F Resenha: Gótico Nordestino | Seguindo o Coelho Branco

Resenha: Gótico Nordestino

março 02, 2022

 

Autor: Cristhiano Aguiar

Editora: Alfaguara 

Número de Páginas: 136

Ano: 2022

Avaliação:  ☆☆☆

Sinopse: Em nove contos, Cristhiano Aguiar mergulha nos elementos góticos e folclóricos – buscando referências nas séries televisivas, no cinema e nos quadrinhos – para criar narrativas vibrantes e inesperadas, que fogem da prosa literária tradicional. As histórias vão desde os tempos do cangaço, passando pela ditadura militar e chegando até os ecos sombrios de um futuro próximo.
Um menino é obrigado a cruzar o descampado perto do vilarejo de Riachão da Frente para levar uma carta que a mãe escreveu a Zé Barbatão, o cangaceiro local. Na madrugada, as sombras no caminho e a ameaça do bando crescem conforme a narrativa avança, e a realidade parece a ponto de se romper. Anda-luz, história que abre este volume, prenuncia o que virá nos oito contos seguintes.
Em Gótico nordestino, Christiano Aguiar caminha entre o sonho e a vigília, dialoga com outros gêneros e compõe um livro totalmente distinto do usual.

Em Gótico Nordestino o autor vem ambientando nove contos através de elementos góticos e folclóricos, criando narrativas interessantes e levemente sombrias. Por tratar-se de um livro de contos, claro que dependendo do leitor alguns contos irão despertar mais a atenção que outros, por isso irei citar os contos que mais gostei primeiro e depois citarei os temas abordados em alguns contos. 

As Onças conta a história de uma mãe e sua filha, elas vivem em uma cidade que está sendo assolada por onças, não se sabe ao certo de onde os animais vieram, mas sabe-se que eles irão destroçar quem estiver em seu caminho. As duas precisam sair de casa devido a escassez de alimento e precisam buscar o remédio do pai da criança. O conto possuí um final inesperado que me fez ficar de boca aberta, foi inteligente e interessante. 

Em Vampiro vemos uma cidadezinha e lá existe um boato que existe um vampiro naquele local, nem sempre é ruim ter um vampiro na cidade, basta seguir as ordens dos servos do vampiro que tudo ficará bem. 
O problema é que uma garota acaba vendo seu melhor amigo/paixonite virar servo do vampiro do dia para a noite, depois disso as coisas começam a desandar em sua vida. Afinal, quem de fato convidou esse vampiro para entrar? Foi um conto bem promissor, acredito que poderia se tornar uma história com mais detalhes em algum momento, seria bastante interessante. 

O livro vem trazendo de tudo um pouco em cada conto, temos maldições, enxames de insetos, cadáveres, pessoas voltando a vida e seus entes queridos não sabendo o que fazer com os corpos, um grupo de cangaceiros, violência e muito mais. Foi uma leitura instigante, mas alguns contos não conseguiram me prender tanto quanto eu gostaria.
Gostei muito de conhecer a escrita do autor, no geral foi uma boa leitura e pretendo ler mais livros no futuro, gostei muito dos elementos utilizados na escrita, o ar sombrio que paira no ar enquanto você lê alguns contos e a sensação de terror crescendo a medida que as páginas vão virando. 
Li o livro em versão digital, foi disponibilizado para mim através da plataforma netgalley. 




Postar um comentário