31 maio 2013

Resenha: Vampiros em Dallas - Sookie Stackhouse



Autora: Charlaine Harris
Editora: Arx
Número de páginas: 256
Ano: 2010
Avaliação☆☆☆☆☆
Sinopse: Após o lançamento de um “sangue falso”, vendido em bares e supermercados, os vampiros não precisam mais morder os humanos e podem finalmente viver em sociedade. Será que a convivência com esses habitantes noturnos será amistosa? Todos os vampiros agora são bonzinhos? A garçonete Sookie Stackhouse, namorada de um vampiro e dona de um humor irônico e sutil que só aqueles que ouvem pensamentos alheios podem ter, é a protagonista desta apaixonante e misteriosa coleção.


Nesse livro vi diferenças gritantes em relação ao seriado, e apesar de gostar muito desse livro fiquei um pouco triste pois alguns personagens tomam rumos diferentes da serie, me fazendo ficar sem saber o que dizer para vocês sem soltar spoiler.
Bom, o livro já começa com a Sookie ainda tentando se recuperar da morte de um familiar e continuar vivendo sua vida, nesse período ainda continua namorando o vampiro Bill e acaba tendo que lidar com outra morte, mas dessa vez de alguém do seu trabalho. 

Bom, por causa desse fato a história se constrói um pouco em cima disso e a jovem telepata quer tentar resolver esse mistério que por sinal envolve muitas coisas.
Em contra partida, ela é solicitada para trabalhar em Dallas a pedido de Eric (o xerife da área 5 dos vampiros) para resolver um desaparecimento em Dallas.

Como Sookie fez uma promessa a Eric, acaba indo a serviço junto com Bill para tentar desvendar o mistério. Mas, quem pode ter sequestrado o vampiro?
Esse livro é cheio de criaturas sobrenaturais, mas ele não te deixa cansada ou qualquer coisa que envolva chateação por estar com tantos seres sobrenaturais aparecendo em um só livro.
Descobri muitas coisas nesse livro,e as cenas em comparação ao seriado apesar de serem diferentes ainda são tensas e algumas com certa pornografia. Então para os que não gostam de ler livros que tem cenas de sexo já sabem que tem que tomar cuidado com o livro.

Achei muito interessante a sociedade dos vampiros, ela é um pouco abordada aqui, apesar de ser bem pouco. Você pode notar o poder, as regras, as coisas aceitáveis ou não, muito interessante mesmo.
Confesso que as coisas diferentes do seriado me deixaram um pouco confusa no começo, mas me adaptei logo.
Só teve um fato que me deixou um pouco pensativa: Vampiros precisam de convite para entrar na casa de alguém, mas não é mencionado isso no primeiro livro e nesse livro o Eric só entra na casa dela por causa de um convite que ela havia feito (e sim um vampiro pode ser "desconvidado" de uma casa, sendo assim ele tem a "obrigação" de sair), mas eu não me lembro de nada disso ou parecido no primeiro livro. Nesse livro esse assunto é abordado de forma comum, até procurei no skoob para ver se mais alguém tinha a mesma dúvida que eu e achei. Então se alguém já tiver lido esse livro e o primeiro por favor me fale pois fiquei mega confusa sobre isso, pois não me lembro.

A participação  de alguns dos personagens nesse livro são bem rápidas em algumas cenas e se você deixar algo de lado acaba perdendo os detalhes, então muito cuidado para não ficar perdido minha gente. Principalmente as pessoas que já assistiram o seriado e estão com a informação do mesmo já cabeça, vai ler o livro e acaba confundindo.Mas, e ai, será que tudo se resolve?

Será que descobriremos quem foi o assassino? Quem foi o sequestrador? E porque diabos tem uma criatura maligna no meio da floresta atacando pessoas? (eu deveria agradecer a ela. pois um dos ataques me rendeu as páginas seguintes divertidas e sarcásticas que eu poderia imaginar). Quem ler vai entender!
Eu só posso dizer que a escrita dessa autora é incrível e com certeza ela leva jeito para escrever sobre vampiros fazendo com que o leitor fique grudado no livro do começo ao fim.

Concurso Cultural- Todo mundo está lendo o gato Bob.


Que tal participar? Só clicar AQUI e será redirecionado ao link para poder participar desse incrível concurso cultural que a editora Novo Conceito está preparando.
Eu não sei se vou participar desse, pois já tenho um violão (que está de lado por sinal), mas eu aconselho a todos participar :) afinal quem sabe você não é o sortudo da vez?

29 maio 2013

Junte-se a mim e #showyourfangs


Oi gente, hoje eu vim mostrar para vocês algo bem legal que vem rolando para os fãs da serie TrueBlood (sim para quem não sabe sou muito fã de vampiros).
No dia 16 de junho estreia a nova temporada da serie que vem cheia de reviravoltas e tudo mais (particularmente estou ansiosa) e por isso o pessoal resolver fazer a tag #showyourfangs que você vai usar da seguinte forma:


Lançamento: Vagalumice


27 maio 2013

Aniversário de 1 ano de blog/ Promoção + Resultado de promoção



Oi gente :) eu deveria ter publicado essa postagem dia 26/05 quando é o aniversário de um ano do blog, mas por motivos técnicos eu acabei publicando apenas hoje.
Eu gostaria desde já fazer um breve agradecimento a todos os seguidores do blog, que sempre tem comentado, visitado, participado das promoções e me aturado por muito tempo. Gente obrigada de verdade, sem o apoio de vocês eu não teria chegado tão longe.
Eu espero que esse blog dure por muito tempo, tenho planos de crescer ele, com colunistas e tudo mais para assuntos diversos sabe....mas sei lá, ainda é apenas uma ideia porque nem sempre tenho tempo para vir aqui e isso me frusta as vezes. 

Bom, chega de enrolação e vamos a promoção.


25 maio 2013

Dia da Toalha e Dia do Orgulho Nerd


Hoje vim compartilhar com vocês o dia da Toalha, que é uma homenagem a meu querido Douglas Adams, é uma pena que eu não o tenha conhecido.
Hoje foi o dia criado pelos fãs para homenagear o autor da serie O guia do mochileiro das Galáxias.
Mas porque Dia da Toalha Alice?
Segundo o guia do mochileiro das galáxias um bom mochileiro sempre anda com sua toalha pois (de acordo com o capítulo 3):


Segundo ele, a toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas e pesadas do rio Moth; pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você -estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um estrito (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc, etc. Além disso, o estrito terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha “acidentalmente perdido”. O que o estrito vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a Galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito.

Então como a toalha é um item bem importante nos livros do Douglas, nada mais justo do que ser denominado dia da toalha.
Em maio de 2001 foi o dia em que foi feita a primeira homenagem para Douglas pelo grupo h2g2 (uma comunidade virtual) depois disso os fãs queriam mudar essa data, mas acabou ficando essa mesma para ser o dia em que comemoramos essa homenagem a um grande escritor.


E também é comemorado o dia do Orgulho nerd que foi a data escolhida para comemorar  première do primeiro filme da série Star Wars.

23 maio 2013

Wishlist #10 ~Especial dia dos namorados



Oi meus amores, depois de uma tarde virando noite no pronto socorro (quarta-feira) estou aqui para mostrar a vocês minha pequena lista de desejos para o dia dos namorados.
Ah antes que alguém pergunte tive febre, tossi muito, cuspi sangue de tanto esforço, mas já fui medicada e preciso repousar, mas tenho que ir trabalhar porque só peguei declaração para o dia que faltei ¬¬ segundo a médica dou conta de trabalhar, então vamos ver né, porque não é ela que está tossindo até quase cuspir o pulmão.
Bom, minha listinha é bem pequena se comparada as outras listas de 8 itens que eu costumo trazer por aqui. Um pequeno detalhe, eu consegui itens das listas passadas, mas não vou mostrar hoje quais foram pois alguns vão chegar pelo correio ainda então vou esperar chegarem para poder mostrar.
Vamos a lista.


22 maio 2013

Hangout com Bella Andre ~~ concorra a prêmios.


Oi gente dia 23 agora vai ter um Hangout com a autora Bella Andre e as participações irão concorrer a prêmios. Não é legal?
Mas para participar vocês deve fazer as seguintes coisas:
Seguir o perfil da Novo Conceito no plus (clique aqui)
Confirmar presença no evento (clique aqui)
E clique aqui para enviar sua pergunta e boa sorte.

Lembrando que Menores de 18 anos tem que saber que os livros não são recomendados para os mesmos, sendo assim se você for participar estará ciente de tal fato.

Mas o que podemos ganhar com isso Alice??

Participe do concurso cultural "Hangout com Bella Andre" e concorra a 03 "boxes" com todos os kits incluindo presente + livro da série Bella Andre.

Aos que vão participar boa sorte e torcendo para algum dos leitores do blog ganhar!

20 maio 2013

O que é Podcast?


Podcast é um arquivo de som que pode ser distribuído online sem restrições e sem censura. Um podcast pode ser distribuído em diversos formados diferentes mas o mp3 ainda é o mais popular por diminuir de maneira considerável o tamanho de arquivos contendo música ou outros programas. Podcasts podem conter desde uma curta mensagem para alguém no outro lado do planeta até um programa de rádio completo com entrevistas e vinhetas. Novos conjuntos musicais usam podcasts para lançar suas músicas na web, permitindo que um grande número de pessoas tenham acesso a esses arquivos gratuitamente. Aspirantes a DJ ou apresentadores de rádio também utilizam podcasts para ganhar exposição na web, criando programas musicais e jornalísticos de interesse geral ou até mesmo interesses especializados como carros, viagens, eletrônica, estilo de vida, etc.
Texto acima retirado do site Brasil Podcast

Eu particularmente não escutava podcast, mas sempre fui muito curiosa e estou pensando em fazer em um futuro não tão distante (assim espero) um podcast sobre livros e coisas diversas (porém é só um pensamento gente).
Existem muitos sites legais que você pode acompanhar podcast com assuntos diversos, ontem achei um sobre jogos que me diverti demais.
Então que tal acompanhar um podcast? Ou quem sabe soltar sua opinião? Procurem sites legais, faça um áudio e upem por ai. Eu não vou sugerir sites porque isso vai depender de cada um, particularmente não achei sites bons, mas não procurei mais a fundo sabe gente. O que achei mais legalzinho foi o Brasil Podcast, mas não vi muitas atualizações de 2013, então não sei se vocês teriam um bom público se fizessem conta lá.
Por isso ainda estou pesquisando um site legal para quem sabe levar o Seguindo o Coelho Branco para um programa com apenas áudio que seja bem descontraído e cheio de coisas.
E vocês acompanham algum podcast? 

17 maio 2013

Resenha: Sonhe Mais



Autora: Jai Pausch
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 256
Ano: 2013
Avaliação☆☆☆

Sinopse: Jai Pausch passou por um trauma: a perda do marido para um câncer de pâncreas. A enfermidade de Randy Pausch também destruiu as verdades e as certezas em que Jay acreditava. Pega de surpresa pela doença, que avançou rapidamente, Jay Pausch precisou inverter suas prioridades. Acostumada a cuidar da família, percebeu que aquele era, também, o momento de cuidar de si mesma, porque, do contrário — caso fraquejasse —, sua família não sobreviveria. E, apesar de todas as alterações pelas quais passou, foi capaz de registrar a maior parte de suas experiências, dúvidas e medos.



A autora do livro é Jai Pausch, a pessoa que conta a história do marido e a difícil batalha dele contra o câncer. 
Nos deparamos com Jai já arrasada depois do seu primeiro casamento, mas em contra partida resolveu apostar em uma relação com Randy um Phd em Ciência de Computação na Universidade Carnegie Mellon. Eles se conheceram em  Pittsburgh.
Os dois se deram muito bem, combinavam em tudo praticamente então foram se aproximando mais, ele tentava ajeitar a agenda de trabalho dele para ficar mais com ela e foram levando até que acabaram se casando.

Tiveram três filhos,e apesar dos problemas com gravidez e tudo mais que eles passaram foram e contornando as coisas. Ele cuidando do sistema financeiro da família  ela da casa e dos filhos, mas algo veio para abalar a família  que foi a descoberta do câncer de pâncreas do marido.
O livro conta um relato emocionante, mas ao mesmo tempo um pouco chato ao meu ver, pois eu só vejo o lado dela e o pouco que vejo sobre o lado dele vejo pelos olhos da autora, então ficou um pouco vazio para mim esse livro.

Descobri depois que o marido dela é autor de um livro que conta a história dele, chamado de Lição Final. Quem sabe eu leia esse livro e goste mais do que esse pelos olhos da Jai.
Em algumas horas eu achei a Jai egoísta, em outros momentos eu achei o Randy, posso tentar entender que a situação que eles passaram foi algo traumatizante, mas cada um cheio da sua razão, dos seus gostos, das suas vontades, isso não daria para chegar em lugar algum. Sempre em um relacionamento alguém tem que ceder, isso faz parte, mas eles dois não,ela reclamava do lado dela e ele do dele, isso foi me irritando um pouco.

Tirando esse fato que eu não gostei, até que o livro é bom, mas não foi tão tocante para mim quanto foi para outras pessoas. Confesso que fiquei um pouco irritada.
No mais eu recomendo que as pessoas leiam o livro, tirem suas conclusões e claro o livro ensina muitas coisas, mas o ponto que eu não gostei me fez absorver menos do que eu gostaria,no entanto achei um bom livro contudo, porém poderia ser melhor. 

16 maio 2013

Lançamentos de Junho: Editora Novo Conceito.

Oi gente, vim mostrar os lançamentos de junho da editora parceira aqui do blog.
Bom, alguns blogueiros estão colocando os lançamentos de junho e julho todos juntos, mas eu dei uma olhadinha para confirmar no blog da editora e vou colocar apenas o que eu vi lá que vai ser lançado em junho.


Sinopse: Milhares de pessoas já conhecem o rosto sorridente e a mensagem revigorante de Nick Vujicic, o coach motivacional que é, ele mesmo, uma motivação para todo o mundo. Apesar de ter nascido sem braços nem pernas, Vujicic não deixou de desfrutar de grandes aventuras, desenvolver uma carreira excepcionalmente compensadora e viver significativos relacionamentos amorosos.Nick Vujicic consegue superar as provações e dificuldades de sua vida ao concentrar-se na certeza de que nasceu com um propósito único e relevante. E não importa o quanto tudo pareça, às vezes, desesperador e difícil, Nick continua a acreditar, porque ele sabe: seu poder é desencadeado quando a fé entra em ação.E esta experiência de fé, esta certeza de que a dificuldade está aí para ser superada, pode ser conquistada por qualquer pessoa que realmente queira ter uma vida inacreditavelmente maravilhosa.As adversidades do mundo moderno como: problemas de relacionamento; desafios da carreira e do trabalho; preocupações com a saúde; pensamentos autodestrutivos e vícios; bullying e intolerância são infortúnios que podem ser descartados.É realmente possível conquistar o desejado equilíbrio entre corpo e mente; coração e espírito. Mas esta é uma conquista que demanda know-how;um conhecimento que Nick Vujicic tem de sobra — e está disposto a compartilhar.



Sinopse: No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos.O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração.E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal.Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós.
Vou me despedindo por aqui, e os próximos lançamentos só vou mostrar em junho, que serão os lançamentos de julho, pois como disse no começo da postagem é assim que está no blog da editora.

Lançamento Editora Biruta: Bojabi, a árvore mágica.

Oi gente, vim aqui rapidinho mostrar para vocês o lançamento da editora Biruta.


14 maio 2013

Esculturas em livros






O artista Guy Laramee faz belas esculturas usando os livros como matérias prima, eu particularmente fiquei com um pouco de pena dos livros, mas as esculturas ficaram lindas.
Trouxe algumas para vocês darem uma conferida não apenas esculturas dele como também nas esculturas da artista Emma Taylor 
Então vamos conferir primeiro as esculturas do Guy Laramee.

12 maio 2013

Li até a página 100 #12 Sonhe mais + Promoção no Facebook



Oi gente hoje venho trazer a categoria Li até a página 100 que foi originalmente criada pelo blog Eu leio eu Conto, mas eu eu publico aqui no blog com todos os direitos autorais para o blog criador da categoria , e venho trazer também uma promoção que está rolando no facebook do blog, espero que gostem.

Bom, vamos primeiro ao livro da categoria Li até a página 100.


Primeira frase da página 100:
Tanta coisa acontecendo conosco em um ano!

Do que se trata o livro:
Fala sobre uma mulher que perdeu o marido para o câncer, as dificuldades que ela e a família enfrentaram, e todos os medos, sentimentos e situações que ninguém imaginou que poderia acontecer com ela como cuidadora.

O que está achando até agora?
É um livro bom, mas sinto falta de ver as coisas pela visão do marido dela, pois o livro todo é narrado por ela, mas da para ter uma boa visão do que eles passaram (pelo menos gostaria de ver as coisas pelos "olhos dele" em algum momento antes da morte).
Achei um pouco chato em algumas partes, mas estou tentando sobreviver.


09 maio 2013

Resenha: Regência de Ossos



Autor: Marcelo Paschoalin 
Editora: Letra Impressa
Número de páginas: 304
Ano: 2013
Avaliação:  ☆☆☆☆


Sinopse: Houve um tempo em que a Necrópole de Amtal se restringia a atacar os que ousavam se afastar demais...Houve um tempo em que o povo de Dunir podia confiar na proteção da Guarda Real e na justiça de sua rainha...Esse tempo passou. No céu, apenas nuvens negras.Poderá uma jovem erguer sua voz e clamar em nome de seu povo ou o sangue dos vivos servirá apenas para saciar a sede daqueles que retornaram do reino dos mortos?Para mudar, é preciso aceitar.Para verdadeiramente ser, é preciso acreditar.


Na história do livro nos deparamos com Alexia e seu irmão Eron, o qual ela vive vivendo debaixo das "asas" do irmão, aquele tipo de personagem ingênua que às vezes me irrita, mas que vai crescendo no livro com o passar do tempo. Apesar de que eu queria que ela tivesse crescido mais. 
A vida dos dois não é fácil, e tudo isso vai piorando por causa de uma rainha que reina sem se importar com seu povo e com os ataques que ele vem sofrendo.

 A rainha Caehlis é um personagem importante no livro e para o desfecho do mesmo. Tirando o fato que é uma mulher insuportável, achei a mesma bem construída, o que não tira o fato que ela é um pouco chata às vezes, mas tudo faz parte de sua personalidade egoísta.
Alissa a filha da rainha, só deseja a atenção da mesma, quer ter uma mãe e não uma rainha, mas em alguns momentos ela me irritou um pouco, mas isso nem foi tão importante assim, só não simpatizei muito com ela.

O livro é cheio de magia e segredos, bondade, e tudo que você pode imaginar. 
Confesso que fiquei surpresa, achei uma mudança positiva nesse livro em relação ao outro que eu li, mas uma coisa que continua persistindo é o estilo que o autor descreve as falas dos personagens. Isso é algo que me irritou um pouco, me deixou desmotivada para ler em alguns momentos, pois não consigo gostar de jeito nenhum, mas outras partes do livro eram mais informais me fazendo não ter um ataque, porque todo mundo aqui sabe como sou chata quando não gosto de algo em um livro. 

Vamos começar pela capa do livro que é muito bonita e com as letras do título com outra textura, gostei bastante e se formos comparar a outra capa (da primeira edição desse livro) essa com certeza ganha "de lavada".
A diagramação do livro foi algo que me deixou bem curiosa, pois o mesmo tem as folhas amareladas, mas o detalhe são os pequenos pontinhos pretos como se fossem manchas deixando o livro com "ar de velho" por assim dizer, muito lindo mesmo. Só tive um pouco de dificuldades de ler o livro no ônibus porque já uso óculos e as "manchinhas" na página me atrapalharam, porém nada que atrapalhe alguém.

Não achei nenhum erro de revisão e isso já conta muito para mim, pois hoje em dia quase sempre que eu leio um livro acho um errinho e isso me incomoda um pouco sabe.

Para quem não sabe eu já li outro livro do autor e não gostei nenhum pouco. Se for comparar com esse eu gostei mais, porém notei as mesmas coisas que não gostei nesse livro com o pequeno detalhe: em um número menor, mas não inexistente. 

O livro foi bem detalhado e algumas cenas eu achei um pouco exageradas, mas tem quem goste. O que eu não gostei mesmo tirando algumas falas, foram às partes das cenas de batalha sendo descritas, achei um pouco sem graça. Dou um exemplo que não está no livro, mas que me veio à cabeça agora: então ele se esquivou rápido como uma cobra, sua lança avançava enquanto fulano de tal bloqueava.... isso definitivamente é algo chato para mim, mas volto a repetir tem gente que gosta.  É aquela tal coisa, se você já disse que aconteceu tal fato não precisa encher "a linguiça" contado mais coisas sobre tal fato tipo: ela era branca, como as areis do deserto que fazem isso e aquilo tal hora... claro que estou dando um exemplo meia boca, mas é assim que me sinto quando vou ler as falas dos personagens e algumas partes das cenas de batalha desse livro.

O livro em um todo é muito bom, mas algumas coisas pelo visto não vão mudar para mim e definitivamente eu não vou gostar do estilo de escrita do autor (pelo menos não em 100%), mas acho que melhorou muito comparado ao que eu pensava que seria essa leitura. 
O livro é cheio de personagens e você não se sente perdido, gostei da forma de como o autor os colocou fazendo com que passassem sem serem despercebidos e ao mesmo tempo iam sumindo e você não sentia tanta falta, como se cada participação tivesse sido importante cada um ao seu tempo. 
A trama da história tem momentos bem aflitos, curiosos e acima de tudo que te prendem apesar das coisas que eu não gostei.

É um mundo todo novo, pronto para ser explorado, só achei que poderia ter sido menos cheio de voltas e reviravoltas, e ser mais direto em algumas coisas ajudaria muito.
Eu recomendo que o leitor leia e tire suas próprias conclusões, pois muitas pessoas que leram gostaram, mas no meu caso eu até gostei, porém poderia ser melhor para levar o máximo de estrelas. 
Eu achei a história em si até bem construída  mas acho que o estilo do autor mesmo que me incomoda. Algum dia quem sabe eu vire fã, mas não foi dessa vez, apesar quero sempre ressaltar que foi melhor que a outra experiência que tive com o outro livro dele.

07 maio 2013

Sobre a autora: Cressida Cowell

Boa tarde gente linda, hoje eu estou aqui para falar sobre o trabalho e um pouquinho da vida da autora. Que escreve uma das minhas series favoritas: Como treinar o seu dragão.


Cressida Cowell cresceu em Londres e em uma pequena ilha despovoada ao largo da costa oeste da Escócia, tinha apenas oito ou nove anos quando começou a escrever histórias sobre os vikings e dragões. Quando saiu da escola, foi para a universidade para estudar Inglês, e em seguida para a Faculdade de Arte, onde tem Graduação em Design Gráfico e Ilustração. Para o seu projeto final na escola de Arte, criou um livro para crianças chamado "Little Bo Peep's Library Books", e esse seu primeiro livro foi publicado pela Editora Hodder Childrens em 1998. A partir desse, ela escreveu muitos outros.Cressida ilustra os livros de Soluço, mas ela também escreve livros de imagens que ilustram outras pessoas. Ela teve 20 livros publicados, 10 Soluço títulos de ficção e dez livros ilustrados, incluindo os livros de Emily Brown, ilustrado por Neal Layton.Cressida gosta de: dragões, livros, filmes, peças de teatro, musicais, barcos, o mar em geral, chocolate, desenho.

Livros da autora: 



A lista acima (falando da imagem) são de livros que foram lançados no Brasil, todos lançados pela editora Intrínseca. 

Como quebrar a maldição de um dragão
Guia do Herói para vencer dragões mortais
Como ser um pirata
Como treinar seu dragão
Como treinar seu viking
Como falar Dragonês
Como navegar em uma tempestade de dragão
Como mudar uma história de dragão
Como partir o coração de um dragão
Como roubar a espada de um dragão


Eu conheço um site muito legal aonde tem sobre a serie, personagens, sobre a autora, a ordem dos livros e muito mais, se vocês quiserem visitar vou deixar o link dele abaixo dessa imagem que eu fiz sobre o site. 




http://www.seriecomotreinaroseudragao.com.br/

Hangout com Kristin Hannah autora do livro Jardim de Inverno



A editora Novo Conceito vai fazer o hangout com a autora Kristin dia 10 agora, então que tal não perder essa chance de participar? Além de concorrer a prêmios bem legais vocês podem ter a oportunidade de conhecer o trabalho da autora.

Para confirmar sua presença no google+ clique aqui
Para enviar sua pergunta clique aqui

Estou pensando em uma pergunta bem legal para enviar e vocês não fiquem de fora gente :)

05 maio 2013

Quais são seus hábitos de leitura? [TAG]


Bom dia gente. Hoje nesse domingo em que eu estou praticamente morta de tão cansada vou trazer para vocês uma Tag que eu já havia visto em outros blogs, mas nunca fiz no meu e raramente faço tags, mas gosto dessa.
A última vez que vi essa tag foi no blog da minha amiga Barbara Sá, então quem quiser visitar o blog dela Segredos entre amigas, é só clicar no nome.
E só para avisar está rolando um top comentarista na postagem anterior, então  quem quiser participar fique a vontade.
Bom, vamos ao que interessa!





1- Tem o hábito de comer enquanto lê? Se sim, qual a tua comida favorita? 
Não tenho comida favorita, mas adoro comer enquanto leio (como o que bater vontade). 

2- Qual a tua bebida favorita para acompanhar uma leitura?
Depende também. Eu não bebo café, então eu tomo refrigerante as vezes ou nescau. 

3- Costuma sublinhar uma ou outra passagem enquanto está lendo um livro um livro ou acha que escrever nos livros é uma ideia abominável? 
Não. Quando eu era mais nova eu costumava riscar livros quando gostava, mas agora eu uso post it pra marcar e escrevo neles.

4- Como marca os livros quando interrompe a leitura? Tens um marcador especial ou usa o que tiveres à mão (ex. um papel dobrado, etc)? Ou dobra o canto da folha do livro? 
Eu uso algum marcador dos que eu tenho e pronto.

5. Qual o teu gênero literário favorito: ficção, não-ficção ou ambos? 
Ambos.

6. Gosta de ler até o fim do capítulo ou interrompe a leitura em qualquer parte do livro? 
Eu só interrompo a leitura se for muito necessário, mas eu gosto de ler até o final do capitulo. 

7. Tens o costume de procurar o significado de palavras que desconhece quando as encontra no decorrer da leitura? 
Confesso que é muito difícil eu me lembrar de fazer isso, eu associo ao contexto, mas as vezes eu procuro sim. 

8. O que você está lendo no momento?
Gente são 4 livros no momento, mas enfim haha vocês vão ficar curiosos (mentira)  eu to lendo Guerra dos thronos (nunca acho tempo para terminar esse livro e vou lendo ele bem devagar), alice no país das maravilhas, o final de regência de ossos e guia do herói para vencer dragões mortais.

9. Qual foi o último livro que compraste? 
Sangue quente.

10. Costuma ler um livro de cada vez ou tens o hábito de ler vários livros ao mesmo tempo? 
Vários com certeza.

11. Tens um local favorito ou uma hora específica do dia para ler? 
Gosto de ler no meu quarto, mas sou obrigada a ler indo para Niterói porque demora muito chegar no trabalho então vou me distraindo lendo. E eu costumo ler a tarde agora e antes de dormir quando dá, porque trabalho de madrugada e tem dias que eu volto só de manhã para casa então meus horários estão todos doidos.

12. Prefere séries ou histórias únicas? 
Tanto faz.

13. Tens algum livro ou autor preferido que não se cansa de recomendar para os outros? 
Não.

14. Como organiza a tua biblioteca/estante? Por gênero, por título, pelo nome do autor ou pela editora? 
Lidos e não lidos.

E vocês, quais os hábitos de leituras de vocês gente?

03 maio 2013

Top comentarista Maio



Oi gente, depois de chegar em casa pela manhã resolvi soltar o top comentarista logo para vocês.
Obs: Amanhã vou tentar comentar nos blogs, esses dias tem sido difíceis.

Serão dois ganhadores.
O primeiro ganhador escolhe qual dos dois livros acima ele quer ganhar!

Bom vamos as regras.