Resenha: Textos para acalmar Tempestades

maio 20, 2021



Autora: Fabíola Simões

Editora: Faro Editorial 

Número de Páginas: 169

Ano: 2021

Avaliação:  ☆☆☆☆☆
Sinopse: “E de repente, num dia qualquer, acordamos e percebemos que já podemos lidar com aquilo que julgávamos maior que nós mesmos. Não foram os abismos que diminuíram, mas nós que crescemos...” Textos para acalmar tempestades é um livro sobre busca, encontro, perda e renascimento.
Recorrendo a citações de grandes nomes da literatura mundial, Fabíola Simões propõe uma jornada de autoconhecimento e aprofundamento no mistério da própria vida, em textos e poemas leves e, ao mesmo tempo, profundos. Partindo de máximas ou trechos de autores como Charles Dickens, Clarice Lispector, Joseph Campbell, Hermann Hesse, Isabel Allende... a autora constrói uma narrativa sensível e dinâmica, que tem conquistado milhares de leitores.

Nesse segundo livro da autora vamos acompanhar textos/poemas que tem como inspiração outras obras, esse foi um dos pontos altos da leitura, pois de modo sensível, envolvente e interessante, o leitor vai mergulhando na obra e ainda tem a oportunidade de conhecer outras coisas. 
A leitura é dividida em quatro partes e são elas "Nuvens Se Formando" (reflexões sobre a vida e a nossa jornada), "Chuva No Telhado" textos que envolvem o amor romântico, "Tempestades" acompanhado um pouco sobre a dor e em "Calmaria" o leitor tem a jornada de aprender a se encontrar.

De forma bem escrita e bem desenvolvida, a autora vem trazendo diversas reflexões, uma delas é nos fazer pensar sobre nossas escolhas. Será mesmo que isso vale a pena? Será que isso não está errado? Esse é um bom livro para que nós possamos aprender a refletir sobre nossas atitudes.

Vemos muitas citações a outras obras, esse livro está recheado de livros, séries, filmes, músicas, realmente muito interessante a forma como a autora foi compartilhando diversas coisas e fundindo tudo em uma única obra.
Apesar de toda a experiência positiva existem algumas frases passivo-agressivas que foram usadas como exemplos, o que não combina muito com a leitura. 

A obra possui ilustrações lindas, uma diagramação magnífica e com certeza valeu a pena cada minuto que eu passei lendo. 
Foi aquele tipo de leitura sensível para lavar a alma sabe? E veio bem a calhar, pois eu estava em uma ressaca literária.





Um comentário