Resenha: A Conquista - Amores Improváveis


Autora: Elle Kennedy
Editora: Paralela
Número de Páginas: 336
Ano: 2017
Avaliação:  ☆☆☆☆
Sinopse: De todos os jogadores do time de Hóquei da universidade de Briar, John Tucker se destaca por ser o mais sensato, gentil e amável. Diferente de seus amigos mulherengos, ele sonha mesmo é com uma vida tranquila- esposa, filhos e, quem sabe um dia, abrir um negócio próprio. Mas nem mesmo o cara mais calmo do mundo estaria preparado para o turbilhão de emoções que ele está prestes a enfrentar. Sabrina James é a pessoa mais ambiciosa, dedicada e batalhadora do campus. Seu jeito sério e objetivo é interpretado por muitos como frieza, mas ela não está nem aí para sua fama de antipática. Tudo o que ela quer é passar em Harvard, tirar ótimas notas e conquistar a tão sonhada carreira como advogada. Só assim ela conseguirá escapar de seu passado difícil e de sua família terrível. Um acontecimento inesperado vai desses jovens de cabeça para baixo. Tucker e Sabrina vão precisar se unir e rever seus planos para o futuro. Juntos, eles aprenderão que a vida é cheia de surpresas, e que o amor é a maior conquista de todas.

Finalmente cheguei no último volume da série e tenho muitas coisas para contar! Nesse livro conheceremos um pouco sobre Tucker e Sabrina. Diferente dos outros jogadores de hóquei, Tucker é amável, muito mais sensato que seus amigos e todos eles o consideram como uma "mãe". Ele cozinha, mantém todos eles unidos e faz de tudo para ser o mais centrado de todo o time. Tucker não quer ser um jogador profissional, ele deseja investir em um negócio e viver sua vida em sua cidade natal, morar com a mãe e nada pode impedir esse plano. 

Sabrina é uma garota ambiciosa, dedicada, trabalha o tempo todo e tem um orgulho enorme. Ela nunca namorou, pois homens são meras distrações e ela precisa focar em seu futuro como uma possível aluna de Harvard; esse sempre foi seu grande sonho e nada mudará isso ... até que John Tucker entra em seu caminho.
Os dois acabam tendo uma noite quente na caminhonete de Tucker e Sabrina sai praticamente correndo do local logo após tudo terminar, ela odeia compromisso e não quer qualquer vínculo com Tucker além de um sexo casual.

Tucker é um homem muito calmo e demonstra isso o livro inteiro, ele simplesmente dá o devido espaço para Sabrina e por causa de seu orgulho, ela passa o livro inteiro sendo teimosa demais - algo que é extremamente irritante.
O livro é muito diferente dos anteriores e como eu havia percebido, Tucker é um amor, não tem como não se apaixonar por ele, mas Sabrina torna a leitura muito maçante em alguns momentos. Não pensei em desistir do livro por causa dela, mas me irritei demais com a personagem. 

Sabrina James não tem uma vida fácil, a mãe a abandonou quando ela ainda era uma criança e seu padastro detestável até hoje mora com ela e sua avó. O mesmo é um grande idiota e protagoniza cenas horríveis sempre que aparece. O leitor fica extremamente irritado, sem contar que a avó da Sabrina é muito permissiva em diversos momentos e deixa tudo ainda mais insuportável!
Eu entendo que a Sabrina teve uma vida difícil e isso é um dos motivos para que ela evite relacionamentos, mas eu não consigo ver química nenhuma entre ela e Tucker.

O livro aborda temas muito mais sérios que os anteriores [em alguns aspectos] e diferente dos demais: esse casal não é tão divertido! Alguns dos personagens secundários - que foram os principais nos livros anteriores - trazem um pouco de divertimento a essa leitura, fora as amigas de Sabrina. Mas, o casal em si não é tão divertido assim. 

No mais acompanhamos os planos dos dois mudando e a responsabilidade batendo na porta. O que eles farão para resolver toda essa bagunça? E será que Sabrina deixará de ser orgulhosa em algum momento e parar de complicar tudo?
Sendo bem sincera, a história dos dois aconteceu apenas porque Tucker estava completamente apaixonado por Sabrina, pois até mesmo quando ela se apaixona a mesma consegue complicar as coisas.
Esse foi o livro que menos gostei da série e fiquei levemente decepcionada com a história. Não parece que foi escrito pela mesma autora!

Estou ansiosa para começar a leitura do spin-off dessa série!
Por ter lido a edição digital do livro, não posso opinar sobre a parte física, mas não encontrei erros no ebook ou problemas na diagramação.

Tempo é um conceito que não existe na minha vida, e John Tucker é distração demais.

• Alice Aguiar • 30 anos, taurina, mora com o marido, um hamster e sua coleção de livros. Apaixonada por seriados, filmes, livros e quadrinhos. E quando sobra um tempinho costuma jogar ragnarok mobile.

2 comentários:

  1. Olá! Eu concordo com você em relação ao casal, eu acho que eles não eram tão divertidos e tão descontraídos como os demais, até porque o tema deles é mais sério né. Mas eu gostei da obra, não é meu favorito infelizmente.
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Esta é uma série que ainda quero tanto ler! Já li muitas resenhas e mesmo não sendo tão boa em relação aos nomes dos personagens, já deu para perceber que neste livro, o casal realmente não traz aquela adolescência na história e a leveza. Parece um casal bem diferente e já fiquei pé atrás com as atitudes da personagem(tomara que ela tenha amadurecido)
    Mas mesmo assim, quero ler e todos os livros!!
    beijo

    ResponderExcluir