Lançamentos de Novembro: Faro Editorial [2021]

novembro 17, 2021

 


Sinopse: O fim do mundo não é brincadeira…

Após enfrentar uma batalha épica, os quatro amigos são surpreendidos por uma nova ameaça. June acaba se perdendo do grupo e vai parar num lugar com criaturas ainda mais esquisitas.

Valendo-se das habilidades que adquiriu no mundo dominado por monstros, ela tenta voltar pra casa, e agora com informações que podem salvar o planeta.





Sinopse: Em Contos de fadas de Perrault você encontra: O Gato de Botas, Riquet Topetudo, As Fadas,

A Gata Borralheira, Chapeuzinho Vermelho, A Bela Adormecida e Pequeno Polegar.





Sinopse: O meu nome é Angelina Purpurina, e as coisas que eu adoro são: me vestir de cor-de-rosa, comer doces e sorvetes, e o Mastigadinho, o meu leão de pelúcia, que não sai de perto de mim. E eu odeio que me chamem de Pirralha. Os meus irmãos me deram esse apelido, mas tenham certeza: eles podem até tentar me irritar, mas são tão bobos que seus planos nunca dão certo.
As aventuras de Angelina Purpurina sempre trazem histórias engraçadas, de uma protagonista simpática que sabe como lidar com os irmãos mais velhos.



Sinopse: Ao reunir os contos que integram a presente coletânea, Ruth Guimarães costurou habilmente dois de seus muitos condões de polígrafa: a escritora, que sempre emprestou os ouvidos à escuta amorosa, e a etnógrafa, cuja erudição, ainda na juventude, assombrou Mário de Andrade; e segue a nos assombrar, quando deparamos, por exemplo, suas incursões por mundos aparentemente distintos, mas que se revelam em sua unidade original, especialmente no estudo sobre a presença do sobrenatural no Vale do Paraíba, Os filhos do medo, obra impossível de ser delimitada, abarcando várias áreas do saber e avançando corajosamente para os domínios literários, já que, para a mestra vale-paraibana, a literatura da voz é tão importante quanto a outra, a formal, por vezes rígida, que dela deriva, embora, por vezes, negue qualquer filiação.


Sinopse: Por meses, Anna e o noivo programaram a viagem de suas vidas… mas a morte trágica dele interrompe todos os sonhos. Anna se sente perdida por um bom tempo, até que reúne forças para recomeçar. E sua primeira decisão é seguir com os planos daquela viagem, sozinha.
Mesmo com as memórias tristes e um trajeto desafiador, Anna embarca em um veleiro numa aventura quase perigosa, encarando os próprios receios e ignorando os temores de seus amigos.
Depois de uma noite de navegação arriscada, ela percebe que não vai conseguir realizar a viagem sem ajuda. Então, contrata Keane, um marinheiro profissional, que passou por momentos difíceis e estava apenas seguindo com sua vida.
À medida que se distanciam do continente, ambos têm a oportunidade de se abrir, de lidar com o passado… Talvez fechar a porta que os manteve paralisados permita que tracem uma nova rota — uma nova chance.


Sinopse: Milton Cunha é um artista das belas-artes e das produções artísticas carnavalescas. Natural do Estado do Pará, formou-se bacharel em Psicologia em 1982, é mestre em Letras (Ciências da Literatura) e doutor em teoria literária – ciência da literatura, ambos pela UFRJ, e possui dois estágios de pós-doutoramento, um em História da Arte pela Escola de Belas Artes e outro em Narrativas Culturais pelo Fórum de Ciência e Cultura - Museu Nacional, também na UFRJ. Atuou como carnavalesco por 16 anos, com passagens pela Beija-Flor, São Clemente, Viradouro, Unidos da Tijuca, Porto da Pedra, União da Ilha, Cubango e Leandro de Itaquera. Foi professor em cursos de televisão e rádio com ênfase em artes e narrativas culturais. É autor de inúmeros espetáculos de entretenimento, tanto nacional quanto internacional. Atuou como comentarista oficial dos desfiles das escolas de samba em todos os canais de TV aberta. Atualmente participa da equipe de transmissões da Rede Globo. É produtor, articulador e fomentador do Carnaval carioca, participando de debates acadêmicos e populares no âmbito do Rio de Janeiro, tendo como uma de suas principais bandeiras os direitos civis pela diversidade e a luta pelo reconhecimento da profissão artística carnavalesca nas esferas públicas, municipais a federais.
Sinopse: Em comemoração ao centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, a Faro Editorial lança uma coleção fundamental para entender não só o evento ocorrido na cidade de São Paulo, mas as escolas vanguardistas do início do século XX na Europa, nos Estados Unidos e na América Latina.
O primeiro volume traz As revoltas modernistas, de Otto Maria Carpeaux. O texto faz parte da principal obra do crítico: História da literatura ocidental. Carpeaux expõe um conhecimento enciclopédico a respeito das escolas de vanguarda, contextualizando a vida e obra dos escritores nos movimentos modernistas.
O segundo volume reúne dois livros de Mário de Andrade: Pauliceia Desvairada e Amar, Verbo Intransitivo. Aqui, o leitor tem a oportunidade de conhecer um livro de poesia e um romance do principal escritor modernista brasileiro. Nas duas obras estão presentes os elementos do modernismo que iriam influenciar as gerações futuras de autores nacionais.

Postar um comentário