27 julho 2016

Resenha: Os Bons Segredos


Autora: Sarah Dessen
Editora: Seguinte
Número de páginas: 408
Ano: 2015
Avaliação: ☆☆☆☆

Sinopse: Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos. Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho. 


Sydney é a irmã mais nova de Peyton, um garoto que atraía a atenção de todos ao seu redor e sua família vivia para atender aos seus desejos, com isso ninguém conseguia ter olhos para Sydney, mas em uma noite tudo isso mudou.
Peyton cometia muitos deslizes e um deles foi dirigir embriagado, o que causou um acidente de carro que acabou deixando um garoto paraplégico.

A partir dai Sydney começa a ser vista como a irmã de um garoto perigoso, como se todos esperassem que ela cometesse os mesmos erros que ele ou até pior, mas Sydney não é assim. Ela é a boa filha que faz tudo que mandam, mesmo que a mãe não preste muita atenção para as suas vontades e a ignore em praticamente todas a situações. 

Então com Peyton cumprindo sua pena, Sydney vê os pais ficando em uma situação financeira complicada - devido as gastos com advogado - e decide que precisa mudar de colégio por isso, dentre outras coisas. Mesmo com alguma relutância a mãe dela aceita a situação e a garota embarca em uma nova vida escolar que faz com que ela conheça Layla em uma pizzaria perto do colégio. 

Sydney começa a ver Layla com mais frequência e a andar com seus amigos, isso faz com que ela se sinta menos solitária e mais feliz a cada dia, porém sempre que volta para casa a dura realidade bate a sua porta.
Como se não bastasse a mãe da garota negligenciando ela para sempre ficar "apoiando" o filho e colocando o garoto em primeiro lugar mesmo com ele não estado presente, Sydney ainda tem que lidar com Ames. 

Ames é amigo de Peyton, vive rondando a família de Sydney dizendo que está dando apoio, mas começamos a perceber que ele tem um comportamento completamente estranho e começa a dar indícios que quer "algo a mais" com Sydney. Para piorar a mãe da garota vive ligando para ele ficar cuidando da filha quando ela e o marido estiverem fora, e os dois parecem não perceber que são manipulados pelo jovem. 

O pai de Sydney é completamente "apagado" durante quase toda a leitura, fazendo tudo o que a mulher manda e não freando ela em situações absurdas que ela claramente não está normal e isso foi me matando aos poucos. 
Passei quase todo o livro esperando que ele fizesse alguma coisa para ajudar a filha em relação a mãe e apesar de entender que ela estava lidando com a situação do jeito dela - mesmo que nada saudável - eu queria que ele participasse mais ao invés de ser omisso quando o assunto envolvia sua esposa. 

O livro aborda diversas questões como negligência familiar, drogas, amizade, amor, violência e segundas chances.
Sydney passa o livro todo se martirizando pelo que Peyton fez porque parece que ninguém da família liga que ele feriu gravemente outro ser humano, e sim que ele vai ficar deprimido ou qualquer outra coisa por estar preso, como se ele não houvesse feito nada demais!

A história é bem real e a autora narra de uma forma que faz com que você se apague aos personagens e fique a ponto de entrar no livro para resolver os dramas familiares. 
Gostei muito do desenrolar da trama e apesar de ter tido muita raiva da mãe de Sydney e não tê-la perdoado mesmo ao ter terminado o livro, eu consegui ver um outro lado da história que eu não imaginava, consegui ver atitudes mudando aos poucos e isso foi um pequeno alívio. 

A editora está de parabéns pela diagramação do livro, não encontrei qualquer erro na leitura e achei a capa do livro muito bonita.
Gostei muito desse livro e com certeza lerei outras coisas da autora.

Nos acostumamos com o jeito de ser das pessoas; contamos com ele. E quando o comportamento delas surpreende, para o bem ou para o mal, é capaz de mexer profundamente conosco.

7 comentários

  1. Esses dramas familiares são sempre comovente, sempre emociona! Adorei o enrendo e a resenha é bem explicativa e concisa =D
    A capa é bem legal pois se retrata num parque e de alguma forma, remete à família.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Alice, todo mundo está amando Sarah Dressen, pelo visto você também gostou. Adoro dramas com temática familiar e de desenvolvimento pessoal. Gosto mundo de YA assim, porque são temas praticamente universais, principalmente quando o livro é bem escrito. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Quero tanto ler este livro, principalmente porque nunca li nada da autora e quero conhecer sua escrita, com a resenha fiquei ainda mais curiosa, sabendo que o livro trata de alguns temas que podem ser cotidianos para muitos de maneira intensa e madura

    ResponderExcluir
  4. Gosto da autora!
    E quero muito ler esse livro. E sei que vou ficar bem aflita,com a situação da personagem Sydney.
    Ela sofria quando o irmão era considerado perfeito, e continua sofrendo pelos erros dele.
    A vida da personagem é bem dramática!

    ResponderExcluir
  5. Tenho lido ótimos comentários sobre este livro, e a história parece ser muito boa mesmo!
    Quero muito ler, pois gosto dessas histórias com problemas familiares, sei lá porque hahaha Sua resenha ficou excelente e me deixou com mais vontade ainda de ler o livro!
    Beijinhos <3
    Livros, Amor e Mais

    ResponderExcluir
  6. Parece ser um drama legal, gosto de histórias onde alguém tem que encontrar seu lugar no mundo e buscar sua independência. Gostaria de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia nada dessa autora, até começar a ver essa capa linda aqui e ali. A história parece bem legal e sua resenha me deixou curiosa. Não tenho lido muita coisa do gênero ultimamente, mas esse parece que merece uma chance :D
    Beijos!!


    (Carol)

    Conhece o nosso blog? ourbravenewblog.weebly.com
    Estamos sempre retribuindo visitas e comentários de amigos blogueiros :)

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!