28 novembro 2012

Parceria com a Novo Conceito


Finalmente eu trouxe para vocês a postagem de apresentação e tenho que confirmar que consegui finalizar meu cadastro na area de parceiros e agora é só felicidade!

Na hora em que eu resolvi olhar meu e-mail (eu olho todo dia esperando o contato deles) pois na quinta-feira eu cheguei em casa tarde da noite e me joguei na cama e dormir, nem tive tempo d eolhar. Ai eu olhei de manhã e nada, resolvi olhar a noite para me certificar que não tinha nada e quando eu abro e vejo que tem algo lá ...gente pensem no meu nervosismo.
Eu estava esperando meses por esse e-mail e para a minha felicidade foi algo positivo.
Quase tive um troço hahaha sério. Liguei na mesma hora para o meu marido que estava comemorando com os "amigos" do quartel que vão se mudar para outro estado junto com ele e cursar lá na marinha.
Ai quando ele chegou saímos para comemorar (sério), para muita gente isso não pode ser nada, só mais uma parceria. MAS gente, é a Novo conceito, uma editora incrivel e bem legal com os parceiros, e creio que seja quase o sonho de todo mundo ser parceiro da editora.
Bom, sem mais delongas vou anunciar algumas novidades da editora.

Li até a página #05



 Criado pelo blog Eu leio, eu conto, Li até a página 100..., consiste em dizer o que achamos da nossa leitura atual até a centésima página . O livro que estou lendo no momento é: Zumbis x Unicórnios.


24 novembro 2012

Wishlist #05 + pequeno aviso sobre minha nova parceria ~NC


Ontem para quem viu a minha atualização no facebook, página do blog ou twitter leu que eu ganhei parceria com a editora Novo Conceito *--*.
Mas a postagem de parceria só vem depois porque a minha área de cadastro dos dados está dando erro e eu quero ver algumas coisas lá antes de vir fazer a postagem de parceria.
Pensem na minha felicidade ;w; inclusive esse é um dos itens da minha segunda lista de desejos :)
Mas o importante é que eu entrei em contato com a editora porque o site ta dando erro e não consigo finalizar meu cadastro na área de endereço 0-0 para poder acessar minha parceria. Ainda bem que eu já mandei e-mail para a área de parceiros como diz lá caso isso aconteça *-* espero que se resolva logo.

23 novembro 2012

Resenha: Ameaça Mortal


Autor: James Patterson 
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 192
Ano: 2012
Avaliação☆☆☆

Sinopse: Um sequestro inacreditável: embora contem com a proteção do Serviço Secreto 24 horas por dia, Ethan e Zoe Coyle, filhos do presidente dos Estados Unidos, são sequestrados dentro de um dos melhores colégios de Washington. O detetive Alex Cross é um dos primeiros a chegar à cena do crime. Uma ameaça terrorista: dias depois, uma sabotagem da rede de abastecimento contamina toda a água da cidade, deixando a população em pânico. Alex teme que os dois eventos estejam relacionados e representem o mais devastador atentado terrorista que o país já enfrentou. A cada hora que passa, as chances de solucionar os crimes e encontrar as crianças com vida diminuem. Diante deste que pode ser o caso mais importante de sua carreira, o detetive toma uma decisão desesperada, que vai contra tudo aquilo em que ele acredita e pode até lhe custar a vida.

Na história o detetive Alex Cross nos é apresentado e nossa eu pensei que ele seria um personagem incrível e que eu adoraria, muito pelo contrário pois eu não suportei o mesmo. Achei ele muito sem graça, e totalmente "sem voz" dentro de casa. A avó do Alex é assaltada por uma menina (que depois conhecemos e se chama Ava). Ela é pega de surpresa sentada na praça (pela mulher de Alex que é policial) e é obrigada a voltar e se desculpar, pois a senhora idosa chega em casa machucada e a esposa do Alex (Bree) fica com ita raiva e vai ao encontro de quem tinha feito isso com a senhora (e depois de uma pequena ronda encontra a menina "patentando" na rua).

Depois de pedir desculpas a senhora a mulher que foi assaltada pergunta se a menina não quer comer e depois disso "adota" a mesma e mesmo o Alex sendo o dono da casa ele não pode opinar sobre o assunto. Ou seja, não importa se a casa é dele ou qualquer outra coisa, o que importa ´que se o pessoal que fazer as coisas lá: eles fazem.

Sem contar que o livro nos mostra o Alex como o melhor cara par o serviço, que é encontrar os filhos do presidente que foram sequestrados e nem o FBI sabe como isso aconteceu.
““Um dos detetives resolveu um importante caso de sequestro há alguns anos. Se sou cuidadoso como acho que sou, preciso reconhecer que ele é uma ameaça para tudo o que fiz e pretendo fazer. Estou certo disso. Ele é diferente dos outros da mesma forma como sou diferente de meus colegas. Já sei o que devo fazer, mas tenho dúvida se vai ser fácil. Será que consigo matar Alex Cross? É o que preciso fazer?”” (pág. 72).

O livro foi ficando bom pra mim a partir da página 122. Sem contar que eu não fiquei com pena das crianças que foram sequestradas e muito menos com medo que algo acontecesse com elas, o sequestrador não dava muito as caras e de vez em quando fazia algo e mandava para o presidente, mas sinceramente? Não achei muito lá essas coisas.  Acho que eles poderia ter feito um sequestrador melhor.
No mais foi uma leitura rápida, porém achei que seria bem melhor. 

21 novembro 2012

Li até a página 100 #04




Criado pelo blog Eu leio, eu conto, Li até a página 100..., consiste em dizer o que achamos da nossa leitura atual até a centésima página . O livro que estou lendo no momento é: Ameaça mortal. 

QUEM SEGUE O BLOG sabe que eu costumo ler vários livros ao mesmo tempo, então como esse está com mais urgencia para ser resenhado (porque não vai ficar comigo por muito tempo) estou adiantando a leitura dele e espero resenhar logo (ele é pequeno mesmo então logo verão resenha dele por aqui).


















20 novembro 2012

Promoção de natal (segunda)~~

Banner feito pelo: Gustavo Oliveira

Olá queridos leitores do blog, hoje entra no ar mais uma promoção de Natal especialmente para vocês e espero que vocês gostem, eu e mais 4 blogs amigos nos juntamos e para sortear 5 livros! A promoção inicia-se hoje e se encerrará no dia 20 de dezembro.

O sorteio será da seguinte maneira:
* Serão 5 livros para 2 ganhadores
* O primeiro sorteado ganhará os três livros de sua escolha e o segundo sorteado ficará com os dois livros que sobrarem.

REGRAS OBRIGATÓRIAS:
1. Possuir endereço de entrega no Brasil.
2. Seguir publicamente todos os blogs que participam do sorteio.
3. Deixar um comentário no post com o seu nome de seguidor.
4. Cada blog será responsável pelo envio do livro, em um prazo estipulado pelo mesmo.
5. Se o participante não seguir alguma das regras obrigatórias será automaticamente excluído do sorteio.

19 novembro 2012

Promoção de natal


Oi pessoal!
Dezembro é o mês dos presentes, né? Pensando nisso, os blogs Livros e Chocolate, Free Yourself, Tempo à Toa, Mundo dos Livros, Seguindo o Coelho BrancoPreto no Branco e Beyond Books se uniram para presentear dois sortudos com livros super bacanas!

E pra participar é suuuper fácil! Espiem só:
Regras:
- Morar no Brasil
- Seguir os 7 blogs publicamente pelo GFC
- Comentar nesta postagem para validar sua participação.

Você também pode ganhar chances extras se cumprir as outras entradas não obrigatórias, como curtir as páginas dos blogs no face, seguir twitter, etc...

Serão 2 ganhadores, em que o primeiro escolhe 4 livros e o segundo fica com os 3 restantes!

16 novembro 2012

Tag - Skoob

Tag Originalmente criada pelo blog Livros com Resenhas:  Link aqui


15 novembro 2012

Todos merecem finais felizes.!!?? Ilustrações por Justin

O ilustrador Justin Turrentine resolveu criar ilustrações de como seria alguns finais da Disney se os vilões houvessem ganhado ao invés dos heróis. 






14 novembro 2012

Resenha: O Triste Fim do Pequeno Menino Ostra



Autor: Tim Burton 
Editora: Girafinha
Número de páginas: 128
Ano: 2007
Avaliação☆☆☆☆☆

Sinopse: Das incríveis animações em stop motion — como O estranho mundo de Jack e A noiva cadáver — aos modernos e excêntricos contos de fada Edward Mãos de Tesoura e Peixe grande, o cineasta Tim Burton tornou-se conhecido por sua linguagem visual única, que equilibra perspicácia e humor ácido. Neste livro, em que as ilustrações evocam a doçura e a tragédia da vida, Burton apresenta uma galeria de personagens infantis muito peculiares. Incompreendidos e desajustados, eles lutam para encontrar amor e aceitação em um mundo cruel. São desesperançados e infelizes heróis que nos lembram o lado negro que há em todos nós.

O livro nos apresenta para as pessoas um novo mundo cheio de personagens incompreendidos e desajustados  Todos eles são diferentes dos personagens que costumamos ver.
Ninguém ai é extremamente bonito, chamativo por algum dom especial e "legal" ou quem sabe mesmo ser excluído por ser muito bom em algumas coisas, ou qualquer outro clichê que vocês possam imaginar.

Nesse livro pequeno e rápido Tim nos mostra personagens estranhos, com suas formas bizarras e com pequenos versos contando suas histórias.
Eu sou mega fã assumida do Tim, gosto muito do trabalho dele. Mesmo que não seja tão atrativo aos olhos os personagens meio desfigurados e com defeitos. Isso acaba tornando-os excluídos ao invés de populares, mas claro sempre existem fãs desse tipo de personagem.

Os versos contidos nesse pequeno livrinho são um pouco do "bizarro", do humor negro, e da genialidade de transformar "coisas estranhas" em "obras".
Quem gosta do estilo do Tim deveria muito ler esse livro, e além de recomendado é bom para passar o tempo.

13 novembro 2012

Uma febre do instagram - Woody


O artista Santlov acabou entrando na onda do instagram já tem um tempinho e começou a fazer umas montagens bem legais com o personagem Woody da animação Toy Story. 
Santlov costuma usar vários bonecos para sus fotos, e vou mostrar para vocês algumas das fotos que eu achei pela net do Woody.


O que vocês acharam?

10 novembro 2012

Resenha: Línguas de Fogo




Autora: Karen Soarele
Editora: Cubo Mágico
Número de páginas: 216
Ano: 2012 
Avaliação:  ☆☆☆☆☆
Sinopse: Aisling é uma jovem camponesa que vive numa área remota de Vulcannus, o reino mais poderoso de Myríade. Entretanto, um acontecimento vem para mudar completamente sua vida: seu melhor amigo, Dharon, é ferido em batalha enquanto tentava protegê-la, e a única chance que ela tem de salvá-lo é deixar para trás tudo o que conhece e atravessar a fronteira até o território inimigo, onde pode encontrar o antídoto para o veneno que o consome. Em sua jornada, Aisling se defrontará com diversos perigos, descobrirá que toda história possui mais de um ponto de vista e aprenderá que nas amizades verdadeiras está a força para seguir pelo caminho correto..


Me deparo com Aisling, uma menina jovem e ingênua. Ela é uma jovem muito determinada, porém algo que me fez sofrer durante o livro foi a inocência dela. Algumas partes eu ficava com medo por ela, queria ajuda-la e mesmo com todo o crescimento da mesma durante o livro eu cheguei a conclusão: Ela é boa demais para ser verdade. 

É uma pena que não existam tantas pessoas assim. Que lutem até a beira da morte para defender outras, que corram atrás dos seus ideais  que acreditem na justiça, que sejam inocentes e acima de tudo, que perante o inimigo caído não tentem tirar vantagem ou praticar o mal contra o mesmo. 
Me deparo com a avó de Aisling que para mim ainda continua sendo um mistério no decorrer da trama, gostaria de ter conhecido mais sobre ela no livro e espero ter a oportunidade de -la em outros livros da autora. 

Alguns acontecimentos foram rápidos demais, que me fez querer mais detalhes e olhem que a Karen é bem detalhista (ok as vezes eu sou exageradamente desesperada por detalhes). 
Eu entendi algumas pessoas no livro, uma delas foi a vilã Kendra, inclusive eu senti pena dela, por causa de um acontecimento que envolve o ...sem spoiler (notem que adoro fazer isso com vocês)! Até entendo as atitudes dela em algumas ocasiões, porém em outras eu queria que ela morresse,  porque o mulher ruim viu. 

No comecinho do livro o amigo de Aisling, o jovem Dharon é um rapaz meio ingênuo, porque ele queria fugir com um cara que mal conhecia para poder conhecer o mundo, o que faz com que a Aisling quase sofrer um acidente que poderia acarretar a morte da mesma. Mas vi a evolução dele durante o livro. Corajoso, jovem, forte e destemido e principalmente um nobre guerreiro. O que mais me admirou foi a força dele, mesmo ferido e cruzando as várias cidadezinhas (percebam que o coitado estava envenenado) ele conseguiu ainda sim lutar, perseverar e acima de tudo defender as pessoas que ama. Eu espero poder -lo novamente em algum outro livro da autora.

Nesse livro eu encontrei muitas perguntas, muitas respostas e mais perguntas durante o final do mesmo. E agora como eu fico? Um mistério que para mim foi resolvido e que me fez ficar apaixonada pelo personagem foi pela  égua Douce. Que por sinal esconde um segredo que eu não imaginaria nem em um milhão de anos. Por favor, que ela apareça em outros livros.
Aisling ainda é um pequeno mistério para mim, o que ela pode ser capaz de fazer, de descobrir, de se superar e creio que possa a vir me surpreender se aparecer novamente. 

É um livro de leitura rápida e envolvente, em alguns momentos tive pena, raiva e sofri com os acontecimentos que era superados de forma única e inimagináveis por mim. 
Gostaria de parabenizar a autora pelo livro, espero que o segundo seja excelente assim como o primeiro.

Só tenho algo para avisar, achei um pequeno erro durante a leitura, foi o único também e não me atrapalhou em nada. Até avisei a Karen por e-mail para quando for revisado seja corrigido, mas vi gente que nem prestou atenção nisso quando leu, para vocês verem como é algo que passa despercebido por muitos. 

- Mas como vamos embarcar?- Bom, Aisling..- ele a soltou e a encarou com um olhar pacificador. - Esta é a parte em que você confia em mim. Pág. 62

Antes de descer, porém, ela aproveitou a altura privilegiada do navio e deu uma boa olhada na paisagem. Os visitantes podiam não se importar, e os habitantes locais podiam já ter enjoado, mas a verdade é que a vista de tirar o fôlego! Pág. 96

- Ela fraturou a perna na ocasião em que matou um Furioso pela primeira vez. Desde então, tem dificuldade para andar -. Desmond estava ao lado de Aisling e lhe colocou a mão no ombro, a expressão dura. - Mas isso não a impediu de continuar lutando por aquilo em que acredita. Pág. 127

06 novembro 2012

Resenha: Scott Pilgrim - Contra o Mundo (Vol. 01)




Autor: Bryan Lee O'Malley 
Editora: Quadrinhos na Cia 
Número de páginas: 368
Ano: 2010
Avaliação☆☆☆☆☆

Sinopse: Scott Pilgrim está feliz com sua preciosa vidinha. Aos vinte e poucos anos, esse canadense levemente excêntrico divide os dias entre o ócio do desemprego voluntário e os ensaios de sua banda de rock, a improvável Sex Bob-Omb. Sua namorada, uma chinesa de nome Knives Chau, tem dezessete anos, e o relacionamento casto - "Uma vez ela pegou na minha mão", ele conta - parece cair bem para o momento, digamos, introspectivo que Pilgrim vem vivendo. Afora a preocupação dos amigos quanto às intenções de nosso herói para com uma garota tão nova, tudo vai bem. A rotina de videogames e indolência, no entanto, está prestes a sofrer um abalo sísmico. E o nome dela é Ramona Flowers, americana recém-chegada ao Canadá, única entregadora da Amazon na região. Depois de encontrá-la brevemente em duas ocasiões, Pilgrim apaixona-se perdidamente, faz uma encomenda pela internet e senta à porta para esperar a sua amada. O incrível é que a conversa dá certo, Ramona gosta de Pilgrim e os dois começam a sair. Fim da história. Só que as coisas nunca são assim, ainda mais para Pilgrim. Namorar Ramona, como ele logo vai descobrir, implica também enfrentar o passado da garota, talvez de maneira mais literal do que o próprio Pilgrim poderia imaginar. Liderada pelo misterioso Gideon, a Liga dos Ex-namorados do Mal de Ramona precisará ser derrotada, caso ele queira continuar saindo com ela. Cada um dos sete ex-namorados desafiará o herói para uma luta, enquanto ele ainda tenta contornar relacionamentos passados, o vibrante mundo do rock'n'roll canadense e a falta de mobília em sua casa. Esse é o universo de Scott Pilgrim contra o mundo, cultuada série em quadrinhos do canadense Bryan Lee O'Malley que a Quadrinhos na Cia. traz ao Brasil. Combinando elementos dos universos do videogame, do mangá, dos filmes de kung fu, da música e do cinema às grandes questões do amor jovem e do início da vida adulta, O'Malley criou um mundo vibrante, com um humor tão particular - e desconcertante - quanto os personagens que o habitam. Publicado originalmente em seis volumes, Scott Pilgrim chega ao Brasil em três volumes, cada um contendo dois capítulos da história original.


Começo falando que Scott Pilgrim é um dos meus quadrinhos preferidos. Essa mistura de rock roll, personagens complicados e engraçados, com uma garota de cabelos coloridos e um bando de ex namorados furiosos são uma combinação perfeita para fazer esse quadrinho ser sensacional.
Scott é aquele tipo de cara que não faz nada da vida, cheio de problemas amorosos e achando que a vida dele é perfeita.
Tem uma namorada adolescente chamada Knives Chau que é muito fofa e no começo do quadrinho nós vemos que o Scott gosta mesmo dela.

E o mais fofo, a Knives Chau nunca beijou ninguém e ela gosta de verdade do Scott, que vai acabar fazendo a burrada de ....sem spoiler!
O nosso protagonista mora na casa de um amigo (seu amigo gay e incrivelmente engraçado), o nome dele é Wallace Wells que é um dos meus personagens preferidos, depois da Ramona claro. 

Tem a irmã do Scott que se mete em tudo e é uma fofoqueira de plantão.
Temos a banda do Scott que por sinal é composta por uma das ex namoradas dele (Kim), que além de não ter superado o termino do relacionamento deles é sarcástica e mau humorada a grande maioria do tempo, mas é uma boa menina na medida do possível.

O HQ é cheio de tiragens engraçadas, momentos muito bobos em que são relacionados a vídeo game (um grande exemplo é quando o Scott vence uma batalha que o seu adversário se transforma em diversas moedas, igualzinho aqueles jogos antigos). 

O legal do HQ que ele é todo em preto em branco, mas também é uma pena porque a Ramona é a personagem que troca de cabelo a cada semana, então é divertido ver ela com cabelos diferentes. Isso me lembra que no filme os cabelos dela mudam apenas três vezes senão me engano. 

O centro de todo o HQ eu diria que é o Scott tentando ficar com a Ramona, lutando com a liga de ex namorados malvados que a Ramona tem (sim eles criaram uma liga para lutar com o Scott), todos liderados pelo Gideon, o último namorado da Ramona. 
Scott além de lutar com os ex namorados dela para poder continuar saindo com ela, tocar em uma banda e tentar resolver seus antigos relacionamentos..ele ainda tem que se preocupar com o fato de que aquela namorada que ele nunca superou o relacionamento está na cidade. 

É uma história muito divertida, cheio de pequenas lutas, diálogos engraçados e um traço totalmente diferente dos desenhos que eu vejo por ai.
Sem contar que o HQ nos passa pelo menos uma lição de vida: Lutar pelo que queremos. Sem contar que temos que saber lidar com as escolhas que tomamos na nossa vida.

05 novembro 2012

Wishlist #04


Nossa faz um tempinho que eu não trago para vocês verem as minhas listas de desejos. 
Vou aproveitar e mostrar apenas os itens que saíram das listas passadas :)

Obs: Todas as minhas listas contém 8 itens, e vou apresentar o número do item, o nome e a foto (isso referente aos números que saíram das listas anteriores no final da postagem).

03 novembro 2012

Resenha: Opúsculo


Autor: Grupo The Harvard Lampoon
Editora: Novo Século
Número de páginas: 144
Ano: 2010
Avaliação☆☆☆
Sinopse: Escrito pelo grupo “The Harvard Lampoon”, responsáveis por outras sátiras a sagas famosas como “O Senhor dos Anéis”, o livro “Opúsculo – a Paródia” (”Nightlight” no original) conta a história de amor de Belle Goose e o misterioso e brilhante Edwart Mullen.A desajeitada garota obcecada por vampiros chega à cidade de Switchblade e observa estranhos acontecimentos. Um geek com nenhum interesse por garotas deixa seu almoço no prato e a salva de uma bola de neve ocasionando a revelação: Edwart só pode ser um vampiro.Imitando a quarta capa do primeiro romance de Stephenie Meyer, a obra do grupo de Harvard é apresentado da seguinte forma:“Sobre três coisas eu estava absolutamente certa.Primeira, Edwart talvez fosse, muito provavelmente, minha alma gêmea.Segunda, existia uma parte do vampiro dentro dele – que eu presumia que estivesse completamente fora de seu controle – que queria me ver morta.E terceira, eu incondicionalmente, irrevogavelmente, impenetravelmente, heterogeneamente e ginecologicamente desejava que ele tivesse me beijado.”

Quem nunca viu aqueles filmes de "besteirol americano"? Com várias sátiras engraçadas que te fazem rir de tão bobas que são.
Esse livro fez um "trabalho bem legal" com o primeiro livro da série de Crepúsculo.
É cheio de partes engraçadas (isso dependendo do tipo de humor da pessoa, porque conheço pessoas que odiaram esse livro) e com o lado extremista de cada personagem que chega a ser um pouco bobo demais as vezes. Mas da para ler tranquilamente.

Me deparo com uma Bella, ou melhor uma Belle louca por vampiros e totalmente bizarra.
Um Edward (no caso desse livro é Edwart) muito bizarro e meio estranho, mas engraçado, muito engraçado.
Em toda a leitura imaginei os atores interpretando as cenas que me eram apresentadas no livro.
Seria divertido (pelo menos para mim) ter assistido os atores fazendo esse livro "acontecer nas telinhas"!

Existem também filmes que fizeram paródia da saga crepúsculo, mas não conheço nenhum que tenha sido baseado nesse, (que seja mesmo fiel ao livro) e se por acaso alguém conhecer me avise que eu quero assistir.
Eu recomendo esse livro para quem quer ler uma leitura engraçada (na medida do possível) , tranquila e boba. Que não é uma fã ou um fã viciado em crepúsculo a ponto de se sentir insultado com o livro (porque sei que existem pessoas assim).

É uma leitura bem rápida e acho que vale a pena para passar o tempo e se divertir.
Mas confesso que uma hora me cansou um pouco, acho que o fato foi estar lendo no computador.
Não tenho muito o que dizer porque o livro não tem uma história profunda e incrivelmente bem construída para te envolver desesperadamente, para mim foi apenas algo para passar o tempo. E serviu muito bem.