março 16, 2019

Review: Nasce uma Estrela


Gênero: Drama e Romance
Duração: 135 minutos
Classificação: +16
Avaliação☆☆☆☆
Sinopse: O experiente músico Jackson Maine (Bradley Cooper) descobre a jovem artista desconhecida Ally (Lady Gaga), por quem acaba se apaixonando. Ela está prestes a desistir de seu sonho de se tornar uma cantora de sucesso, até que Jack a convence a mudar de ideia. Porém, apesar de a carreira de Ally decolar, o relacionamento pessoal entre os dois começa a desandar, à medida que Jack luta contra seus próprios demônios e problemas com álcool.

Jackson Maine é um astro da música que enfrenta sérios problemas com álcool. Após terminar um de seus show's, ele decide ficar bêbado no primeiro bar que encontrar e acaba indo parar em uma casa noturna que oferece performances ao vivo. É ali, naquele lugar pequeno que ele conhece Ally, a garota que vai mudar a sua vida.

Ally trabalha em um restaurante e faz shows sempre que pode na casa noturna de drag queens. Apesar de ter um enorme talento, a mesma tem uma grande vergonha de suas composições. 
Jackson insiste em ver a moça mais uma vez depois daquela noite, mas devido a sua agenda de shows ele não pode ir vê-la, então terá de mandar buscá-la para ir a um show dele e assim começa a vida dos dois. 


Vamos acompanhando a decadência de uma carreira e a acensão de outra. Presenciamos Ally crescendo/desabrochando no mundo da música, mas os problemas de Jackson podem acabar afetando-a tanto profissionalmente, como também psicologicamente.  
Ao ver a evolução de Ally, Jackson percebe que algo nela está mudando e talvez isso não o agrade muito.

A medida que o relacionamento entre os dois vai evoluindo, Jackson tentar apoiar Ally, mas as coisas não estão saindo como ele previu e seus problemas acabam voltando à tona novamente. Então Jackson acaba recorrendo aos seus antigos vícios! 
Trata-se apenas de uma questão de tempo até o relacionamento deles enfrentar uma crise e talvez tudo seja posto a perder.

O filme é sensível, envolvente e melancólico. As cenas que envolve as canções são maravilhosas e com certeza o ator Bradley Cooper fez um excelente trabalhando não apenas em sua atuação como Jackson, mas também como diretor. 
O final do filme me deixou extremamente triste, pois não havia visto nenhum dos filmes anteriores e não sabia o que deveria esperar.
Vale ressaltar que Lady Gaga está excelente nesse filme, como sempre a cantora/atriz esbanjando talento!

Obs: Para quem não sabe, esse filme trata-se de um remake e o primeiro foi ao ar em 1937.

2 comentários

  1. Que filme belíssimo!!! Apesar de não curtir nenhum pouco Lady como cantora, não há como não tirar o chapéu a ela e todo o elenco nesta super produção!
    Os cenários, trilha sonora, química entre ela e Cooper. Tudo como um quebra cabeças de encaixe perfeito!
    Ela mereceu demais o Oscar que levou. Um filme realmente tocante, triste, feliz...Um remake dos melhores!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga, não sabia que o filme tratava de um remake, eu tentei assistir ele e não consegui, eu acho que foi pq antes eu tinha assistido o do bohemian rhapsody, então dois filmes musicais de uma tacada só iria ser muito, desde então ainda não vi este, porém eu pretendo..

    Beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir