05 novembro 2013

Resenha: Seis coisas impossíveis



Autora: Fiona Wood
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 272
Ano: 2013
Avaliação☆☆☆

Sinopse: Dan Cereill levou um encontrão da vida: seu pai faliu, assumiu que é gay e separou-se de sua mãe, tudo de uma vez só. Enquanto isso, sua mãe recebeu de herança uma casa tombada pelo patrimônio histórico que cheira a xixi de cachorro, mas que não pode ser reformada... E, agora, Dan está vivendo em uma casa-relíquia que parece um chiqueiro, com uma mãe supertriste e sem conseguir falar com o pai — que ele ama muito. Suas únicas distrações são sua vizinha perfeita, Estelle, e uma lista de coisas impossíveis de fazer, como: 1. Beijar a garota. 2. Arrumar um emprego. 3. Dar uma animada na mãe. 4. Tentar não ser um nerd completo. 5. Falar com o pai quando ele liga. 6. Descobrir como ser bom e não sair abandonando os outros por aí... Mas impossível mesmo será: 1. Não torcer para que Dan supere seus problemas. 2. Não rir muito com os devaneios dele. 3. Não querer ter um cachorrinho como Howard. 4. Não desejar que a mãe de Dan encontre a felicidade. 5. Parar de ler este livro. 6. Não querer abraçar o livro depois de tê-lo terminado...



Então imaginem um pouco de bullying feito pelo garoto mais popular/idiota do colégio que adora perseguir nerds como Dan. Uma vizinha que nem imagina sua existência, um colégio aonde as pessoas são superficiais, porém pelo menos você acaba fazendo uma amiga. Um pai que além de se revelar gay, falir com as economias da família e ainda por cima deixar você e sua mãe para trás, e sua mãe que anda tão perturbada com o novo negócio de bolos de casamento que sempre que pode acaba espantando um cliente que por sinal de algum jeito bizarro faz as noivas desistirem do casamento. Que isso gente??? A mulher não pode ser feliz com o marido e quer estragar o casamento dos outros? Tenso – risos. Então misture todos os problemas com aquela fase adolescente que onde somos completamente bizarros, gente é uma coisa só! Coitado do Dan viu.

E como se não bastasse o menino se apaixonou por sua vizinha, mas ela nunca falou com ele e o mesmo acaba descobrindo que tem um sótão que é ligado com o da vizinha. Então imaginem na confusão que vai dar ele conseguindo entrar no sótão dela pelo dele.
E no meio das listas que o garoto faz de coisas que ele deveria fazer/ser a história vai seguindo seu curso.

É uma história bem adolescente com dramas leves, cheia de pequenas “desgraças”, mas com um final feliz, pelo menos o mais feliz que foi possível.
Então será que Dan consegue resolver sua lista de coisas impossíveis??   
Achei a diagramação bem simples, sem erro ortográfico até onde pude ver (mas sou míope então não conta muito) e achei o final legal.  Foi uma leitura bem rápida e sem muito compromisso, nada que faça o leitor ficar apaixonado pela trama, mas também não chega a ser ruim. Bom pelo menos para mim foi bem tranquilo. 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!