21 dezembro 2014

Resenha: Uma Chance Para Recomeçar


Autora: Lisa Kleypas
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 176
Ano: 2014
Avaliação☆☆☆☆

Sinopse: Victoria morreu em um trágico acidente, deixando sua filha Holly sob a responsabilidade do seu irmão, o solteiro convicto Mark. O tio Mark não se sentia muito preparado para cuidar da menina, mas assumiu o compromisso de devolver o sorriso aos seus lábios. No entanto, ele desconfia de que não esteja fazendo um bom trabalho, uma vez que Holly nunca mais falou desde que ficou órfã. Uma cartinha para o Papai Noel revela um desejo que pode ser a chave da felicidade de Holly: ela só quer ter uma mãe.

A história do livro começa quando Victoria sofre um acidente de carro e acaba vindo a falecer, deixando para trás uma filha que segundo ela está com certeza melhor sem o pai e cabe ao seu tio Mark cuidar da garota, pois sua irmã deixou um testamento e junto do mesmo havia uma carta endereçada ao seu irmão onde continha essa informação.

Mark não se vê como um homem capaz de cuidar de uma criança, e acaba pedindo ajuda ao seu outro irmão (Sam) para que juntos eles possam cuidar de Holly, pois nenhum deles poderia contar com Alex que está passando por maus bocados em seu casamento. 
Após meio ano cuidando da pequena Holly os tios se veem em um verdadeiro dilema, pois a menina não fala desde a morte da mãe, porém acaba “encontrando” sua voz ao ir visitar uma loja de brinquedos e conhecer a adorável dona da loja, Maggie.

Maggie é uma mulher que sofreu muito no seu casamento devido ao câncer que infelizmente levou seu marido a óbito e ela com certeza não está preparada para outro relacionamento, e ter uma “família” não faz parte de seus objetivos. A mesma acha que tudo morreu juntamente com seu marido. Inclusive o sonho de ter uma família com direito a crianças correndo no quintal e um cachorro babão que todo mundo reclama, mas ama.

Maggie e Mark sentem-se atraídos um pelo outro logo de cara e no decorrer do livro vemos uma história meiga e fofa de duas pessoas que apesar que quererem ter um relacionamento um com o outro tem algo os impedindo e isso faz com que a história seja real sabe? Você pode se imaginar vivendo esse dilema e eu gostei muito desse detalhe. 

Com Holly voltando a falar e tudo indo melhor na vida de cada um deles Mark se vê em uma situação difícil, pois acabou de encontrar um bilhete de sua sobrinha que dizia que ela queria uma mãe. Ele acaba sentindo a necessidade de casar e ter uma estrutura sólida para mostrar a Holly, porém isso é muito complicado porque sua namorada atual não parece ser o tipo certo de pessoa para ser mãe ou esposa se ele for prestar bem atenção nisso. Afinal se acomodar em uma situação pensando que vai ser o melhor para você ou para os outros nem sempre é a solução. 

Quando eu olhei a capa desse livro imaginei que seria só mais um lançado na época do natal para aproveitar o período natalino (dentre outras coisas). 

O livro não me chamou nenhum pouco a atenção começando pela capa que eu achei muito sem graça, mas ai que eu me enganei, pois esse foi um dos livros mais meigos que eu já li esse ano.

O livro é claro tem um final bonito, um decorrer engraçado e interessante que com certeza vai fazer o leitor se deliciar com a história.
Pelo fato do livro ser fino eu li em uma única tarde de domingo e com certeza cumpriu seu propósito. Além de bem recomendado gostei da diagramação simples, e não me recordo de achar um erro sequer durante a leitura.
Não é um dos melhores livros que eu li na minha vida, mas é uma história bonita. 

9 comentários

  1. Oi!
    Eu também não achei essa capa muito bonita, mas gostei da sinopse. Que bom que o romance não ficou forçado, detesto quando isso acontece. Adorei a resenha :)
    Bjs
    sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Realmente a capa do livro remete bastante ao natal e acho que seria bacana lê-lo nessa época :)
    Adorei a sua resenha e pelo que você disse é um livro que cumpre com a sua função e tem uma história bonita então até que fiquei interessada.
    Beijos.
    Se puder, dá uma olhadinha no meu blog: Blog Palavrear-se :)

    ResponderExcluir
  3. Oi, Alice, tudo bem?

    Eu to curiosa para ler esse livro. Eu adoro ler livros natalinos nessa época. Apesar da sinopse sugerir que o livro tem um pouco de drama: morte e tudo o mais, imagino que o livro seja bem gostoso de ler.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Alice. A história desse livro parece bem bonitinha e sua resenha só me confirmou isso. Um bom livro para ler nessa época do ano.
    All My Life in Books - Aguardo sua visita!

    ResponderExcluir
  5. Como você disse ele parece muito meigo mesmo!! Eu leria sem dúvida =)

    ResponderExcluir
  6. Aliás, me parece um filme de sessão da tarde rs ^-^

    ResponderExcluir
  7. Oi Alice,
    Achei o ambiente da narrativa bem natalino mesmo. Até separei aqui para a pilha de próximas leituras.
    E também sempre leio resenhas daqueles romances da outra editora elogiando bastante a autora =D

    beijos e um feliz Natal
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  8. Achei o memso que vc quando vi pela primeira vez, mais já li outras resenhas falando super bem do livro, tem cara de ser bem legalzinho, sessão da tarde
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim menina bem legalzinho e eu fiquei chocada xp

      Excluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!