27 agosto 2013

Resenha: Pobre Não Tem Sorte.



Autora: Leila Rego
Editora: All Print
Número de páginas: 248
Ano: 2010
Avaliação☆☆
Sinopse: Toda garota do interior sonha em se casar com o cara de seus sonhos, ter uma casinha, filhos e ser feliz até que a morte os separe, certo?E se esse cara for lindo, rico, super fashion e divertido?E se tal "casinha dos sonhos" for um mega apartamento no melhor bairro da cidade?Uau! Mariana encontrou o cara perfeito e vai se casar com ele!E nada de casinha! Isso é coisa de gente que pensa pequeno. Mariana vai ter o apartamento dos sonhos que já vem incluso no pacote: case com um homem rico e vá morar em grande estilo.E quanto a filhos e ser feliz até que a morte os separe... Bem, ela ainda não pensou nesses detalhes. Afinal as prioridades vão para as coisas bem mais interessantes como, por exemplo, o vestido de noiva perfeito, o que o colunista vai dizer sobre o seu casamento no tablóide de domingo, o que as amigas e inimigas irão comentar, quem entrará na lista de convidados para sua despedida de solteira, etc.Mas isso só sura até um dia em que Mariana... Bom, leiam o livro e descubram.

Nossa história começa com Mariana, uma garota que vive com a cabeça/corpo/carteira no mundo da moda. Uma personagem que eu não gostei nenhum pouco do começo ao fim!
Então imaginem comigo, a personagem vive falando de coisas relacionadas a moda, de um jeito bem cômico, mas fica muito na cara que ela vai se dar mal porque é fútil até os ossos.

Então no começo do livro vemos a seguinte situação: o cara lindo e maravilhoso que ela namora (que por sinal vai se casar com ela) acaba querendo desistir do casamento em cima da hora (ele tem juízo viu), então o que você iria fazer? 
A famosa Mari, tem uma família que não é rica e por consequência mora em um local simples, porém ela nunca leva as amigas ricas para sua casa com medo do que elas vão pensar.


No decorrer do livro, vamos vendo as situações que a mesma se coloca para poder ter coisas da moda e estar sempre nos tabloides e detalhe o noivo dela tem dinheiro, mas ele é um rapaz sensato que vive a vida tranquilamente fazendo sua residência de medicina e não ligando para o fato de aparecer ou não na mídia.
Então de forma engraçada ou forçada (no meu caso achei que foi a segunda opção) a Mari vai empurrando tudo para cima do Edu. Vai meio que forçando ele (foi assim que eu o vi) a casar e ele muito relutante aceita, pois ele não estava querendo enrolar ela, creio que ele queria ver a mesma prestando mais atenção no relacionamento deles, ela deveria ter outras prioridades do que gastar seu tempo escolhendo o look do dia.

Eu achei que ela foi só pensando em si, se afundando e deu no que deu, o rapaz não queria ela. Mas e ai?? Será que ela conseguiu reverter a situação? Como disse o livro começa da cena em que ele quer conversar com ela e está decidido a não casar, depois vamos para o começo de tudo até chegar esse ponto critico, e ai? Casa ou não casa?
Achei um ou outro erro no livro, e definitivamente não foi uma das minhas melhores leituras esse ano.

Acho que posso ter ido com muita sede ao pote, porém não devo escrever mais que isso pois posso dar spoiler sem querer.
Então peço que leiam o livro com mente aberta, cuidado e sem muita expectativa, pois ele é engraçado, mas para mim poderia ter sido melhor aproveitado no quesito da personagem central ser um pouco menos forçada
E sobre o final: foi aceitável e confesso que não esperava ele, mas não muda o fato que não curti o livro!

19 comentários

  1. Eu já li esse livro. Gostei bastante dele, mas também achei a protagonista muito fútil e até chata . Gostei da sua resenha ^^

    ResponderExcluir
  2. Primeira vez que vejo uma opinião diferente das demais, todos comentam que o livro é engraçado. Eu não posso dar a minha opinião porque não li nada da autora, mas vou guardar a sua dica para quando for ler um livro dela. Pena que não curtiu muito a leitura.
    Abraços,
    Raquel - viajandoclivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é uma pena mesma, pq achei q iria gostar sabe :(

      Excluir
  3. Oi Alice, que pena que não gostou! Os meus livros da Leila chegaram hoje, então ainda vou ler... Depois venho aqui te contar a minha opinião!

    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. claro venha aqui dizer o que achou :) vou ficar esperando.

      Excluir
  4. Tenho curiosidade com esse livro, sempre imaginei ele super engraçado mas vi que você não curtiu muito então vou esperar um pouco por que tenho muita coisa que quero ler hehe

    bjos

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela dica Alice! Que pena que não gostou do livro... Já li Pobre Não Tem Sorte 1 e 2 e amei! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Tenho vontade de ler o livro, todo mundo fala bem e que é super engraçado, mais ao ler sua resenha eu achei clichê e querendo ou não um tanto realista. Mesmo vc não curtindo muito, eu quero ler, porém irei com menos sede ao pote :)Quero saber casa ou não casa?
    Beijokas, Brubs
    Livros de Cabeceira
    @IWannaRuffles

    ResponderExcluir
  7. esse tipo de leitura nunca me chamou a atencão, sou meio chata com personagens fúteis, não os suporto rsrsrs
    acho que eu não leria esse livro... rsrsr
    bj, Alice...
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Alice, esse sentimento fútil acaba com agente nos livros, eu tb já ouvi falar da autora, mais nunca li nada.
    Mais, cada um tem sua opinião não é?! É ler e tirar as conclusões.
    Eu ainda quero ler o livro, se tiver oportunidade, lerei.
    Parabéns pela resenha sincera!!

    Beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia esse livro, vou colocar na minha lista :)

    ResponderExcluir
  10. Hum...personagem forçada? Tôo fora...Não desmerecendo o trabalho da autora, mas sinceramente nunca tive vontade de ler esse livro.
    Beijos!
    Paloma Viricio-Jornalismo na Alma.

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li esse livro, mas eu achei ele numa biblioteca então vou lá ver ele.

    Sweet of Cherry

    ResponderExcluir
  12. Oie Alice
    eu sempre tive curiosidade de ler esse livro, e pensei que a história iria abordar um outro lado de ser "pobre" rs
    Personagem fútil me incomoda demais, e não sei se iria gostar desse livro.
    Está na minha listinha, mas vou ler sem esperar muito.
    bjos

    ResponderExcluir
  13. Oie Alice =)

    Bem ... vamos super que PNT também não foi uma das minhas melhores leituras do ano passado. A Leila é um fofa e doeu muito ter que falar para ela que eu não tinha gostado do livro e principalmente, odeio a protagonista ...

    Acontece né =/

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  14. Esse livro eu tenho na estante *milagre* e eu também acho que é a primeira resenha que saiu do "bom, muito bom, ótimo". Eu quero ler esse livro quando conseguir Pobre não tem sorte 2, porque eu sou malvada e ou leio tudo ou eu morro sem ler! u__u'
    Luene tem que pagar por dar dica de livro assim...
    HAHA Sushi não é ruim, né? *corre*

    www.nyasmim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Ain, mesmo assim eu ainda quer ler!
    Claro, sei que talvez eu quebre a cara rsrs Mas eu gostei do enredo. Será, gente?

    Beijão

    ResponderExcluir
  16. Adoro livros nacionais.
    Tinha muita vontade de ler esse.
    Beijos

    http://diariosdeumafangirl.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Confesso que não fiquei com vontade de ler.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!