    Assim como você também gosto da escrita da Nora Roberts, mas confesso que nunca li um livro sobrenatural dela, acho que é por isso que fico adiando a leitura da trilogia A Sina dos Sete... mas pretendo ler futuramente, só não sei quando e não acontecerá nesse ano...
    Eu até gosto quando o relacionamento dos protagonistas acontece rápido, então acredito que não terei problemas com isso. Hum, espero que a autora dê uma melhorada nos próximos livros em relação a luta final.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Alice!
    Comigo já acontece um amor profundo pela escrita da autora.
    Ela sempre tem um tema principal, como aqui, a história dos amigos fazerem tipo uma pacto e abrirem as portas para os seres malignos e sempre consegue inserir um pouco de romance na história, acho isso fascinante.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Oiee!
    Apesar de amar os livros da Nora, essa série não me enfeitiçou, gosto muito dela escrevendo seus romances "normais", sobrenatural não é pre mim, mesmo tendo lido tantas recomendações e elogios.
    Vou deixar pra quem gosta do gênero e da junção com a autora.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Gostei. Curto histórias sobrenaturais. Preciso ler, até para dizer que pelo menos um livro da Nora Roberts eu li.

    ResponderExcluir
  8. Nunca cheguei a ler nada dessa trilogia da autora e nenhum de seus livros de suspense último livro que eu li dela foi um romance de época e eu garanto que ela é ótima nesse segmento literário mas eu sei que ela escreve com vários escritores fantasmas acho que deve ter sido por isso que não fiquei atraída pelos livros de suspense dela

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!