junho 16, 2019

Resenha: O Lado Obscuro


Autora: Tarryn Fisher
Editora: Faro Editorial
Número de Páginas: 288
Ano: 2019
Avaliação:  ☆☆☆☆

Sinopse: Considerada a obra mais visceral de Tarryn Fisher, você entenderá porque leitores de vários países o elegeram como um dos livros mais especiais de suas vidas.Quando a escritora Senna Richards acorda na manhã de seu aniversário, ela não está em seu quarto. Raptada e trancada numa casa em meio a uma tempestade de neve, ela precisa decifrar as pistas ligadas ao seu passado para conseguir fugir. Forjada pela dor, moldada pelo abandono, Senna se tornou uma mulher que destrói antes de ser destruída...Apenas uma pessoa conseguiu atravessar suas barreiras e conquistar sua confiança, mas isso aconteceu há muitos anos...“Isaac era um estranho, mas foi capaz de enxergar minhas feridas mais do que qualquer outra pessoa.”O cirurgião Isaac encontrou Senna em um momento de caos e vulnerabilidade, depois de um furacão que lançava cinzas sobre suas feridas. Ele a ajudou quando ninguém mais pôde, mas agora, tudo está diferente. Depois de tanto tempo distantes um do outro, os dois estão presos na mesma cabana, e podem ser consumidos por recordações que esperavam esquecer. Além do perigo que os cerca, a escassez de comida e água, e os jogos perigosos do raptor, um sentimento antigo começa a despertar, ameaçando romper novamente as defesas de Senna, o que pode ser fatal.

Senna Richards acorda na manhã de seu aniversário em um lugar completamente desconhecido. Ela está trancada em uma casa no meio de uma tempestade de neve e precisa desvendar as pistas que seu raptor deixou no ambiente se ela quiser sair daquele lugar com vida!
A escritora acaba encontrando Isaac, um cirurgião que a ajudou no passado quando ela mais precisava, porém Senna acabou afastando-se dele. Ele está amarrado em uma cama no andar de baixo.
Mas, a pergunta que "não quer calar": quem teria raptado ela e Isaac, e os trancado naquele lugar? E se Isaac for o mentor de tudo e estiver apenas "brincando com ela"? O que ela deveria fazer se descobrisse que Isaac tramou tudo? 

O livro é dividido em três partes, e na primeira acompanhamos os meses que vão passando enquanto eles estão trancados e vemos ela e Isaac interagindo em meio a todo aquele caos. 
Na segunda parte sabemos um pouco sobre o passado de Senna, toda a dor e coisas ruins que aconteceram com ela, a culpa que ela carrega por causa daquele fatídico dia que desgraçou sua vida, e descobrimos como Isaac e ela se conheceram. 

Depois disso voltamos ao primeiro ambiente, onde ela e Isaac estão presos e vamos acompanhando os dois indo quase a loucura tentando descobrir um jeito de sair daquele lugar antes que a comida acabe ou que um deles surte. 
O livro é narrado pelo ponto de vista de Senna, então temos acesso aos seus pensamentos mais sombrios durante a narrativa.
Apesar de estar extremamente envolvida com a história, eu não consegui me apegar aos personagens, muito pelo contrário, inclusive cheguei a sentir raiva da Senna do começo ao fim. Ela simplesmente "não me desceu"!

Não posso negar que o mistério que cerca toda a situação em que eles se encontram é envolvente, mas o jeito que ela narra tudo não é muito rápido, não chega a ser uma grande enrolação, mas poderia ter ido direto ao ponto em diversas situações!
Também fiquei incomodada com a motivação da pessoa que fez tudo isso acontecer, sinceramente não fez nenhum sentido e foi muito frustrante. Levando em consideração todo o aparato que foi montado, toda a situação de extremo estresse e tudo mais, eu esperava algo muito melhor.
A trama tem muitos pontos sensíveis e tocantes, você realmente consegue sentir o desespero e a angústia dos personagens. Mas, queria ter me envolvido muito mais a ponto de gostar da personagem principal. 

A autora tem uma escrita que eu gosto muito e realmente gostei da leitura apesar dos pontos que eu citei acima.
A Faro Editorial tem caprichado cada vez mais nas edições;essa está maravilhosa! A diagramação é muito bonita, a capa além de linda tem o título em auto relevo e o livro foi muito bem revisado, pois não encontrei nenhum erro.

A espera pela morte é a pior forma de tortura que uma pessoa pode imaginar.

Nenhum comentário

Postar um comentário