30 abril 2014

Resenha: Loucamente Sua



Autora: Rachel Gibson
Editora: Jardim dos Livros
Número de páginas: 344
Ano: 2012
Avaliação☆☆☆


Sinopse: De volta à sua cidadezinha para atender ao funeral do seu padrasto Henry, a bela cabeleireira Delaney é surpreendida com uma cláusula do testamento dele: se quiser receber a sua herança, ela deverá permanecer um ano inteiro na cidade e não ter "contato sexual" algum com o bad boy Nick, filho bastardo de Henry. Acontece que, dez anos antes, ela e Nick viveram uma paixão, e embora ele seja um mulherengo incorrigível, a proximidade de ambos reacende a antiga chama. Será Delaney capaz de resistir ao motoqueiro de conversa fiada?


Bom, Henry é o padastro de Delaney. Uma jovem cabeleireira talentosa que quer viver a vida no mundo de luxo que está acostumada trabalhando com gente que tem boas condições financeiras, mas acaba sendo surpreendida pelo testamento de seu padastro que deixa uma boa herança para ela com os seguintes pontos: a mesma tem que permanecer um ano na cidade em que sua mãe mora e não ter nenhum contato sexual com Nick, filho bastardo de Henry (o qual ela teve um relacionamento conturbado quando eram mais novos).

E Nick também tem uma cláusula no testamento que diz que ele deve ficar longe dela e caso algum dos dois quebre os itens obrigatórios no testamento será automaticamente dado para o outro o que era de direito dele. Perai que ficou confuso Alice...quer dizer que se Delaney ficar com Nick a parte dela da herança vai para ele? Sim, e vice versa (muita burrice para o meu gosto, mas esse velho morto sabe o que faz).

Os dois tem uma fagulha que reacende a cada momento que se vêem então já imaginam as cenas quentes entre os dois, porém como é que Delaney vai resistir a Nick sem perder o que lhe é de direito? Mesmo que ganhe a parte de Nick se ficar com ela, não é a mesma coisa, ela tem um certo orgulho sabe. Sem contar que ela tem muita coisa a perder se não ficar com esse dinheiro, afinal quer abrir seu próprio negócio e pretende ganhar muito dinheiro com isso. Se contar que ela quer sair viva dessa cidade, sem ser afetada pelo "furacão Nick".

A mãe de Delaney nessa história toda é uma mulher muito chata que vive dizendo a filha o que fazer, porque tem vergonha de si mesmo e tem medo que a filha acabe fazendo uma burrice na vida como ela faz anos atrás. Ou seja, a mulher cuidava de cabelo de gente famosa e não quer que a filha siga os próprios passos porque tem vergonha e por isso vive inventando profissões para ela ao contar aos outros o que a filha faz.

Eu gostei do livro, mas não achei que foi incrível. Só parece a mesma formula do Bad Boy e da Mocinha do papai que tem um relacionamento complicado e no final tem que ficar juntos por qualquer obra do destino, porém será que nesse caso Delaney fica com Nick?
A garota acaba gostando de morar na cidade, mesmo tendo que fugir de lá quando toda a cidade (lugar pequeno é fogo) soube do que aconteceu com ela e Nick e começaram a inventar rumores que ela engravidará dele quando era adolescente. Não é um livro incrível, mas me proporcionou uma boa leitura.

27 abril 2014

Resenha: Fábulas ao Anoitecer



Autora: Georgette Silen
Editora: Giz Editorial
Número de páginas: 168
Ano: 2011
Avaliação☆☆☆☆

Sinopse: Você sabe o que acontece na escuridão da noite? Que mistérios se escondem sob a luz do luar? Fábulas ao Anoitecer é uma seleta de narrativas fantásticas que têm como cenário principal o manto da escuridão, que assume seu reinado após o pôr do sol. Terror, amor, magia, criaturas fantásticas como fadas, bruxos, dragões, elfos, e até ficção científica surgem de suas páginas. Mitologia e lendas folclóricas mundiais são revisitadas e conduzem o leitor pelo maravilhoso mundo da Literatura Fantástica Brasileira. Fábulas ao Anoitecer é para ser lido debaixo das cobertas, com lanternas acesas, num clima de mistério e segredo. Mas tome cuidado com as janelas. Mantenha-as bem fechadas...

Esse livro vem recheado de histórias de fantasia que fazem o leitor ter um leque de possibilidades a sua frente, pois os contos descritos nesse livro são diversos e abrangem vários personagens fantásticos.  Cada conto tem sua particularidade, então resolvi citar alguns por aqui, mas só alguns para não estragar a surpresa na hora da leitura.

Temos o conto do Jack, um conto baseado na história do famoso Jack Esqueleto, aquele Jack descritos nas histórias de Halloween. Posso dizer que o mesmo envolve uma pitada de suspensa, magia e não é necessariamente assustado, mas tem "quê" de sombrio no mesmo, e ainda sim é um conto "feliz" porque o Jack tem um objetivo bonito no final das contas. 

O conto que se intitula Uma Tragédia Quase Grega, é um dos meus favoritos! Aonde temos uma versão bem moderna que envolve mitologia Grega, que por sinal tem é uma das minhas paixões, apesar de não ser um conto com um desfecho incrível eu gostei dele.

E por último vou falar de um conto que para mim foi o mais sinistro de todos. A autora escreveu sua versão sobre A menina dos fósforos (que originalmente tem o título A pequena vendedora de fósforos e foi escrito por Hans Christian Andersen) essa versão foi para mim muito assustadora e fiquei um pouco nervosa ao ler, é de prender do inicio ao fim esse conto e tenho certeza que não irá decepcionar o leitor.

No mais é um livro rápido, legal e que vale para uma tarde rápida de leitura. Um livro com um tom de terror, uma pitada de mistérios e com lindas ilustrações no decorrer da leitura.
Recomendo!

Encontro de Autores: Qual é a cara da Literatura Nacional?


Que tal participar do primeiro encontro de autores do selo Novas Páginas, da editora Novo Conceito??
Só clicar aqui e marcar presença no evento. Depois me contem tudo ok??

24 abril 2014

Resenha: Casa Glass - Os Vampiros de Morganville



Autora: Rachel Caine
Editora: Underworld
Número de páginas: 228
Ano: 2010
Avaliação☆☆☆☆

Sinopse: Bem – vindo a Morganville, Texas. Apenas não fique fora após o escuro. A estudante do primeiro ano da faculdade Claire Danvers já teve o suficiente da sua situação de pesadelo no seu dormitório, onde as meninas populares nunca a deixam esquecer exatamente que lugar ela ocupa na cena social da escola: algum lugar abaixo de zero. Quando Claire vai pra fora do campus, a imponente casa antiga que ela encontra um quarto pode não ser muito melhor. Seus novos colegas de quarto não mostram muitos sinais de vida. Mas eles vão proteger Claire quando os segredos mais profundos da cidade virem a tona, famintos por sangue fresco.

O livro começa com a história de Claire, uma garota que está indo morar na cidade de Morganville no Texas onde os habitantes são um tanto quanto estranhos e parecem ter medo de alguma coisa pelo modo como se comportam.
Claire terminou os estudos muito rápido, então os pais acham que a filha deles é muito nova para ir a faculdade, pois isso seria muito longe deles (ou seja, estão empatando o futuro de uma menina inteligente por puro egoísmo, na minha humilde opinião) então acabam mandando ela para passar um ano em Morganville.

Claire é alvo de uma garota (que tenho quase certeza que é totalmente psicótica) chamada Mônica, e viver no dormitório da faculdade tem sido questão de vida ou morte, afinal Mônica empurra Claire do alto da escada que faz com que a moça quase quebre o pescoço na queda. Porém ninguém parece se importar com o acontecido, e Claire percebe que tem algo de muito errado naquele lugar.
Então Claire decide morar fora do campus, mas ela é menor de idade, o pessoal não parece colaborar muito e ao que tudo indica sua vida corre perigo se ficar sozinha perto da garota que a está perseguindo.

Por um golpe de sorte acaba encontrando um lugar chamado Casa Glass, onde conhece três jovens (Eve, Shane e Michael) que fazem com que ela se sinta segura em Morganville, apesar de que a realidade é outra, pois ninguém está verdadeiramente de fato seguro nessa cidade.
É um livro de vampiros bem construído, os personagens não são de todo bonzinhos ou malvados e sempre é bom está de olho em quem você confia.

Os vampiros são organizados, bem violentos e devem ser respeitados como criatura sobrenatural dominante no local, e gostei muito dessa imposição deles na cidade. 
É uma serie bem grande e nem todos os livros foram lançados no Brasil, então vocês vão ter que ler online ou em inglês mesmo.

Lançamentos de Maio: Editora Novo Conceito

Abril nem acabou direito e vocês já estão recebendo novidades! Novo Conceito divulgou os lançamentos de Maio, vamos conferir??

Sinopse: Atravessando quatro gerações, A Rosa da Meia-Noite percorre desde os reluzentes palácios dos marajás da Índia até as imponentes mansões da Inglaterra, seguindo a trajetória extraordinária de Anahita Chavan, de 1911 até os dias de hoje. No apogeu do Império Britânico, a pequena Anahita, de 11 anos, de origem nobre e família humilde, aproxima-se da geniosa Princesa Indira, com quem estabelece um laço de afeto que nunca mais se romperia. Anahita acompanha sua amiga em uma viagem à Inglaterra pouco tempo antes da eclosão da Primeira Guerra Mundial. Ela conhece, então, o jovem Donald Astbury, herdeiro de uma deslumbrante propriedade, e sua ardilosa mãe. Oitenta anos depois, Rebecca Bradley é uma jovem atriz norte-americana que tem o mundo a seus pés. Quando a turbulenta relação com seu namorado, igualmente rico e famoso, toma um rumo inesperado, ela fica feliz por saber que o seu próximo papel – uma aristocrata dos anos 1920 – irá levá-la para muito longe dos holofotes: a isolada região de Dartmoor, na Inglaterra. As filmagens começam rapidamente, e a locação é a agora decadente Astbury Hall. Descendente de Anahita, Ari Malik chega ao País sem aviso prévio, a fim de mergulhar na história do passado de sua família. Algo que ele descobre junto com Rebecca começa a trazer à tona segredos obscuros que assombram a dinastia Astbury.
Sinopse: POPPY, ZACH E ALICE sempre foram amigos. E desde que se conhecem por gente eles brincam de faz de conta – uma fantasia que se passa num mundo onde existem piratas e ladrões, sereias e guerreiros. Reinando soberana sobre todos esses personagens malucos está a Grande Rainha, uma boneca chinesa feita de ossos que mora em uma cristaleira. Ela costuma jogar uma terrível maldição sobre as pessoas que a contrariam. Só que os três amigos já estão grandinhos, e agora o pai de Zach quer que ele largue o faz de conta e se interesse mais pelo basquete. Como o seu pai o deixa sem escolha, Zach abandona de vez a brincadeira, mas não conta o verdadeiro motivo para as meninas. Parece que a amizade deles acabou mesmo.


Sinopse: Um livro para aqueles que amam os livros. 1995. A morte precoce de Amanda Byerly foi um golpe duro, que encheu de tristeza o coração de seu marido, Peter. Mais introspectivo do que nunca, ele decide deixar os Estados Unidos e se instalar na Inglaterra, onde passa a se dedicar à recuperação e à negociação de livros raros. Em um de seus dias de pesquisa solitária, Peter se depara com o retrato de uma jovem muito parecida com sua amada esposa, guardado dentro de um livro. A semelhança impressiona, mas a aquarela foi pintada há muito, muito tempo. Trilhando um sinuoso caminho entre a era vitoriana e o final do século XX, Peter passa a investigar a origem do misterioso retrato. As pistas acabam por levá-lo a se envolver em um mistério histórico: uma obra perdida do dramaturgo William Shakespeare. "O Retrato" é uma fascinante mistura de suspense e paixão que nos convida a viajar no tempo, no rastro de histórias sobre livros.

Sinopse: Hannah é diretora de elenco em Nova York e ainda chora pelo ex que a abando- nou. Rob não é muito bom em assumir compromissos, mas nos tempos da facul- dade quase namorou Hannah — e não se esquece disso... Vicki tem um trabalho lucrativo (embora tedioso) como designer de interiores de uma grande rede de supermercados, e é uma depressiva crônica. Nancy leva uma vida dupla, e Joe é um quarentão que adora namorar mulheres mais jovens... Não há como negar: juntos, eles podem comprometer seriamente os planos de Bee de ter o casamento mais elegante da cidade. Da união desses personagens apaixonados resulta um romance divertido e doce sobre vidas entrelaçadas, relações de amizade e o incontestável amor.
Sinopse: Bianca sempre quis ser roteirista de cinema. Para realizar seu sonho, ela sai do Brasil para estudar na famosa New York Film Academy. Em meio às emoções da nova vida na Big Apple, um rapaz misterioso acaba salvando a vida de Bianca em duas situações diferentes. Tudo o que ela sabe é que o seu herói tem no braço uma misteriosa tatuagem. Sem pistas sobre o seu protetor, ela é convidada para um show da banda The Masquerades, cujos componentes escondem os rostos atrás de máscaras. Uma rosa branca cai sobre o seu colo, arremessada pelo vocalista. Decidida a desvendar a identidade do mascarado, Bianca invade o camarim da banda. A surpresa que a aguarda por trás daquela porta poderá mudar o seu destino. Uma história cheia de humor e romance.

Parceria: Saída de Emergência Arqueiro e Sextante


Bom dia meu povo!
Esses dias eu recebi essa noticia, mas ainda não havia tido tempo de formalizar um aviso para que vocês ficassem sabendo sobre as novas parcerias do blog.

Querem conhecer mais sobre as editoras?? Segue abaixo os sites para compra de livros e páginas do facebook para acompanhar as novidades.

http://www.saidadeemergencia.com


http://www.editoraarqueiro.com.br


http://www.esextante.com.br

23 abril 2014

Geek Love- O manual do amor Nerd - Lançamento Editora Gente


O livro Fofinho acima tem previsão de lançamento para maio desse ano pela Editora Gente e fiquem ligados que eu tenho certeza que não vão querer ficar de fora dessa novidade.

Sinopse: Atenção, Player 1 – você está prestes a embarcar na quest da sua vida. Este livro é para quem está cansado de viver a vida no single player mode. Este livro é para quem percebeu que todas as temporadas de Doctor Who não conseguem abafar aquele insistente sentimento de falta. Eric Smith sabe mais do que ninguém que existem prazeres imensos na vida geek. Amigos incríveis, conversas até de madrugada sobre realidades alternativas ou até mesmo o simples prazer de ler aquele lançamento de quadrinhos. No entanto, chega um momento na vida de todo nerd em que o amor bate à porta e daí vem a hora de jogar o xadrez tridimensional que é o mundo dos solteiros. Não se desespere, jovem Padawan! Deixe Smith guiá-lo por esse caminho e descubra que amar é muito mais do que flores e bombons. Afinal, nada é normal na vida do nerd, e o amor não é senão o mais extraordinário dos fenômenos humanos.

Holly Black e Cassandra Clare em The Iron Trial


Pelo visto essa novidade anda abalando as estruturas de muita gente!
A editora Novo Conceito lançou essa novidade nas suas redes sociais.
Eles vão lançar pelo Selo Irado o novo livro de duas escritoras que particularmente virei muito fã desde a Bienal do Rio de Janeiro no ano passado.
O livro tem previsão de lançamento ainda esse ano e com certeza eu não vou deixar essa passar batido, não vejo a hora de ler esse livro.


19 abril 2014

Resenha: Austenlândia


Autora: Shannon Hale
Editora: Galera Record
Número de páginas: 240
Ano: 2014
Avaliação☆☆☆☆

Sinopse: Jane Hayes tem 33 anos e mora na Nova York atual. Bonita, inteligente e com um bom emprego, ela guarda um um segredo constrangedor: é verdadeiramente obcecada pelo Sr. Darcy. Embora sonhe com ele, os homens reais com os quais se depara são muito diferentes dos que habitam sua fantasia. Justamente por isso, ela decide deixar de lado sua vida amorosa e aceitar seu destino: noites solitárias aconchegada no sofá assistindo a Colin Firth em seu DVD. Porém, esses não são os planos que sua rica e velha tia-avó Carolyn, tem para a moça. A única a descobrir o segredo de Jane deixa, em seu testamento, férias pagas para a sobrinha-neta na Austenlândia. A ideia é que Jane tenha uma legítima experiência como uma dama no início do século XX e consiga se livrar de uma vez por todas de sua obsessão. Contudo, para isso, ela terá que abrir mão do celular, da internet e até do uso de sutiãs em troca de tardes de leitura, espartilhos e... a companhia de belos cavalheiros.

Nossa personagem principal de chama Jane, tem 33 anos e mora em NY atualmente. É uma mulher fissurada no universo criado por Austen, para ser mais exata ela é fissurada no Sr. Darcy e como não li o livro aonde aparece esse personagem não posso dizer se eu entenderia ela o unão, mas estou tentando, ok Jane??

Ela não consegue ter um relacionamento sem sair machucada, ou seja, a mesma é uma bomba relógio amorosa e está pensando em desistir dos homens completamente!
Sua tia-avó Carolyn acaba indo encontrar com ela (tudo por causa da mãe de Jane) e as duas acaba trocando algumas palavras a sós que faz com que Jane fique perturbada porque a idosa sabe do seu segredinho sujo (ser uma louca de pedra fissurada pelo Sr. Darcy) e acaba fazendo uma surpresa para Jane a incluindo em seu testamento.


A herança deixada por tia Carolyn não é muita coisa se formos ver com o "bolso", mas para Jane é uma oportunidade incrível, pois a mesma ganhou férias com tudo pago para a Austenlândia e a mulher terá de se livrar desse vicio que é o Sr. Darcy, mas pensem comigo não será melhor a tia-avó dela ter deixado dinheiro do que tudo pago para uma viagem a um local aonde a sua neta irá viver como "nos tempos de antigamente" e quem sabe ficar mais obsessiva pelo Sr. Darcy?

O livro segue um fluxo interessante aonde Jane tem que interpretar um personagem durante três semanas e acaba descobrindo coisas sobre ela mesma que pensava que havia esquecido.
O romance do livro não é o que parece e no final temos uma grande surpresa, como no decorrer do livro em que vamos lendo pequenos trechos sobre todos os namorados que Jane teve ao longo de sua vida e porque nenhum dos relacionamentos deu certo.

Eu achei a capa muito bonita, gostei da diagramação que a editora preparou e confesso que apesar de não ser o livro da minha vida me rendeu bons momentos durante a leitura.
O final com certeza foi inesperado e gostei muito, e espero que quem for ler esse livro tenha uma ótima experiência e lembre-se que é um livro leve, não leve tão a sério ok?

Resenha: De repente Acontece



Autora: Susane Colasanti
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 288
Ano: 2014
Avaliação☆☆☆

Sinopse:De repente acontece fala daquelas paixões que começam do jeito errado e têm tudo para terminar errado – mas, depois de ler a última página, a gente acredita que o amor existe. Se você é uma menina, este livro vai ajudá-la a entender o que se passa na cabeça dos garotos. Se é um menino... Bem, se você é um menino, também vai gostar de De repente acontece. Uma história simpática, com cara de vida real. E que poderia acontecer com você ou com a sua melhor amiga!

Sara tem o desejo de entrar para a Universidade, está se esforçando muito para isso, mas nesse ano deseja um namorado, deseja ter alguém ao seu lado e tem quase certeza que esse alguém é Dave (o garoto popular que anda com aquele grupinho popular e nojento de adolescentes).

Tobey é um garoto que não quer nada com a vida e vive querendo tocar sua música. O mesmo tem uma banda com os seus amigos (que frequentam o mesmo colégio que ele), porém o mesmo quer que Sara seja sua namorada, mas para isso ele terá que tirar Dave da jogada, ai eu ficava me perguntando: o que o Dave, um cara lindo e popular ia querer com a "nerd" da escola? Bom, já  comecei a ver um clichê no ar nesse momento da história.

Tobey recorre a uma das amigas de Sara para saber se o mesmo tem chance com ela e tenta de tudo para se aproximar da mesma.
Sempre achei que Tobey era o cara certo, mas será que a Sara irá perceber isso? Afinal ele tem os mesmos gostos que ela, é legal e carinhoso, enquanto Dave ...bom, vou deixar vocês descobrirem junto com a Sara o que ele fez/faz e se ela irá continuar ou não com ele.

Autora do livro tem uma pegada sempre adolescente nas suas histórias e dessa vez eu achei que gostaria, mas achei o livro um pouco chatinho.
Os capitulo são intercalado em cada personagem que teremos o foco principal (Sara e Tobey), e confesso que no começo fiquei um pouco confusa para distinguir quem começava cada capitulo porque isso não está afirmando no começo do capitulo nem nada, eu descobri porque prestei um pouco mais de atenção. Acho que o fato do começo do livro não me prender deve ter ajudado a ter dificuldades de percebi esse fato.

O livro é bem leve e não é cheio de tantos mistérios, mas confesso que eu esperava muito mais, mesmo sabendo que o estilo da autora é esse. Não foi um livro que me prendeu e demorei para ler pois dei uma parada, e quando retomei foi logo para terminar porque não queria o livro empacado aqui na pilha de livros para ler!
Será que Sara irá encontrar o seu amor verdadeiro? E afinal, quem será esse amor verdadeiro?

16 abril 2014

Resenha: Pousada Rose Harbor


Autora: Debbie Macomber
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 348
Ano: 2013
Avaliação☆☆☆☆

Sinopse: A busca por um novo começo pode levar a grandes revelações. Jo Marie Rose decide comprar uma pequena pousada, como forma de superar a morte do marido. Mal sabe ela que as surpresas que a esperam nessa nova empreitada. Seu primeiro hóspede é Joshua Weaver, que voltou para casa para cuidar de seu padrasto doente. Os dois nunca se conheceram pessoalmente e Joshua tem alguma esperança de que possam conciliar suas diferenças. No entanto, uma habilidade de Joshua há muito perdida prova que o perdão nunca está fora de alcance e que o amor pode florescer onde menos se espera.A outra hóspede é Abby Kincaid, que retorna a Cedar Cove para comparecer ao casamento do irmão. De volta pela primeira vez em 20 anos, ela quase deseja não ter ido, devido às memórias trazidas pela pitoresca cidade. E conforme Abby se reconecta com sua família e seus velhos amigos, percebe que só pode seguir em frente se permitir-se verdadeiramente a isso.

Joe Marie acaba tendo a ideia de comprar uma pousada que se localizada em Cedar Cove, uma cidadezinha pequena, aonde a mesma aposta que aquilo irá lhe fazer bem, lhe fazer tentar superar aos poucos a morte do marido.
Nesse livro temos dois hóspedes distintos que carregam cada um o seu pequeno drama pessoal, e estão na cidade para resolver pendências do passado ou futuros acontecimentos.

O primeiro hóspede é um rapaz chamado Joshua que acaba voltando para sua antiga casa aonde seu padrasto encontra-se muito doente e quase morto. O rapaz se sente na obrigação de cuidar do homem e nesse meio tempo tenta entender porque o mesmo o odeia tanto para fazer tudo que fez/faz na vida de Joshua.

Joshua acaba encontrando uma velha amiga da escola que está ajudando seu padrasto a sobreviver a algum tempo, pois o senhor não sai de casa, só vive trancado em sua casa e com a saúde debilitada. Será que depois da morte do seu padrasto Joshua irá voltar para sua casa? Irá conseguir viver sua vida normalmente? Convenhamos que ele sofreu um bocado na mão do seu padrasto.

Nossa segunda hóspede é Abby. Uma mulher atormentada pelo passado aonde envolveu-se com a morte de alguém muito querido, mas Abby nunca foi a mesma depois do acidente.
Com o casamento do seu irmão se aproximando Abby tenta enfrentar seus demônios de frente e tem liões importantes a aprender enquanto estiver de estadia em Cedar Cove.

Eu já li outro livro da autora, a mesma tem aquela pegada de prender o leitor, e apesar do livro não ser ambicioso ou um tremendo sucesso é uma boa leitura.
Gostei na narrativa das coisas, apesar de que em alguns momentos me senti meio perdida.
A capa do livro não é uma das melhores, mas posso sobreviver a isso!

É um livro que vai nos mostrando superação, perdão, amizade, a não confiar tanto nas pessoas em alguns momentos e em outros dar uma segunda chance.
Nem sei quando irá sair a continuação, mas espero que de um "up" na escrita da autora e na construção da história em si, porque ainda sim parece ser bem clichê e chatinho em alguns momentos.

15 abril 2014

Review: Capitão América 2- O Soldado Invernal.


Definitivamente um dos melhores filmes que eu já vi esse ano!

Esse filme se passa após os eventos ocorridos em Nova York (a história do filme dos vingadores) e Steve Rogers assume um lugar na famosa S.H.I.E.L.D., aonde o mesmo é responsável por diversas missões juntamente com a Viúva Negra. 
Como sempre Nick Fury mantém segredos e isso acaba irritando o Capitão América porque por trás de uma das missões que eles acabam de executar existem muito mais segredos escondidos do que se pode imaginar!
O filme continua de forma brilhante porque a cada cena os personagens vão surgindo, não vai focando apenas no Steve, mas em todos de formas diferentes e com certeza é um filme para ficar atento aos detalhes, pois nem tudo é o que parece.
As cenas de luta são ótimas! O final do filme é incrível e eu fui para o cinema "nua", ou seja, não li nada e nem vi nada sobre, e quando me deparei com a cena do falcão fiquei extasiada porque não tinha ideia que ele iria aparecer no filme.
O filme conta com duas cenas de créditos (como todo bom filme da marvel tem que ter um crédito né), então não faça como os outros e levante no final do filme (nunca faço isso), pois é bom ficar sentadinho esperando para assistir as cenas que podem ou não mudar o rumo das coisas.
Até me lembro a primeira vez que via referencia do Thor, final do filme do Homem de ferro aparecia uma cena do filme do Thor e eu fiquei elétrica. Então nunca levante de um filme antes do mesmo ter acabado por completo!
Tem uma cena bem legal nesse filme que é quando o Capitão pega um caderninho aonde ele anota tudo que perdeu enquanto estava congelado e claro a Marvel fez algo legal, a cada país que o filme é exibido a lista de coisas que aparece no caderninho é diferente (segue abaixo uma imagem).
O filme é cheio de pequenos detalhes que se remetem a outros filmes,possíveis filmes, possíveis personagens, coisas que vão acontecer. Sem dúvida é um prato cheio para quem adora quadrinhos, e para os que não são tão fãs assim, mas querem assistir a um bom filme também é uma boa pedida.
Não vou ficar analisando as diversas coisas que aparecem, mas se querem uma boa analise dos pequenos detalhes que até um ou dois eu deixei passar de lado fica a dica aqui.

13 abril 2014

Resenha: Fallen


Autora: Lauren Kate
Editora: Galera Record
Número de páginas: 406
Ano: 2011
Avaliação☆☆☆



Sinopse: Algo parece estranhamente familiar em relação a Daniel Grigori. Solitário e enigmático, ele chama a atenção de Luce logo no seu primeiro dia de aula no internato. A mudança de escola foi difícil para a jovem, mas encontrar Daniel parece aliviar o peso das sombras que atormentam seu passado: um incêndio misterioso levou Luce até ali. Irremediavelmente atraída por Daniel, ela quer descobrir qual é o segredo que ele precisa tanto esconder... mesmo que isso a aproxime da morte.

A jovem Luce tem muitos problemas para lidar e um deles é as sombras (quando digo sombras, são sombras mesmo que não tem formas especificas, mas estão sempre lá) que a acompanham para onde quer que ela vá.
A garota acaba indo morar em um local chamado Sword & Cross que age como colégio e reformatório para jovens com problemas, e naquele lugar acaba conhecendo outro jovem problemático chamado Daniel Grigori.

Tudo começa a se encaixar do meio para o final do livro, mas confesso que foi um pouco chocante certas coisas porque eu li esse livro sem ter noção do que me aguardava.
Outro jovem aparece na vida de Luce dentro da Sword. O belo e interessante Cam, que por sinal esse corresponde a Luce, ao invés de Daniel que parece não querer a companhia da jovem de jeito nenhum.

O livro em si é interessante, um destino traçado para todos que estão ali (há muitos e muitos anos), o bem e mal, certo e errado, vida e morte...segue mais essa linha esse livro.
Nem tudo é o que parece e nem todo mundo de fato é bom ou mau nesse livro! Juro que fiquei um pouco frustada, pois não achei a Luce uma personagem incrível para que os rapazes ficassem disputando, mas enfim, é aquele bom e velho clichê.

O livro é repleto de mistérios e deixa todo um gancho para uma continuação, mas não que eu não tenha me animada, porém tenho certeza que não é a minha praia de leitura.
Mas afinal Alice, quais são os seres sobrenaturais desse livro? Bom, só lendo para conferir.
A capa é bonita, não me recordo de ter achado algum erro, mas se tiver passou despercebido por mim.

09 abril 2014

Resenha: Lola e o Garoto da Casa ao Lado



Autora: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 288
Ano: 2012
Avaliação☆☆


Sinopse:A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

O livro conta a história de Lola Nolan uma garota um pouco exagerada em alguns momentos, que adora um visual excêntrico e era completamente apaixonada pelo seu antigo vizinho Cricket Bell, porém por causa de pequenos mal entendidos (ou não) os dois acabam se distanciando e Cricket acaba indo morar em outro lugar.

Mas o que fazer quando uma antiga paixão volta a morar ao lado da sua casa?
Lola atualmente está trabalhando em um cinema, estudando e namorado um jovem roqueiro que por sinal para mim nem sei porque para começo de conversa a Lola está com ele!
Os pais de Lola são um casal gay muito divertido e confesso que os achei perfeitos, e queria ler mais sobre os dois nesse livro, mas claro que o foco era a Lola e seu triângulo amoroso.

O livro foi se arrastando para mim em muitos momentos e tive vontade de desistir em vários deles, pois não aguentava mais a enrolação que pairava entre Lola e Cricket Bell, era como se estivessem fazendo "ceninha" o livro todo e por pouco não parei a leitura.
Tenho certeza que o que mais me chamou a atenção nesse livro foi a capa, de certa forma é bem bonitinha.

O livro é bem adolescente, mas não é um dos que me atraiu. Acho que a Lola mesmo com todas as perucas chamativas, roupas malucas e um jeito todo louco de se vestir ela não me passava nenhum pouco de personalidade e isso para mim foi fazendo com que ficasse cada dia mais cansativo a leitura.

Não é um livro cheio de romance complicado, é apenas um pouco de drama e enrolação, tipo novela mexicana sabe? Para mim a história poderia ter tomado um rumo diferente mesmo que ela não fosse muito profunda ou cheia de pontas que vão se interligando loucamente. Bom, tenho certeza que não lerei outro livro dessa autora tão cedo.
Não achei nenhum erro no livro e a diagramação está boa.

Promoção: Meu amor, meu bem, meu querido


Quer concorrer a um exemplar? Vai na página do blog, e participa da promoção.

Obs: Comentários da postagem fechados.

06 abril 2014

Resenha: Agridoce



Autora: Simone O. Marques
Editora: Literata
Número de páginas: 342
Ano: 2013
Avaliação☆☆☆☆

Sinopse: Anya é uma garota comum, estudante de gastronomia e que mora em Florianópolis. Certa noite, ao passear pela praia ela sente um aroma que a atrai terrivelmente, um perfume, uma mistura de fragrâncias que mexe com todos os seus sentidos. Na noite seguinte ela e vê perseguida pelo aroma e descobre que ele vem do corpo de um belo banhista que sai do mar. Cedendo ao impulso, ela vai até ele. Surpreendendo-o, ela o lambe e encosta o nariz em sua pele. Atormentada pelo aroma, ela precisa experimentar, então, alcança seu pescoço e o morde numa veia pulsante. Anya então descobre o prazer de degustar o sangue doce, que a fazia pensar em frutas flambadas, temperado com o sal da água... o sabor agridoce que a desperta para uma necessidade vital que fará parte de sua vida à partir de então, a necessidade de sangue.


Nossa história começa quando conhecemos Anya, uma garota que nunca havia visto a luz do dia porque segundo seu pai ela sofre de uma alergia terrível igual a falecida mãe. A garota faz faculdade de gastronomia e como uma boa gastrônoma se sente atraída por cheiros e sabores, então em uma noite qualquer enquanto passei pela praia sente um perfume que mexe com seus sentidos a deixando quase transtornada! Porém não consegue localizar de onde vem aquele perfume, até que no dia seguinte ela encontra novamente o que a havia deixado curiosa na noite anterior.

Nessa hora que começamos a ver a verdadeira face da jovem, quando a mesma vai em direção aquilo que a está atraindo e percebe ser um rapaz, o qual ela sente o incrível desejo de experimentar para ver qual o sabor que o jovem tem e em um momento impulsivo acaba o mordendo diretamente em uma veia localizada no pescoço.

Desde aquele momento ela iria acabar percebendo que ela não iria ser a mesma.
Anya é uma Portadora, ou seja, ela carrega um vírus que faz dela o que podemos chamar de vampira.
Um portador só é despertado para o seu lado "negro da força" por assim dizer quando  esbarra em um mensageiro (o rapaz que ela mordeu) e esse tem o intuito de fazer com que o portador sinta necessidade de provar de sangue para começar a viver sua verdadeira natureza.

Mas, nem tudo são flores na vida de Anya, pois quando um portador é despertado ela acaba trazendo consigo um enorme fardo, pois juntamente com ele mais outros dois são despertados: o Antagonista e o Escravo.
No caso do escravo o mesmo sente uma necessidade enorme de encontrar seu portador e essa única pessoa tem o poder necessário para deixar seu portador "bem", pois seu sangue tem as coisas necessárias para tal fato.

O Antagonista é uma pessoa que também sente a necessidade de encontrar o portador, só que nesse caso ele deseja dar fim a existência do mesmo!
Gostei da história que tem um estilo bem diferente e para quem já costuma ler minhas resenhas sabe que sou apaixonada por vampiros. Porém fiquei um pouco chateada com um ponto nessa história: a Anya não é o tipo de personagem que eu gosto. Ela é insegura demais e fraca demais no meu ponto de vista e o lance de todos ao redor dela que conhecem a sua história tentarem protege-la meio que me irrita, pois acho que a mesma deveria ter mais atitude em certos momentos..ela é um vampira cara e não uma criança mimada.

Gostei do final do livro, foi um tanto quanto curioso e deixou um gancho para uma continuação que deixa o leitor bem curioso com o próximo livro. Espero ler em breve, e achei a leitura bem envolvente. Li ele no meu kindle e nem senti a tempo passar enquanto lia.

05 abril 2014

Wishlist de aniversário


Boa noite!
Nesse mês de abril eu completo mais um ano de vida e confesso a vocês que se não fosse as pessoas se lembrando da data do meu aniversário eu mesmo não lembraria (21 de abril).
Para relembrar uma categoria antiga aqui que eu publico raramente trouxe meus itens desejados atualmente!
Essa lista é um copilado das outras, porém ela não contém nenhum livro (são tantos que eu resolvi por apenas outros objetos).



  • HD externo (rosa porque é fofinho).
  • Um tinteiro azul para a minha caneta bico de pena.
  • Um cachecol do Harry Potter.
  • Um isqueiro zippo do Elvis.
  • Uma câmera polaroide.
  • Uma polaroide com simbolo do instagram.
  • Uma bota preta.
  • Uma espada do Gandalf.
  • Varinhas da saga harry Potter.
  • Jogo lego para PS3 do Senhor dos Anéis.
  • Mochilas da animação Hora de Aventura.
E vocês?? O que andam desejando ultimamente?

Lançamentos de Abril- Editora Única e Editora gente

Com uma promissora carreira pela frente, Brooke Stewart não é o tipo de pessoa que se envolve em relacionamentos, principalmente em seu trabalho. Entretanto, ao ser enviada para fechar um grande negócio na Itália, ela percebe que uma das peças-chave do seu novo projeto é o cara que ela havia abandonado dias antes em sua cama. Jett era um homem de negócios. E altamente atraente. Seu sorriso malicioso escondia seus verdadeiros intuitos e seus olhos verdes eram um convite permanente. Sexy e arrogante, um cretino e um estranho, disposto a conseguir tudo o que quer e, desta vez, ele desejava Brooke, não importando o preço a pagar. Então, quando eles percebem que essa relação pode afetar o mundo dos negócios, surge um contrato... Perigosamente arriscado. Altamente sexy. Uma relação que não aceitará um “não” como resposta.



No dia de formatura de Malencia ‘Cia’ Vale e dos jovens da Colônia Cinco Lagos, tudo o que ela consegue imaginar – e esperar – é ser escolhida para O Teste, um programa elaborado pela Comunidade das Nações Unificadas, que seleciona os melhores e mais brilhantes recém-formados para que se tornem líderes na demorada reconstrução do mundo pós-guerra. Ela sabe que é um caminho árduo, mas existe pouca informação a respeito dessa seleção. Então, ela é finalmente escolhida e seu pai, que também havia participado da seleção, se mostra preocupado. Desconfiada de seu futuro, ela corajosamente segue para longe dos amigos e da família, talvez para sempre. O perigo e o terror a aguardam. Será que uma jovem é capaz de enfrentar um governo que a escolheu para se defender?



Por que há tanta gente infeliz, estressada, ansiosa ou, o pior de tudo... apática? Passando por casos reais – e que são comuns a todos nós –, a autora mostra que, apesar de todos acharmos que estamos buscando a felicidade, a grande maioria das pessoas sente um vazio interior difícil de sanar. Para definir o que constrói a felicidade não faltam clichês. Os cartões de aniversário e as revistas falam de momentos únicos, lembranças de tirar o fôlego, experiências que constroem a alma e amigos que tocam direto no coração. Enquanto somos pressionados a ter tudo isso, mal conseguimos terminar o dia sem dar um suspiro de frustração. O que falta? A autora lhe convida a uma jornada de autoconhecimento, questionando seus hábitos mais imperceptíveis e suas crenças estabelecidas. Assuma um compromisso consigo mesmo! Aceite o desafio e adote em sua vida o método criado para que você seja tudo aquilo que pode e merece ser. Encare o que falta para você ser feliz.

Em um mundo que fica cada vez mais competitivo, o que mais se ouve é “não deu para fazer o projeto dos sonhos porque não tinha dinheiro para isso”, ou “não desfrutamos das férias que desejávamos porque não deu tempo de planejar”, ou ainda “nosso emprego não é satisfatório porque não houve oportunidade melhor”. A carência de recursos naquilo que tentamos fazer é apontada o tempo todo e, no âmbito de uma empresa, esse sintoma toma proporções gigantescas. Como, então, fazer uma campanha de marketing se não há dinheiro para material e publicidade? Como fazer o cliente se apaixonar por sua marca, se tornar um fã fiel, quando todos os recursos se resumem a argumentação? Se não há fogos de artifício, nem dinheiro para comprar anúncios de televisão ou para contratar grandes agências de publicidade? E – ainda por cima! – você trabalha com uma equipe reduzida e estafada? Julio Casares pegou todas essas dificuldades e se tornou um verdadeiro mestre em fazer qualquer negócio gerar dinheiro. Qualquer negócio mesmo! Transitando por áreas altamente competitivas ao longo de sua carreira, ele criou a prática de descobrir os tesouros escondidos que todo negócio possui – mas que precisam de esforço, foco e planejamento para ser encontrados – e, depois que são trazidos à luz, apresentam lucros jamais esperados! Conheça como opera o homem que transforma grama em ouro e programas antigos de televisão em líderes de audiência. Existe um mundo de tesouros escondidos à sua espera.

03 abril 2014

Resenha: Eu me chamo Antônio




Autor: Pedro Gabriel
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 192
Ano: 2013
Avaliação☆☆☆

Sinopse: Antônio é o personagem de um romance que está sendo escrito e vivido. Frequentador assíduo de bares, ele despeja comentários sobre a vida — suas alegrias e tristezas — em desenhos e frases escritas em guardanapos, com grandes doses de irreverência e pitadas de poesia. Antônio é perito nas artes do amor, está sempre atento aos detalhes dos encontros e desencontros do coração. Quando está apaixonado, se sente nas nuvens e nada parece ter maior importância, e, quando as coisas não saem como esperado, é capaz de enxergar nas decepções um aprendizado para seguir adiante. Do balcão do bar, onde Antônio se apoia para escrever e desenhar, ele vê tudo acontecer, observa os passantes, aceita conversas despretensiosas por aí e atrai olhares de curiosos. Caso falte alguém especial a seu lado (situação bastante comum), Antônio sempre se acomoda na companhia dos muitos chopes pela madrugada. A mente por trás de Antônio é Pedro Gabriel.

Eu confesso que fui com muita sede ao pote nesse livro, porém não chega a ser ruim e sim apenas aceitável (acho que só "curti" mais o livro por causa do visual dele que chama a atenção).
No começo do livro o personagem (Antônio) fala que a letra dele pode estar um pouco confusa em certas partes dos guardanapos de papel porque ele acaba bebendo além da conta. Então estava eu imaginando que o mesmo iria narrar suas aventuras naquele bar e no meio de vez em quando escrever algumas frases em guardanapos de papel (isso porque eu não conhecia a página do facebook o que fez o sucesso todo de antônio e fez o livro ser publicado).

Porém acabei de deparando com cada folho do livro com uma fotografia e cores vivas ao fundo, uma imagem de um guardanapo de papel no meio da página e uma frase escrita.
As vezes as frases não precisam fazer sentido, outras nos fazem pensar profundamente, mas achei que esse livro seria bem mais!!!

Acho que se não fosse pelo visual do livro em certos momentos me chamado a atenção ele teria tido uma avaliação bem baixa comigo.
Não tenho muito o que falar, acho melhor que o leitor leia e me diga depois o que acha.


Divulgado capa: Freud me segura nessa!


Sinopse: Depois de se apaixonar pelo terapeuta e passar por desventuras, que conquistaram diversos leitores em “Freud, me tira dessa!”, Catarina, agora encara uma série de descobertas sobre si própria e o mundo. Numa temporada fora do país e em meio a novas oportunidades, amores e amigos, Cat descobre que, mesmo distantes, sentimentos não resolvidos de seu passado podem se fazer presentes. Ela confronta traições, inseguranças, dúvidas e os riscos das escolhas adultas diante do dinheiro, do sexo e do amor.Com a mesma dose de emoção e humor, mais um vez, Cat recorre ao pai da Psicanálise para se segurar nos desafios da vida adulta.

Sobre o último livro da saga House of Night


O último livro da saga House of Night por P.C. Cast & Kristin Cast chega ainda este ano nas livrarias internacionais. O décimo segundo e último livro da saga ganhou o título Redeemed (Redimida, no original) e será lançado nos Estados Unidos no dia 14 de outubro. A capa internacional será divulgada no verão americano — portanto, junho aqui no Brasil.
Os livros são publicados no Brasil pela Novo Século.

No eletrizante final da saga House of Night, Neferet finalmente se revelou aos mortais. Uma Deusa Sombria está a solta em Tulsa e no mundo. Nenhum vampiro é suficiente forte para vencê-la — excluindo a criatura que possui poder para convocar os elementos, assim como a capacidade de exercer Magia Antiga. Somente Zoey Redbird é herdeira desse poder… mas em razão das consequências do uso de magia antiga, ela é incapaz de ajudar. Saiba quem vai ganhar e quem vai perder nesta batalha épica de Luz contra a Escuridão.

Divulgado a capa: Terceiro livro da saga Wild Cards


Livro tem previsão de lançamento para maio e se trata da prévia da capa do terceiro volume da saga Wild Cards.
O nome do livro será: Apostas mortais.
Foi divulgado a novidade pela editora Leya por esses dias através das redes sociais.