21 setembro 2016

Resenha: Impiedosas - Pretty Little Liars


Autora: Sara Shepard
Editora: Rocco
Número de páginas: 294
Ano: 2012
Avaliação☆☆☆☆

Sinopse: No sétimo livro da série que conquistou os adolescentes com sua apimentada trama de suspense, segredos e intrigas, Hanna, Aria, Emily e Spencer continuam brincando com fogo. O mistério em torno da morte de Alison, a quinta integrante do grupo mais popular da sofisticada Rosewood, segue cada vez mais intrincado. Desacreditadas pela polícia e pela sociedade por conta de seus últimos depoimentos, um tanto contraditórios, as quatro amigas se veem vulneráveis quando o verdadeiro assassino vem atrás delas em Impiedosas.


Nesse sétimo livro da série, as coisas começam a ficar mais complicadas para as meninas e acredite depois de tudo que elas passaram, ainda é possível ficar pior. 
Esse livro começa onde o anterior termina e após um grande incêndio que quase matou Aria, Spencer, Hanna e Emily, as mesmas estão confusas, pois ao que parece elas viram sua amiga Alison, mas ela não estava "tão morta assim", e apesar dos médicos dizerem que tudo não passou de uma alucinação coletiva, não tem como as menins terem tido a mesma alucinação ao mesmo tempo.

As garotas tentam seguir suas vidas, mas para algumas delas a aparição de Alison quer dizer alguma coisa, por isso elas vão tentar lidar da melhor maneira possível com a situação. 
Aria acaba buscando ajuda em uma sessão espírita para tentar encontrar a alma de Alison, talvez a garota tenha algo a dizer para as amigas e elas não estão sabendo ouvir. É assim que Aria acaba ficando mais próxima Noel Kahn após encontrá-lo em uma sessão. 

Emily acredita que não foi uma alucinação e decide fazer de tudo para tentar provar que Alison está viva e ao receber uma mensagem de A informando um local que ela precisa visitar, Emily decide ir mais fundo nessa história misteriosa. Afinal, qual mistério existe em uma comunidade Amish? Será que Alison está viva e abrigada no local?

Hanna não está nada bem. A garota está tendo crises e a cada dia que passa seu pai acredita que ela está sofrendo de estresse pós-traumático, mas para tentar ajudar a filha, ele acaba fazendo com que ela frequente uma clínica de reabilitação que recebe todo tipo de garotas. O que Hanna não esperava era ser colega de quarto de uma garota chamada Iris e apesar das duas terem várias coisas em comum, Hanna não sabe que Iris tem vários segredos. E se um deles envolver Alison? E por que diabos Iris não para de falar da sua antiga colega de quarto chamada Courtney?

Spencer acha que sua vida pode piorar, seu celeiro pegou fogo, sua conta bancária foi zerada e após contar para os pais sobre o dinheiro, ela pensa que tudo estará perdido e provavelmente será expulsa de casa, mas acontece o contrário! Seus pais estavam escondendo um enorme segredo dela e após a confirmação deles, tudo começa a mudar da noite para o dia. Eles param de tratá-la mal, ela começa a ganhar presentes e os privilégios que haviam sido revogados anteriormente voltam em um piscar de olhos, mas nem tudo são flores na vida de Spencer, pois um segredo maior será revelado e ele pode abalar a estrutura familiar mais do que ela imagina.

Esse livro foi muito bom, vamos descobrindo diversas situações e segredos antigos que vão vindo a tona cada vez mais. Essa nova A parece estar ajudando as garotas a seguirem suas vidas e quando os segredos são revelados é como se ela quisesse que as meninas seguissem por aquele caminho, mas será que tudo isso é mesmo o que parece?

Mesmo com todas as coisas que aconteceram com cada uma das garotas, volto a dizer que Spencer com certeza continua sendo a injustiçada e mesmo com tudo dando certo por um curto período de tempo, as coisas sempre abalam sua família e tudo começa a recair sobre ela mais uma vez, só que cada vez mais forte.
O livro manteve um bom ritmo, o final foi muito inusitado e fiquei bem confusa e curiosa sobre como será o próximo livro, visto que tudo que aconteceu me pareceu muito suspeito e com certeza tem uma grande armação de A por trás disso. 

A capa do livro segue o mesmo estilo das anteriores, não achei qualquer erro na leitura e a diagramação está boa. Uma pena que as páginas do livro sejam brancas, pois isso não ajuda muito na hora de ler.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!