Resenha: O Duque e Eu - Os Bridgertons


Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 288
Ano: 2013
Avaliação☆☆☆☆☆
Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo.Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta.
Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Simon Basset é o mais novo Duque de Hastings; ele acabou herdando o título logo após a morte de seu pai. O antigo Duque não gostava do filho, achava que Simon era um grande idiota que nunca serviria para nada devido ao seu problema de fala, Simon não conseguia falar corretamente e por causa disso gaguejava muito. 
Então ele decidiu que iria se esforçar mais para ser aceito pelo pai e ser um filho perfeito como o mesmo desejava, não importava o quanto Simon tentasse, o Duque sempre menosprezava seus esforços. 

Agora com o antigo Duque morto, Simon tem certeza que o pai teria orgulho de quem ele se tornou, mas Simon não se importa mais com isso (ou pelo menos finge não se importar), agora ele quer viver a vida da melhor forma e deseja não dar continuidade a linhagem dos Basset's. Mas, seria uma pena se ele não tivesse conhecido Daphne, uma das irmãs de seu melhor amigo.

Daphne foi criada em uma família grande e amorosa, muito diferente de Simon. Ela deseja se casar e ter filhos, mas infelizmente ninguém a olha como uma esposa em potencial, todos a vêem como uma boa amiga e não como uma mulher desejável. 
Os únicos homens que a pediram em casamento não despertaram o interesse dela e Daphne está tentando pelo menos arranjar um marido decente.

A jovem acaba conhecendo Simon depois de uma grande confusão com um homem que está desesperado para casar com ela, naquele mesmo instante por alguns segundos Simon a acha atraente, mas depois de saber quem ela é, ele sabe que ela é "proibida". Afinal, não é aceitável mexer com a irmã do melhor amigo!
Depois do encontro dos dois no baile, Simon tem a brilhante ideia de fingir cortejá-la para que as moças solteiras e suas mães parem de persegui-lo [todas estão desesperadas para arranjar um casamento e quem sabem se tornarem Duquesas ou qualquer título importante na sociedade] e Daphne também terá vantagens, afinal se ela estiver sendo cortejada por um Duque, quer dizer que vale muito a pena como esposa.
O plano deles começa a dar muito certo, porém quando o sentimento entre eles aflora, as coisas vão ficando cada vez mais complicadas.

Simon é gentil, bonito e um homem muito contido nas palavras, mas quando está com Daphne ele consegue ser muito falante.
A Viscondessa [mãe de Daphne] acha que Simon será um marido perfeito para a filha, apesar de ter alertado a mesma para que ficasse longe dele - afinal, libertinos são perigosos e podem manchar a reputação de uma dama.
Daphne é a quarta filha de oito irmãos, ela é muito apegada a família e tem um jeito muito carinhoso/gentil de lidar com as pessoas.
Nesse livro o Duque terá de aprender a lidar com seus problemas se quiser ser feliz, e Daphne pretende ajudá-lo, mas é muito difícil ajudar alguém que não quer ajuda.

Essa foi uma leitura extremamente divertida. Eu comecei a ler em março, mas acabei dando uma pausa para ler outras coisas e retornei a leitura agora em maio. O livro foi tão envolvente que li por completo em apenas um dia.
Os personagens são divertidos e carismáticos, é quase impossível não ficar apaixonada por cada um deles. 
Fiquei muito contente de ter começado a série! O casal tem uma boa química e cada um tem de lidar com seus "demônios pessoais" em determinados momentos, e não temos aquele romance forçado! Realmente existe uma história por trás do romance com um background bem construído.

Temos um carga enorme de ressentimentos familiares e sentimentos diversos, com certeza vai agradar os leitores do gênero.
Essa leitura foi feita em forma de ebook no kindle, por isso não posso opinar sobre a edição física, mas gostei muito da obra digital e não tenho reclamações quanto a ela. 
Em breve pretendo ler o segundo livro e espero ansiosa pela história do primogênito Bridgerton [irmão de Daphne].

Daphne acabou descobrindo que a dor de um coração partido nunca vai embora, apenas fica anestesiado

• Alice Aguiar • 30 anos, taurina, mora com o marido, um hamster e sua coleção de livros. Apaixonada por seriados, filmes, livros e quadrinhos. E quando sobra um tempinho costuma jogar ragnarok mobile.

4 comentários:

  1. Olá! Tudo bem?
    Tenho um carinho muito grande por essa série, e comecei a ler lá em 2016, depois parei um pouco e continuei ano passado. Terminei de ler o último livro mês passado, e digo que amo Bridgertons! Cada um tem sua personalidade e história. Meus favoritos são o 2 e 4!! Boa leitura :)

    L de Saturno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô quase terminando o segundo <3 amei demais.

      Excluir
  2. Olá!
    Ain, que fofo...Eu sou apaixonada por essa serie, eu já li três livros dessa família e cada um me faz encantada de varias maneiras..Continue a ler porque irá amar os demais.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô amando muito!! Quero ler o máximo possível dessa série esse ano!

      Excluir