24 outubro 2017

Resenha: Corpo - Trinity


Autora: Audrey Carlan
Editora: Verus
Número de páginas: 364
Ano: 2017
Avaliação:  ☆☆☆☆
Sinopse: Uma nova vida. Um novo amor. Um perigo real.
"Eu te amo. Eu te quero. Eu nunca vou te deixar." Gillian Callahan entra em pânico só de ouvir esse tipo de frase. Por anos ela viveu uma relação abusiva com seu ex-namorado violento. Agora ela está livre e segura, trabalhando para uma fundação de apoio a mulheres vítimas de violência - a mesma que a resgatou e salvou sua vida. Gillian não quer saber de homem nenhum. Até conhecer Chase Davis, o presidente da fundação. O bilionário é tão sexy e sedutor que Gillian fica sem chão. Chase sempre consegue o que quer - e ele quer Gillian.
Agora ela terá de enfrentar a batalha entre o desejo e o medo. Gillian vai conseguir confiar em Chase? Ela está segura com ele? E quão perigoso pode ser um passado sombrio... não só o dela, mas o do homem que ela aprendeu a amar?

Nesse primeiro livro da série Trinity acompanhamos a história de Gillian Callahan e vemos como sua vida mudou bruscamente após seu encontro com Chase Davis. 
Gillian trabalha como gerente de arrecadação de fundos em uma grande fundação que tem como objetivo ajudar mulheres em situações de risco que precisam de um recomeço. Ao viajar a trabalho, acaba conhecendo Chase Davis. 

Chase é rico, extremamente bem sucedido e assim que põe seus olhos em Gillian ele fica alucinado para tê-la, mas as coisas não saem como ele deseja, pois Gillian já teve não só o seu coração machucado como também seu corpo e seu primeiro instinto é fugir. Ela não cede as investidas de Chase e isso faz com que ele fique ainda mais interessado nela. 

Gigi tenta de todas as formas manter-se afastada, mas ela também está interessada em Chase, porém o medo e a insegurança sempre falam mais alto em alguns momentos. Isso faz com que ela acabe fugindo de determinadas situações e fique sempre na defensiva. 
Chase mantém seu passado obscuro em total segredo, o que o torna extremamente protetor e até mesmo mandão em diversos momentos. Isso deixa Gillian muito irritada o que acaba ocasionando brigas entre os dois. Mas, nada disso é tão complicado se comparado ao maníaco que está perseguindo Gillian.

Eu confesso que fiquei muito surpresa com a história apesar de ter me incomodado em alguns momentos com o Chase. A história de vida dele não é nada fácil, o que torna seu comportamento possessivo bastante plausível em alguns momentos devido ao medo de que algo aconteça a mulher que ele ama, mas em outros eu só queria sacudi-lo e mandar ele sossegar um pouco. 
Claro que Gillian também fica possessa com o comportamento dele e tem algumas atitudes impulsivas para fazê-lo repensar seu comportamento.

O livro é regado de cenas sensuais e vários temas interessantes que espero que sejam abordados mais a fundo. Apenas pelos poucos flashback's que tivemos nesse livro, podemos perceber o quanto Gillian sofreu e lutou para ser a mulher maravilhosa que ela atualmente. 
O livro aborda temas como abuso, violência doméstica, estupro e coisas do tipo. Caso você seja sensível a isso sugiro ler com cautela, porque as poucas vezes que Gillian toca em sua vida pessoal pode servir como gatilho para algumas pessoas. 

A história me surpreendeu de forma positiva, pois eu li outra série da autora e não consegui continuar de tão enfadonha que estava. Precisei parar porque estava achando extremamente ruim, mas esse livro me animou bastante. Ela construiu um bom cenário não só para os personagens principais como também para os secundários e confesso que não vejo a hora de ler a continuação. 
Não tenho nada para reclamar sobre a capa ou a diagramação, gostei muito do trabalho feito pela editora.

Senhor, me ajude. Estou prestes a cometer um lindo erro.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Seja bem vindo ao blog e obrigada por comentar!