09 dezembro 2016

Resenha: Repeteco


Autor: Bryan Lee O'Malley
Editora: Quadrinhos na Cia
Número de páginas: 336
Ano: 2016
Avaliação☆☆☆☆

Sinopse: A vida de Katie vai muito bem. Ela é uma chef talentosa, dona de um restaurante de sucesso e com grandes planos para a vida. De repente, em um único dia ela perde uma grande chance de negócios, sua paquera com um jovem chef azeda, sua melhor garçonete se machuca e um ex-namorado charmoso aparece para complicar ainda mais a situação. Quando tudo parece perdido e Katie já não enxerga mais uma solução, uma misteriosa garota aparece no meio da noite com a receita perfeita para uma segunda chance. E assim, Katie ganha um repeteco na vida e precisará lidar com as consequências de suas melhores intenções.

Katie é uma chef talentosa que vê sua vida mudar de uma hora para a outra quando acorda no meio da noite e encontra uma garota esquisita em cima da cômoda do seu quarto. O que poderia ou não ser um sonho estranho, acaba sendo uma realidade incomum que acaba deixando a vida da chef uma grande bagunça. 

Katie tem um caso com o novo chef do restaurante, Andrew será seu substituto no Repeteco, o restaurante que ela ajudou a fundar com amigos, mas que no fundo não parece fazer Katie feliz como antigamente. Ela precisa de um negócio só dela, onde ela possa se sentir ela mesma.
Com isso em mente ela começa a investir com seu sócio em um local acabado, mas que para Katie tem um grande potencial. 

Katie acha que seu tormento está para acabar e que nunca mais precisará ficar voltando ao Repeteco, mas as obras em seu restaurante parecem não ter fim e ela precisa de mais dinheiro. Em um momento de descuido enquanto ela está beijando o chef que irá substitui-la, uma das garçonetes acaba queimando os braços com óleo quente e os dois acabam se sentindo culpados, pois se Katie não tivesse distraído Andrew, ele não teria colocado a salsinha que Hazel estava procurando no lugar errado e tudo isso seria evitado.


Com toda essa culpa pairando sobre sua cabeça ela volta pra casa e fica pensando que tudo isso poderia ter sido evitado. No meio da madrugada acaba acordando e lembrando da garota da cômoda, e decide olhar o móvel. Depois de muito procurar ela acha uma caixinha com algo que vai mudar a sua vida.
É bem simples: basta comer o cogumelo da caixinha depois de escrever seu erro e tudo irá sumir. Depois de algum tempo é isso que Katie decide fazer, ela anota que não deveria estar com Andrew naquela tarde e depois de comer o cogumelo vai dormir esperando que o melhor aconteça.

É nesse cenário que Katie descobre que o que ela fez realmente mudou o passado, como se ela tivesse reescrito os acontecimentos e com isso ela consegue evitar o pior, mas isso não vai ser fácil assim, pois Katie começa a ficar viciada em consertar seus erros e cada vez que ela mexe com algo do passado algo sombrio começa a despertar no restaurante. 

A história foi uma surpresa para mim, pois diferente de Scott Pilgrim, essa premissa vem carregada de viagem no tempo, misticismo e o humor não é tão no sense como em Scott P. Foi uma verdadeira surpresa e fiquei encantada com como tudo foi ocorrendo, mas senti falta de mais profundidade no relacionamento da Katie com o ex namorado que surge do nada e vamos vendo poucas coisas a não ser os futuros que a personagem manipula, ou seja, não vemos o relacionamento deles sendo trabalhado a fundo, o que faz o final ficar um pouco apressado e sem sentido para mim quando o assunto envolve o Max. Poderiam ter feito a história sem focar muito nesse relacionamento ou ter feito com o foco voltado para ele e bem trabalhado. 

Tirando o item negativo que foi o ex namorado, a história foi divertida, foi rápida e bastante envolvente. Adorei os personagens na medida do possível e queria ter tido mais tempo para conhecer a Hazel porque ela me encantou demais. 
A diagramação está maravilhosa, não encontrei qualquer erro na leitura e com certeza é uma história que vale a pena ser conferida. 

9 comentários

  1. Nossa nunca li nada do gênero acredita?? Achei super interessante sua resenha. E fiquei curiosa com a leitura. Acho que vou dar uma procurada nela para ler. Obrigada pela dica.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Alice ^^
    Sabia que tava reconhecendo esses traços! Jurava até que tava vendo um spin-off do Scott Pilgrim. hsaushu
    Achei bem estranho saber dessa cena de uma guria na cômoda. Oi? Como assim?? Porque ela não chamou o conselho tutelar???
    É bem frustrante você se culpar pelos machucados dos outros. Isso dela pegar o chefe dela me lembrou muito a Cristie da série Mom. kkkk
    Me pergunto que tipo de situações ela irá mudar e o que vai acarrentar na construção do restaurante. E que história é essa de ex aparecendo? Se ele for um idiota já tô me preparando para odiá-lo profundamente!
    Parabéns pela resenha, Alice. É sempre bom ler essas graphic novel leves, né? ^^
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. HSUHASUA' tô rindo já no incio pois acabei lendo o comentário do Bruno e tenho a mesma observação, a guria na cômoda, um fantasma? xD
    Cara, eu adorei os traços e a história parece ser bem divertida, pena que faltou desenvolvimento na história do ex, como você disse, mas eu fiquei com muita vontade de ler.
    Vou anotar pra quando tiver dinheiro, hsuahsuas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Parece ser um livro bem divertido pelo que pude ler da tua resenha. Gostei da capa e também das ilustrações que foram adicionadas à resenha. Parabéns pelo blog, muito organizado e sem poluição.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Menina que resenha mais curiosa, agora quero saber o que foi mudado na vida da Chef, quais foram as consequências. Anotado!
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Gente, que livro fofo. Confesso que não conhecia a obra, mas amei a forma como a sua resenha nos instiga a leitura. E essas imagens? Fofíssimas. Parabéns. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Meu Deus, pela capa eu não daria nada, mas já pela sinopse eu me apaixonei ♥♥♥ Ai queroooooo!!! E olha que eu podia jurar que livros de quadrinhos não ma atraiam hahaha. Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  8. Oiii Alice, como vai?
    Menina eu fiquei apaixonada mesmo pela sua resenha, é um gênero que sempre me tira da ressaca depois de livros tensos e sempre os compro, não o conhecia e achei interessante a sua resenha, quero ler.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  9. Oie
    não conhecia ainda o quadrinho mas parece ser muito interessante, espero com certeza ler em breve e gostar muito, eu gosto de ler hq as vezes para dar uma variada ans leituras e curti o enredo desse

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!