Resenha: The Risk - Briar U

janeiro 05, 2022

 

Autora: Elle Kennedy 

Editora: Paralela 

Número de Páginas: 384

Ano: 2019

Avaliação:  ☆☆☆☆☆

Sinopse: Todo mundo diz que eu sou uma garota má. Deve ser porque faço o que bem entendo e não estou nem aí para o que os outros pensam de mim. Apesar disso, dormir com o inimigo não faz meu tipo. Como filha do técnico de hóquei da Briar, minha vida estaria arruinada se eu me relacionasse com um jogador de um time rival.
E essa é a definição de Jake Connelly. Estrela e capitão do time de Harvard, ele é arrogante, irritante e atraente demais pra ser verdade. E o pior é que eu preciso que ele tope fingir ser meu namorado para que eu consiga meu tão sonhado estágio na HockeyNet. Mas é claro que aquele gostoso idiota não vai facilitar: para cada encontro falso… ele quer um pra valer.
O que significa que estou em apuros. Isso de ficar saindo às escondidas com Jake Connelly não tem como dar certo. Embora esteja cada vez mais difícil resistir ao desejo e ao sorriso de Jake, me recuso a me apaixonar por ele.

Brenna é filha do técnico de hóquei do time da faculdade briar. Ela está atrás de um estágio, mas trabalhar com esportes nem sempre é fácil, principalmente quando se é mulher. Atualmente seu apartamento alagou e ela não tem um bom relacionamento com o pai, mas terá de voltar a morar com ele enquanto seu apartamento é reformado. 

Jake é capitão do time de hóquei de Havard. Ele pede para que seu colega de time termine com Brenna,  pois ela é uma distração. Fora que ela é filha do inimigo (time rival), mas Jake é um grande hipócrita, pois o mesmo tem sentimentos por Brenna e não consegue tirá-la da cabeça. 
Os pais de Jake vivem perguntando quando ele trará uma namorada para casa, pois ele nunca namorou ninguém e vivem querendo empurrá-lo para sua melhor amiga Hazel. 

Brenna acaba conseguindo uma entrevista de estágio muito importante e que ela deseja muito conseguir a vaga, mas aparentemente mulheres com conhecimentos em esportes são adoráveis, como se fosse um bichinho exótico. E para ser levada a sério pelo entrevistador ela acaba mentindo ser namorada de Jake e isso chama tanto a atenção que o homem a convida imediatamente para um jantar em sua casa. Mas, como ela vai convencer Jake a fazer isso?
Jake aceita fingir ser o namorado de Brenna em troca de "encontros de verdade", ele quer conhecê-la melhor e sair com ela, mas como eles farão isso quando o pai de Brenna odeia o técnico do time de Jake?

Quem não ama um Enemies to lovers?! O romance dessa história vai sendo construindo aos poucos de forma muito envolvente, os personagens são divertidos e o Jake não é chato como o mocinho anterior. Brenna é maravilhosa e sofre muito por erros do passado, ela e o pai não tem um bom relacionamento e por isso existem muitas coisas que não foram ditas entre eles, fora que Brenna acredita que seu pai tem vergonha dela e a trata como criança, com isso a tensão entre eles é enorme. 
Jake é um bom filho, um ótimo amigo e faz o par perfeito com Brenna. Os dois são divertidos e sarcásticos na medida certa, foi uma divertida surpresa acompanhar esse casal e claro, sempre tem o personagem sonso que faz o leitor passar raiva e nessa leitura esse personagem é a melhor amiga de Jake, Hazel. 

Eu simplesmente amei essa leitura, como fã da série principal eu estava empolgada demais para ler o spin-off, mas não gostei do primeiro livro - ainda bem que esse foi bem melhor a ponto de me fazer continuar lendo a série. 
Em breve pretendo ler o próximo livro da série e espero que seja tão divertido e envolvente quanto esse.



Um comentário

  1. Eu já algumas boas resenhas deste livro,mas admito que sempre deixei passar batido. Mas eu adoro isso dos enemies rs(termo que só aprendi recentemente)
    Mas não é somente pelo romance, mas pelos dramas que cada personagem carrega em paralelo!
    Agora já quero todos!
    Beijo

    Angela Cunha/O Vazio na flor

    ResponderExcluir