26 dezembro 2012

Li até a página 100 #08


Criado pelo blog Eu leio, eu conto, Li até a página 100..., consiste em dizer o que achamos da nossa leitura atual até a centésima página . O livro que estou lendo no momento é: Como quase namorei Robert Pattinson. 

Eu iria começar a ler apenas em 2013, mas de uma vontade de dar uma olhadinha nele e quando vi passei da página 100 rapidinho, então resolvi fazer a análise para vocês porque acho que vocês vão gostar.
Ah gostei da capa do livro e da parte de trás, por isso procurei uma imagem que aparecia aberto para vocês terem uma noção.




Primeira frase da página 100: 

.... Robert Pattinson na soleira da porta do vizinho. Absurdamente lindo e ...ai Deus!... Seminu.

Do que se trata o livro?

A jovem Duda Carrarro é viciada na saga crepúsculo e tem momentos muito loucos em relação a sua vida e seu pequeno vicio. O problema é quando ela viaja para NY para estudar inglês e acaba dando de cara com seu vizinho que é a cara do ator. Como será que uma viciada em crepúsculo vai conseguir sobreviver? Sem contar que acidentalmente tranca seus livros em um cofre e não sabe a senha.

O que está achando até agora?

Perfeito. O livro é muito engraçado. Eu queria ler apenas umas páginas, mas quando dei por mim não conseguia parar de ler. 

O que está achando dos protagonistas?

Ótimos. A Duda é muito legal, estou adorando acompanhar os momentos malucos dela e é cada fantasia, e situações inusitadas que eu morro de tanto rir.

Melhor quote até agora:  

Santo Deus!
Lisa está morrendo!
Maldito donut de morango!
Fico de pé, largando o laptop na cadeira, e começo a berra:
 - Help! Help! - Bendita seja a música dos Beatles. - Help! I need somebody! - Ah, Deus! Que merda foi essa que eu acabei de dizer? 
Ah, tanto faz.  Tenho a impressão de que acabou ajudando.  Pág. 50 (chorei de rir em toda essa parte que a prima dela está engasgada).

Vai continuar lendo?

Nossa com certeza, foi uma dos melhores presentes de natal que eu ganhei do meu marido esse ano.
 
Última frase da página:

A menos, claro, que enfermeiros agora tenham adotado toalhas brancas presas abaixo da cintura como uniforme de trabalho em vez de jalecos ( o peitoral nu)...



E o que acharam? Quem já leu esse livro?  
        
 

Wishlist #07


Olá :)
Hoje eu vim trazer a minha lista de desejos número 7.
Esses dias andei pensando em coisas que eu queria/precisava e cheguei a essa lista.

Como foi o natal de vocês?

Vamos ver quais são os itens?


25 dezembro 2012

Resenha: A Sabedoria do Condado



Autor: Noble Smith
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 176
Ano: 2012
Avaliação☆☆☆☆☆


Sinopse: Um guia do Hobbit para a vida de milhões de fãs do J.R.R. Tolkien. Smith mostra que uma toca-hobbit é, na verdade, um estado de espírito e como até as menores pessoas podem ter o valor de um Cavaleiro de Rohan. Ele explora assuntos importantes para os hobbits, como cerveja, comida e amizade, mas também assuntos mais sérios, como coragem, vida em harmonia com a natureza e bem versus mal. Como prazeres simples como jardinagem, longas caminhadas e refeições deliciosas com amigos podem fazer você significativamente mais feliz? Por que o ato de dar presentes no seu aniversário em vez de recebê-los é uma ideia tão revolucionária? E como podemos carregar nosso próprio “anel mágico” sem sermos devorados por ele? "A Sabedoria do Condado" tem a resposta para essas perguntas.

Quem aqui nunca assistiu ao filme O senhor dos anéis?  Sim existem pessoas que nunca assistiram, porque o filme não faz o estilo, mas eu recomendo o filme e os livros da saga também. Na verdade eu recomendo todos os livros do Tolkien.
Para quem for ler esse livro posso dizer que será como estar deslumbrando a "sabedoria" do estimado Tolkien (que Deus o tenha) em uma visão atual e muito: meiga, carismática, simples e viciante que é a versão do meu querido e estimado Noble Smith.
O escritor tem uma visão muito interessante e bastante cativante dos personagens da Terra- Média, sem contar que A Sabedoria do Condado é voltada há um pequeno grupo (quando digo, eu digo literalmente em relação a altura) de criaturas carismáticas e que sabem aproveitar a vida. Eles são os Hobbit, e vivem em um lugar chamado Condado.
É um livro cheio de lições de vida, analises da vida atual com a vida dos pequenos Hobbits e posso dizer que eu fiquei encantada e pretendo ler de novo esse livro. E de novo, de novo e de novo. Quantas vezes forem necessárias para que eu me sinta satisfeita.
É um livro simples, eu não posso dizer muito sobre a capa ou as folhas, pois como eu disse eu li no e-book que comprei na Amazon, mas posso confirmar que o conteúdo do livro é incrível e me fez refletir muitas coisas sobre como eu ando levando a minha vida e de como eu deveria levar a mesma.
Esse é daqueles livros que até que não é apaixonado pelo mundo do Tolkien ou dos pequenos Hobbits acaba instantaneamente cativado pelo mesmo. E acima de tudo, você pode aprender a ser você mesmo.
Esse é o tipo de livro que te faz sentir parte de alguma "coisa", mesmo que essa "coisa" esteja apenas em páginas. É algo que precisa ser vivido e ensinado ao invés apenas lido e esquecido.
Depois da leitura magnifica sobre a sabedoria do condado, tem um pequeno teste aonde você descobre se é ou não um hobbit, adivinhem só? Eu sou um Hobbit.
Quando eu disse isso ao meu marido ele me deu os parabéns, parece bobo né? Mas ele sabe quanto eu sou fascinada pelos Hobbits e acho que talvez se você ler também queira ter orgulho de dizer que é um hobbit.
Você já tirou lições de vida de leituras? Eu sempre tento tirar e essa leitura acima de tudo ensina: amor, amizade, caráter, carregar seus fardos, ser você mesmo, viver a vida incrivelmente do jeito que ela é. Isso tudo e mais um pouco é ser um Hobbit.

24 dezembro 2012

Promoção: Férias Premiadas




Olá queridos leitores, hoje entra no ar a promoção “Férias premiadas”. Eu e mais 7 blogs nos unimos para criar essa nova promoção especialmente para presentear vocês nessa temporada de férias. Férias e livros é uma ótima mistura não acham?



O sorteio será da seguinte maneira:

# Serão 8 livros para 3 ganhadores

# O primeiro sorteado ganhará quatro livros, a escolha ficará ao seu critério

# O segundo sorteado poderá escolher três livros.

#O terceiro sorteado ficará com o livro que não foi escolhido.



SERÃO REGRAS OBRIGATÓRIAS:

1. Possuir endereço de entrega no Brasil.

2. Seguir publicamente todos os blogs que participam do sorteio.

3. Deixar um comentário no post abaixo com o seu nome de seguidor.

4. Cada blog será responsável pelo envio do livro, em um prazo de até 30 dias após o sorteio.

5. Se o participante não seguir alguma das regras obrigatórias será automaticamente excluído do sorteio.


23 dezembro 2012

Resenha: Profundamente Sua



Autora: Sylvia Day
Editora: Paralela
Número de páginas: 252
Ano: 2012
Avaliação☆☆☆☆☆
Sinopse: Gideon Cross. Ele é tão bonito e perfeito do lado de fora quanto é danificado e atormentado no interior. Ele era uma chama brilhante e ardente que me chamuscou com o mais escuro dos prazeres. Eu não poderia ficar longe. Eu não queria. Ele era o meu vício... meu desejo... todo meu. Meu passado foi tão violento quanto o dele, e eu estava tão machucada. Nós nunca iríamos ser normais. Era muito difícil, muito doloroso... exceto quando era perfeito. Aqueles momentos em que a voragem do amor desesperado eram a loucura mais requintada. Fomos completamente subjugados pela nossa necessidade. E a nossa paixão nos levaria além dos nossos limites para a mais doce borda da mais nítida obsessão.

Esse segundo livro começa exatamente aonde o primeiro livro terminou, então sugiro que leiam o primeiro apesar de começar lendo o segundo não afetar em nada, mas tenho plena certeza que irá faltar muita coisa e é melhor estar ciente de algumas coisas quando for ler esse segundo livro.
A escrita da autora continuou a mesma: com muito sexo, palavrões e cenas bem detalhadas das relações sexuais do casal protagonista desse romance possessivo.

Nesse livro temos uma atenção virada para Gideon, o namorado de Eva. Eles estão tentando fazer dar certo o relacionamento deles, e sim está sendo incrivelmente difícil.
Como eu disse no outro livro: eles dois sofrem de problemas sérios, o da Eva fica logo de cara (não é nenhum spoiler isso). Ela foi abusada e tem problemas em se relacionar e Gideon sofre de algo que não sabemos no primeiro livro (apesar de eu ter tido uma ideia do que fosse). E ele acabou desenvolvendo um problema quando dorme e tem pesadelos.

Acertei meu palpite no segundo livro, mas não do jeito que eu esperava. Sim, descobrimos o segredo do Gideon, pelo menos boa parte dele sobre o que aconteceu ao Gideon quando ele era criança. Porque ele odeia tanto a família dele e tudo mais.
Estou muito curiosa com o porque do Gideon odiar tanto um pediatra que tem no livro, ele explica boa parte, mas ainda existe algo que eu tenho certeza que irá aparecer no final dessa trilogia (pelo menos é isso que eu espero).

Não achei nenhum erro de no livro e a editora está de parabéns por isso, afinal hoje em dia é muito fácil achar erros e isso meio que me incomoda um pouco.
Um fato que me irritou demais no livro, foram as mudanças bruscas de Gideon. Uma hora ele era um amor de pessoa, outra hora era um canalha sem coração, mas tudo isso era o preço a se pagar para termos o final espetacular que foi esse.
Eu nunca imaginaria que aconteceria esse final. Fiquei muito empolgada para o lançamento do terceiro livro e espero que seja tão bom quanto os outros dois.

Nesse livro temos: Um Cary (amigo da Eva) machucado e não tão auto destrutivo quanto no primeiro livro, uma mãe (a da Eva)  nervosa e carismática (do jeito bizarro e possessivo que só ela tem), temos uma outra mãe (a de Gideon) que por sinal me deu um nojo horrível..aquilo não é mãe, é um monstro.
Temos também um ex- namorado da Eva, que por sinal vai dar o que falar quando eles se encontram (nada de spoiler - risos) e por último temos o personagem mais nojento e horrível de todos que poderia aparecer para assombrar o passado da Eva, e é graças a ELE que temos um final maravilhoso.
Cada página desse livro é uma descarga emocional muito grande. Espero que tenham gostado e acima de tudo, leia de mente aberta porque esse tipo de livro (adulto) costuma tirar muita gente da zona de conforto.

21 dezembro 2012

12 livros para 2013


Oi meus coelhinhos :)
Resolvi trazer uma tag hoje. Eu vi ela no blog da Fernandinha (clique aqui para ver o blog).
Na postagem da tag dizia que ela foi criado pela Claúdia do "A mulher que ama livros". Consiste em colocar uma lista de 12 livros para leitura no ano de 2013 (livros que você tenha em sua estante).

Vamos conhecer a lista de livros que eu escolhi para 2013?

20 dezembro 2012

Novo Conceito ~ Concurso Cultural :A Sabedoria do Condado




Em comemoração ao lançamento do livro: A Sabedoria do condado a Novo Conceito está promovendo um concurso cultural.

Para participar basta se caracterizar como um Hobbit e enviar sua foto para: 


contato@editoranovoconceito.com.br

Boa sorte a todos que irão participar.

18 dezembro 2012

Wreck this Journal, você conhece?


Wreck this Journal é um "livro" aonde você segue instruções para a destruição do mesmo.
Isso é sério Alice? É sim.

A criadora dele (Keri Smith) colocou das mais diversas instruções no mesmo para o uso inusitado. Como por exemplo jogar café em uma página, ou escrever com a mão esquerda e diversas coisas.
O legal disso tudo é que é um incentivo a criatividade, sair da zona de conforto e acima de tudo se divertir.

Logo abaixo vou mostrar algumas fotos para vocês do que as pessoas fizeram nos seus exemplares

17 dezembro 2012

Li até a página 100 #07


Criado pelo blog Eu leio, eu conto, Li até a página 100..., consiste em dizer o que achamos da nossa leitura atual até a centésima página . O livro que estou lendo no momento é: Profundamente Sua.



16 dezembro 2012

Novo Conceito ~ novidade de ebooks




Todos sabem que eu não curto e-book para ler no computador, mas gosto de ler no meu tablet, então esses dias comprei dois e-books de livros da Novo Conceito (fora é claro a sabedoria do condado que eu já tinha comprado uns dias antes de comprar esses dois).
Mas Alice a editora não é parceira do blog? Sim ela é, mas sou parceira 2013 e só vou receber os livros que vão ser lançados ano que vem.
Então comprei e-books esses dias e resolvi começar pelos livros da Novo Conceito porque estão super baratos.
Eu comprei pela Amazon e instalei no meu  aplicativo kindle, mas esses dias a editora também disponibilizou e-books em outro lugar. No Gato Sabido.
Então que tal conhecer os e-books no Gato Sabido?

13 dezembro 2012

Resenha: Eriana


Autor: Marcelo Paschoalin
Editora: Literata
Número de páginas: 136
Ano: 2012
Avaliação:  

Sinopse: Até onde irias por tua fé?
Morte e vida. A díade que rege o universo acompanha cada um de nós, manifestando-se a cada momento como lágrima e riso, dor e prazer, ódio e amor.
ERIANA conhece essa essência dual. Guiada por seus sonhos, ela é levada até uma abadia tida como abandonada, esperando ali encontrar respostas para os desaparecimentos recentes. Qual o destino das donzelas que, toda vez que os sinos da construção isolada soavam, nunca mais eram vistas? O que ela, uma jovem dedicada à sua deusa, poderia descobrir?
Acompanhe essa jornada e descubra um mundo de mistério e aventura, suspense e emoção, repleto de desafios que poderão até mesmo colocar em dúvida as crenças da Sacerdotisa da Morte e Vida!

A personagem principal desse livro é Eriana, sacerdotisa da morte e da vida de uma deusa chamada Gwyanna. Ela vem sonhando com um lugar que provavelmente esconde um mistério e algo precisa ser feito a respeito disso, é ai que começa a história do livro. 

Eu comecei uma leitura arrastada e cansativa logo de cara, os detalhes não são tão legais..como assim Alice? Os detalhes são meio "fracos", como se eu estivesse jogando um RPG chato e mal contado.
Infelizmente eu não consegui gostar do livro como todas as outras pessoas que leram ele, pois quando eu vi que ganhei fui ler as resenhas do skoob e fiquei pensando em como esse livro seria incrível e como é pequeno eu pensei que seria uma leitura rápida, mas ela demorou mais que o normal.

Nesse livro vemos religião (que em nenhum momento é um problema), mas eu achei desnecessário ficar repetindo toda hora a expressão 'filha da morte e vida', que a "deusa" da Eriana e a própria estava começando a me incomodar no livro.
Eu não achei a heroína nada chamativa, muito pelo contrário eu a achei sem graça e completamente "fraca" para ser quem era no livro, afinal ela era apresentada como uma sacerdotisa incrível que podia libertar ou amaldiçoar um espirito, combater os seres malignos e ter o poder de canalizar a "vida"e coisas do tipo de outros seres ao redor. Só por ai já deveria ser uma personagem incrível, mas ela é tão sem graça que todo esse "brilho" dela morreu junto com as falas da mesma. Lembrando que ela realmente faz tudo isso no livro, mas a forma como acontece me deixou desmotivada.

Eu não conseguia me concentrar. Juro que tentei, mas é muito ruim ver que o autor repetia muito a mesma expressão que citei acima, e vê-lo usar uma linguagem que com certeza foi inspirada em Rpg e filmes medievais, a linguagem é fácil, mas ao mesmo tempo chata. Não que eu não goste desse tipo de linguagem, mas acho que o autor poderia ter sido mais sutil ou tentado colocar de forma diferente, pois eu já vi livros com a linguagem parecida e eles não foram tão enfadonhos.
Eu adivinhei quase tudo que iria acontecer, para mim claro ficou tudo meio óbvio, mas claro que pelas resenhas que eu li foi apenas eu que consegui isso.

Mas posso dizer coisas positivas também sobre o livro, a capa é legal (claro essa da segunda edição há qual está ilustrando a postagem, pois a outra capa era um pouco feia), apesar de não ter gostado das falas e etc o autor escreve bem e isso não poderia deixar de ser lembrado.
Não achei nenhum erro no livro.
Apesar do meu estilo literário preferido ser literatura fantástica esse não foi de perto um dos melhores que eu já li esse ano.

11 dezembro 2012

Especial: O Hobbit


Gostaria de avisar primeiro: Ontem passei a tarde sem internet e por isso não comentei em nenhum blog, mas estou compensando desde ontem a noite nas postagens de vocês.

Para que não sabe sou uma fã incondicional do trabalho de J.R.R Tolkien e espero aproveitar ao máximo esse filme que vai estrear dia 13 na sessão da 00:00 (mas só vou ver no dia seguinte as 14:40).
Eu consigo ter a proeza de deixar meu marido viciado nas coisas que eu gosto e acabei fazendo isso com senhor dos anéis (fiz ele ver em um dia a trilogia completa).
Então cá estou online um dia qualquer pensem no meu desespero quando vejo o trailer desse filme, inclusive sei toda a trilha sonora...bom, sem mais delongas o pequeno especial que eu preparei para vocês.

10 dezembro 2012

Wishlist #06 ~especial de natal


Nesta segunda-feira eu venho trazer a lista de desejos de natal.

Mas só um pequeno aviso: Eu não aceito comentários me avisando que tem selinho ou coisa do tipo se no minimo não comentarem sobre a minha postagem, eu deleto mesmo....e nem adianta vir reclamar, pois eu cansei de gente que não lê a postagem.

09 dezembro 2012

Resenha: Para Sempre




Autores: Kim Carpenter; Krickitt Carpenter
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 144
Ano: 2012
Avaliação:  ☆☆☆☆☆

Sinopse: A vida que Kim e Krickitt Carpenter conheciam mudou completamente no dia 24 de novembro de 1993, dois meses após o seu casamento, quando a traseira do seu carro foi atingida por uma caminhonete que transitava em alta velocidade. Um ferimento sério na cabeça deixou Krickitt em coma por várias semanas. Quando finalmente despertou, parte da sua memória estava comprometida e ela não conseguia se lembrar de seu marido. Ela não fazia a menor ideia de quem ele era. Essencialmente, a "Krickitt" com quem Kim havia se casado morreu no acidente, e naquele momento ele precisava reconquistar a mulher que amava.

Começo dizendo que o livro não tem muitos diálogos, o que não me prejudicou nenhum pouco ou me deixou chateada e achando a leitura enfadonha. Como conheço algumas pessoas que acharam, muito pelo contrário, eu achei bem legal o jeito que a história é apresentada afinal é contada do toda pelo ponto de vista de Kim, o marido de Krickitt.
Ele é um cara legal, técnico de um time e conheceu a futura esposa através de um telefonema e foi amor a "primeira vista" ou "primeira voz" como eu prefiro chamar.
A leitura é tranquila e rápida, da a impressão que você está vendo tudo acontecer ao seu redor, como expectadora de toda a bela história deles dois.
Sabe uma coisa que não me incomodou nesse livro? A fé, religião e o fato de Kim sempre que possivel tocar nesse assunto. Não é porque você não acredita em alguma coisa que irá deixar de ler um livro maravilhoso como esse.

- A vida não é justa: é apenas a vida. Todos têm momentos em que sentem como se estivessem à deriva, abandonados mesmo... Mas não é verdade. Não para quem tem fé. - Pág. 20

Me deparo com as incertezas de Kim e de Krickitt, de como o relacionamento deles progrediu e como eles se apaixonaram perdidamente um pelo outro e isso me fez chorar muito, pois depois de alguns meses de casados aconteceu o acidente que mudou toda a vida do jovem casal.

E desabei em lágrimas mais uma vez, dominado pelas emoções que tomavam conta de mim. Tinha que ver minha esposa mais uma vez, antes que ela morresse. - Pág. 43

Eu pensei em como eu reagiria, pois sou casada e provavelmente teria feito alguma besteira só de ver meu marido na situação em que o Kim viu a esposa dele.
Ele lutou, sobreviveu e acredite se quiser atravessou alguns estados com as costas todas cheias de cacos de vidros e totalmente mutilado atrás de um banco de carro pedindo a Deus pela vida de sua esposa que estava indo de helicóptero para outro hospital. Eu não sei se teria tanta coragem ou forças para seguir assim, machucada e um estado físico debilitado só para saber se meu marido estava bem, mas nunca se sabe né? Afinal somos capazes de muitas coisas quando amamos alguém. 
Depois disso tudo, vejo Kim lutando para a melhoria de sua esposa, afinal você não se abalaria se a pessoa que você ama esquece-se de você? Pois é, é uma luta incrível para a recuperação das memórias da mesma.
Dividas, brigas, romance, raiva e outras coisas que me fazem pensar que o verdadeiro amor suporta tudo mesmo.
Agora me respondam, você não acredita em Deus, e lê um livro desse e reclama porque ele fala de fé e coisas que você não acredita...mas me diga você: É melhor se agarrar em algo que você acha impossível de acontecer e que quem você ama vai morrer e ponto final, ou que um Deus todo misericordioso vai te ajudar a passar por tudo isso e conseguir no final ser feliz com que você ama??? O que é melhor?
Eu fico com a hipótese de Deus me ajudar a passar por tudo isso. Não é porque acredito na mesma fé, mas acho que todo mundo precisa de um pouco de fé em algum momento de vida. Afinal se você precisa se agarrar em algo que tal se agarrar em algo bom para depositar suas esperanças?
Fico extremamente feliz que o final do livro tenha sido satisfatório e que mesmo com todas as dificuldades as coisas se firmaram de um jeito bom, mesmo que esse jeito não tenha sido o mais incrível ou o mais "esperado".
Querem saber o final? Bom, só lendo para descobrir. Mas eu super recomendo o livro.
Eu não recomendo o livro para pessoas que acham que fé é uma bobagem, sabe porque? Porque vai ter a mesma opinião que muita gente que não acredita tem. Essa é uma bela história real de superação e amor, não deixe a sua falta de fé ou credibilidade em Deus, te afastar de ler um bom livro. Afinal, você pode se surpreender mesmo que não acredite!! Então se você não acreditar, leia de mente aberta!

06 dezembro 2012

Li até a página 100 #06



 Criado pelo blog Eu leio, eu conto, Li até a página 100..., consiste em dizer o que achamos da nossa leitura atual até a centésima página . O livro que estou lendo no momento é: Para Sempre, da editora parceira Novo Conceito.
 

365 dias ~ Projeto CClones.


Hoje eu venho apresentar a vocês um projeto bem legal da fotografa  Kristina Alexanderson, o nome do projeto é CClones, e consiste em uma foto por dia todo ano de 2011 (na época que o projeto foi criado) mostrando as aventuras e rotina de um Stormtrooper!
Para quem não sabe o que é um Stormtrooper :É a tropa de base do Império Galático no universo Star Wars (wikipédia).

Que tal a gente ver algumas fotos? 




 





 
 







 

 

 

 

 







Eu espero que tenham gostado das fotografias :)
Pesquisei pensando em vocês, afinal fotografar é uma das minhas outras paixões.
E talvez um dia eu seja tão boa que crie um projeto também e espero que se eu criar ele fique famoso.
O que acharam?




Para quem quiser o link da galeria de fotos do flickr com todas as fotos : clique aqui.

05 dezembro 2012

Resenha: O Casamento



Autor: Beth Fantaskey
Editora: Sextante
Número de páginas: 103
Ano:2010
Avaliação☆☆☆

Sinopse: Você está convidado para o casamento de Antanasia Jessica Packwood & Lucius Valerium Vladescu.


O tão esperado casamento do Lucius V. e Antanasia acontece de forma bem legal e cheio de pequenos detalhes, era realmente como se estivesse no local assistindo tudo.
Somos transportados para uma atmosfera diferente do outro livro, aonde Lucius é um futuro governante de um clã vampiro e sua futura esposa é a responsável por outro, juntos eles irão governar os clãs dos vampiros.

Mas, sempre existe alguém para perturbar e coisas assim, sem contar que as pessoas que dão para trás parecem querer perseguir casais felizes.
Os pais da Antanasia vão ao casamento, juntamente com a melhor amiga da mesma.
Apesar das emoções eu achei o livro um pouco fraco. Claro que entendo que a mudança de "humor" e coisas assim é por causa da mudança de "local", pois agora eles não estão mais estudando e se conhecendo, o Lucius tentando conquistar a Antanasia e coisas assim.

Porém eu acho que poderia ter mais "conteúdo", mais detalhes e mais "história", entretanto não é ruim...só poderia ser um pouco mais emocionante para mim!!