19 fevereiro 2015

Review: Cinquenta Tons de Cinza


Gênero: Romance , Drama
Duração: 2hs05min
Classificação: 16 anos
Avaliação☆☆☆

Sinopse: Anastasia Steele (Dakota Johnson) é uma estudante de literatura de 21 anos, recatada e virgem. Uma dia ela deve entrevistar para o jornal da faculdade o poderoso magnata Christian Grey (Jamie Dornan). Nasce uma complexa relação entre ambos: com a descoberta amorosa e sexual, Anastasia conhece os prazeres do sadomasoquismo, tornando-se o objeto de submissão do sádico Grey.

 Anastasia é uma jovem recatada que vive sua via de forma simples e sem nunca sequer ter tido uma relação sexual (sem contar que ela é meio ingênua e sonha em achar o príncipe encantado). Sendo assim ao se deparar com o jovem Christian ela fica atraída e ao mesmo tempo acuada por este homem que sempre consegue tudo que quer.
Ela o conhece em uma entrevista, onde faz o papel de entrevistadora para ajudar uma amiga, que não pode comparecer por ter adoecido.

Sendo assim o Sr. Grey após ficar encantado com a jovem Ana está querendo (com força - haha) ter uma relacionamento com a mesma, porém não é aquela coisa meiga e fofa que ela espera que seja. Ele deseja submetê-la a sua vontade e guiá-la no mundo do BDSM, mas a jovem acha tudo muito confuso e fica em dúvida se deve deixar-se levar para este mundo que até então era desconhecido por ela.

O filme segue a mesma linha do livro e isso pelo menos me animou um pouco. Apesar de não ser fã do livro eu simplesmente não suporto adaptações que são muito modificadas, parece até que o diretor não leu o livro antes de escrever o roteiro.
Os diálogos são bem precisos em sua grande parte e realmente parecia que eu estava lendo ao invés de assistir. Para vocês terem noção de como eles seguiram a risca!

Algumas pessoas reclamaram que o Sr. Grey pareceu um maniaco controlador, mas na verdade ele é um maniaco controlador, e não vi problema dele parecer algo que de fato ele é. Só dei graças por não aparecer a tal da "deusa interior" que é uma das piores coisas que tem no livro.
Os atores não pareciam muito a vontade (o Grey não me convenceu muito) e fiquei um pouco incomodada com ele.
As cenas de sexo foram feitas cuidadosamente para não aparecer nada mais que um peito ou uma bundinha. Isso eu achei excelente porque tem muita gente que vai pensando que é apenas putaria, mas é o contrário. Fizeram um foco "melhor" na história, então não é apenas uma orgia sem fim!

Claro tem aquele final frustante que o primeiro livro possui, que até hoje eu não consigo entender.
Até meu marido concordou comigo quanto ao final do filme e olha que ele nem leu o livro.
Eu fiquei frustada com a escolha de alguns atores (irmã do Grey e o José), porém eles não apareceram tanto no filme ao ponto de estragar as cenas. Espero que na continuação eles interpretem melhor ou que sejam trocados.
No mais eu digo para assistirem e tirarem suas próprias conclusões.

A imagem do gato foi retirada da página Cansei de ser Gato.

Opinião breve e curta do filme na visão do meu marido:

Nenhum comentário

Postar um comentário

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!