Resenha: A Ponte Entre Reinos

junho 25, 2022

 

Autora: Danielle L. Jensen

Editora: Seguinte

Número de Páginas: 416

Ano: 2022

Avaliação:  ☆☆☆☆☆

Sinopse: No primeiro volume desta aguardada série de fantasia, uma princesa vive um romance ardente com aquele que jurou destruir.
Lara é uma princesa treinada para ser uma espiã letal. Ela tem duas certezas: 1) o rei Aren de Ithicana é seu maior inimigo; 2) ela será a responsável por destruí-lo.
Por ser a única rota possível num mundo assolado por tempestades, a ponte de Ithicana gera poder e riqueza ― e a miséria dos territórios vizinhos, entre eles a terra natal de Lara. Então, quando é enviada para cumprir um acordo de paz e se casar com Aren, Lara está decidida a descobrir todas as fraquezas desse reino impenetrável.
Mas, conforme se infiltra em seu novo lar e entende o preço que Ithicana paga para manter o controle da ponte, Lara começa a questionar suas convicções. E, quando seus sentimentos por Aren passam da hostilidade para uma paixão intensa, ela terá de escolher qual reino vai salvar ― e qual vai destruir.

Lara é uma das filhas do Rei de Maridrina e foi levada ainda criança para um complexo no deserto, seu pai criou diversas filhas como espiãs e assassinas letais unicamente para destruir o reino de Ithicana. Um acordo firmado há muito tempo dizia que o rei de Maridrina daria uma das suas filhas em casamento para o futuro Rei de Ithicana e agora chegou a hora de cumprir o acordo que promete selar a paz entre os reinos. 

Ithicana controla a ponte que une os reinos, essa ponte é bastante cobiçada por diversos reis e por isso sempre houveram muitas guerras e tentativas de descobrir os segredos do reino de Ithicana e da ponte! Graças a isso, todos os cidadão de Ithicana aprendem a lutar desde cedo a serviço do rei, para os outros reinos Ithicana possuí um rei perverso e cruel, mas assim que Lara vai morar na ilha como a nova rainha de Ithicana ela descobre coisas que nem imaginava.

Lara é uma brilhante estrategista, é muito teimosa e uma assassina cruel, ela sabe que ninguém naquele local é confiável e acima de tudo todos a detestam, mas com o passar do tempo ela percebe que seu pai escondeu muitas coisas sobre o reino vizinho e a medida que vai conhecendo seu marido Aren, algo entre eles começa a florescer. Mas, Lara foi com um propósito para aquele lugar e não irá ceder só porque começou a ter sentimentos pelo marido, afinal é apenas um casamento arranjado .. um mero acordo. 

Aren é um homem que luta pela sobrevivência de seu povo, ele deseja melhorar a relação com os outros reinos e sonha com a paz assim como sua mãe também sonhou um dia, mas pelo visto esse dia está longe de chegar . No fundo de seu coração Aren suspeita que Lara seja uma espiã, mas está tentando dar uma chance para esse casamento arranjado.

Gostei muito dos personagens principais e dos secundários, a autora criou uma fantasia muito envolvente e com pequenas reviravoltas que fazem com que o leitor fique grudado na leitura do começo ao fim. Não me incomodei com o final do livro, mas infelizmente a autora tomou o rumo mais previsível para acabar com a história e o final ficou um pouco rápido, mas deixou um gancho para uma continuação.
O romance que vai crescendo entre os personagens é muito divertido e os diálogos são cheios de farpas do jeito que todo fã de enemies to lover gosta, não vejo a hora da editora lançar o segundo livro no Brasil. 



Postar um comentário