31 dezembro 2015

Retrospectiva Literária 2015



Como o ano de 2015 passou rápido! Nem acredito que já estamos prestes a virar o ano e seguindo a tradição teremos uma retrospectiva literária aqui no blog.
A retrospectiva é uma blogagem coletiva feita pelo blog Pensamento Tangencial. Caso não tenha se inscrito nessa, não deixe de participar da próxima!

A aventura que me tirou o fôlego: A canção das estrelas!!

O terror que me deixou sem dormir: Nenhum.

O suspense mais eletrizante: Não li nenhum.

O romance que me fez suspirar: Eu não sou muito de ler romances de época, mas adorei Segredos de uma noite de verão. Preciso citar também A Voz do Arqueiro; esse livro além de lindo é emocionante.


A fantasia que me encantou: O Despertar do Príncipe foi uma ótima leitura e não vejo a hora de ler a continuação. 

A saga que me conquistou: Instrumentos Mortais sem dúvida foi maravilhoso. 

O clássico que me marcou: Não li nenhum clássico esse ano.

O livro que me fez refletir: Azul é a cor mais quente.

O livro que me fez rir: Melhor que Chocolate me arrancou algumas risadas. 

O livro que me fez chorar: Mulheres da Carol Rossetti e Cidade do Fogo Celestial (sempre choro em final de séries).

O livro que me decepcionou: Para Continuar - Felipe Colbert. Fui ler o livro achando que ia gostar e acabei decepcionada e agoniada. Os personagens masculinos parecem ter sérios problemas de relacionamento com a personagem principal. 

O livro que me surpreendeu: Incrível da Sara Benicasa. Além de me deixar surpresa, me deixou afoita por uma continuação.

O livro que devorei: Dias infinitos e Reboot foram livros que eu li em apenas um único dia. 

O livro que abandonei: Peter Pam tem que morrer sem dúvida foi uma péssima leitura. Tão ruim a ponto de não conseguir terminar e ter que abandonar.

A capa que amei: Memórias de uma Gueixa (com a capa preta) e Mulheres da Carol Rossetti.



O thriller psicológico que me arrepiou: Caixa de pássaros foi uma leitura que eu não esperava. Fiquei pensativa durante vários dias tentando entender toda a complexidade da leitura. É realmente um bom livro.

A frase que não saiu da minha cabeça
Sei que ele não vai ser maravilhoso o tempo todo, porém há mais maravilha nele do que em qualquer outra pessoa que já conheci. Isso me faz querer ser maravilhoso também. - Garoto encontra Garoto.
- Porque - explica ela -, determinado ponto da vida, eu me dei conta de que estava vivendo uma vida muito finita, e não queria mais isso. Sei que a finitude é inevitável, pois todos nós morremos, nenhum de nós pode andar até a lua, e assim por diante. Mas ainda quero viver minha vida infinitamente. Quero viver como se qualquer coisa fosse possível. Porque é tedioso demais, incolor demais viver finitamente. Sei que não vou viver pra sempre, mas quero poder seguir em qualquer direção que me pareça certa. - Garoto encontra Garoto.
O(a) personagem do ano: Manus Bane sem dúvida esse foi seu ano no meu coração!

O casal perfeito: Magnus Bane e Alec (Instrumentos Mortais).


O(a) autor(a) revelação: Sara Benicasa por tirar completamente o meu chão com o final de Incrível.

O(a) autor(a) que mais esteve presente entre as minhas leituras: Cassandra Clare (Instrumentos mortais) e Sara Shepard (Pretty Little Liars). São séries que eu gosto muito e quando vi já estava lendo tudo que as autoras publicaram!

O gênero literário que mais li: Fantasia sem sombra de dúvida. É meu gênero preferido.

O gênero literário que preciso ler mais: Distopia.

O melhor livro nacional: A Canção das Estrelas - Karen Soarele.

O melhor livro que li em 2015: Não consegui escolher.

Li em 2015 88 livros e 58 HQ's.

A minha meta literária para 2016 é: Sem faço a média de 100 entre livros e HQ's. E espero que esse ano eu consiga desempacar diversos livros que eu tenho faz algum tempo em casa, mas que eu nunca li.

Resenha: Peter Pan Tem Que Morrer [Abandono Literário]


Autor: John Verdon
Editora: Arqueiro
Número de páginas:  400
Ano: 2015
Avaliação☆☆
Sinopse: Peter Pan tem que morrer traz de volta o detetive Dave Gurney, protagonista de Eu sei o que você está pensando, Feche bem os olhos e Não brinque com fogo. “Uma sofisticada trama de suspense que os aficionados por mistério adorarão tentar resolver. Com um enredo tenso, cheio de intrigas inimagináveis, Peter Pan tem que morrer desafia a inteligência do leitor até sua dramática e espantosa conclusão.” – Library Journal No mais tortuoso romance policial escrito por John Verdon, o especialista em mistérios David Gurney dedica sua mente brilhante à análise de um assassinato terrível que não pode ter sido cometido da forma como os investigadores responsáveis pelo caso afirmam que foi. Detetive aposentado do Departamento de Polícia de Nova York, ele precisa cumprir uma espinhosa tarefa: determinar a culpa ou a inocência de uma mulher condenada pela morte do próprio marido. Ao descascar as diversas camadas do caso, Dave logo se vê travando uma perigosa guerra de inteligência contra um investigador corrupto, um cordial e desconcertante chefe da máfia, uma jovem linda e sedutora e um assassino bizarro que tem a altura e os traços de uma criança – aparência que lhe rendeu o apelido de Peter Pan. A uma velocidade assombrosa, reviravoltas assustadoras começam a ocorrer e Dave é sugado com força cada vez maior para dentro de um dos casos mais sombrios de sua carreira.

Durante o enterro de sua mãe um empresário rico sofre um atentado contra sua vida. A bala destrói boa parte do seu cérebro fazendo com que o homem fique em estado vegetativo e as suspeitas caem sobre sua infiel esposa. Katy Spalder é a única beneficiária e as evidências apontam para ela, mas será que foi ela quem cometeu esse terrível crime?

Katy foi vista saindo do local dos disparos e mesmo que várias coisas apontem para ela existem vários furos na história que fazem essa teoria muito suspeita. Com os investigadores certos e as provas necessárias o caso pode ser revertido. É nesse cenário que Hardwick procura Dave para ajudá-lo a provar que tem algo errado na história e que o caso pode ser revertido.

Dave é um detetive aposentado, mas ainda sim é muito bom no que faz, e vendo que o caso está cheio de furos ele decide entrar na situação e descobrir a verdade. Cada capítulo que passa, o personagem vai se aprofundando cada dia mais nesse mistério e as coisas nem sempre são o que parecem. Pelo visto terá muito pela frente até que tudo seja resolvido.

Nesse cenário cheio de mistério que eu me vi completamente perdida. Não consegui me apegar a leitura, os personagens não me chamaram tanto a atenção quanto eu gostaria e quando vi não conseguia ler uma página sequer do livro sem ficar com tédio. 
A leitura foi completamente arrastada!

Romance policial não é um dos meus gêneros favoritos, mas uma vez ou outra eu leio e acabo descobrindo vários livros interessantes, porém não foi o caso com essa obra.
Eu fiquei atraída pela sinopse e a capa em si me deixou bem curiosa, mas o tédio durante a leitura foi tão grande que não consegui terminar o livro.

É bastante raro uma resenha de abandono literário, pois eu não gosto de abandonar livros, mas como não consegui me envolver com absolutamente nada na leitura eu acabei desistindo a muito contra gosto. Porém verdade seja dita, eu estava há alguns meses tentando a leitura e não saia muito coisa a não ser poucas páginas lidas ao dia. Não consegui chegar nem a metade do livro.

De qualquer forma, apesar de não ter funcionado para mim, o livro pode ser uma boa leitura.
A diagramação está boa e não me recordo de achar erro até onde eu li. 

28 dezembro 2015

Resenha: Zac & Mia


Autora: A. J. Betts
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 288
Ano: 2015
Avaliação☆☆☆
Sinopse: A última pessoa que Zac esperava encontrar em seu quarto de hospital era uma garota como Mia - bonita, irritante, mal-humorada e com um gosto musical duvidoso.No mundo real, ele nunca poderia ser amigo de uma pessoa como ela.
Mas no hospital as regras são diferentes. Uma batida na parede do seu quarto se transforma em uma amizade surpreendente.
Será que Mia precisa de Zac? Será que Zac precisa de Mia? Será que eles precisam tanto um do outro?
Contada sob a perspectiva de ambos, Zac e Mia é a história tocante de dois adolescentes comuns em circunstâncias extraordinárias.

Zac poderia ser um rapaz "comum como outro qualquer", mas infelizmente a coisa não é bem assim. Zac tem leucemia e está no hospital fazendo tratamento, se der tudo certo daqui há alguns dias ele irá sair de lá (isso se a medula óssea colocada nele não der problema). 

Então o livro começa com Zac escutando uma das enfermeiras dando as instruções para o paciente no quarto ao lado e tanto ele como a mãe estão tentando adivinhar coisas sobre a pessoa do quarto ao lado apenas pelos sons. A essa "altura do campeonato" de tanto escutarem eles podem dizer se é homem ou mulher, se a pessoa está na fase de negação ou não, dentre outras coisas. Só que ninguém esperava que fosse uma pessoa da idade de Zac, e ainda mais uma garota.

Mia não é o tipo de garota que aceita bem as coisas e além de ser aquele tipo de garota popular, ela não quer que ninguém saiba que ela está com câncer, por isso ela tenta se isolar do mundo. Posso dizer que ela é um pouco chata e até mesmo irritante em diversos momentos, mas creio que ela está na fase de negação o livro todo, pois não aceita nada que acontece com ela.

Zac e Mia é um livro sobre amizade, amor, coisas ruins e boas que vão acontecendo, e sobre lutar a todo custo para se manter vivo. O começo da leitura foi divertido e até interessante, mas com o passar do tempo o clima de tristeza vai se instalando a cada página lida. Porém Zac tenta de tudo para se manter forte em diversos momentos. 
Não sou uma das maiores fãs de sick lit, mas gosto de ler de vez em quando!
Talvez coragem seja isso: atos impulsivos em um momento em que sua cabeça grita não, mas seu corpo vai em frente assim mesmo.
A leitura é fluída e cada capítulo é do ponto de vista de um dos personagens, as vezes pode acontecer do leitor ler vários capítulos de um personagem específico.
O livro terminou de um jeito que eu não esperava, mas pelo menos deixou o leitor com um pouco de esperança, mas de qualquer forma não foi algo muito "feliz" por assim dizer.

O livro é cheio de pensamentos e você vai cada vez se envolvendo mais com os personagens. Zac é um garoto incrível, e cheio de qualidades. Com certeza o oposto de Mia que vive revoltada com a vida, mas as coisas vão se encaixando bem na medida do possível. 

De qualquer forma foi uma leitura agradável até certo ponto, mas esperava muito mais do livro.
Não me recordo de achar qualquer erro na leitura e a diagramação está ótima.
De todos, eu sou o menos corajoso. Nunca me alistei para essa guerra. A leucemia me convocou, essa filha da puta.

20 dezembro 2015

Resenha: Um Estranho Perfeito - Caribou Crossing


Autora: Susan Fox
Editora: Única
Número de páginas: 384
Ano: 2015
Avaliação☆☆☆☆☆
Sinopse: Caribou Crossing é uma cidade de recomeços. E assim o era para Brooke Kincaid que, há cinco anos, tenta reparar os erros de seu passado. Quando, porém, uma moto Harley-Davidson destrói sua cerca e um estranho perigoso e irresistível literalmente invade sua vida, ela mal imagina as ameaças que a chegada desse fugitivo traria. Jake Brannon sabe que Brooke é vulnerável, mas também forte, gentil e mais quente que o próprio inferno. A personalidade forte dessa mulher intrigante e seu charme perturbador são capazes de fazer até o maior aventureiro sossegar... Apenas para ter o gosto daquele delicioso romance. Agora ela precisa ajudar esse homem misterioso a continuar vivo ou as pessoas que ama estarão em perigo. Brooke precisa fazer as escolhas certas dessa vez. Pode ser sua última chance.

Brooke Kincaid é uma mulher muito forte que tenta manter-se sempre no controle da sua vida, mas nem sempre foi assim. No passado a mesma acabou engravidando ainda adolescente e acabou virando uma alcoólatra, fora que ainda estava em um relacionamento abusivo com seu marido.

Anos depois Brooke se mantém sóbria e não consegue imaginar-se em um relacionamento, mas pelo visto as coisas vão mudar quando Jake Brannon (um policial disfarçado) acaba quebrando sua cerca em uma acidente envolvendo sua Harley Davidson. Porém o homem que quebra a sua cerca e parece estar baleado não é nenhum pouco agradável, ele ameaça Brooke para que a mesma não chame a policia e com medo de algo acontecer com sua família ela cumpre todas as exigências do homem que encontra-se coberto de sangue e desacordado em seu sofá.

Jake não imaginaria que encontraria uma mulher completamente incrível e que fosse tão forte. Mas, ele não pode pensar nisso no momento, pois ele precisa ficar curado para que possa descobrir quem controla a tráfico de drogas naquela cidade pequena e trazer a justiça um assassino de uma adolescente que ele conhecia. 

Jake é grosseiro, porém muito sexy e isso faz com que Brooke fique completamente atraída por ele, mas ela não pode se dar ao luxo de ter um relacionamento. Afinal, ela vai ser avó e uma pessoa ficar afim de alguém como ela é completamente inaceitável para Brooke. Sem contar que ele parece ser mais novo que ela e está ali apenas a trabalho.

Os dois acabam montando um disfarce para ele como seu primo distante e com isso ela o ajudará na medida do possível na descoberta de pistas que levem a resolução desse caso.

O romance vai acontecendo de forma gradativa e completamente contagiante, porém tive um problema com a leitura. 
Não gostei do fato de que a Brooke vivia falando que era uma avó, como se isso fosse impedimento para algum relacionamento. Sem contar que ela falava isso com uma frequência muito grande, depois disso Jake confortava ela e tudo parecia ficar bem, mas um tempo depois tudo recomeçava novamente.

De qualquer forma Brooke ainda é uma personagem forte que tenta de tudo se redimir por todos seus erros do passado e tenta ser uma boa mãe. Ela se culpa por tudo que aconteceu com seu filho e vai tentar de tudo ser uma boa avó.
Jake admira Brooke não só por tudo que ela passou, mas por tudo que ela aguenta até hoje. Porque nada mais difícil de suportar do que as pessoas que não conseguem superar seus atos do passado e acham que a mesma vai ter uma recaída a qualquer momento. Também tem o fato de que Brooke é uma mulher bipolar.

O livro aborda diversos assuntos delicados de uma forma simples e direta, fazendo com que o leitor entenda e sinta os sentimentos que envolvem aquele tipo de situação.
O romance entre os dois é regado de respeito e carinho, até um pouco de amor, mesmo que Jake não consiga ver isso no começo.

Gostei do final e achei um pouco corrido a resolução do crime, mas de qualquer forma foi uma leitura muito boa. A autora soube levar bem o romance e foi um livro bem escrito. 
Não me recordo de qualquer erro na leitura e a diagramação do livro está muito linda.
A decisão provocou nela uma sensação de alívio. Estrutura e regras claras eram as ferramentas que Brooke usava para manter a vida em equilíbrio. O que a abalava era o inesperado.

Resenha: Impecáveis - Pretty Little Liars


Autora: Sara Shepard
Editora: Rocco
Número de páginas: 336
Ano: 2011
Avaliação☆☆☆☆
Sinopse: Spencer roubou o namorado de sua irmã. Aria ficou com o coração partido em relação ao seu professor de Inglês. Emily começou a gostar de sua nova amiga Maya... tanto quanto de seu amigo. A obsessão de Hanna pela aparência impecável está lhe fazendo mal. E seu segredos mais terríveis ainda é tão escandaloso que a verdade iria arruiná-las para sempre.

No segundo livro da série temos diversas reviravoltas. 
O mesmo começa exatamente de onde o anterior parou (no funeral) e isso faz com que as garotas comecem a perceber que A não está brincando, e as coisas vão ficando cada vez mais complicadas.

Spencer "roubou" o namorado da irmã e isso faz com que a situação entre ela e sua família comece a ficar pior a cada capítulo que passa. Os trabalhos escolares vão aumentando, o relacionamento com Wren vai ficando mais sério e a pressão começa pesar na jovem.

Emily tenta viver sua vida, mas a confusão que a sua sexualidade está causado faz com que as coisas fiquem complicadas de serem administradas. E se ela for descoberta? Uma coisa ela tem certeza: sua mãe não aprovaria o relacionamento dela com outra garota. Sem contar que ela e Toby (suspeito de matar Ali) tem uma amizade nada comum.

Hanna tenta ser perfeita e está ficando cada vez mais neurótica, mas pelo visto as coisas também não andam nada bem para ela. Problemas com o namorado e o pai fazem com que sua vida acabe desmoronando ao seu redor. Sem contar que ser uma das garotas mais populares está ficando cada dia mais complicado.

Aria está escondendo um terrível segredo da mãe, mas se ela não fizer isso sua família pode acabar se desfazendo. Mas, será que está certo esconder de sua mãe o que seu pai fez? Como se não bastasse isso, ela tem de lidar com seu relacionamento fracassado com seu professor.

Engana-se quem tem vontade de ler esse livro e acha que a amizade entre as meninas vai voltar a ser como antigamente. Nesse livro elas ainda se mantém afastadas (o que é bem diferente no seriado) e vão sofrendo aos poucos com as situações que A articula.

Todas as personagens são torturadas de forma psicológica e em alguns momentos até mesmo de forma física (mas A não aparece e ele faz isso de forma indireta), e eu fiquei chocada com a atitude de algumas famílias. Sério. 
É incrível como A chega a ser uma pessoa insana e completamente problemática a ponto de deixar as meninas em situações complicadas e ninguém consegue perceber que tem algo errado acontecendo na vida das garotas.

Todas as personagens passam por situações bem complicadas, mas eu consigo me compadecer mais da Spencer. A família dela é problemática de qualquer forma e isso fica muito claro na leitura. 

Tenho que dizer que ler está sendo uma experiência incrível, visto que algumas situações são bem diferentes do seriado e o leitor tem mais detalhes durante a leitura. 
Gosto tanto dos livros quando do seriado, mas ler a série é realmente algo bem viciante.

Vamos nos aprofundando nos mistérios que cercam Alison e as garotas, mas ainda existe muita coisa a ser revelada. Então a autora vai destrinchando vários mistérios e colocando novos para serem desvendados. 

Apesar de tanta coisa acontecendo no livro, faltou algo para mim! Como muitas situações são apresentadas e ficam sem solução, o leitor pode ficar apreensivo, porém isso não é nenhum problema.
Creio que com o decorrer dos demais livros da série eu vou me acalmar quantos aos mistérios.

"Segredos feios suficientes para enterrá-las vivas. E, aos poucos, vou contar. -A"

19 dezembro 2015

Promoção: Natal e Ano Novo Literário


O blog Seguindo o Coelho Branco se juntou com vários outros blogs amigos para trazer kits bem recheados no natal. Tudo para você começar 2016 com leituras ótimas!

Regras obrigatórias:

- Residir ou ter endereço de entrega em território nacional. - Preencher o formulário. - Cumprir as regras obrigatórias.
- Onde é visitar na opção do facebook, é OBRIGATÓRIO curtir a página.
- Informar um e-mail válido. - Perfis fakes ou criados apenas para promoções serão desclassificados.

SÃO 8 KITS E 8 GANHADORES!

17 dezembro 2015

Resultado: Top Comentarista de Novembro

Queria me desculpar antes de tudo, mas acabei tendo alguns problemas com a internet no dia que fui verificar e soltar o resultado.
Bom, vamos ao que interessa. Gostaria de agradecer todos que participaram e não esqueçam de participar do top de dezembro.


  1. Aguida
  2. Rudynalva
  3. Sara
  4. Karina V.
  5. Mayla
E a ganhadora foi a Aguida. Meus parabéns!!!

Acabei de enviar um e-mail para você com as informações necessárias e aguardo contato no prazo de 48 horas. 

13 dezembro 2015

Resenha: A Voz do Arqueiro - Signos do Amor


Autora: Mia Sheridan
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 336
Ano: 2015
Avaliação☆☆☆☆☆
Sinopse: Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor. Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.
Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.
Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.
Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

Bree Prescott é uma mulher que quer deixar seu passado para trás, por isso acaba decidindo mudar de cidade para tentar recomeçar uma nova vida. Pelion fica no estado do Maine e encanta qualquer um que passe por lá, por isso ela decide ficar e tentar construir uma vida no local.

Ao fazer uma visita a cidade, Bree acaba derrubando suas compras e recebe ajuda de Archer Hale, um homem muito bonito, porém que está escondido debaixo de uma barba e cabelos enormes. Sem contar que mesmo com Bree falando pelos cotovelos Archer não diz uma palava sequer e isso a deixa intrigada.

Com pouco tempo Bree consegue se estabelecer na cidade, mas em nenhum momento consegue deixar de pensar em Archer. Então começa a tentar descobrir mais sobre ele até que finalmente acaba entrando em sua casa quando sua cadelinha Phoebe corre portão a dentro e nesse momento se inicia mais um contado entre Bree e Archer.

Cada livro dessa série é baseado e um signo do zodíaco e conta a história de alguém desse signo. Nesse caso o signo em questão é sagitário e começamos a história lendo um pouco sobre a mitologia grega e uma história envolvendo um centauro bastante conhecido (Quíron) por ser uma alma bondosa e gentil.

O livro é tocante, cheio de lições de vida nos mostrando o melhor e o pior do ser humano. Sem contar que temos uma disputa pelo amor de Bree que deixa o leitor a flor da pele para descobrir os mistérios que rondam Archer Hale e seus parentes. 

Os personagens não só vão evoluindo, mas também ensinando uns aos outros. Inclusive tenho que mencionar Archer como um homem maravilhoso que você sente a necessidade de cuidar o tempo todo porque além dele não ter muita experiência de vida, ele é aquele tipo de pessoa que faz você ir se apaixonando aos poucos e quando você vê está completamente conectado com ele.

Também tenho que citar algo que gostei muito na Bree. Ela é uma personagem forte, determinada e acima de tudo uma boa pessoa que tenta ver o melhor das outras. Já sofreu muito no passado, mas está tentando se reerguer na medida do possível.

O romance entre o dois vai acontecendo gradativamente e como trata-se de um livro hot, existem algumas cenas de sexo durante a leitura, mas nada que seja muito pesado!
A escrita da autora é muito envolvente e quando vi já estava completamente cativada pelos personagens. 
Estou muito ansiosa para ler a continuação ainda esses dias e espero gostar muito.

Não me lembro de achar qualquer erro na leitura e a diagramação está ótima. A editora está de parabéns! Sem contar que a capa está linda.
A voz de Archer Hale era uma das coisas mais bonitas do mundo inteiro!

12 dezembro 2015

Promoção: Adeus, 2015! Olá, 2016!


 Falta pouco para 2015 acabar, e já pensou como seria bom começar 2016 ganhando muitos livros?! Se gostou da ideia, participe da nossa promoção e concorra a 2 kits com 11 livros em cada.  Regulamento:
  • É obrigatório ter endereço de entrega no Brasil.
  • Para participar, o interessado deve seguir todas as entradas obrigatórias do formulário do Rafflecopter (depois, aparecerão as entradas extras, que são opcionais).
  • As inscrições vão até dia 12/01/2016.
  • O sorteado terá 4 dias (96 horas) para responder ao e-mail que será enviado solicitando seu endereço de entrega, caso não haja resposta no prazo, o sorteio será refeito e outro participante será sorteado.
  • Cada blog ficará responsável pelo envio do prêmio que forneceu (sendo assim, os livros do kit chegarão separadamente).
  • O prazo para envio do prêmio e de até 30 dias úteis após o recebimento dos dados do ganhador.
  • Não nos responsabilizamos por danos ou extravios dos Correios; não nos responsabilizamos pela devolução do livro por parte dos Correios em caso de endereço incorreto fornecido pelo participante ou ausência de quem o receba.

10 dezembro 2015

Confira o Trailer A Lenda de Tarzan


Saiu o trailer do filme A Lenda de Tarzan e bom, podeos esperar muita coisa desse filme. O diretor responsável foi o mesmo que produziu os últimos quatro filmes de Harry Potter.
Nessa história o Tarzan está vivendo há 10 anos com sua esposa Jane como um lorde inglês. Mas, devido a um convite ele acaba indo como um emissário do Parlamento e acaba sendo posto em perigo, juntamente com sua esposa.
“É quase um oposto do conto clássico, que é sobre domar a fera. Isso é sobre um homem que está se resguardando e aos poucos vai mostrando suas camadas e reverte a um estado mais anômalo e deixa aquele lado da personalidade à mostra”, resumiu Skarsgard.
Confira o trailer abaixo.

09 dezembro 2015

Mini-Opinião: Batman (MiniGotham- Vol. 04)


Autores: Dustin Nguyen e Derek Fridolfs
Editora: DC Comics
Número de páginas: 22
Ano: 2012
Avaliação☆☆☆
Sinopse: MiniGotham é uma novíssima série digital do autor e artista Dustin Nguyen e o co-roteirista Derek Fridolfs. Mas se você acha que essa serie é uma abordagem tradicional do Batman, talvez seja melhor pensar duas vezes. Batman: MiniGotham nos traz o desenho estilizado e aquarelado com o qual Dustin faz os heróis e vilões de Gotham, e cada nova edição será ambientada no maior dia comemorativo do mês em questão.

Nesse quarto volume da série MiniGotham temos a edição comemorativa do ano novo (lembrando que cada edição envolve uma data comemorativa).
Pensando em um jeito de celebrar o ano novo Hera Venenosa e Arlequina decidem convidar a Mulher Gato para uma noite "só de garotas".

Com isso as três saem a noite para tentar "salvar o mundo" (de um jeito deturpado, mas sim estão salvando o mundo).
Em pequenas situações o leitor pode ver o outro lado das vilãs e embarcar em suas aventuras noite a dentro.

Esse foi o volume da série que eu menos gostei até agora, porém ainda assim foi uma boa leitura. Creio que faltou um pouco de ação e  o final foi um pouco sem graça.
O estilo aquarelado continua muito bonito deixando tudo mais delicado e meigo.


06 dezembro 2015

Resenha: Procura-se Um Vampiro - Sookie Stackhouse


Autora: Charlaine Harris
Editora: Benvirá
Número de páginas: 287
Ano: 2011
Avaliação☆☆☆☆☆
Sinopse: Nesse quarto volume, Sookie descobre que sua má sorte piorou. O interesse romântico de Sookie, Bill, o vampiro, foge para o Peru para fazer pesquisas. Em seu lugar, Sookie fica com Eric, o chefe de Bill (e vampiro-chefe do distrito), que aparece do nada sem roupa alguma e sem memória de quem ele é ou o que ele faz. Coincidentemente, o irmão de Sookie, Jason, some. Menos coincidentemente, mas mais preocupante, um coven de bruxas (que também parecem ser metamorfas e viciadas em sangue de vampiro) chega com tudo na cidade vizinha, procurando encrenca.

No quarto livro da série o leitor depara-se com uma verdadeira surpresa! 
Sookie acaba encontrando Eric (o xerife vampiro do distrito 5) completamente sem roupa e qualquer memória que indique quem ele é. Com isso a mesma acaba ajudando-o e fica responsável por sua segurança (visto que quem o atacou não sabe onde ele está exatamente).

Ao contatar Pam, Sookie descobre que Eric foi atacado por um coven de bruxas poderosas e uma delas desejava manter um acordo com Eric, mas como o vampiro recusou acabou sendo enfeitiçado.
Então Sookie acaba sendo bem paga para cuidar de Eric, enquanto o mesmo não recupera sua memória.

Seu relacionamento com o vampiro Bill não vai nada bem, pois o mesmo foge para o Peru a trabalho e a situação entre os dois não está nada favorável. 
Então a jovem telepata acaba ficando com os sentimentos confusos, pois Eric é extremamente sedutor e está completamente diferente do que costumava ser anteriormente. Será que a telepata vai acabar "caindo nos encantos" do vampiro viking Eric Northman?

Para complicar ainda mais a situação, Sookie acaba descobrindo que seu irmão sumiu sem deixar vestígios e com isso inicia-se uma busca para encontrá-lo. 
Como é de se esperar algumas criaturas sobrenaturais vão aparecendo novamente ao longo da história e os mistérios vão intensificando-se.

Tenho que frisar que esse foi um dos melhores livros da série até agora, pois além de ser completamente apaixonada pelo Eric, o livro mostra que a Sookie tem uma possibilidade de ter um relacionamento melhor que o anterior. 

O livro é muito bem escrito e termina de uma forma que o leitor não espera deixando um gancho ótimo para uma continuação. 
Podemos voltar - disse ele. Sob a luz do painel do carro, o rosto dele parecia duro como pedra. - Podemos voltar para sua casa. Posso ficar com você para sempre. Podemos conhecer o corpo um do outro de todas as maneiras possíveis, noite após noite. Eu podeira te amar - As narinas dele dilataram e, de repente, ele parecia estar cheio de si - Eu poderia trabalhar. Você sairia dessa pobreza. eu poderia te ajudar

01 dezembro 2015

Resenha: O Confronto - Diários do Vampiro


Autora: L. J. Smith
Editora: Galera Record
Número de páginas:  221
Ano: 2009
Avaliação☆☆☆☆
Sinopse: Elena conseguiu o que queria: Stefan é seu. Por outro lado, sua semelhança com Katherine faz com que ela seja irresistível também a Damon - e ser amada por dois vampiros pode ser fatal. Depois de ceder a Elena, Stefan acredita que o amor pode redimi-lo. Só que a chegada de Damon o faz temer pela vida de sua amada, e ele a cerca de cuidados. Mas, conseguirá Stefan protegê-la de si mesmo?
Damon escolheu Elena para ser sua companheira nas sombras, e a atração entre os dois é inegável. Belo e charmoso, ele se aproveitará de tudo e de todos para conquistá-la. E não irá se arrepender depois.



Depois de muitos problemas no primeiro livro, Elena finalmente conseguiu seguir adiante em seu relacionamento com Stefan, mas as coisas nem sempre são fáceis como ela deseja. Devido a enorme semelhança de Elena com Katherine, o irmão de Stefan acaba sentindo-se atraído por Elena e fará de tudo para conseguir que ela se sua.

Como se não bastasse isso, Elena também sente um pouco de atração por Damon, mas ela escolheu Stefan, por isso tenta de todas as formas fugir das garras do vampiro inconsequente. Será que ele vai conseguir fazer de Elena sua companheira das trevas? Bom, ele vai tentar.

O diário da jovem (Elena) acaba sumindo e isso pode ser um grande perigo, visto que existem muitas coisas que poderiam colocar Stefan em apuros e com o sumiço dele as coisas começam a complicar. 
Em meio a tantos problemas um novo professor surge, a voz que possui Bonnie torna-se cada vez mais presente na leitura e a ajuda pode vir de onde menos esperamos.

Eu gostei da leitura. Várias coisas presentes nesse livro são bem diferentes do seriado, mas isso não me desanimou nenhum pouco (vi o seriado primeiro). 
Essa leitura é um verdadeiro jogo para descobrir os mistérios que cercam os personagens e estou ansiosa pelo próximo livro.

O livro termina igual o anterior (na melhor parte, como sempre) fazendo com que o leitor fique curioso com os fatos que virão em seguida. 
As pontas soltas vão se aproximando cada vez mais, os personagens secundários são bem trabalhados e vão crescendo a medida que você vai lendo.

Não me recordo de achar qualquer erro na leitura e a única coisa que me incomodou foram as folhas brancas, pois de resto gostei muito do resultado final.
Ela não conseguia se mexer nem virar o rosto. E desta vez Elena sabia que não era o Poder que ele usava, mas simplesmente a atração desenfreada que havia entre os dois. Era inútil negar isso; seu corpo reagia ao dele. Ele podia sentir a respiração de Damon nos próprios lábios.

Top Comentarista de Dezembro


Nesse mês o ganhador levará para casa apenas um livro. Um exemplar de Um Estranho Perfeito + Tudo que você precisa saber sobre mitologia. Isso mesmo, apenas um ganhador levará os livros para casa.

Obrigatório
  • Seguir o blog publicamente (caixinha na barra lateral), pode ser tanto pelo G+ quanto pelo GFC
  • Ter endereço de entrega no Brasil,  comentar nesta postagem com nome de seguidor e email.
Regras:
  • Só valerá um comentário por postagem e serão válidos para o top os comentários feitos nas postagens publicadas no mês de dezembro, ou seja, todas as postagens feitas nos dias 01/12 até 31/12.
  • Para caso de empate de comentaristas será feito o desempate através de sorteio.
  • Não quero comentários para "encher linguiça" e sim coisas pertinentes ao texto. 
  • Nas postagens de promoção o comentário não contará como ponto para o top comentarista, porém isso não quer dizer que você não possa participar da promoção :)
  • O ganhador (a) terá que responder o e-mail que será enviado para ele contendo seu endereço completo no prazo de até 48 horas. Se passar disso outra pessoa será sorteada no lugar. Por isso fique sempre de olho no email.
  • O blog tem 45 dias úteis para enviar o prêmio ao ganhador (a).
  • O resultado é previsto para o dia 15 de janeiro aqui no blog.
  • O Blog não se responsabiliza por extravio. Por isso o código será repassado ao ganhador e o resto é com o correio.