F Resenha: Coraline | Seguindo o Coelho Branco

Resenha: Coraline

janeiro 30, 2022

 

Autor | Ilustrador: Neil Gaiman | Chris Riddell 

Editora: Intrínseca 

Número de Páginas: 224

Ano: 2020

Avaliação:  ☆☆☆☆☆

Sinopse: Certas portas não devem ser abertas. E Coraline descobre isso pouco tempo depois de chegar com os pais à sua nova casa, um apartamento em um casarão antigo ocupado por vizinhos excêntricos e envolto por uma névoa insistente, um mundo de estranhezas e magia, o tipo de universo que apenas Neil Gaiman pode criar.
Ao abrir uma porta misteriosa na sala de casa, a menina se depara com um lugar macabro e fascinante. Ali, naquele outro mundo, seus outros pais são criaturas muito pálidas, com botões negros no lugar dos olhos, sempre dispostos a lhe dar atenção, fazer suas comidas preferidas e mostrar os brinquedos mais divertidos. Coraline enfim se sente... em casa. Mas essa sensação logo desaparece, quando ela descobre que o lugar guarda mistérios e perigos, e a menina se dá conta de que voltar para sua verdadeira casa vai ser muito mais difícil ― e assustador ― do que imaginava.

Coraline acabou de se mudar para um apartamento em um casarão antigo, sua diversão é conhecer seus vizinhos excêntricos e explorar as coisas ao redor da propriedade no intuito de sair um pouco do tédio, já que seus pais são completamente viciados em trabalho e não costumam dar tanta atenção para a filha quanto deveriam. 
Apesar dos contratempos Coraline acaba fazendo amizade com os vizinhos. Um deles é um treinador de ratos de circo e no outro apartamento moram duas irmãs que criam vários cachorros, um dia Coraline está tomando chá na casa das irmãs quando uma das senhoras lê a sorte de Coraline e a situação não é nada boa, por isso Coraline acaba ganhando uma pedra para lhe proteger das adversidades que estão por vir. 

Em uma das explorações pelo apartamento, Coraline descobre uma porta que não dá em lugar nenhum, mas em uma noite acaba descobrindo que a porta na verdade trata-se de um portal que a transporta para um apartamento igual ao dela. 
Naquele "outro" apartamento vive uma criatura que se parece com sua mãe e tudo naquele lugar é bastante atrativo ... de um jeito incomodo e bizarro. 
A criatura diz que é a outra mãe de Coraline e tenta atrair a garota para passar mais tempo lá, a outra mãe é mais atenciosa que seus pais verdadeiros, mas com o passar do tempo Coraline começa a entender as reais intenções da criatura.

Coraline está disposta a encontrar seus pais verdadeiros que sumiram sem deixar rastros e durante a busca acaba descobrindo um pouco mais sobre esse novo mundo onde a outra mãe vive e os segredos que a criatura esconde. 
Com uma escrita envolvente, divertida e uma trama cheia de perigos, vamos conhecendo a história de Coraline - uma garotinha corajosa que mesmo estando com medo está enfrentando essa situação da melhor forma possível. 

Ler e assistir Coraline tem suas diferenças, uma delas é que Wybie Lovat não existe no livro, ele é um personagem exclusivamente do filme. O personagem foi usado como um recurso, para que Coraline não ficasse falando sozinha enquanto estava deduzindo tudo, então a dinâmica do novo personagem funcionou muito bem no filme.
Outra coisa que não existe no livro é a mini Coraline, a bonequinha que aparece no filme -a bonequinha é chamada de mini coralinezinha pelo pai dela e foi transformada pela outra mãe em uma réplica da garota. Também não existe a festa no jardim que acontece no final da animação. 

No mais, para os fãs do filme que quiserem se aventurar nesse livro saibam que: apesar dessas pequenas diferenças, a leitura é bastante agradável, na verdade as diferenças entre as obras deixam tudo funcionando de forma organizada e fluida. 
Gostei muito da leitura, foi divertida, envolvente e essa edição torna a experiência toda ainda melhor. O livro possui capa dura, várias ilustrações e pequenos detalhes que tornam essa uma linda edição para se ter na estante. 

Na introdução o leitor acaba descobrindo um fato interessante: esse livro começou a ser escrito para a filha mais velha do autor, mas com as dificuldades e tudo mais, o autor demorou alguns anos para terminar a obra e finalmente foi terminado para a filha mais nova. Apesar dessa demora, a escrita fluiu muito bem e esse tempo todo que a obra ficou parada não afetou nenhum pouco a história. 
Se você tiver oportunidade leia Coraline e aprecie essa história inteligente e envolvente. 


Postar um comentário