Resenha: Quando Ela Desaparecer


Autor: Victor Bonini
Editora: Faro Editorial
Número de Páginas: 272
Ano: 2019
Avaliação:  ☆☆☆☆☆
Sinopse: “QUAL A ARMA MAIS LETAL DO MUNDO?OS SEGREDOS DAS PESSOAS.”
Do autor de O CASAMENTO e COLEGA DE QUARTO
Uma garota de dezesseis anos desaparece durante uma excursão escolar. Mas não se trata de qualquer garota. Dois anos atrás, ela esteve à beira da morte, e quando foi encontrada, ninguém acreditou que sobreviveria.
Agora, há dois meses desaparecida, não restam dúvidas de que esteja morta. Rastros de sangue e um colar arrancado são as únicas pistas. Pressionados, os policiais estão desesperados por respostas, mas ninguém na longa lista de suspeitos parece ter forte motivação para cometer um crime.
Até que o caso vira de cabeça para baixo e segredos muito bem enterrados emergem para revelar o lado cruel de um lugar aparentemente tranquilo. No meio de tantos possíveis culpados, os inocentes é que estão mais aflitos… porque alguns deles começaram a morrer.

Kika desapareceu em uma excursão escolar de um jeito que ninguém consegue explicar. Há dois anos atrás, Kika estava a beira da morte e foi encontrada antes que o pior acontecesse; agora ela está desaparecida e a polícia de Guarulhos está correndo contra o tempo para tentar acha-lá com vida. 
Em capítulos intercalados com presente e passado, vamos acompanhando a história de vida de Francisca Silveira do Carmo, mais conhecida como Kika.

Quando o delegado Lauro começa a investigar a vida de Kika, muitos suspeitos começam a surgir durante o percurso. Mas, quem será que a sequestrou? 
A garota era odiada pela grande maioria das meninas com quem estudava, ela era bonita e chamava a atenção; esse era um grande motivo para os olhares de inveja e piadinhas maldosas por parte das garotas. 
Ao longo da narrativa vamos descobrindo algumas coisas sobre Kika que ninguém imaginava. A vida dela era repleta de segredos e talvez um deles seja a peça chave para finalmente descobrir quem a levou embora. 

O livro é dividido em página "coloridas". Nas páginas cinzas acompanhamos o depois, elas contém a interação da mãe de Kika com o detetive Conrado Bardelli.
Essa parte tem muito a acrescentar na narrativa! A cada conversa entra Maria João e o detetive, mais curiosidade vai despertando no leitor. Vamos ficando cada vez mais surpresos com as pequenas relevações que vão surgindo e isso aumenta mais o mistério acerca do que aconteceu com Kika. 
A personagem principal é intrigante e "pintada" de diferentes formas durante a leitura. Cada um tem um jeito de ver e descrever Kika, mas para a mãe, ela é uma garota esforçada e bastante perseguida por ser bonita. Ela não é perfeita, mas é uma boa filha na medida do possível. 

A leitura é em um estilo reportagem, por isso o tom realista é bastante presente. Você realmente acredita que tudo aquilo aconteceu. Por muitas vezes me vi tentada a pesquisar o caso no google para ter certeza que não era real!
Inclusive tive a sensação de estar lendo um dossiê acerca do caso em questão, o que fez a experiência dessa leitura tornar-se cada vez mais realística ❤
A escrita do autor é muito consistente e bastante fluida! Essa foi a primeira vez que li algo do mesmo e foi uma experiência incrível. Pretendo no futuro ler os outros livros dele para ver os casos com a participação do Detetive Bardelli. 

O livro tem um pouco de tudo: dramas, segredos, assassinatos e reviravoltas. O final com certeza vai deixar o leitor de queixo caído por tamanha frieza e surpresa ao descobrir finalmente a verdade por detrás de todo o mistério acerca do desaparecimento de Kika. 
Tenho plena certeza que os fãs do gênero irão amar a leitura.

"A polícia tem lista de suspeitos, parabéns. Mas suspeitos de que mesmo? Alguém esqueceu que a investigação é pra encontrar uma menina?"

• Alice Aguiar • 30 anos, taurina, mora com o marido, dois hamster's e sua coleção de livros. Apaixonada por seriados, filmes, livros e quadrinhos.

2 comentários:

  1. Parabéns pela resenha amiga, sem dúvidas eu fiquei curiosa com este livro, tanto pelo ponto de vista da narrativa e do mistério quanto pela diagramação e as cores que você citou!

    Beijos Mila

    ResponderExcluir
  2. Puxa, está aí um gênero que eu amo de paixão e mesmo conhecendo pouco do trabalho do autor, dá para perceber nitidamente que o nível dele vem é subindo muito com seus trabalhos.
    Primeira resenha que leio deste lançamento e já quero demais saber o que aconteceu com Kika e claro, saber de todos os mistérios que a cercaram ou cercam!
    O livro vai para a lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir