Lançamento de Setembro: A Devolvida [Faro Editorial]


Sinopse: ELA FALAVA UMA OUTRA LÍNGUA E NÃO PERTENCIA A NENHUM LUGAR... ERA SEMPRE UMA HÓSPEDE.
Considerado um dos grandes romances da Itália, onde vendeu mais de 250 mil exemplares, com direitos negociados para mais de 25 países, e adaptações no teatro e no cinema, a autora Donatella Di Pietrantonio traz uma história sensível e emocionante.
Aos 13 anos, uma garota é levada do lar abastado onde vive para uma casa estranha e com pessoas que dizem ser seus pais e irmãos.
Na pequena cidade italiana todos conhecem sua história: ela é a criança que os pais naturais, pobres e de família numerosa, “deram” a um parente que não podia ter filhos e que este a devolveu quando a menina frequentava o ensino médio, não por maldade, mas porque a vida pode ser mais complexa do que imaginamos e nos força a fazer escolhas dolorosas.
Ela era a devolvida. Sentia-se como uma estrangeira na nova casa e, desde então, a palavra “mãe” travara em sua garganta. Privada até de um adeus por aqueles que sempre acreditou serem seus pais, ela se vê incrédula ao enfrentar o sofrimento de ser abandonada novamente de forma repentina.
“Minha vida anterior me distinguiu, me isolou na nova família. Quando voltei, falava outra língua e não sabia mais a quem pertencia”.
Forçada a crescer para reintegrar-se ao seu núcleo original, ela vive uma sensação de subtração, de gente esvaziada de significado, e nos ensina em meio à dor como encontrar sentido quando tudo parece desmoronar.

3 comentários

  1. Eita lelê!!!!
    Ainda não tinha lido ou visto nada sobre este super lançamento, mas pelo que li acima, mais uma vez a Faro vai arrasar.
    Um título dolorido e pelo que li, uma história dolorida!
    Já vai para a lista dos mais desejados!!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Nossa só pela sinopse já deu para perceber que essa leitura vai ser daquelas que nos deixam sem chão ao final (e durante) a história, aquelas que a gente é obrigada a recorrer aos lencinhos (do jeito que a gente gosta). Por isso já fiquei bem curiosa e já quero saber mais sobre essa protagonista tão jovem, mas que vai passar por coisas tão fortes e tristes e entender melhor porque tudo isso aconteceu.

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Fiquei um pouco confusa com essa sinopse. No título eu achei até que ela não falava uma língua humana kkkk

    ResponderExcluir