Resenha: Vizinho, Vizinha

janeiro 04, 2022

 

Autores: Graça Lima e Mariana Massarani e Roger Mello

Editora: Companhia das Letrinhas

Número de Páginas: 30

Ano: 2007

Avaliação: ☆☆☆

Sinopse: Vizinho, vizinha mostra o que separa e o que une as pessoas nas metrópoles. Na rua do Desassossego, 38, a vizinhança é bem tranquila. No apartamento 101, um moço lê quadrinhos, toma café e constrói uma cidade de papel. Nem percebe o rumor da vizinha do 102, que toca clarineta, cria um rinoceronte debaixo da pia e coleciona livros e coisas antigas. Eles só se vêem no final da tarde, quando se encontram no hall, trocam cumprimentos e falam do tempo. Depois, vão resolver coisas na cidade - e logo estão de volta aos seus cacarecos, guardados e manias. Como vão escapar da solidão?

Vizinho, Vizinha vem contando a curta história de dois vizinhos que moram um de frente para o outro, eles raramente conversam com exceção de rápidos cumprimentos no corredor e perguntas simples sobre o tempo. De forma sutil vamos vendo a solidão de cada um, nessas páginas ilustradas o leitor observa a possibilidade de um "encontro" entre os dois.

É possível ver a dificuldade que os adultos tem de se enturmar com outras pessoas, coisa que é diferente quando se é criança (na maioria das vezes). O cotidiano caótico das grandes cidades faz com que cada pessoa fique trancada em seu mundinho sem saber sobre as pessoas que estão morando ao seu lado. 
Os adultos nessa história precisarão vencer suas barreiras sociais se quiserem interagir um com o outro. 

Foi uma leitura interessante, mas muito rápida. E por se tratar de uma leitura infantil, vemos que a solidão foi abordada de forma muito sutil, sendo que um dos pontos da sinopse é a solidão dessas duas pessoas, por isso eu achei que teria um pouco mais de aprofundamento.  
Por tratar-se de uma leitura curta, é possível ser feita em poucos minutos. Acabei lendo no Kindle Cloud Reader (no computador) para apreciar os detalhes da ilustração. 

No mais foi uma leitura interessante e eu não conhecia o trabalho de nenhum dos autores, espero ler outras obras assim que possível!


2 comentários

  1. Amei saber que achou a leitura interessante, achei a edição bem bacana, super colorido e isso também me chamou a atenção.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Um livrinho tão curtinho e até entendi esse não se aprofundar na solidão, por se tratar de um livro infantil.
    Engraçado isso, estava pensando aqui, moro há uns 6 anos na mesma casa, a casa vizinha é de aluguel. Uma família morou lá 03 anos, e eu só fiquei sabendo o nome deles, quando eles se mudaram rs
    beijo

    Angela Cunha/O Vazio na flor

    ResponderExcluir