Resenha: Ice Planet Barbarians

julho 29, 2021

 

Autora: Ruby Dixon 

Editora: Publicação independente

Número de Páginas: 188

Ano: 2015 

Avaliação:  ☆☆

Sinopse: You'd think being abducted by aliens would be the worst thing that could happen to me. And you'd be wrong. Because now, the aliens are having ship trouble, and they've left their cargo of human women - including me - on an ice planet.
And the only native inhabitant I've met? He's big, horned, blue, and really, really has a thing for me...

Georgie acorda em um lugar completamente desconhecido, ela foi sequestrada por alienígenas para ser escrava sexual em um planeta distante da Terra. Ao que parece, os aliens sequestraram mais garotas do que o previsto, por isso algumas estão acordadas durante a viagem enquanto outras encontram-se em coma induzido dentro de alguns tubos na parede. 
No começo Georgie pensa em lutar para tentar escapar, mas ela viu o que acontece com garotas que lutam e não é nada bonito. Mas, aos poucos ela e as outras garotas decidem que precisam lutar, senão o destino delas será bem pior do que aquilo. 

O que as garotas não imaginavam era que a nave sofreria um acidente e seus raptores as abandonariam em um planeta qualquer, mas eles podem voltar a qualquer momento. Por causa disso Georgie precisa se aventurar para fora da nave, ela necessita encontrar alguma coisa ou alguém que as ajude, mas como fazer isso em um planeta diferente? Como ela irá se comunicar? Apenas uma delas possui um tradutor implantado capaz de entender a linguagem alienígena, e ela é preciosa demais para ser colocada em risco, então Georgie terá de ir sozinha buscar ajuda. E é nesse momento que ela conhece Vektal.

Vektal é um dos habitantes daquele planeta, assim que ele vê Georgie o khui em seu peito está vibrando, é assim que ele descobre que Georgie foi a escolhida para ser sua companheira, mas diferente dele a garota não tem khui, não existe algo vibrando dentro dela, mas Vektal fará de tudo para que ela se mantenha segura e protegida. 
Ai começa a jornada de Georgie para fazer com que o alien entenda que ela precisa voltar para onde as outras garotas estão e ajudá-las. 

Vektal e Georgie não falam a mesma língua, então o começo é bem difícil para os dois, o que não impede nada deles fazerem sexo o resto todo do livro. Entendo que a temática dessa série seja erótica, mas por que escrever um relacionamento baseado em um estupro (extremamente romantizado)? Pois é exatamente isso que Vektal faz com Georgie na primeira vez deles; ela está desacordada e é narrado em detalhes o que acontece. Georgie dá a entender que tudo bem ele fazer sexo oral nela, contanto que seja apenas isso, como se ela não tivesse acordado assustada e completamente invadida, sem contar que contanto que ele ajude ela e as amigas, tudo bem também... nojento.

Depois disso a história desanda de vez, existem poucas fêmeas no planeta e todos os machos estão desesperados para achar suas parceiras. Então quando os machos da tribo de Vektal sabem que existem várias fêmeas em algum lugar precisando de socorro o desespero começa a se instalar neles. Por mais que Georgie diga para Vektal que será escolha delas querer ou não ficar ali ou qualquer outra coisa, a "escolha" é mesmo que nada, pois elas não tem como sair do planeta e para sobreviver ainda precisam do parasita que os nativos chamam de khui, sem contar que ainda existem os sequestradores que em breve voltarão para pegar a carga de escrava sexuais. 

Basicamente a trama se baseia no estupro como punição no começo, depois a ideia de serem estupradas e viverem como animais enjaulados e depois no estupro romantizado, péssimo. Em muitos momentos eu senti a famosa "vergonha alheia", e fiquei chocada que todo mundo que me recomendou não me disse que havia estupro no livro! Então foi uma surpresa muito grande ver um estupro narrado em detalhes como algo normal, foi muito desconfortável. E alguns leitores defendem que não existe estupro na cena porque sexo oral não é considerado estupro, mas vamos ser sinceros, se alguém está desacordado é estupro. 

Não entendi o enorme hype no livro após finalizar a leitura, pois a escrita é pobre, a trama não é agradável e basicamente as meninas aceitam tudo e quando não aceitam o alien vai forçar. 
Ainda bem que li em poucas horas, pois não sei se aguentaria terminar se fosse uma leitura muito extensa. 
No mais não tenho nada a acrescentar sobre o resto da história senão seria spoiler!

Postar um comentário