F Resenha: Isso Que a Gente Chama de Amor | Seguindo o Coelho Branco

Resenha: Isso Que a Gente Chama de Amor

julho 19, 2021

 

Autora: Maurene Goo

Editora: Seguinte

Número de Páginas: 304

Ano: 2021

Avaliação:  ☆☆

Sinopse: Desi nunca se deu bem no amor ― até decidir transformar a própria vida em uma novela coreana.
Desi Lee acredita que tudo é possível, basta ter um plano. Foi assim, com método e disciplina, que se tornou a aluna mais brilhante do colégio e uma atleta talentosa. É apenas no amor que Desi nunca se dá bem, colecionando uma sucessão de desastres quando se trata de garotos.
Depois de protagonizar mais um desastre na frente de Luca, um jovem recém-chegado à cidade que logo atrai seu interesse, a garota passa um fim de semana assistindo a k-dramas, certa de que os finais felizes só existem nas novelas coreanas que seu pai tanto ama. É aí que ela se dá conta de que naquelas histórias também existe uma fórmula, um passo a passo que ela poderia seguir ― e conquistar Luca.
Em pouco tempo, sua vida se transforma em um enredo digno de um dorama. Mas ao contrário do que acontece na TV, isso pode não ser o suficiente para ela alcançar seu final feliz…

Desde que perdeu a mãe ainda na infância, todos os passos de Desi Lee foram devidamente calculados para nada sair errado. Desi sempre tem um plano, ela é uma atleta excelente, vai bem nos estudos e está a alguns passos de entrar na faculdade de medicina. 
Desi tem um ótimo relacionamento com o pai, eles cuidam um do outro e apesar dela ter uma vida praticamente perfeita, quando o assunto é romance a garota é um verdadeiro desastre. 

Desi passa um final de semana maratonando k-dramas e acaba descobrindo que existe um padrão, e se ela aplicar esse padrão na vida real? Será possível conquistar alguém seguindo um plano? Depois da vergonha que passou com o jovem Luca Drakos, ela decide que irá colocar seu plano em prática.
Então começamos a ver o drama de Desi tentando colocar seu plano em prática para tentar conquistar Luca, o problema é que isso vai virando uma obsessão, o ponto chega a ser tão critico que Desi se coloca em risco para que o plano dê certo. 

Desi mal conhece o garoto e coloca o bom senso de lado para tentar desesperadamente que seu plano dê certo, é realmente preocupante que as pessoas ao lerem esse livro achem que isso é amor.
Apesar de se mostrar uma personagem madura bem no começo da leitura, é possível ver desequilíbrio quando o assunto é o romance, foi muito difícil de terminar a leitura devido o descontrole emocional que a personagem apresenta. A história dá a entender que todas as atitudes dela são justificáveis e normais, sinceramente foi um incomodo ler esse livro.

Luca é um personagem doce, divertido e traumatizado com relacionamentos, todos os personagens são bem construídos na medida do possível, mas faltou um pouco de profundidade em alguns momentos. Se excluíssemos a loucura de Desi em relação a essa doentia fantasia de romance com esse garoto, o livro teria sido muito legal.
Sabe o que é pior? A obsessão dela não leva a personagem a aprender algo no final da leitura, não temos lições que podemos tirar do livro, pois dá tudo certo com um simples "eu te amo" e fica tudo por isso mesmo (como se amar fosse justificativa para tais atos). Fiquei decepcionada, pois o final foi vergonhoso e basicamente todo o romance é problemático. Apesar de tudo, ainda consegui dar algumas risadas e houveram situações legais. 

Temos bastante representatividade com a cultura coreana, a relação de pai e filha no livro é muito bonita e isso foi realmente tocante. 
É um livro rápido de ler e com uma escrita bem fluída, mas infelizmente por enquanto vou dar uma freada nos livros da autora, pois fiquei levemente traumatizada com essa história. 

Li o livro através da plataforma netgalley, por isso nada a declarar sobre a edição física. 
Apesar de não ter gostado da leitura, como sempre ressalto: você poderá gostar, conheço pessoas que leram e gostaram, por isso sempre leia e tire suas próprias conclusões. 


Postar um comentário