30 junho 2016

Resenha: Mentiras Que Confortam


Autora: Randy Susan Meyers
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 368
Ano: 2015
Avaliação☆☆
Sinopse: Cinco anos atrás...Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção.
Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Agora ela questiona se está preparada para o papel de esposa e mãe.
Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele.
Hoje...
Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje.


Tia está tendo um caso com um homem casado que ao saber que ela está grávida a abandona prontamente. Ela achava que Nathan estava apaixonado e que largaria a família para ficar com ela, mas quando as coisas não saem como planejado e ele diz que Tia precisa dar um jeito "nesse problema", a mulher decide que vai ter o filho de qualquer jeito.

Juliette é uma mulher forte, feliz em seu casamento e com uma família estruturada, mas ela não imaginava que seu marido Nathan escondia um grande segredo dela. Quando ele decide contar para ela que teve um relacionamento fora do casamento ela sente que seu mundo caiu, mas acaba decidindo perdoar a traição quando ele afirma que nunca mais fará isso novamente.

Caroline é uma mulher feliz tanto em seu casamento quanto em sua carreira, mas seu marido insiste que esse é o momento certo para que eles tenham um filho. Ao optar por adotar uma criança eles acabam encontrando Tia e decidem adotar sua filha.

Cinco anos depois Tia resolve que é hora de Nathan receber algumas fotos de Savannah, então manda algumas fotografias e informa que deu a criança para adoção. Mas, quem recebe a carta é Juliette e a esposa de Nathan começa a sentir-se traída ao descobrir que o marido escondeu mais uma coisa dela.

Cada personagem vai influenciando na vida uma da outra de acordo com suas decisões fazendo com que o rumo da história vá mudando em cada situação.  
Apesar das situações eu esperava um livro cheio de reviravoltas, mas fiquei presa em uma leitura muito sem graça que não me agradou nenhum pouco.

O final do livro não me convenceu muito, as personagens poderiam ter evoluído muito mais no decorrer da leitura e eu com certeza esperava bem mais dessa história. De qualquer forma gostei da diagramação, não achei qualquer erro na leitura e gostei da capa na medida do possível.

Pensou que, se não falasse nada, silenciaria a dor do coração.

3 comentários

  1. Olá, Alice. Eu já ouvi falar do livro mas sou muito cética em relação a traição, essas coisas. Por isso optei por não ler, e agora sabendo que a leitura é sem graça, tenho certeza que nem cogitaria mais ler o livro. Abraço!
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  2. Oi Alice,

    Só de ler sua resenha eu percebi que este livro não é para mim.
    A capa é muito bonita sim, mas é muito drama! Quero não..

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  3. O enredo é bom, mas não me agradou tanto... Não gostei de Tia ser abandonada pelo amante, e de Juliette ser enganada pelo marido. Como você disse que os personagens não evoluem tanto não me interessei tanto em conferir a história, se as mulheres mudassem o rumo de suas escolhas, talvez até me interessasse mais. Gostei da resenha, fico ótima.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!